Todos os posts de Lincaos

Jornalista, ator e cineasta, assessora festivais de manhã, escreve em jornais diários à tarde e aceita farras à noite.

Confira a programação do Circuito Indie Festival em Santos

Criado em 2001, em Belo Horizonte e prestes a completar 15 anos, o Indie Festival chega a cidade através do Sesc Santos com o objetivo de mostrar ao espectador o conceito de cinema (indie) independente internacional. Ao longo de quatro dias o público pode apreciar grandes títulos do gênero no Cinespaço Santos (Av. Marechal Floriano Peixoto, 44). Os ingressos custam até R$ 12.

Um dos destaques do Festival é o longa polonês “Ida”, do diretor Pawel Pawlikowski, aclamado pela crítica internacional o filme concorre ao Oscar 2015 em duas categorias: Melhor Filme estrangeiro e Melhor fotografia. Ao todo oito filmes premiados e com passagem nos principais festivais de cinema internacionais serão apresentados ao público durante o Circuito.

Expandindo suas atividades para além do período regular, que acontece sempre em setembro em Belo Horizonte e São Paulo capital, o Circuito Indie Festival – uma versão menor do festival – percorre cidades do interior e litoral de São Paulo desde 2007 e é uma realização da produtora e distribuidora Zeta Filmes.

Confira a programação completa:

01>> 24/fev, 19h30 – NÓS SOMOS AS MELHORES!
Direção: Lukas Moodysson. Sinopse: Bobo e Klara, duas garotas suecas de 13 anos, querem montar uma banda punk, mesmo que todos digam que o punk morreu. Elas cortam seus cabelos em estilo moicano e recorrem à música para protestar e vencer o tédio. Mas, na verdade, as garotas não sabem tocar nada. Para melhorar a qualidade da banda, chamam a tímida e certinha colega Hedvig, brilhante na guitarra. Uma história sobre as dificuldades e encantos de crescer e não se encaixar em lugar nenhum. Classificação indicativa: 12 anos.

02ida>> 25/fev, 18h – IDA
Direção: Pawel Pawlikowski. Sinopse: Às vésperas de assumir seus votos e compromissos como freira no convento onde foi criada, Anna é levada a conhecer sua única parente viva – sua tia Wanda. A partir de Wanda, Anna descobre revelações impressionantes de seu passado, atado à Polônia nos anos de dominação nazista, e vai em busca de respostas e do túmulo de seus pais, em sua cidade natal. Nessa jornada, Anna encontra uma nova identidade, um amor e começa a questionar seu futuro.

>> 25/fev, 19h30 – NICK CAVE – 20.000 DIAS NA TERRA
Um filme de Iain Forsyth e Jane Pollard. Sinopse: Um vislumbre da mente de Nick Cave, compositor lendário, estrela do rock e líder da banda The Bad Seeds. O filme acompanha Cave por um dia fictício, entre o real e o imaginário, sessões de análise, encontro com músicos, dirigindo seu carro para passageiros especiais, falando do presente e do passado, enquanto busca por inspiração. Uma chance única de conhecer o processo criativo de um dos músicos mais inventivos de nosso tempo. Classificação indicativa: 14 anos.

>> 26/fev, 18h – UM EPISÓDIO NA VIDA DE UM CATADOR DE FERRO-VELHO
Direção: Danis Tanovic. Sinopse: A família Mujic, de origem cigana, vive na periferia dos centros urbanos na Bósnia e Herzegovina. O pai Nazif vive de catar metais e vendê-los a um ferro-velho. A mãe Senada mantém a casa arrumada, cozinha e cuida de suas duas filhas pequenas. Um dia, ela sente uma dor aguda no abdômen. Na clínica, lhe dizem que há algo errado com o bebê que ela está esperando: “ele está morto.” Ela está em risco de septicemia e deve ser operada imediatamente. Mas Senada não tem seguro médico e a operação vai custar muito mais do que a família pode pagar. O chefe do hospital se recusa a tratá-la. Começa uma corrida contra o tempo. Baseado em fatos reais, Danis Tanovic propôs aos Mujic que reinterpretassem um episódio de suas próprias vidas. Classificação indicativa: 10 anos.

04>> 26/fev, 19h30 – HELI
Direção: Amat Escalante. Sinopse: Estela tem 12 anos, vive em uma pequena cidade mexicana e está perdidamente apaixonada por um jovem cadete da polícia. Ele quer fugir com ela e se casar. Para realizar o seu sonho, ele desvia alguns pacotes de droga. A família de Estela terá que enfrentar a violência que devasta a região. Classificação indicativa: 18 anos.

