Arquivo da categoria: Audiovisual

Santos Film Festival abre inscrições para cursos e bate-papos

Por Prefeitura de Santos

Indo além da projeção de filmes em diversas salas da Cidade, o 4º Santos Film Festival, que começa na quarta (26) e vai até 3/jul, busca refletir sobre a importância da arte na vida das pessoas, fomentar o olhar crítico do público para a cultura e também promover capacitação profissional.

Traz em sua grade a programação especial de oficinas formativas, palestras e bate-papos gratuitos com profissionais experientes e respeitados do ramo. As vagas são limitadas. Serão 10 atividades que vão desde painéis de debate, passando por workshops e outras atividades formativas. Outras informações no site  e no Facebook. Confira as datas, locais e como se inscrever:

> Quinta-feira | 27/jun | 15h30 | Sesc Santos | Bate-papo ‘A Arte da Atuação’ | Com Ondina Clais e Luciano Quirino | Inscrição
> Sábado e domingo | 29 e 30 | 9h | Open House Idiomas | Com Equipe da Selo Criativo | Inscrição
> Sábado | 29 | 14h | Open House Idiomas | Com Bruna Berthond | Inscrição
> Sábado e domingo | 29 e 30 | 16h | Shopping Pátio Iporanga | Oficina de Desenho de Personagens Infantis | Com Denis Dym Freitas e Mosh Escola de Arte
> Sábado | 16h | Cine Roxy 4 | Santistas do Mundo | Bate-papo com cineasta Rodrigo Bernardo | Inscrição
> Domingo | 30 | 14h | MISS | Bate-papo Audiovisual e Economia Criativa: Diálogos Possíveis | Com Malu Andrade, diretora-executiva do SPCine | Inscrição
> Domingo | 15h30 | Sesc | Workshop Produção e Direção de filmes independentes | Com Elder Fraga | Inscrição
> Domingo | 15h30 | MISS | A Dimensão Micropolítica no Documentário Contemporâneo | Com Prof. Dr. Jamer Guterres de Mello | Inscrição
> Segunda | 1º/jul | 9h30 | Open House Idiomas | Palestra Introdução à Crítica de Cinema e Panorama do Segmento no País | Com o crítico André Azenha | Inscrição
> Segunda | 15h30 | MISS | Palestra Vanguardas Cinematográficas e sua Influência no Audiovisual contemporâneo | Com o Profº Drº Rogério Ferraraz | Inscrição

17º Curta Santos está com inscrições abertas até 26 de julho

Por Prefeitura de Santos

O Curta Santos – Festival de Cinema de Santos chega a sua 17ª edição em 2019 e tem inscrições abertas para curtas-metragens de todo País e videoclipes da região até o dia 26 de julho. Elas devem ser feitas exclusivamente por meio do formulário disponível no site oficial do festival. Serão escolhidas 15 obras para a mostra nacional Olhar Brasilis e 15 obras e 10 videoclipes para as mostras regionais Olhar Caiçara e Videoclipe Caiçara.

Os curtas devem ter até 20min e os videoclipes, uma música. A comissão de seleção das mostras Olhar Brasilis e Videoclipe Caiçara reunirá profissionais de reconhecida experiência em audiovisual e a direção do festival. Já a escolha dos filmes da mostra Olhar Caiçara, como ocorre desde 2016, é feita pelos próprios realizadores dos filmes inscritos, em assembleia aberta, nos dias 17 e 18/ago, das 14h às 22h, no Museu da Imagem e do Som de Santos.

As 40 obras selecionadas serão exibidas durante o festival, realizado de 1 a 5/out, em salas de cinema e espaços públicos de Santos. Mostras especiais, oficinas e debates, além das tradicionais noites de abertura e premiação também farão parte da programação, a ser divulgada nos próximos meses.

Os objetivos do Curta Santos são promover, exibir, discutir, valorizar e difundir a importância do curta-metragem brasileiro, contemplando um diálogo entre a produção nacional e os realizadores do litoral paulista; fortalecer o polo de produção e exibição caiçara; estimular a presença de público para o formato.

