Arquivo da categoria: Dança

Festival Visões Urbanas leva extensão de atrações ao IHGSV

Por Lincoln Spada | Foto: Ignacio Aronovich

O Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente (R. Frei Gaspar, 280, Centro) recebe neste sábado, das 14h às 16h, a extensão gratuita do festival 12º Visões Urbanas – Festival internacional de dança em paisagens urbanas. O evento da The Woody Projetos Culturais foi contemplado pelo ProAC, da Secretaria da Cultura e Economia Criativa, e integra a rede de festivais Cidades que Dançam (CQD).

O festival é um encontro artístico tendo a dança e a cidade como focos principais de sua programação e já contou com artistas de vários estados do Brasil e diversos países: Portugal, Espanha, França, Argentina, Uruguai, Turquia, EUA, Cuba, Alemanha, Bélgica, Itália, Japão e Moçambique.

A programação em São Vicente conta com a apresentação, às 14h, de ‘Tabibito – Viajante’, com Núcleo Fu Bu Myo In, às 14h30 com ‘Travessia’, com Caixa de Imagens, e, às 15h, a sessão ‘Sr. Calvino’, com Cia. Artesãos do Corpo. O evento conta com direção artística de Mirtes Calheiros, direção de produção Ederson Lopes, sendo que ambos assinam a curadoria.

Projeto experimental de fit ballet ‘Mova-se’ tem vagas gratuitas em Cubatão

Informações da Prefeitura de Cubatão

O tempo passou. Aquele desejo despertado na infância, de um dia arriscar alguns passos de balé clássico, ficou para trás. Foi engolido pela rotina cronometrada da vida adulta, pautada em uma agenda de compromissos encavalados que demandam um dia de mais de 24h. Mas essa história pode ter um caminho diferente para quem decidir aceitar o convite da coordenadora artística Solange Maria Bueno de Carvalho.

À frente de um projeto experimental, ‘Mova-se’, ela abriu as portas da ETMD Ivanildo Rebouças da Silva (Av. Nações Unidas, 168, Vl. Nova) para quem quiser não apenas se iniciar no balé clássico, mas também aliar a dança à ginástica. Por prazer. E, principalmente, para conquistar uma vida mais saudável. Detalhe: as inscrições, gratuitas, não são restritas às mulheres.

“A intenção era atrair as mães das meninas que têm aulas de balé no Conservatório Municipal. Geralmente elas comentam que matricularam as filhas pequenas no curso porque na infância não puderam dançar balé. Mas assim que abrimos as inscrições fomos surpreendidos. Há pais e até avós que também querem participar. Além de rapazes que já fazem cursos de música!”, comentou Solange Carvalho, frisando que a participação está aberta à comunidade, sem restrição de gênero ou idade. Basta ter mais de 12 anos.

As aulas gratuitas de fit ballet são ministradas todas as terças e sextas-feiras das 12h30 às 13h30 e das 17 às 18 horas. “Há a iniciação aos passos do balé clássico com a fusão do fitness. Essa mesclagem deu certo! Realmente melhora o condicionamento físico”, avalia Solange. Informações na secretaria escolar. Basta apresentar um documento de identidade.

Balé da Cidade de Santos apresenta duas coreografias no Braz Cubas

Por Secult Santos

Os amantes da dança terão uma oportunidade única de assistir a dois espetáculos do Balé da Cidade de Santos, pagando um único ingresso. Neste sábado (20), às 20h, as 12 bailarinas do grupo sobem ao palco do Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48, Vl. Mathias), para apresentar duas de suas mais marcantes coreografias: ‘Monastério’ e ‘Errante’.

Com trilha sonora de Madredeus, a primeira montagem retrata um dia vivido dentro de um Monastério. Nesta obra, o desafio da coreógrafa e diretora Renata Pacheco foi muito além do preparo técnico das bailarinas. Dentro da proposta do espetáculo, todos os mistérios, medos e dúvidas vão sendo superados, levando as integrantes do grupo ao caminho que tanto procuravam.

Já o espetáculo ‘Errante’ exalta a tradição do povo cigano. A vida em bando, o amor pela liberdade e paixão pelo desafio são alguns dos aspectos marcantes da coreografia, também assinada por Renata Pacheco. Os ingressos para as duas apresentações já estão à venda na secretaria da Escola de Bailado de Santos, das 8h30 às 11h30 e das 14h às 18h. Valor de R$ 30 a R$ 60.

Com novos cursos, Fábrica Cultural abre segunda etapa de inscrições

Por Secult Santos

Trazendo como novidade os cursos de guitarra e design gráfico, o projeto Fábrica Cultural abrirá, a partir de sábado (20), a segunda etapa de inscrições do ano. Desta vez, a Secretaria de Cultura (Secult) está oferecendo mais 1 mil vagas gratuitas, em diversos pontos da Cidade, para as áreas de artes cênicas, artes visuais, artes integradas, música e dança. As inscrições terminam no próximo dia 26.

