Arquivo da categoria: Artes visuais e plásticas

Com novos cursos, Fábrica Cultural abre segunda etapa de inscrições

Por Secult Santos

Trazendo como novidade os cursos de guitarra e design gráfico, o projeto Fábrica Cultural abrirá, a partir de sábado (20), a segunda etapa de inscrições do ano. Desta vez, a Secretaria de Cultura (Secult) está oferecendo mais 1 mil vagas gratuitas, em diversos pontos da Cidade, para as áreas de artes cênicas, artes visuais, artes integradas, música e dança. As inscrições terminam no próximo dia 26.

Os interessados devem preencher os campos obrigatórios no site https://egov.santos.sp.gov.br/fabricacultural. Ao término do processo de inscrição digital, o site vai gerar um protocolo com o endereço do local onde o aluno deve se apresentar antes das aulas. Para confirmar a matrícula é obrigatório comparecer no local informado portando RG (original e cópia), comprovante de residência de Santos e uma foto 3×4.

A idade mínima e máxima para se inscrever pode variar de acordo com o curso. Para as inscrições de menores de 18 anos é necessário informar e apresentar os documentos (RG ou Certidão de Nascimento) do aluno e de seu responsável legal, que também deve comparecer à secretaria para efetivar a matrícula. Candidatos às atividades de dança devem entregar atestado médico que indique aptidão física para a modalidade. Não será permitido o início no curso sem a apresentação do documento. Informações: 3202-3570.

> Centro de Cultura Patrícia Galvão (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias)
Capoeira (5 a 80 anos, 40 vagas); Dança de Salão (de 15 a 80 anos, 80 vagas); Danças Urbanas – Dança de Rua Infantil/K-Pop (de 9 a 16 anos, 45 vagas); Danças Latinas – Ritmos, Axé retro e zumba (18 a 70 anos, 150 vagas); Dança de Rua para adultos (de 16 a 80 anos, 100 vagas).

> Centro Cultural da Zona Noroeste (Av. Afonso Schmidt s/n°, Areia Branca)
Balé Clásico (de 6 a 9 anos, 55 vagas; a partir de 8 anos, com 2 anos de experiência, 33 vagas); Balé Moderno e Contemporâneo (de 8 a 11 anos, 13 vagas; de 12 a 35 anos, com 2 anos ou mais de experiência, 23 vagas); Dança do ventre (a partir de 15 anos, 22 vagas); Balé Adulto (a partir dos 18, com no mínimo de 2 anos, 26 vagas); Dança de Rua K-pop (de 8 a 16 anos, 11 vagas); Zumba (a partir dos 15 anos, 26 vagas); Teatro infanto juvenil (de 8 a 17 anos, 18 vagas); Teatro adulto (a partir dos 50 anos, 39 vagas); e Mangá (de 12 a 50 anos, 2 vagas).

> Centro de Atividades Integradas – CAIS Milton Teixeira (Av. Rangel Pestana, 150, Vila Mathias)
Design gráfico (de 12 a 60 anos, 60 vagas); Guitarra (de 18 a 60 anos, 40 vagas); Bordado da Ilha da Madeira (de 15 a 90 anos, 9 vagas); Pintura em Tela (de 15 a 80 anos, 20 vagas); Artes Integradas (de 7 a 8 anos, 20 vagas); Coral Canto Livre (de 18 a 55 anos, 10 vagas, para pessoas com experiência); Mangá (de 12 a 50 anos, 12 vagas); Violino coletivo (de 9 a 50 anos, 3 vagas); Teclado (de 10 a 70 anos, 15 vagas); Teatro (de 9 a 60 anos, 97 vagas); Bale Clássico para adultos (de 18 a 80 anos, 20 vagas); Dança em cadeira de rodas (de 7 a 70 anos, 20 vagas); Dança Esportiva (de 16 a 70 anos, 20 vagas); Desenho básico (de 14 a 80 anos, 4 vagas); Pintura (14 a 80 anos, 2 vagas).

