Arquivo da categoria: Audiovisual

Cine Letras realiza sessão de ‘Rede de Intrigas’ no MISS

Por Secult Santos

Dirigido por Sidney Lumet, o longa-metragem ‘Rede de Intrigas’ faz uma crítica satírica aos bastidores de uma grande rede de televisão, que visa criar polêmicas e desespero por apenas um objetivo: o lucro. O filme ganha exibição no Cine Letras, que ocorre na próxima quarta-feira (10), às 19h, no Museu da Imagem e do Som de Santos (Miss), na Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias.

A sessão gratuita ainda conta com pipoca, refrigerante e bate-papo comandado pelo filósofo e servidor da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), Rodrigo Lucheta. O evento também terá a costumeira participação do projeto Leia Santos – Um Incentivo à Leitura, que monta um estande no local para distribuição de livros temáticos, relacionados a sétima arte. O Cine Letras tem o apoio da locadora Vídeo Paradiso.

Rede de Intrigas

Na história, o âncora do programa de notícias da rede UBS Howard Beale vê seus índices de audiência cada vez mais baixos e não demora para perder o emprego. Com a notícia, Howard surta e aparece na televisão afirmando que cometerá suicídio dentro de uma semana, em pleno horário nobre.

Seu produtor e amigo Max Schumacher entra em pânico com a atitude do jornalista, acreditando que sua carreira e de Howard estão completamente acabadas. Mas não é o que acontece. O colapso do âncora acaba dando mais audiência ao programa, fazendo com que os chefes da rede o mantenham no ar por mais tempo.

Acesse a programação desta semana nos cinemas públicos de Santos

Por Secult Santos

Primeiro longa-metragem do diretor sueco Gustav Möller, ‘Culpa’ é um thriller com roteiro repleto de reviravoltas, que apresenta como a sociedade forma convicções e os riscos que isso pode gerar. O policial Asger Holm (Jakob Cedergren) está acostumado a trabalhar nas ruas de Copenhaguem, mas devido a um conflito ético no trabalho, é confinado à mesa de emergências.

Encarregado de receber ligações e transmitir às delegacias responsáveis, ele é surpreendido pela chamada de uma mulher desesperada, tentando comunicar o seu sequestro sem chamar a atenção do sequestrador. Infelizmente, ela precisa desligar antes de ser descoberta, de modo que Asger dispõe de poucas informações para encontrá-la. Em cartaz até 10/abr. Sessões às 16h, 18h30 e 21h, no Cine Arte Posto 4. Ingressos de R$ 1,50 a R$ 3.

Vila Criativa do Morro da Penha

Com Mark Wahlberg e Rose Byrne nos papéis principais, a comédia ‘De Repente Uma Família’ começa quando o jovem casal Pete e Ellie decide adotar uma criança. Eles buscam uma feira destinada a proporcionar encontros entre adultos e jovens sem lar. O casal se apaixona pela pré-adolescente Lizzie (Isabela Moner), uma garota de temperamento forte, e decide adotá-la. Mas Lizzie tem dois irmãos menores, que se mudam com ela. Logo, Pete e Ellie se veem com três crianças barulhentas e indisciplinadas, que mudam as suas vidas por completo. Sábado (6). 15h e 17h10. Rua Brigadeiro Newton Braga, 39. Entrada franca. Classificação: 12 anos.

Cinemateca de Santos

Um panorama do clássico ao contemporâneo com filmes de várias regiões da Índia, que revelam toda a cultura e diversidade e que vão muito além de Bollywood, a famosa indústria do cinema comercial indiano. Essa é proposta da Mostra de Cinema Indiano, que abre com a exibição de ‘Mãe Índia’, drama dirigido por Mehboob Khan. Na trama, uma mulher pega um empréstimo, para realizar o casamento do filho, em troca de parte da colheita. A dívida afeta severamente toda a família, incluindo o jovem casal Radha e Shamu. Sábado (6). 20h. Rua Ministro Xavier de Toledo, 42, Campo Grande. Entrada gratuita.

Museu da Imagem e do Som de Santos

Seguindo com o ciclo Alfred Hitchcock, o Oscar no Miss, projeto dos críticos de cinema Carlos Cirne e Marcelo Pestana, exibe o longa-metragem ‘O Terceiro Tiro’. O suspense tem início quando o corpo de um homem aparece em uma colina próxima e ninguém sabe ao certo o que aconteceu com ele. Muitos dos residentes da cidade têm ideias sobre possíveis responsáveis do crime, incluindo a ex-mulher do homem ou um marinheiro aposentado. Mas o mistério só é desvendado com a chegada de um xerife e um artista local. Terça-feira (9). 18h30. Av. Pinheiro Machado, 48, Vl. Mathias. Entrada franca.