Jovens do Querô realizam teste de elenco para novo curta a partir de sábado

Por Nicole Zadorestki

Para quem sonha em fazer parte de um filme, essa é a oportunidade! Neste sábado (29/06), na São Judas Campus Unimonte (Santos/SP), os jovens das Oficinas Querô Segundo Ano realizam o primeiro teste de elenco para selecionar os perfis do próximo curta-metragem: “Blandina”. Na segunda (01/07), os testes serão na Secult São Vicente – Oficinas Culturais.

Baseado em uma história real, o curta-metragem mostra a relação de Blandina e sua filha Angelina em tempos de escassez. De maneira lúdica, elas usam a imaginação para driblar a fome e seguir adiante.

Os dois testes são gratuitos e acontecem das 10h às 17h. Serão selecionados dois perfis: crianças (meninas) com aparência de 8 a 10 anos e Mulheres que aparentem ter de 30 a 35 anos. Não é preciso ter experiência em atuação. Interessados devem levar o RG e crianças devem ir acompanhadas do responsável.

As Oficinas Querô têm patrocínio do Banco Votorantim, CMOC Internacional Brasil, Petrocoque, Brasil Terminal Portuário e thyssenkrupp. A universidade São Judas Campus Unimonte fica na Rua Comendador Martins, 52 – Vila Matias e a Secult São Vicente – Oficinas Culturais na Rua Tenente Durval do Amaral, 72 – Catiapoã.

As filmagens estão programadas para agosto. Mais informações pelo telefone (13) 3233-7084 ou com a jovem produtora de elenco das Oficinas Querô, Joice Rodrigues, pelo whatsapp: (13) 99198-6666.

 

Confira a programação dos cinemas públicos de Santos nesta semana

Por Secult Santos

> Cine Arte exibe drama japonês ganhador da Palma de Ouro
Ganhador da Palma de Ouro 2018, ‘Assuntos de Família’ aborda a pobreza nas grandes cidades e os vínculos familiares. Dirigido pelo prestigiado cineasta japonês Hirokazu Koreed, o drama começa quando, depois de uma de suas sessões de furtos, Osamu e seu filho se deparam com uma garotinha.

A princípio eles relutam em abrigar a menina, mas a esposa de Osamu concorda em cuidar dela depois de saber das dificuldades que enfrenta. Embora a família seja pobre e mal ganhem dinheiro dos pequenos crimes que cometem, eles parecem viver felizes juntos até que um incidente revela segredos escondidos, testando os laços que os unem. Em cartaz até dia 26. Sessões às 16h, 18h30 e 21h. Cine Arte Posto 4 – Sala Rubens Ewald Filho (Orla do Gonzaga). Entradas de R$ 1,50 a R$ 3. Classificação: 14 anos.

> Filme indiano inspirado em Hamlet tem sessão na Cinemateca
Por conta de problemas técnicos na última sessão, a Cinemateca de Santos volta a exibir o drama policial ‘Haider’. O filme que marca o encerramento da Mostra de Cinema Indiano é uma adaptação moderna de ‘Hamlet’, a tragédia de William Shakespeare, e do livro de memórias de Basharat Peer, Curfewed Night, o filme é ambientado em meio aos conflitos de 1995 na Caxemira, atingidos pela insurgência, e aos desaparecimentos de civis.

Na trama, um jovem estudante e poeta retorna à Caxemira, no auge do conflito para buscar respostas sobre o desaparecimento de seu pai, um médico que ajudou o líder de um grupo militante pró-separatista. Sábado (22). 20h. Rua Min. Xavier de Toledo, 42, Campo Grande. Entrada gratuita. Classificação: 16 anos.

> Cine Letras exibe filme francês ‘Meu Tio’ na Biblioteca Mário Faria
Lançado no fim da década de 1950, a produção francesa ‘Meu Tio’ reflete sobre os hábitos da sociedade e no pensamento formado sobre ser bem-sucedido na vida. No filme, a família Arpel reside em casa moderna, repleta de utensílios e objetos novos. Neste universo confortável, clean e high-tech, o humor, os jogos e a sorte não têm lugar, o que aborrece o pequeno Gérard, filho do casal. É então que surge o irmão da senhora Arpel, o tio, o Sr. Hulot.

