Confira a programação da 6ª Sansex, entre os dias 17 e 20 de maio

Por Secult Santos

Com o objetivo de valorizar as produções artísticas com temática LGBTQ e descontruir paradigmas, além de promover a discussão sobre a diversidade sexual na região, a ‘Sansex – Mostra da Cultura da Diversidade Sexual’ chega a sua 6ª edição. Por meio das diversas linguagens artísticas, as ações pretendem reunir cineastas, estudantes, pesquisadores, artistas, militantes, população LGBTQ e público em geral.

Cinema, artes visuais, oficina de fotografia, música e rodas de debate fazem parte da programação, que ocorre entre os próximos dias 17 e 20, no Museu da Imagem e do Som de Santos – Miss (Av. Pinheiro Machado, 48) e no Sesc Santos (R. Cons. Ribas, 136). A entrada é franca.

A direção geral é assinada pelos produtores culturais Luiz Fernando Almeida (Bazar Cafofo) e Ricardo Vasconcellos (Curta Santos). A realização é da Cafofo Produções e Eventos e Olhar Caiçara, com o apoio do Museu do Sesc Santos e da Prefeitura Municipal de Santos. Mais informações na página http://www.facebook.com/mostrasansex.

Confira a programação

Quarta-feira (17), 20h | MISS

>> Abertura oficial | Artes Visuais – Exposição ‘Le Corps Dans’
A exposição reúne um apanhado de obras do ilustrador, cartunista e pornógrafo Nerone Prandi. A mostra foca o universo masculino LGBTQ. A exposição poderá ser visitada de 17 de maio a 10 de junho.
>> Pocket Show ‘Meu Lado Homem, Cabaret D’escarnio’, com Luís Mármora. Contemplado na 2ª edição do prêmio ‘Zé Renato’, da Secretaria de Cultura de São Paulo, o espetáculo é um musical baseado na obra obscena ‘Cartas de um Sedutor’, da escritora Hilda Hilst.
>> Discotecagem: Luiz Fernando Almeida e Raquel Pellegrini

Quinta-feira (18), 20h | MISS

>> Mostra de curtas-metragens | ‘Diva’
Direção de Clara Bastos. | Sinopse: Camila se aproxima das drag queens que habitam a pensão de Bella.
>> ‘Ocorridos do dia 13’
Escrito e dirigido por Débora Zanatta e Estevan de La Fuente | Sinopse: Cinco amigos passam o domingo juntos e almoçam no apartamento do casal Carol e Ana. Lá fora, uma manifestação política. Além das questões pessoais que cercam as relações, os jovens se posicionam da forma que lhes parece possível diante desse cenário conturbado, e sofrem as consequências de um país dividido.
>> ‘Transverso’
Direção de Fernanda Paz. | Sinopse: Curta-metragem documental sobre o cotidiano de mulheres transexuais de Maringá.
>> ‘Feliz Ano Novo’
Direção Monica Donatelli | Sinopse: O filme celebra a amizade e a vivência, os amores e as dores, as lembranças e o tempo. Dandara vai embora da cidade depois de terminar seu namoro com Anne, enquanto Miguel, seu melhor amigo, é deixado por Tales. Durante as festas de final de ano, ambos tentam buscar algum aprendizado diante daquele ano.
>> ‘Xavier’
Direção de Ricky Mastro | Sinopse: Nicolas começa a perceber que a atenção de seu filho Xavier, de 11 anos, não está mais só nas baquetas de sua bateria, mas se volta também para outros meninos.
>> ‘Sapas’
Direção de Iasmim Feijó | Sapas é um documentário sobre a visibilidade lésbica.
>> ‘O Chá do General’
Direção de Bob Yang | Um general aposentado chinês recebe a inesperada visita de seu neto.

Sexta-feira (19), 19h | Sesc Santos

>> Oficina ‘#SANSEXMOBILE’, com o fotógrafo Luiz Fernando Menezes. Bate-papo sobre fotografia mobile e saída fotográfica no entorno da unidade para produção de conteúdo com a temática da ‘Diversidade Sexual’. Luiz Fernando utiliza dispositivos mobile desde 2012. Uma de suas imagens publicada na primeira página do jornal Folha de São Paulo, sobre a ressaca de Santos, e foi também selecionada, em 2015, pelo Festival Latino Americano de Fotografia Mobile. Para participar da oficina, envie uma foto autoral (não vale selfie) feita com o celular, com o tema ‘Diversidade Sexual’, até o próximo dia 17. Serão selecionadas dez pessoas. Inscrições pelo sansexsantos2017@gmail.com.

Sexta-feira (19), 20h | MISS
>> Exibição do longa-metragem ‘Lampião da Esquina‘
Direção: Lívia Perez | Elenco: Ney Matogrosso, Leci Brandão, Aguinaldo Silva, João Silvério Trevisan | Sinopse: Após os acontecimentos da década de 60 por todo o mundo e com o aumento da conquista de direitos civis, políticos e também de uma maior participação na sociedade como um todo, surgiu nos Estados Unidos o jornal Gay Sunshine, uma publicação voltada para o público homossexual da época. Em 1978, no Brasil, uma iniciativa similar foi criada: o jornal ‘O Lampião’.

Sábado (20), 17h | Sesc Santos
>> Bate-papo ‘Chega de Preconceito’, com personalidades da cena LGBTQ paulistana, que tem como foco discutir questões como homo e transfobia e HIV. Participam da mesa: Mago Tonhon do Sexxbox (SP), o cantor Silvino, os transhomens Thomas Oliveira e Diogo Almeida, do Canal Cavalo Marinho (Youtube), e mediação de Taiane Miyake.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s