> Centro Turístico, Esportivo e Cultural do Morro São Bento (Rua São Luís s/n°)
Balé clássico (de 6 a 12 anos, 22 vagas); Violão (de 10 a 60 anos, 10 vagas).

> Biblioteca Plínio Marcos (Praça das Palmeiras s/n°, Caruara)
Escultura (de 8 a 65 anos, 10 vagas).

> Gibiteca Marcel Rodrigues Paes (Posto 5 – Praia do Embaré)
Mangá (de 12 a 50 anos, 6 vagas); Desenho em HQs (de 9 a 14 anos, 10 vagas); Roteiro em HQs (de 14 a 60 anos, 15 vagas).

Conheça a programação de abril do Galpão Cultural no Parque Anilinas

Por Lincoln Spada

Epicentro de coletivos teatrais de Cubatão, o Galpão Cultural é um espaço gerido por artistas independentes no Parque Anilinas. E, neste mês, tem ampla programação gratuita voltada à comunidade. O local pertence à Prefeitura via Secretaria de Turismo.

Aos sábados (13 e 20/abr), às 18h30, terá a oficina de moda sustentável, da Saia da Guiu. Já aos domingos (dias 14, 21 e 28/abr), às 9h30, ocorrem as aulas abertas da Oficina de Humor. Nas terças-feiras (dias 16, 23 e 30/abr), às 14h, ações formativas de sustentabilidade ambiental, com o projeto Ecoterça.

Ainda, segue a todo vapor o TNT – Toda Quinta Tem, a partir das 19h, uma proposta de potencializar artistas locais, além de gerar exibições de filmes, artes visuais, saraus e rodas de reflexão política. Haverá a Sessão Pirata Venezuela (18/abr) e Batalha de Conhecimento (25/abr).

Uma oficina de dança está prevista no dia 26/abr, às 17h. Destaques para as programações de sábado. No dia 20/abr, às 20h, ocorre o CineTeatro com o documentário do Grupo Galpão. Por sua vez, o dia 27/abr contará com a apresentação do monólogo ‘Nostalgia de um amor ausente’, com direção de Deia Oliveira e adaptação textual e atuação de Pri Calazans.

Mostra ‘Arte_Veículo’ reúne 100 trabalhos de 40 artistas no Sesc Santos

Por Sesc Santos

Entre os dias 17/abr a 28/jul, o SESC Santos recebe a mostra coletiva de ‘Arte_Veículo’. Trata-se de uma exposição coletiva reúne cerca de 100 trabalhos de 40 artistas e grupos e tem como base o livro homônimo da curadora Ana Maria Maia, com assistência de curadoria de Maria Beatrice Trujillo. A visitação gratuita funciona de terça a sexta-feira, das 9h30 às 21h30, e sábados, domingos e feriados das 10h às 18h30, na R. Cons. Ribas, 136/Santos.

Desde a televisão, inaugurada em 1950, e a Internet, difundida no início dos anos 2000, diferentes artistas e grupos figuraram no agendamento da imprensa para experimentar simultâneos pertencimentos e desvios. Para repercutir intervenções midiáticas no contexto de uma instituição cultural, a curadoria reúne diferentes suportes na organização espacial da exposição, de documentos impressos e registros em vídeo a objetos e instalações.

Após passar pelo SESC Pompeia, a mostra chega com acervo concentrado na área de Convivência, mas também podem ser encontrados na biblioteca da unidade e em outdoors da cidade. Entre os artistas e coletivos envolvidos, há a participação de: 3nós3, A revolução não será televisionada, Aimberê Cesar, Alex Hamburger, Analívia Cordeiro, Antonio Manuel, Aretha Sadick e Mama Jo, Camila Valones, Cildo Meireles, Contrafilé/Mico e Cristina Ribas.