>> 27/02 – 18h – APENAS O VENTO
Direção: Benedek Fliegauf. Sinopse: Em uma aldeia húngara, as notícias sobre o assassinato de famílias pobres de origem cigana se espalham rapidamente. Ninguém se manifesta sobre a possível identidade dos assassinos e os crimes parecem ter motivação racial. Mari mora com seu pai inválido e os dois filhos em um barraco, localizado em um bosque fora da cidade. Ela faz malabarismos com seus dois empregos e tenta manter sua rotina em meio à ansiedade da ameaça de violência. Já a adolescente Anna tenta se concentrar em seu trabalho escolar, mas o jovem Rió está preocupado com outras coisas. Ele está se preparando. Classificação indicativa: 16 anos.

05>> 27/fev – 19h30 – VIC+FLO VIRAM UM URSO
Direção: Denis Côté. Sinopse: Victoria acaba de deixar a prisão. Ela tem 61 anos e quer começar uma vida nova. Vai para a casa de um tio, já doente e inválido, em uma típica “cabane à Sucre” desativada no meio da floresta canadense. Vic espera viver ali com sua amante mais jovem Florence, sua ex-companheira de cela com quem dividiu anos de intimidade na prisão. Sob a supervisão atenta e sistemática de Guillaume, o jovem oficial de condicional, Vic quer fazer a coisa certa e ficar em paz. Mas o passado volta para assombrar Flo. Sinais de ameaça iminente começam a surgir e a floresta parece ter armadilhas traiçoeiras. Classificação indicativa: 14 anos.

>> 28/02 – 18h – DEIXE A LUZ ACESA
Direção: Ira Sachs. Sinopse: A trajetória emocional e sexual percorrida por dois homens que vivem experiências de amor, dependência e amizade. O documentarista Erik e o enrustido advogado Paul se conhecem casualmente em Nova Iorque. O que a princípio poderia ser apenas um encontro sexual fortuito, torna-se um relacionamento sério. Quer individualmente, quer como casal, Erik e Paul vivem intensamente todo tipo de riscos – compulsivamente e incitados pelas drogas e pelo sexo. Numa relação de quase uma década, marcada por altos e baixos e por padrões disfuncionais, Erik procura negociar os seus limites, enquanto busca a sua verdade. Classificação indicativa: 18 anos.

*Sesc Santos

São Vicente revisita o cangaço no teatro de rua ‘Relampião’

Do mito do cangaço para as lutas diárias das grandes cidades. Este é o destino e mote do teatro de rua ‘Relampião’, encenado em duas sessões gratuitas pelas Companhias do Miolo e Paulicea neste final de semana em São Vicente. No sábado (dia 28), às 17 horas, a apresentação será na Praça Coronel Lopes, Centro. Já no dia seguinte, no mesmo horário, ocorrerá na Praça Dário Aredes Lacerda, no Parque das Bandeiras. Ambos são contemplados pelo Programa de Ação Cultural (ProAC) do governo estadual e têm apoio da Secretaria Municipal da Cultura.

O espetáculo é fruto da pesquisa em parceria das duas companhias paulistanas (a do Miolo e Paulicea) sobre a lenda sertaneja do Lampião e danças típicas do Brasil, como o cavalo-marinho, o samba e as carrancas de São Francisco. A peça parte da trajetória do cangaceiro para revelar os múltiplos Lampiões que cruzamos diariamente em nossas cidades, gente comum que luta para sobreviver em meio a tantas desigualdades.

02“O que há em comum entre a luta do cangaço e as lutas pela vida na contemporaneidade?”, reflete a direção de Alexandre Kavanji. A dramaturgia é de Solange Dias, a direção musical de Charles Raszl e o elenco é formado pelos atores Aysha Nascimento, Antonia Mattos, Flávio Rodrigues, Dudu Oliveira , Edi Cardoso, Francisco Gaspar e Harley Nóbrega, além da dupla de músicos Fabrício Cardeal e Glauber Coimbra.

Festivais

‘Relampião’ já participou de importantes mostras e festivais nacionais e internacionais como FIT (São José do Rio Preto/SP), Fentepp (Presidente Prudente/SP), Circuitos SESC de Artes e de Teatro de Rua, Circuito Cultural Paulista, 15º Festival de Teatro Havana (Cuba), Festival Ibero Americano (São Paulo/SP) , Festival Nacional de Teatro Cidade de Vitória (Vitória/ES).

