Arquivo da categoria: Audiovisual

Iniciam as reformas na Gibiteca e Cine Arte Posto 4 em Santos

A Gibiteca Marcel Rodrigues Paes, no Posto 5, na orla do Boqueirão, e o Cine Arte Posto 4, na orla do Gonzaga, estão fechados para reforma a partir desta quinta-feira (19), com atividades transferidas para o Museu da Imagem e do Som de Santos (Miss) e Hemeroteca Roldão Mendes Rosa, ambos no piso térreo do Centro de Cultura Patrícia Galvão (Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). As obras têm prazo de conclusão de dois meses.

03No Cine Arte, os trabalhos, orçados em R$ 74.852,81, compreendem a integração dos sanitários externos com a sala de projeção, acessibilidade, reforma da cabine de projeção e da sala de exibição (auditório), remodelação do hall de entrada e da bilheteria, revisão geral da rede elétrica e das esquadrias, instalação de piso tátil, manutenção de vidros, impermeabilização do piso da cobertura e pintura geral.

A partir do dia 12 de março, durante os serviços de remodelação, os filmes do Cine Arte serão apresentados na Sala de Projeção Chico Botelho, no Museu da Imagem e do Som (Miss), que foi totalmente reformada em setembro de 2014.

Gibiteca

02Já a obra na Gibiteca, com trabalhos orçados em R$ 46.733,71, compreende a revisão geral das esquadrias (portas de madeira e caixilhos de alumínio), manutenção de vidros e das instalações elétricas, instalação de rodapés nas escadarias externas com cerâmica antiderrapante, revisão do revestimento cerâmico e manutenção dos aparelhos sanitários (incluindo acessórios), impermeabilização do piso da cobertura, instalação de extintores de combate a incêndio (portáteis e manuais) e pintura geral.

Durante o período de fechamento, a Gibiteca terá atividades realizadas no Miss, na Hemeroteca Roldão Mendes Rosa e mostras espalhadas por diversos equipamentos culturais da Cidade. As duas obras são executadas pela empresa Lemam Construções e Comércio LTDA., vencedora de licitação, com gerenciamento e fiscalização da Secretaria de Serviços Público (Seserp) e Departamento Regional da Zona da Orla e Intermediária (Dear-ZOI).

*Prefeitura de Santos

Centro Matarazzo promove oficina Vídeo de Bolso em Presidente Prudente

A parceria entre o Governo de Presidente Prudente e Pontos Mis – Museu da imagem e do Som continua firme e a programação para o ano de 2015 está garantida com uma oficina de cinema por mês até novembro. Em março (04/03), a oficina aborda uma prática bastante comum entre crianças e adolescentes: Vídeo de Bolso com Celular. A oficina será ministrada por Ralph Friedericks, cineasta e fotógrafo e poderão participar interessados a partir de 8 anos, porém a oficina conta com apenas vinte (20) vagas. As inscrições já estão abertas no Centro Cultural Matarazzo com Adolfo Tiago e mais informações pelo telefone (18) 3226-3399.

01A Oficina: Desde a ideia inicial, passando por um pequeno roteiro, produção, filmagem até uma rápida edição, os participantes aprenderão na prática a realizar um pequeno vídeo com as câmeras que estão nos seus bolsos: os celulares! Ficção, documentário ou experimental, o objetivo é mostrar que o celular pode também ser uma ferramenta de comunicação audiovisual para produzir imagens em movimento! Os curtas realizados serão postados nos canais de exibição da internet!

Ralph Friedericks é cineasta e fotógrafo. Estudou fotografia fixa e roteiro audiovisual em Paris (França) e Propaganda & Criação na Universidade Mackenzie. É diretor e produtor da produtora Matiz Filmes. Coordena oficinas de vídeo e fotografia desde 2000. Ganhou prêmio de roteiro no Conservatório de Escrita Audiovisual de Paris (França) e dois prêmios do Festival do Minuto.

*Prefeitura de Limeira

 

MISS e Concha Acústica tem atrações culturais no fim de semana em Santos

Na ressaca do Carnaval, a Hemeroteca, o Museu da Imagem e do Som e a Concha Acústica de Santos reservam boas surpresas ao público. Confira a programação abaixo.