Habituado ao seu mundo caloroso, ele aparece para virar tudo de pernas para o ar. Solteirão, descontraído e vagabundo, o tio conquista a amizade do sobrinho e mostra as coisas simples da vida. Mas também terá que enfrentar as intenções da irmã e de seu cunhado que querem vê-lo casado e trabalhando. A sessão terá refrigerante e pipoca grátis, além da participação do Leia Santos, com estande repleto de obras literárias sobre o universo cinematográfico. Após a exibição, o funcionário público e filósofo, Rodrigo Lucheta, comanda um bate-papo sobre a produção. Dia 26. 19h. Biblioteca Posto 6. Entrada gratuita.

> ‘A Garota’ é o filme do Mostra Hitchcock
Com curadoria de Marcelo Pestana e Carlos Cirne, o Oscar no Miss segue com a Mostra Hitchcock e exibe o drama ‘A Garota’. O filme mostra a relação obsessiva do diretor Alfred Hitchcock (Toby Jones) com sua mais conhecida estrela, Tippi Hedren (Sienna Miller). Terça-feira (25). 18h30. Museu da Imagem e do Som de Santos – Miss. Piso térreo do Centro de Cultura Patrícia Galvão. Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias. Entrada gratuita.

Santos Film Fest abre com exibição de ‘Turma da Mônica – Laços’

Por Secult Santos

Deixe a Arte Entrar! Essa ordem é o tema da 4ª edição do Santos Film Fest (SFF) e que também celebra os 40 anos do lançamento do filme “Hair”, de Milos Forman, em alusão à icônica canção deste musical, “Let the Sunshine In” (“Deixe o Sol Entrar” no Brasil). Entre os dias 26 de junho e 3 de julho, o festival de filmes de Santos refletirá as relações humanas, o amor e os bons sentimentos através da sétima arte.

A cerimônia abertura, que ocorre no Cine Roxy 5, a partir das 19h, será marcada pela estreia de ‘Turma da Mônica: Laços – O Filme’. Adaptado da graphic novel dos irmãos Vitor e Lu Cafaggi, o longa traz os personagens criados por Mauricio de Sousa em uma emocionante aventura, que fortalece ainda mais a amizade que existe na turma do bairro do Limoeiro. O evento terá as presenças do diretor Daniel Rezende e dos atores que deram vida à Turma da Mônica: Giulia Benite, Kevin Vechiatto, Laura Rauseo e Gabriel Moreira.

A programação traz um panorama diversificado do cinema: há documentários, dramas, comédias, animações, terror, doc-drama e aventura. Filmes que abordam a infância, a vida adulta, a terceira idade, questões de gênero, raciais, produções de diversos estados brasileiros e de países como França, Suécia, Argentina, Japão, Estados Unidos e Colômbia, entre outros.

Nas sessões do Cine Roxy, a retirada gratuita de ingressos sempre ocorrerá uma hora antes de cada sessão. Já no Cine Arte Posto 4, meia hora antes. Detalhes sobre os filmes da Virada Cinematográfica na Cinemateca e da mostra Agnès Varda serão divulgados, em breve, no site do evento. Informações no site e no Facebook.

Movimento audiovisual de Santos propõe políticas públicas; leia carta na íntegra

Por M.R.A.C.S. | Foto: Marcio Barreto

Carta aberta do Movimento de Realizadores de Audiovisual e Cinema de Santos (M.R.A.C.S.)

No domingo (2/jun), foi realizada a 1ª reunião oficial de 2019 do Movimento de Realizadores de Audiovisual e Cinema de Santos. As pautas do encontro foram impulsionadas pela discussão acerca do evento que acontecerá no próximo ano (2020) relacionado à Unesco e o selo que a cidade recebeu em dez/2015 como cidade criativa no setor de cinema. Participaram da reunião, no total, vinte e duas pessoas, entre cineastas, produtores, atores, realizadores e estudantes de cinema.