Abertas as inscrições para o 4º Santos Film Fest; saiba com participar

Por Secult Santos | Foto: Thainara Macedo

Discutir a 7ª arte e promover a democratização do acesso à cultura. Essa é a proposta do Santos Film Fest – Festival Internacional de Filmes. A sua 4ª edição será entre 26/jun e 3/jul. Já estão abertas as inscrições de curtas e longas-metragens de todos os gêneros, finalizados entre 1º/ago/18 e 15/abr/19.

O critério é desde que os filmes inscritos sejam inéditos em festivais no Município. Os realizadores interessados em participar do podem inscrever suas obras até 5 de maio. O regulamento completo está disponível em www.santosfilmfest.com/regulamento.

Este ano, o Santos Film Fest busca refletir sobre as relações humanas, promovendo bons sentimentos. O festival de filmes celebra os 40 anos do clássico ‘Hair’, de Milos Forman, e adota como tema ‘Deixe a Arte Entrar’, e, alusão à icônica canção deste musical – ‘Let the Sunshine In’. Para esta edição já estão confirmadas a mostra competitiva no Cine Roxy, e a Mostra Humanidades no Cine Arte Posto 4.

Também estão confirmadas a Virada Cinematográfica e duas exposições: ‘Batman 80 anos – Trajetória do Homem-Morcego no Cinema: Uma Homenagem’ no Museu da Imagem e do Som de Santos – com direito à bate-papo com especialistas, virada nerd e surpresas –, e outra sobre personagens infantis no cinema, no Shopping Pátio Iporanga, onde também estão programados o curso de desenho, contação de histórias, cantinho da leitura entre outras atividades.

E ainda o lançamento de um livreto do crítico de cinema Waldemar Lopes, sobre grandes atuações no cinema nacional. Evento do calendário oficial da Cidade, o Santos Film Fest é organizado pelo CineZen Cultural. Outras informações na página www.facebook.com/santosfilmfest ou www.facebook.com/CineZen.

Filmes sobre Pink Panther e Dudu do Gonzaga têm sessão única no Cine Arte

Por Prefeitura de Santos

Os curtas-metragens documentais ‘The Pink Panther Boite’, dirigido por Kauê Nunes Melo, e ‘Dudu do Gonzaga’, de Nildo Ferreira, ganham a tela do Cine Arte Posto 4 (orla do Gonzaga, próximo ao Canal 3). As exibições das produções contempladas pelo 6º Facult ocorrem nesta sexta-feira (5/abr), às 21h. A entrada é gratuita.

‘The Pink Panther Boite’ traz depoimentos de personagens que frequentaram a singular boate dos anos 1980, localizada em frente à Praia do José Menino. Considerado por muitos a joia do entretenimento adulto na cidade, o ambiente era visitado por casais, famílias que iam jantar e assistir a espetáculos musicais, strip-teases e shows eróticos. Além disso, o palco abriu espaço para várias estrelas transexuais da época, como Gretta Star e Roberta Close.

A segunda produção fala sobre a vida de Luiz Eduardo D’Agrella Teixeira, o ‘Dudu do Gonzaga’. Um dos personagens santistas mais famosos nas décadas de 70 e 80. Homossexual assumido, enfrentou preconceito e fez história pelo seu comportamento extravagante e inusitado. Pessoas que conviveram com Dudu revelam suas histórias e fotos. O documentário ainda lança um questionamento sobre a sua morte.

Praia de Guarujá é cenário de ‘Coisa Mais Linda’, nova série da Netflix

Por Prefeitura de Guarujá

Guarujá é lugar para grandes histórias de amor, companheirismo, amizade, desafios, superação. E não somente para quem vive na Pérola do Atlântico, mas também para a sétima arte. A série “Coisa Mais Linda”, do Netflix, estreou em 22/mar. A obra conta a história de coragem, amizade e cumplicidade de quatro amigas que desafiam os ‘porquês e nãos’ que recebem ao longo da vida.

A ‘Canção de Guarujá’, uma das músicas tradicionais que têm a Ilha de Santo Amaro como tema, poderia traduzir em uma frase os sentimentos permitidos aos corações tristes na vida real e nas telas quando se observa a Cidade. “A gente vê tanta beleza que esquece a tristeza que a vida nos dá”.

Nesta série, a Praia do Guaiúba foi escolhida para as cenas de romance entre protagonista Malu (Maria Casadevall) e Chico (Leandro Lima). O elenco ainda conta com Mel Lisboa, Fernanda Vasconcellos, Ícaro Silva, Thaila Ayala e Pathy de Jesus.