Concha

Neste fim de semana, a Concha Acústica (orla do Gonzaga, ao lado do Canal 3) abriga duas apresentações musicais gratuitas. No sábado (21), a partir das 19h, o show é do sambista Fernando Negrão. Já no domingo (22), às 10h30, o Projeto Conchinha oferece atividades culturais para o público infantil. Ainda no domingo, também às 19h, é a vez do cantor Cacá Baskerville interpretar grandes sucessos do pop rock. As duas apresentações musicais estavam agendadas para o fim de semana de Carnaval, mas foram adiadas para este fim de semana por conta da chuva. Realização: Prefeitura de Santos. Gratuito.

Desenho

A Gibiteca Marcel Rodrigues Paes está com inscrições abertas para a oficina de desenho de humor com Marcelo Padron Alves, profissional do Jornal A Tribuna. O curso será ministrado em quatro aulas, para duas turmas, a partir do dia 24, e vai abordar de técnicas para soltar o traço até noções teóricas sobre cartoon e charge. Com a reforma da Gibiteca, as aulas ocorrem na Hemeroteca Municipal Roldão Mendes Rosa. Os interessados precisam ter mais de 12 anos e as inscrições podem ser feitas no próprio local (Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias) ou pelo telefone 3226-8021. A oficina ocorre com turmas das 16h às 18h (dias 24, 25, 26 e 27) e das 10h às 13h (dias 28 de fevereiro e 7, 14 e 21 de março).

Cultura pop japonesa

A Gibiteca de Santos e o grupo Animelan levam os desenhos animados japoneses para o Museu da imagem e do Som de Santos (Miss) neste domingo (22), a partir das 14h. O encontro, intitulado ‘Sessão Anime – Makai Edition’, tem como tema desta edição as histórias de terror da cultura pop oriental. No local haverá exibição de oito episódios de desenhos e seriados japoneses, além de campeonato de card game, batalha campal e desfile de cosplay. Todas as atividades são gratuitas. O Miss fica no piso térreo do Centro de Cultura Patrícia Galvão (Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). Informações pelo telefone 3288-1300. Realização: Secretaria de Cultura de Santos.

*Prefeitura de Santos

 

Cinema nacional é a programação do Sesc Santos

Hoje, a região da Baixada Santista tem festivais que promovem a produção audiovisual local, com curtas e workshops. Desde o ano passado, passou a contar com a Mostra Cine Brasil Cidadania, cujo objetivo é exibir longas do cinema nacional contemporâneo e realizar encontros entre os realizadores e o público. Em 2015, o projeto realizado pelo CineZen Cultural e o Sesc Santos ocorrerá em 5, 6 e 7 de março. Serão exibidos no auditório do Sesc (Rua Conselheiro Ribas, 136, Santos) quatro filmes: “São Silvestre”, “O Passo de um Vencedor”, “Plínio Marcos Nas Quebradas do Mundareu”e a animação “O Menino e o Mundo”. Toda a programação é gratuita e por ordem de chegada. A sala tem capacidade para 100 lugares.

Na abertura, quinta, 5 de março, 19h30, o público terá a chance de conferir o documentário “São Silvestre”, de Lina Chamie e, em seguida, conversar com o montador do filme, Umberto Martins, que participou de todo o processo criativo do longa. A mediação será da jornalista e cineasta Raquel Pellegrini.

Outro diferencial desta edição em relação ao ano anterior é mesclar produções da capital com projetos ligados à Baixada Santista. Assim, no dia 6 de março, 19h30, haverá exibição do documentário “O Passo de Um Vencedor”, sobre o triatleta Pauê. Logo em seguida, bate-papo com os diretores do filme Fabio Capellini, Alessandra Pereira e o próprio Pauê. A mediação será do idealizador da mostra, André Azenha.

Já no último dia do projeto, 7 de março, haverá sessão dupla:

Às 15h, “Plínio Marcos Nas Quebradas do Mundareu” e bate-papo com o diretor do longa, Julio Calasso. Será a segunda exibição pública do filme, em Santos. A mediação do encontro será do crítico Waldemar Lopes.

E às 18h, para encerrar a segunda edição, a premiada animação “O Menino e o Mundo”, vencedora do Festival de Annecy, considerado o “Cannes da Animação”.

“Uma mostra que tenha longas do cinema nacional de variados gêneros, seguidos por diálogos entre seus autores e críticos/jornalistas, possibilitará ao público maior conhecimento sobre a produção nacional, descobrindo e percebendo fatores das obras que antes podem ter passados despercebidos, como também aproxima a relação entre esse público e os filmes. Um evento assim em Santos também serve para dar chance à sociedade da região conferir longas que nem sempre têm chance no circuito comercial, como também conhecer mais desses realizadores e especialistas e estar em contato direto com excelentes profissionais do ramo”, explica Azenha.

