Música e literatura integram Convenção sobre Revolução Cubana em Santos

Por Catarina Bertholini

Apresentações musicais, livros e feiras com exposições contemplam parte da programação da Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba. O evento bienal visa maior discussão sobre Cuba, as políticas que levaram a ilha a ter indíces excelentes na educação, saúde, esporte, e outras áreas, o fim do bloqueio econômico imposto a Cuba há 60 anos e a devolução da Base de Guantánamo.

> Confira a programação na íntegra e faça sua inscrição

O evento conta em nível nacional com a presença do Movimento de Solidariedade a Cuba – Associações Culturais José Martí, Comitês de Solidariedade, Movimentos Sociais e simpatizantes a causa de Cuba, e é o de maior importância, em nosso país, no compromisso de solidariedade a Cuba frente às conjunturas atuais e à divulgação dos princípios mestres da Revolução Cubana.

Em 2019, a Convenção vai acontecer em Santos/SP do dia 17 ao dia 22 de junho, no Sindicato dos Petroleiros, na Unifesp e na sede da Associação Cultural José Martí – Baixada Santista, responsável pela organização e elaboração do evento. O tema desta edição será “Revolução Cubana – 60 Anos: Conquistas e Desafios”. Entre outras atividades, serão realizadas mesas de discussão sobre os assuntos: Solidariedade Internacionalista; Atualidade: 60 Anos da Revolução – Nova Constituição e Juventude; Ciência e Tecnologia; Educação e Saúde – Formação de uma sociedade mais justa; Gênero; Política – Bloqueio econômico e midiática.

Para as dicussões foram convidados as cubanas Yenisey Cruz Carreno, Deputada da Assembléia Nacional do poder popular e Segunda Secretaria da UJC de Cuba (juventude comunista cubana), Naomi Rabaza, Vice Presidente do ICAP, Instituto cubano de amizades entre os povos e Yarisledis Medina também do ICAP. Também teremos a presença dos diplomatas Pedro Monzon Baratá, Consul Geral de Cuba, Antônio Mata, consul cubano de imprensa, Rolando Gomez Gonzáles Embaixador Cubano no Brasil. Da Venezuela, Yhonny Gárcia Calles, Coordenador do Movimento de Amizade e Solidariedade a Cuba da Venezuela. Do Brasil, Anita Leocádia Prestes, Angélica Lovatto e Nildo Ouriques, entre outros.

> Confira a programação na íntegra e faça sua inscrição

Há 60 anos Cuba constrói um novo paradigma de sociedade. Para o imperialismo americano não interessa uma sociedade baseada em outros valores que não o consumo, o egoismo e a opressão e exploração do homem pelo homem. Como forma de atacar Cuba, e minar esta nova sociedade, os EUA impõem a ilha um bloqueio econômico, financeiro e midiático há quase 60 anos, impondo a Cuba severas conseguências de castigam seu povo. Mas felizmente, ‘solidariedade não se bloqueia’, então estaremos juntos durante uma semana prestando nossa solidariedade ao país mais solidário do mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s