Também há trabalhos dos seguintes artistas e grupos: Daniel Lima, Daniel Santiago, Flávio de Carvalho, Frente 3 de fevereiro, Geraldo Anhaia Mello, Giseli Vasconcelos, Glauber Rocha, Grupo Manga Rosa, Jac Leirner, Jomard Muniz de Britto, Lenora de Barros, Leonilson, Lia Leticia, Márcia X., Mauricio Ruiz, Neide Sá, Nuno Ramos, Olhar Eletrônico, Paulo Bruscky, Paulo Herkenhoff, Reforma Gráfica e Editorial do Jornal do Brasil, Sandra Kogut, Tati Wells, teatro de sanidades, TV Viva, TVDO, Videohackers, Vitor Cesar, Yuri Firmeza.

Hellboy e Lovecraft são destaques no final de semana na Gibiteca de Santos

Por Secult Santos

Personagem das HQs criado por Mike Mignolia, Hellboy tem muita influência na literatura de H.P. Lovecraft. Neste fim de semana, os universos dos dois monstros grotescos se encontram na Gibiteca Municipal Marcel Rodrigues Paes (Posto 5, orla do Boqueirão). Sábado (13/abr), às 15h30, o Cine HQ exibe o longa-metragem inspirado no investigador paranormal mais famoso dos quadrinhos. E no domingo (14/abr), às 15h, os Antigos Deuses serão tema do projeto Contos Lúdicos. A entrada é gratuita.

Adaptação dirigida por Guillermo Del Toro, ‘Hellboy’ foi lançado em 2004. Com Ron Pearlman como protagonista, o filme levou às telas, pela primeira vez, o personagem criado por Mignola. Após a sessão, Vinicius Carlos Vieira, do CinemAqui; Alvaro Ramos, do Contos Lúdicos, e o quadrinista Clayton Inloco participam de um bate-papo sobre o personagem nas HQs, sua influência e expectativas com o novo filme, que estreia em maio no Brasil.

O projeto Contos Lúdicos promove sessões de aventuras de RPG com o tema Cthutlu, criatura criada por Lovecraft e que tem sua mitologia envolvida pelo terror cósmico. O monstro entrou no inconsciente coletivo e influenciou a cultura pop do século XX.

Mostra ‘Anjos Escultores’, oficina literária, teatro e palestras na Pinacoteca de Santos

Por Secult Santos | Foto: Acervo familiar

A mostra ‘Anjos Escultores’ apresenta o trabalho de Daniel Leandro Gonzalez (1956-2011), tendo a sua abertura nesta quarta-feira (10/abr), às 19h, na Pinacoteca Benedicto Calixto (Av. Bartolomeu de Gusmão, 15/Santos). A mostra pode ser conferida até 25/mai, de terça-feira a domingo, das 9h às 18h, com entrada franca.

Daniel é filho do ator e escultor Seraphim Gonzalez e de Mara Hüsemann, também atriz e pintora. Artista plástico, o escultor e filósofo nasceu em Campinas, interior de São Paulo. Aos cinco, aprendeu a fazer esculturas de areia. Em 1973, fez a primeira escultura em gesso: uma cabeça de cavalo e não parou mais. Daniel se consagrou na Baixada por conta das esculturas Mulheres dos Mares do Sul, feitas para as festas do Ilha Porchat Clube na TV.

Responsável pelas esculturas da segunda versão da novela Mulheres de Areia, Daniel obteve a consagração como um dos maiores escultores do País. Com isto, suas esculturas foram projetadas internacionalmente para mais de 27 países. Seu legado está em monumentos públicos nas cidades da Baixada Santista.

Outras atividades

Já nesta quarta-feira (10/abr), às 18h30, tem início a oficina criativa de conto, poesia e romance, ministrada pelo escritor Flávio Viegas Amoreira. O investimento é de R$ 100 e contempla as aulas às quartas-feiras nos dias 17 e 24/abr. Por sua vez, às quintas-feiras (11 e 18/abr), das 17h30 às 19h30, haverá um curso sobre a História Ocidental na Modernidade – dos séculos 18 ao 20, com investimento de R$ 90. Nas sextas-feiras (12 e 26/abr), às 18h30, Fábio Luiz Salgado convida interessados na área para um bate-papo gratuito sobre ‘O Que é Pensamento?’.