Programação:

Quinta, 5 de março, 19h30, auditório
Exibição do longa “São Silvestre” seguido de bate-papo com o montador Umberto Martins
Sinopse: O documentário pretende reproduzir a sensação de participar da maratona de São Silvestre, a maior corrida a céu aberto da América Latina, realizada anualmente em São Paulo, dia 31 de dezembro. Com uma câmera acoplada ao corpo do ator Fernando Alves Pinto, o filme busca captar o cansaço, a velocidade, o suor, a respiração e o movimento dos atletas.
Mediador: Raquel Pellegrini.
Duração: 80 minutos.
Classificação indicativa: Livre

Sexta, 6 de março, 19h30, auditório
Exibição do longa “ O Passo de um Vencedor” seguido de bate-papo com o triatleta Pauê e os diretores do filme, Fabio Capellini e Alessandra Pereira.
Sinopse: O filme registra a vida e os momentos de superação do cidadão e atleta que, aos 18 anos, sofreu um grave acidente em que perdeu parte das pernas, mas que por meio do esporte conseguiu superar limites e barreiras que a vida lhe trouxe.
Mediador: André Azenha.
Duração: 1h40min.
Classificação indicativa: Livre.

Sábado, 7 de março, 15h, auditório
Exibição do filme “Plínio Marcos nas Quebradas do Mundareu”, seguido de bate-papo com o diretor do filme Julio Calasso.
Sinopse: O documentário acompanha a obra do dramaturgo santista Plínio Marcos.
Duração: 1h40min.
Mediador: Waldemar Lopes.
Classificação indicativa: 14 anos.

Sábado, 7 de março, 18h, auditório
Encerramento com exibição do filme “O Menino e o Mundo”.
Animação premiada no Festival de Annecy, na França, considerado o Cannes da animação.
O Menino e o Mundo conta a história de Cuca, um menino que vive em um mundo distante, numa pequena aldeia no interior de seu mítico país. Ele sofre muito com a falta do pai, certo dia parte em busca de trabalho na desconhecida capital. Numa determinada noite, uma lufada de vento arromba a janela do quarto e carrega o menino para um lugar distante e mágico. O mundo fantástico é dominado por máquinas-bichos e estranhos seres.
Duração: 85 minutos.
Classificação indicativa: Livre.

A Mostra Cine Brasil Cidadania é realizada pelo CineZen Cultural (www.cinezencultural.com.br) e o Sesc Santos.

Maiores informações: www.facebook.com/cinebrasilcidadania e no Sesc – 13 3278-9800.

Academia Internacional de Cinema abre inscrições para curso em São Paulo

Academia Internacional de Cinema está com matrículas abertas com desconto para o curso de História do Cinema Mundial, agora acontecendo às quartas-feiras à noite.  O curso tem duração de 48h com 16 encontros.

Sobre o Curso: Cada detalhe da mágica história do cinema: os filmes mais importantes, os truques e técnica dos maiores diretores, as entrelinhas das cenas que marcaram épocas e gerações, a estética e os movimentos cinematográficos. Um panorama aprofundado sobre os grandes acontecimentos da história do cinema nos principais países do mundo.

Além da história, o curso tem como objetivo treinar o olhar do aluno para entender os códigos, estética, linguagem e técnicas do cinema-arte. Por meio da contextualização histórica do cinema, suas principais correntes, aliado a análise de filmes e estudo dos grandes diretores, o aluno aprofunda sua capacidade de leitura fílmica. Enquanto às terças o aluno mergulha na história, às quintas ele vai formando o olhar e apurando o conhecimento de diretores individualmente.

Para saber mais e só acessar o site da unidade  Academia Internacional de Cinema.

Palestra do Oscar com Waldemar Lopes chega ao 21º ano

Controverso, polêmico, divertido. O Oscar pode não ser a premiação mais justa do cinema. Mas com certeza é a principal. Aquela em que os holofotes do mundo se voltam para curtir desde as celebridades no tapete vermelho, até as homenagens e entregas da famosa estatueta.

 E o Cine Roxy repete a iniciativa dos três anos anteriores. Dentro da programação especial do Oscar, que inclui a exibição ao vivo do prêmio, dia 22 de fevereiro, este ano acontece a vigésima  primeira edição da tradicionalíssima “Palestra do Oscar com Waldemar Lopes”.