Foi iniciada a reunião com a abordagem sobre a questão do selo não ter ainda fundamentos e reflexos diretos nos produtores audiovisuais da cidade para além do status e os benefícios diretamente ligados à Prefeitura enquanto instrumento independente deste movimento. O selo nos representa, visto que surgiu fruto do trabalho de todos os componentes desse e de outros movimentos e setores ligados a categoria, porém, não nos contempla diretamente. A cidade de Santos sempre foi um celeiro e exportadora de talentos porque ainda não conta com a infraestrutura de grandes polos de cinema do país, com relação ao aparato necessário para a realização de cinema com subsídio para tal.

A discussão também partiu para a necessidade de unidade enquanto movimento para que a pressão sobre os órgãos públicos tenha mais eficácia. Dentre as sugestões de conduta, foi lançada a necessidade de um novo mapeamento do setor como meio de pautar os demais processos. Foi pontuado que a lei de incentivo é um dos pontos, porém, não o principal, e o que tem que haver de maior urgência é a maior percepção do olhar cultural da gestão e a autoconsciência de seu próprio valor e seu próprio trabalho na cultura para a cidade. As principais urgências lançadas em reunião foi a elaboração de um manifesto do movimento a partir de uma pauta concisa que será elaborada a partir dos seguintes tópicos:

> Mapeamento dos profissionais, estudantes e coletivos que atuam na área de cinema e audiovisual.
> Elaboração de um projeto de lei específico para fomento ao cinema, fora do eixo FACULT, que não contempla somente a linguagem.
> Aplicação de escolas técnicas e escolas livres de cinema, públicas, para a formação de novos profissionais e intercâmbio entre os profissionais já atuantes na área da região.
> Uma reestruturação e maior transparência da Santos Film Commission para com os profissionais e estudantes da área de cinema da cidade e região.

Ass: Iasmin Alvarez (diretora Mostra das MINAS e Guerrilha DOC), Renato Moreira (Realizador e Montador), Eduardo Ricci (Cineasta e jornalista), Dino Menezes (Realizador e diretor Mostra Marginal), Carlos Cirne (Jornalista), Marcelo Pestana (Jornalista), Nildo Ferreira (Cineasta), Petyta Reis (Realizadora), Paula D’Albuquerque (Atriz), Marcela Akaoui (Cineasta), Marcio Barreto (Cineasta) Danilo Novaes (Realizador), Catarina Bertholini (Produtora), Marcio Antunes (Ator e Realizador), Noalla Barboza (Realizadora), Thayná Vergana (Realizadora), Yuri Antunes (Realizador), Cibele Stazack (Realizadora), Kayque Barão (Realizadora), Francisco de Paula (Cineasta), Nilton Ferreira (Cineasta), Junior Brassaloti (direção Curta Santos, ator e realizador), Frame Have Produtora.

MC Bola grava videoclipe no Parque Municipal Roberto Mário Santini

Por Segov Santos

Famoso no Brasil pelo hit Ela é Top, o MC Bola, de Santos, grava videoclipe da música Positividade na tarde desta quinta-feira (13), no Parque Municipal Roberto Mário Santini, na orla do José Menino. A faixa tem participação do MC Magal, que também marca presença na filmagem.

“A música é um funk do bem. Ela fala de superação. Dos amigos que ficam com você mesmo nos momentos mais difíceis. Ela vai fazer parte do DVD que comemora meus 20 anos de carreira, que será lançado no fim do ano, em show que vou fazer em São Paulo”, disse Bola.

A gravação teve apoio da Santos Film Commission, órgão da Secretaria Municipal de Governo (Segov) que intermedia o suporte logístico e de infraestrutura às produções em audiovisual recebidas e realizadas na Cidade.

Nos últimos 13 anos, Santos, reconhecida pela Unesco como Cidade Criativa em Cinema, foi cenário para cerca de 600 produções como comerciais, filmes, minisséries, novelas, videoclipes e documentários.

Na última semana, cenas de nova minissérie da Globo, Onde Está Meu Coração?, foram gravadas na orla e Centro Histórico, reunindo elenco e figurantes em pontos tradicionais da Cidade.