A Arqueologia Subaquática também é tema do ciclo de palestras de projeto da Pinacoteca com a Unifesp: No sábado (13/abr), às 10h, a atividade será mediada pela professora Cristiane Amarante. No mesmo dia, às 15h, ocorre a atividade ‘Momento do Acervo Tarquínio’, com bate-papo com o jornalista Rafael Motta (autor de biografia sobre Esmeraldo Tarquínio) e mediado por Ricardo Rutigliano Roque e a apresentação de ‘Ágora Caiçara a Esmeraldo Tarquínio’, com Teatro do Oprimido, sob a direção teatral de Rafael Palmieri.

Ainda, aos domingos (14 e 28/abr), às 9h, a professora de dança Ana Paula Ambrozi e a terapeuta Aline Garcez apresentam uma mistura de técnicas que visam integrar a mente, o corpo e o espírito através do alongamento antiestresse, que proporciona reestruturação corporal garantindo uma melhor qualidade de vida para as pessoas.

No mesmo domingo (14/abr), às 17h, os palhaços Tellos Paçoca e Tuff Tuff são acionados de última hora para apresentarem um show. Durante a viagem, eles embarcam em uma incrível aventura, mas suas diferentes personalidades coloca em risco a parceria da dupla, o que vai tornando a missão cada vez mais atrapalhada. No meio dessas situações excêntricas e divertidas, vão revelando situações em que a amizade é a única forma de salvá-los.

Nua e crua, nova edição da intervenção urbana ‘A_Front’ será dia 13

Pelo Movimento ELA

A próxima edição do evento ‘A_Front’ será neste sábado (13/abr), a partir das 23h30, na Praça da República (Santos). O intuito da festa com intervenções urbanas é promover a cultura livre através de ocupações de espaço público protagonizados por mulheres, trans, e pessoas não binarias. O evento contará com: Carolina Martins, a DJ Profana; a rapper Emily Santos, a Smile MC; a DJ Litta Afrontite; a cantora Meduza Brava; a DJ Nanne Bonny, entre outras artistas.

‘A_Front’ não tem fins lucrativos, é cultura de rua, na rua, é visibilidade pra quem não tem, é empoderamento e lugar de fala. “Mulheres no front, profania na rua, várias rabas que avoam pra mostrar pra vocês com quantos golden shower se faz um pós-carnaval”, emite em nota as organizadoras.

A iniciativa é realizada pelo ELA – Empoderamento, Liberdade e Arte, um movimento de mulheres artistas que surgiu com o intuito de fomentar o protagonismo feminino na arte e na cultura. O movimento desenvolve diversas atividades que não só priorizam a visibilidade das mulheres artistas como tambem lutar pela sua emancipação e autonomia, financeira, artística, e pessoal.

Museu da Imagem e do Som de Santos recebe instalação ‘Mundo Lixo’

Por Secult Santos

Autodidata e independente, Mid é um artista plástico que sai pelas ruas coletam materiais descartados pela população para ressignifica-los em suas obras. O resultado final desse processo pode ser conferido na exposição ‘Mundo Lixo’, que tem abertura marcada no Museu da Imagem e do Som de Santos, na quarta-feira (10/abr), às 19h, na Av. Pinheiro Machado, 48.

A noite conta ainda com uma apresentação inédita de 20 sons urbanos, mesclados com batidas eletrônicas e acordes de guitarra, que leva o nome de Mildo, projeto gravado entre os meses de agosto a novembro de 2018, por Theo Cancello, no estúdio do Instituto Braille de Santos.

Composta por 13 telas, uma série de máscaras em sacos de papel reaproveitados, desenhos, pôsteres, colagens, réplica de caçamba em madeira, objetos cênicos diversos e projeções de vídeos, Mundo Lixo foi montada pela primeira vez no Instituto Procomum, em novembro do ano passado. A instalação audiovisual pode ser conferida até dia 8 maio, de segunda a sexta-feira, das 14h às 19h. A entrada é gratuita.