Companhia do Miolo

03Desde seu início, a trajetória artística da Companhia do Miolo vem sendo norteada pelo desejo de provocar o diálogo, por isso, encena o teatro de rua como espaço fértil e propício para encontros. Em 2003, leva para as ruas de São Paulo ‘O Burguês Fidalgo’, de Moliére. Nos anos seguintes, montaram ‘O Doente Imaginário’ (2004), ‘É de Cantar e de Brincar’ (2005), ‘Ao Largo da Memória’ (2006), ‘Alice! Uma adaptação urbana da obra de Lewis Carroll’ (2008), ‘Amores no meio-fio’ (2009) e, mais recentemente, ‘Taiô’ (2012).

Companhia Paulicea

Filiada à Cooperativa Paulista de Teatro, vem atuando desde 1997. Seu primeiro trabalho foi ‘Próxima Parada: Paulicéia Desvairada’, escrito e dirigido por Alexandre Kavanji, voltado para adolescentes. O espetáculo infantil ‘Brincando na Chuva’ foi o segundo trabalho da companhia e seu marco de consolidação. Recebeu o Prêmio Estímulo Flávio Rangel 2000 e esteve em cartaz no Centro Cultural São Paulo, Sala Jardel Filho e no Teatro Paulo Eiró. Também participou do projeto municipal Circuito Cultural de São Paulo, da iniciativa estadual Caravana Paulista de Teatro (2002) e do projeto Recreio nas Férias da Secretaria de Educação da Capital entre 2003 e 2005.

*Prefeitura de São Vicente

Prefeitura de Cosmópolis seleciona bolsistas para Banda Municipal

A Prefeitura de Cosmópolis abre inscrições ao processo seletivo de contratação de bolsista da banda municipal para os seguintes instrumentos musicais: flauta transversal e flautim, saxofone alto, saxofone barítono, trompete, trombone, oboé, euphonium, tuba, clarinete e clarone, fagote e percussão sinfônica. As inscrições serão realizadas de 2 a 6 de março, das 9 às 11 e das 13 às 16h na Secretaria da Cultura (Rua Santa Gertrudes, 254, Centro). Os testes serão nos dias 16 e 18 de março, na Biblioteca Municipal (Rua Antonio Carlos Nogueira, 1277).

Interessados maiores de 14 anos devem apresentar no ato da inscrição 1 foto 3×4, cópia de comprovante de residência, cópia e original de RG ou CPF (e também um documento de identidade de seu responsável) e uma declaração que estuda o devido instrumento musical em alguma escola livre de música ou aulas particulares. A bolsa incentivo é no valor de R$ 400,00. Informações: (19) 3812-8000.

*Prefeitura de Cosmópolis

 

Tem ‘Amores de Carmen’ e Biblioteca Móvel em Presidente Prudente

Com o fim de fevereiro, termina também a Mostra Especial Charles Chaplin. No segundo mês de 2015, todos os finais de semana uma grande produção mestre do cinema mudo esteve em cartaz na Sala de Cinema Condessa Filomena Matarazzo. Todas as exibições foram de classificação livre e de forma gratuita aos interessados. Para encerrar a Mostra, a última exibição é do filme “Os Amores de Carmen”, de 1916.

De 27/fev a 1º/mar – Os Amores de Carmen

EUA, 1916, Fic, 175 min, Livre. Seis curtas, compõem o filme, dentre eles “Carlitos limpador de vidraças” e “A Senhorita Carlitos” e “Carmen” de Bizet, que dá título a este conjunto de curtas. As correrias e o humor pastelão característicos das comédias dessa época começam a ser aprimorados com um tanto da delicadeza própria de Chaplin.

Projeto Biblioteca Móvel

Na última semana de fevereiro, o Projeto Biblioteca Móvel estará de terça a sexta (24 a 27/02) na Praça do Distrito de Floresta do Sul. Como de costume, as visitas seguem sempre o mesmo protocolo para atender aos interessados como de consulta ao acervo literário, contação de histórias, brincadeiras lúdicas e muita diversão. O horário de funcionamento: das 9h às 12h e das 13h às 16h para atendimento ao público, sobretudo, crianças.

