Após festival mineiro, ‘Projeto Bispo’ realiza temporadas em Santos

Em junho, o Coletivo participa com o espetáculo ‘Projeto Bispo’ no 1º Festival Nacional de Teatro de Barbacena de Minas Gerais. A apresentação na cidade mineira é muito especial para o grupo, que trabalha com teatro performático e com a ressignificação de espaços, pois lá ficava o antigo Hospital Colônia de Barbacena, hoje Museu da Loucura, cujas histórias de abuso e torturas já relatadas em livros como “Holocausto Brasileiro” da jornalista Daniela Arbex e em documentários como “Em nome da razão” do cineasta Helvécio Ratton que inspiraram a criação do espetáculo.

01O grupo santista também embala a partir deste mês em novas temporadas de apresentações do teatro de rua que percorre as vias do Centro da Cidade. As temporadas gratuitas tem parceria da Fundação Arquivo e Memória de Santos e da Prefeitura Municipal de Santos, através da Secretaria Municipal de Cultura em prol da Fundo Social de Solidariedade de Santos, pois a entrada será um lata de leite em pó ou um quilo de alimento não perecível revertido ao Fundo. As sessões serão todas às segundas-feiras a partir de 8 de junho e até o fim de julho, às 20h, com início na Praça Mauá.

O espetáculo

“Tratados como bicho, comportam-se como um”, espetáculo que traça um panorama que conduz a uma imersão na perspectiva do excluído e um mergulho no labirinto do artista. Onde o passado e o presente se fundem, assim como elementos da religião, do simbólico e questões sociais que se apresentam como um pano de fundo onde a realidade e a ficção se misturam. O enredo utiliza a dicotomia loucura/liberdade, num sentido metafórico. A impermanência das coisas se estabelece como a própria estrutura dramatúrgica, em que os atores continuamente desconstroem uma realidade cênica para construir outra, criando uma atmosfera dual entre loucura e prisão, arte e liberdade de expressão.

02O ponto de partida é a Praça Mauá, dali o público será encaminhado e convidado a percorrer um percurso onde os personagens em novas e diferentes situações irão ressignificar vários trechos e ruas do Centro santista até entrar na Casa de Frontaria Azulejada, onde acontece o 2º ato da peça. Em cada rua, cada esquina, o espectador pode se deparar com personagens que estão todos os dias nas ruas e que muitas vezes passam desapercebidos por nossos olhares treinados a ignorar tudo o que não nos convém.

A direção é de Kadu Veríssimo e o elenco desta temporada é formado por Junior Brassalotti, Juliana Sucila, Renata Carvalho, Rafael de Souza, Wendell Medeiros, Malvina Costa, Sérgio Bratz, Zécarlos Gomes e Thalita Nascimento.

*Junior Brassalotti

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s