Outras produções

Nos últimos dois anos, várias produções tiveram seus cenários na Cidade. Entre as principais podemos destacar a novela da Globo “O tempo não para”, que teve um acontecimento importante da trama acontecido em Guarujá. Além dela, o seriado “3%” do Netflix, ‘Master Chef Brasil’, as séries ‘(Des)Encontros’ da Sony, ‘Juacas’ do Disney Channel, ‘PSI’ da HBO Brasil, e campanhas publicitárias, como Yakult, Vivo, Samsung.

Os pontos da Cidade que serviram como sets foram em sua maioria as praias, como Tombo, Guaiúba, Enseada, Éden, São Pedro e Iporanga. Além delas, a Base Aérea, o Morro da Caixa d’Água e a Praça Horácio Lafer, também foram escolhidos como locais para gravação.

Confira os filmes em cartaz nesta semana no Cine Arte Posto 4 e MISS

Por Prefeitura de Santos

Produção nacional dirigida por Ricardo Elias, o longa-metragem ‘Maré Nostrum’ é uma história sobre laços parentais. O drama traz Roberto (Silvio Guindane) e Mitsuo (Ricardo Oshiro), dois desconhecidos que, após uma série de coincidências, voltam para o Brasil no mesmo dia, depois de um longo tempo no exterior. Um terreno, que foi negociado por seus pais décadas atrás, vira o motivo do encontro dos dois.

Eles decidem tentar ganhar dinheiro em cima do local, mas entram em conflito quando começam a achar que o lote possui poderes mágicos. Em cartaz de quinta-feira (28) até o dia 3 de abril. Sessões às 16h, 18h30 e 21h. Cine Arte Posto 4 – Sala Rubens Ewald Filho. Orla do Gonzaga, próximo ao Canal 3. Ingressos de R$ 1,50 a R$ 3.

Ciclo Hitchcock no MISS

O ciclo Alfred Hitchcock, projeto que tem curadoria dos críticos de cinema Marcelo Pestana e Carlos Cirne, exibe o longa-metragem ‘Ladrão de Casaca’. Dirigido pelo mestre do suspense, o filme traz a história do ex-ladrão de joias John Robie (Cary Grant). Conhecido como O Gato, ele se torna suspeito de uma nova onda de roubo nos luxuosos hotéis da Riviera Francesa, e precisa agir para não ser acusado.

Ao conhecer a mimada herdeira Frances (Grace Kelly), ele vê uma chance de jogar uma isca para o misterioso ladrão com as fabulosas joias da mãe dela (Jessie Royce Landis). O filme venceu o Oscar de Fotografia no ano de 1956. Terça-feira (2). 18h30. Museu da Imagem e do Som de Santos – MISS. Piso térreo do Centro de Cultura Patrícia Galvão. Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias. Entrada gratuita.

Cine Broadway Voices

Projeto do coral cênico Broadway Voices em parceria com o Museu da Imagem e do Som de Santos – Miss, o Musicais no Miss exibe o clássico musical Meus Dois Carinhos. Na história, Joey Evans, um cantor de segunda categoria charmoso e mulherengo, tem o sonho de abrir sua própria casa noturna. Apaixonado pela corista Linda English, ele flerta com uma viúva rica para convencê-la a financiar o negócio. Após a exibição, Fernando Pompeu, maestro e diretor do Broadway Voices, comanda o bate-papo. Quarta-feira (3). 19h20. MISS.

‘Narrar e Ouvir’ no Engenho dos Erasmos neste sábado

Por Prefeitura de Santos

A contadora de história Camila Genaro e o cineasta Dino Menezes realizam neste sábado (30), às 14h30, o encontro Narrar e Ouvir: Memórias Coletivas de Santos, no Monumento Nacional Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos (Rua Alan Cíber Pinto, 96, Vila São Jorge). O evento traz a exibição comentada do documentário ‘História Oral da Gente de Santos’, seguida da oficina sobre como contar e preservar histórias. A inscrição é gratuita.

Dirigido por Dino e com produção de Camila e do Atelier About, o documentário aborda a tradição da oralidade, dando forma, cor, textura e imagens para o poder da palavra. Tece uma rede de memórias por meio do despertar das histórias que foram perdidas ao longo do tempo. A produção foi contemplada pela 6ª edição do Facult.

Educadora e contadora de histórias, Camila é membro da Academia Brasileira de Contadores de Histórias e do Coletivo Línguas Encantadas e Encantantes de SP, além de ser orientadora do curso livre A Arte da Narrativa.

Adriano Machado Menezes, o Dino, é artista multimídia que transita entre o cinema, a fotografia, a música e o teatro, desenvolvendo sua arte livre. Com mais de 30 prêmios nesses segmentos, participou de festivais no Brasil e no exterior.