Em São Vicente, Secult lança 1º concurso para projetos culturais independentes

Por Lincoln Spada

O primeiro edital público de projetos culturais de São Vicente foi aberto pela Secretaria de Cultura nesta última quarta-feira (13/mar). O concurso foi realizado a partir do convênio entre a Prefeitura e o Governo Estadual por meio do ProAC Municípios no montante de R$ 300 mil. Ao todo, serão 15 projetos contemplados, cada um no valor de R$ 20 mil. As inscrições seguem até 2/mai.

Serão seis montagens e circulações de espetáculos, quatro projetos de festivais de artes, feiras ou exposições itinerantes, um par de projetos audiovisuais, outra dupla de publicações de obras literárias inéditas, além de uma iniciativa que aborde a formação e a arte-educação. A contrapartida são de, pelo menos, uma apresentação pública, prevendo a doação de 5% da tiragem dos livros publicados e a gratuidade no caso de espetáculos, festivais e mostras.

A Secult nomeará uma comissão de seleção de projetos, aos moldes do ProAC, que terá como critérios de avaliação: excelência e relevância artística; experiência dos proponentes; descentralização das atividades; diversidade temática e estética; interesse público; proposta de contrapartida; viabilidade de realização do projeto. O edital prevê que o resultado final seja publicado até a primeira quinzena de julho e o período de contrato e repasse em cota única até setembro.

Os projetos devem ter duração de até 10 meses, podendo ser prorrogados. Interessados devem se inscrever somente como pessoa física ou jurídica (exceto MEI) que comprove residência e atuação cultural há mais de dois anos. Coletivos artísticos e proponentes individuais só podem concorrer com uma única proposta. Os envelopes devem ser entregues pessoalmente em dias úteis, das 10h às 12h e das 13h às 16h, na sede da Secult (R. Tenente Durval do Amaral, 72, Catiapoã). Confira o edital na íntegra aqui.

 

Escola de Choro de Santos abre matrículas para turma de iniciantes

Por Secult Santos

Já estão abertas as inscrições para a turma de iniciantes da Escola de Choro e Cidadania Luizinho 7 Cordas, do Clube de Choro de Santos. Crianças e adolescentes com idades entre 9 e 17 anos têm até o próximo dia 31 para garantir uma das 20 vagas e aprender a tocar instrumentos como violões de 6 e 7 cordas, cavaquinho, flautas doce e transversal, clarinete, bandolim e pandeiro.

As aulas ocorrem no Mercado Municipal de Santos (Praça Iguatemi Martins, s/no, na Vila Nova) às terças e quintas-feiras, em horário a ser definido. Os interessados devem entrar em contato pelo e-mail lfc.ortiz@gmail.com ou pelo celular 99105-6315. É necessário agendar horário e apresentar RG (original e cópia) do aluno e dos pais ou responsáveis legais, além de declaração de matrícula escolar. A revisão de início das aulas é para abril. Informações: fb.com/clubedochorodesantos.

 

‘Custódia’ em cartaz no Cine Arte; acesse agenda de cinemas públicos de Santos

Por Secult Santos

Produção francesa que discute o abuso doméstico, o longa-metragem ‘Custódia’ entra em cartaz no Cine Arte Posto 4 – Sala Rubens Ewald Filho (orla do Gonzaga, próximo ao Canal 3) até o dia 20/mar, com sessões às 16h, 18h30 e 21h. Dirigido pelo cineasta Xavier Legrand, o filme narra a história do casal recém-separado Miriam (Léa Drucker) e Antoine Besson (Denis Ménochet).

Ela pede na Justiça a custódia exclusiva do filho, pois acusa o ex-marido de ser violento. O juiz, no entanto, acaba concedendo a custódia compartilhada. Tomado quase como um refém entre seus pais, Julien (Thomas Gioria) fará tudo para evitar o pior. O filme tem entradas no valor de R$ 1,50 a R$ 3. Informações: 3288-4009.