*Prefeitura de Presidente Prudente

Cia. Jovem de Dança promove palestra sobre saúde nutricional

A Cia. Jovem de Dança de São José dos Campos promove nesta quinta-feira (25), às 19h, uma palestra com enfoque na nutrição dos bailarinos. O encontro será no Parque Vicentina Aranha (Rua Engenheiro Prudente Meireles de Moraes 302 – Vila Adyana). A entrada é gratuita e aberta ao público e interessados em geral.

A Cia. Jovem de Dança prioriza o tema, tendo em vista que o adequado estado nutricional e a alimentação variada e equilibrada são essenciais para o melhor desempenho dos bailarinos.

A palestra será ministrada por Marlene Maria Amaral Sheid, doutora em Ciência dos Alimentos pela Unicamp e mestre em nutrição e saúde pública pela Universidade de Bonn, na Alemanha. O objetivo é orientar o gerenciamento do tempo disponível para a alimentação e guiar o bailarino na adoção de hábitos saudáveis.

A Cia. Jovem de Dança pretende apresentar em 2015 uma série de novos repertórios e viabilizar um programa de atividades de extensão, como outras aulas workshops abertos ao público. O grupo proporciona a difusão de conhecimentos e vivências, com experimentação e contato com diversos tipos de linguagens e técnicas artísticas para difusão cultural e a formação de público.

*Prefeitura de São José dos Campos

 

Escritores joseenses já podem se inscrever no Festival da Mantiqueira

A Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR) abre a partir desta quinta-feira (26) as inscrições para os escritores joseenses que desejam participar da 8ª Edição do Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura, que será de 10 a 12 de abril, no distrito de São Francisco Xavier. Os autores poderão inscrever livros que serão expostos para divulgação e comercialização em espaço montando pela FCCR.

Os interessados podem se inscrever até o dia 26 de março. A participação é gratuita. Cada autor deverá entregar uma ficha de inscrição e cinco exemplares de cada título inscrito, além do comprovante de residência em São José dos Campos.

As instruções e mais informações estão no edital, disponível no site da Fundação Cultural (www.fccr.org.br). No ano passado, 50 livros de 31 autores foram expostos e comercializados no espaço da Fundação Cultural Cassiano Ricardo.

O Festival da Mantiqueira reúne escritores renomados para conversar com o público sobre literatura. Nesta edição, com o tema “Todos os Cantos”, o curador Luiz Ruffato propõe um balanço das tendências da literatura brasileira contemporânea, reunindo autores de diversas regiões do Brasil.

O Festival é realizado pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, com execução da Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA), em parceria com Prefeitura de São José dos Campos e a Fundação Cultural Cassiano Ricardo.

*Prefeitura de São José dos Campos

Inscrições para Oficinas de Cultura Afro abrem em Limeira

A partir desta terça-feira, 24 de fevereiro a Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Cultura, está com vagas abertas para Oficinas de Cultura Afro. Há cursos de canto afro adulto e infantil, percussão, dança e coral. São disponibilizadas 50 vagas em cada categoria. Os interessados podem inscrever-se gratuitamente até sexta-feira, 27 de fevereiro, na sede do Comicin (Conselho Municipal dos Interesses do Cidadão Negro – Rua Treze de Maio, s/nº – Praça Coronel Flamínio/Centro) das 13 às 20h.

Os documentos exigidos são: original do RG ou Certidão de Nascimento, comprovante de residência e uma foto 3×4. Crianças ou adolescentes devem estar acompanhados do responsável. As aulas serão ministradas de março a dezembro. Outras informações pelo telefone: 3495-1350.

História

O Brasil tem a maior população de origem africana fora da África. No entanto, só a partir do século 20, as manifestações, rituais e costumes africanos começaram a ser aceitos e valorizados como expressões artísticas genuinamente nacionais. A cultura afrobrasileira está presente nas mais variadas formas de arte, na religião, culinária, folclore e festividades populares. Atualmente, um dos seus traços mais marcantes é a conscientização sobre a história dos povos africanos no Brasil.

Confira os dias e horários das oficinas:

>> Canto Afro (adulto): sábados, das 8h às 9h
Idade: a partir de 13 anos
>> Canto Afro (infatojuvenil): sábados, das 9h às 10h
Idade: de 7 a 12 anos
>> Percussão: sábados, das 15h às 16h
Idade: a partir de 13 anos
>> Dança: terças, das 18h30 às 19h30
Idade: a partir de 13 anos
>> Coral Afro Thulany: sábados, das 10h às 12h
Requisito: é necessário experiência e os interessados deverão realizar um teste.

*Prefeitura de Limeira