 O evento, beneficente, ocorrerá na quinta-feira, dia 19 de fevereiro, 20h30, no Cine Roxy 5 (o de rua), promovido pela Open House Idiomas, em parceria com o Roxy e apoio do site CineZen. A entrada é franca, mas pede-se a gentileza de um quilo de alimento não perecível em prol da ACAUSA e da Casa João Paulo II. A retirada de ingressos começará no dia anterior, na bilheteria do cinema. Cada pessoa poderá retirar um ingresso.

Como é costume, serão sorteados vários brindes, como vales para restaurantes, cafeterias, chocolates, ingressos de cinema, livros e DVDs, entre outros.

 Histórico

“A história da origem da palestra é bem interessante”, afirma Waldemar. “Em um dos cursos de inglês que ministro na Open House Idiomas, chamado ‘Brush up’, que criei para pessoas que quisessem aperfeiçoar o idioma e conhecer mais a cultura americana, eu falava sobre o cinema em Hollywood e filmes independentes”, explica. “Nessas aulas, o Oscar começou a se tornar um tema recorrente, por ser talvez o primeiro prêmio criado para destacar os melhores de um setor e se tornar um modelo e inspiração para demais premiações. Quando se fala de qualquer outro prêmio, como o Tony, por exemplo, é comum se referirem a ele como ‘o Oscar do teatro’”, detalhe o artista plástico. “A ideia de fazer a palestra surgiu na sala de aula. Decidi fazer o evento na própria sala de aula da Open House, em inglês, aberta também ao público interessado. Foi um sucesso! O vencedor daquele ano foi ‘Forrest Gump’, e Tom Hanks se tornou uma espécie de amuleto de sorte para mim”, ressalta.

 Até 1997 a palestra foi realizada na Open House Idiomas. No entanto, o evento ia crescendo e o problema de espaço se tornou o primeiro obstáculo. A parceria com a Livraria Martins Fontes foi providencial. “Recebi muito apoio da Solange e Aírton, entre 1999 e 2006, onde pude realizar a palestra na sede da Praça Independência”, lembra Waldemar.

 Com o fechamento daquela unidade, Waldemar recebeu um grande apoio da Associação dos Médicos de Santos (atual unidade da Associação Paulista de Medicina na cidade), onde o evento ocorreu três anos. “Um maior trabalho começou quando, atendendo a muitos pedidos, comecei a fazer uma sessão extra em português”, destaca. “Infelizmente, problemas de horário e gastos me obrigaram a fazer uma escolha, e a palestra em português prevaleceu”.

 Há quatro anos, o Cine Roxy convidou Waldemar para realizar a palestra no cinema. Nessas três edições, realizadas no Roxy 4 do Pátio Iporanga, a sala ficou completamente lotada. Agora, o evento passar a acontecer no Roxy 5, de rua. Waldemar também, nesse período, tem sido o Mestre de Cerimônias do Roxy, nas exibições ao vivo do Oscar.

 *André Azenha

Concha Acústica abriga rock, MPB e teatro

Ritmos como rock e MPB, além de apresentação teatral, são atrações neste fim de semana, na Concha Acústica Vicente de Carvalho (Canal 3 com a Praia do Gonzaga). Sábado (7) tem o som da cantora Marcela Lobbo. Já no domingo (8) é a vez do roqueiro Tite e banda subirem ao palco. As exibições ocorrem às 19h. Para a criançada, a dica é a produção ‘Cinderela Brasileira’, da Casa 3 de Artes, também no domingo, às 10h30. Toda a programação é gratuita.

A mineira Marcela Lobbo mostra ao público sua voz marcante. Com quase 30 anos de carreira e quatro discos gravados, a cantora leva à plateia obras autorais, além de músicas de Paulinho Moska, Zeca Baleiro e Frejat entre outros. Já o músico Tite apresenta o show ‘Total Independência com Total Envolvimento’, no qual também canta composições próprias e covers de Foo Fighters, Bob Marley e Coldplay.

Ambientada no interior do nordeste brasileiro, a peça ‘Cinderela Brasileira’ traz a simplicidade e beleza de um dos clássicos mais conhecidos da literatura universal numa versão cheia de características do povo brasileiro. A direção é de Kadu Veríssimo. A apresentação integra o Projeto ‘Conchinha’.

*Prefeitura de Santos