Cine BV no MISS

Comandado por Fernando Pompeu, maestro e diretor-geral do coral cênico Broadway Voices, em parceria com o Museu da Imagem e do Som de Santos – Miss, o Cine BV exibe ‘Camelot’, de 1967. Dirigido por Joshua Logan, o filme é baseado em livro de T.H. White e no espetáculo teatral de Alan Jay Lerner. Após a projeção, Fernando Pompeu bate papo sobre a produção com o público. Sexta-feira (15/mar), às 15h30, na Av. Pinheiro Machado, 48, Vl. Mathias. Entrada franca.

Vilas Criativas da Vila Progresso e Morro da Penha

Na ficção científica ‘Uma Dobra no Tempo’, Meg Murry e seu irmãozinho, Charles Wallace, ficaram, há cinco anos, sem o seu pai cientista, que descobriu um novo planeta e usou o conceito conhecido como tesseract para viajar para lá. Aliado do colega de classe de Meg, Calvin O’Keefe, e guiado pelos três misteriosos viajantes astrais, as crianças iniciam uma perigosa jornada. Sexta-feira (15/mar), às 18h30 e às 20h30, na Vila Criativa da Vila Progresso (R. Moisés, s/nº). Sábado (16/mar), às 15h e às 17h, na Vila Criativa do Morro da Penha (Rua Brigadeiro Newton Braga, 39). Entrada franca.

Cinemateca de Santos

Inspirado na historia real de um gerente da fábrica, o longa ‘John Rabe’ se passa em 1937 e acompanha o contador alemão que vive na antiga capital da China. Com retorno marcado para Berlim, ele é impedido de deixar o país no momento em que a sua cidade começa a ser bombardeada por um esquadrão japonês. Encurralado e destruído, o povo é guiado para uma zona de segurança onde Rabe é eleito líder. Sábado (16/mar), às 20h, na R. Min. Xavier de Toledo, 42, Campo Grande. Entrada franca.

Oscar no MISS

Seguindo com as homenagens a Hitchcock, o Oscar no Miss exibe ‘Festim Diabólico’. Com atuações de James Stewart, Dick Hogan, John Dall, Farley Granger, Edith Evanson e Douglas Dick, o thriller é inspirado no crime real dos assassinos Leopold e Loeb. Na fita, Granger e Dall são dois amigos que estrangulam um colega de turma para experimentar emoções fortes. Depois eles organizam uma festa para a família e amigos da vítima – com o corpo dentro de um caixão que usam como mesa do bufê. A sessão tem curadoria dos críticos de cinema Marcelo Pestana e Carlos Cirne. Terça-feira (19/mar), 18h30, no MISS (Av. Pinheiro Machado, 48/Vl. Mathias). Entrada franca.

Último dia de inscrições virtuais para os cursos gratuitos da Fábrica Cultural

Por Secult Santos

Quem deseja fazer um dos 34 cursos de artes gratuitos disponibilizados pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult) deve correr. Nesta sexta-feira (15) termina o prazo de inscrições para novos alunos. Os interessados devem preencher os campos obrigatórios no https://egov.santos.sp.gov.br/fabricacultura, além de atender os pré- requisitos de cada modalidade. Informações: 3202-3568 e 3202-3570.

Em sua primeira etapa, a programação do Fábrica Cultural 2019 oferece cursos em artes visuais (desenho e pintura); balé clássico, moderno e contemporâneo; balé para adultos e 3a Idade; capoeira; coral canto livre; danças de salão, em cadeira de rodas, esportiva, latinas (axé retrô, ritmos brasileiros e zumba) e urbanas (dança de rua interativa infantil, K-pop e zumba); mangá; piano; teatro infanto-juvenil e para adultos; teclado; viola; violão; violino.

 

Homenagens marcam entrega do Prêmio Estandarte Santista 2019

Por Prefeitura de Santos | Foto: G1 Santos

A cerimônia de premiação da 6a edição do Estandarte Santista, realizada no palco do Teatro Municipal Braz Cubas, na noite da última terça-feira (12), teve muita emoção e samba no pé. A celebração foi marcada pelo ritmo dos sambistas da Cidade e pelas homenagens a seis personalidades que fizeram história no mundo samba.

Organizado graças à parceria entre o portal de notícias G1, Liga Independente Cultural das Escolas de Samba de Santos (Licess) e Secretaria Municipal de Cultura (Secult), o Estandarte é uma votação popular na qual o público escolhe bandas carnavalescas e escolas de samba preferidas, em dez quesitos. Segundo dados do G1, mais de 252 mil votos foram computados, em mais de um mês de votação.

A Botafogo foi escolhida como a Banda Mais Querida da Cidade, com mais de 36% dos votos, seguida das bandas Bebo Mas Não Travo (15,34%) e Jaú (14,66%). Já entre as escolas de samba, a União Imperial foi a agremiação mais premiada, com três troféus, inclusive de Melhor Desfile. Coube também à verde e rosa do Marapé, bicampeã do Carnaval santista, fazer o show de encerramento da festa.

Os homenageados da noite foram Mestre Bará, J. Muniz Jr., Zinho, Michelle Mibow, Aldinho e o Rei Momo 2019, Serginho Cipó, falecido na última quinta-feira (7), vítima de uma parada cardiorrespiratória. Ainda sob forte emoção, a viúva Maria de Lourdes Vicente da Graça agradeceu a homenagem: “Ele deve estar feliz em ver o carinho que todos vocês têm por ele”.

Resultado da votação do prêmio Estandarte Santista 2019

> Banda Mais Querida da Cidade: 1. Botafogo (36,29%); 2. Bebo Mas Não Travo (15,34%); 3. Jaú (14,66%)
> Grupo 1 – Melhor Escola: 1. Bandeirantes do Saboó (40,47%); 2. Imperatriz Alvinegra (36,05%); 3. Dragões do Castelo (7,87%)
> Grupo de Acesso – Melhor Escola: 1. Mãos Entrelaçadas (36,73%); 2. Padre Paulo (33,93%); 3. Brasil (16,12%)
> Grupo Especial – Alegoria, Melhor Desfile e Destaque: União Imperial | Baianas: Real Mocidade | Bateria: Unidos dos Morros | Comissão de Frente: Vila Mathias | Melhor Intérprete: Ricardo Reis, o Jacaré (Mocidade Amazonense) | Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Daniel Vitro e Andress Simpatia (Dependente do Samba) | Rainha de Bateria: Janaína Paiva (Mocidade Amazonense) | Samba-Enredo: X-9

 

Itanhaém recebe comédia ‘Até que o Tinder nos separe’

Por Prefeitura de Itanhaém

Já tem programação para o próximo sábado (16/mar)? Se você gosta de dar boas risadas, uma ótima opção é assistir ao espetáculo teatral “Até que o tinder nos separe”. A comédia será apresentada neste sábado, às 21 horas, no Centro de Convenções Miguel Reale (R. Sebastião das Dores, 29/Itanhaém).

Os ingressos devem ser trocados por 1 kg de alimento não perecível, exceto sal e açúcar, que será revertido ao Fundo Social de Solidariedade (FSS). O evento tem o apoio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes. A classificação indicativa da peça é 14 anos, e a produção da comédia é de Vitor Branco, o personagem ‘mafioso’ do programa “A praça é nossa” (SBT).

Além de responsável pela direção do teatro, Vitor Branco também faz parte do elenco da peça, junto com Wanderlei Grillo e Ana Morisa. O espetáculo faz parte de um projeto intitulado ‘Cultura Solidária’. Até sexta-feira (15), os alimentos devem ser trocados pelos ingressos no FSS (R. Cunha Moreira, 61, Centro). Se houver ingressos remanescentes, os mesmos poderão ser trocados no dia e no local do evento, a partir das 19 horas.