Os interessados devem preencher os campos obrigatórios no site https://egov.santos.sp.gov.br/fabricacultural. Ao término do processo de inscrição digital, o site vai gerar um protocolo com o endereço do local onde o aluno deve se apresentar antes das aulas. Para confirmar a matrícula é obrigatório comparecer no local informado portando RG (original e cópia), comprovante de residência de Santos e uma foto 3×4.

A idade mínima e máxima para se inscrever pode variar de acordo com o curso. Para as inscrições de menores de 18 anos é necessário informar e apresentar os documentos (RG ou Certidão de Nascimento) do aluno e de seu responsável legal, que também deve comparecer à secretaria para efetivar a matrícula. Candidatos às atividades de dança devem entregar atestado médico que indique aptidão física para a modalidade. Não será permitido o início no curso sem a apresentação do documento. Informações: 3202-3570.

> Centro de Cultura Patrícia Galvão (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias)
Capoeira (5 a 80 anos, 40 vagas); Dança de Salão (de 15 a 80 anos, 80 vagas); Danças Urbanas – Dança de Rua Infantil/K-Pop (de 9 a 16 anos, 45 vagas); Danças Latinas – Ritmos, Axé retro e zumba (18 a 70 anos, 150 vagas); Dança de Rua para adultos (de 16 a 80 anos, 100 vagas).

> Centro Cultural da Zona Noroeste (Av. Afonso Schmidt s/n°, Areia Branca)
Balé Clásico (de 6 a 9 anos, 55 vagas; a partir de 8 anos, com 2 anos de experiência, 33 vagas); Balé Moderno e Contemporâneo (de 8 a 11 anos, 13 vagas; de 12 a 35 anos, com 2 anos ou mais de experiência, 23 vagas); Dança do ventre (a partir de 15 anos, 22 vagas); Balé Adulto (a partir dos 18, com no mínimo de 2 anos, 26 vagas); Dança de Rua K-pop (de 8 a 16 anos, 11 vagas); Zumba (a partir dos 15 anos, 26 vagas); Teatro infanto juvenil (de 8 a 17 anos, 18 vagas); Teatro adulto (a partir dos 50 anos, 39 vagas); e Mangá (de 12 a 50 anos, 2 vagas).

> Centro de Atividades Integradas – CAIS Milton Teixeira (Av. Rangel Pestana, 150, Vila Mathias)
Design gráfico (de 12 a 60 anos, 60 vagas); Guitarra (de 18 a 60 anos, 40 vagas); Bordado da Ilha da Madeira (de 15 a 90 anos, 9 vagas); Pintura em Tela (de 15 a 80 anos, 20 vagas); Artes Integradas (de 7 a 8 anos, 20 vagas); Coral Canto Livre (de 18 a 55 anos, 10 vagas, para pessoas com experiência); Mangá (de 12 a 50 anos, 12 vagas); Violino coletivo (de 9 a 50 anos, 3 vagas); Teclado (de 10 a 70 anos, 15 vagas); Teatro (de 9 a 60 anos, 97 vagas); Bale Clássico para adultos (de 18 a 80 anos, 20 vagas); Dança em cadeira de rodas (de 7 a 70 anos, 20 vagas); Dança Esportiva (de 16 a 70 anos, 20 vagas); Desenho básico (de 14 a 80 anos, 4 vagas); Pintura (14 a 80 anos, 2 vagas).

> Centro Turístico, Esportivo e Cultural do Morro São Bento (Rua São Luís s/n°)
Balé clássico (de 6 a 12 anos, 22 vagas); Violão (de 10 a 60 anos, 10 vagas).

> Biblioteca Plínio Marcos (Praça das Palmeiras s/n°, Caruara)
Escultura (de 8 a 65 anos, 10 vagas).

> Gibiteca Marcel Rodrigues Paes (Posto 5 – Praia do Embaré)
Mangá (de 12 a 50 anos, 6 vagas); Desenho em HQs (de 9 a 14 anos, 10 vagas); Roteiro em HQs (de 14 a 60 anos, 15 vagas).

Conheça a programação de abril do Galpão Cultural no Parque Anilinas

Por Lincoln Spada

Epicentro de coletivos teatrais de Cubatão, o Galpão Cultural é um espaço gerido por artistas independentes no Parque Anilinas. E, neste mês, tem ampla programação gratuita voltada à comunidade. O local pertence à Prefeitura via Secretaria de Turismo.

Aos sábados (13 e 20/abr), às 18h30, terá a oficina de moda sustentável, da Saia da Guiu. Já aos domingos (dias 14, 21 e 28/abr), às 9h30, ocorrem as aulas abertas da Oficina de Humor. Nas terças-feiras (dias 16, 23 e 30/abr), às 14h, ações formativas de sustentabilidade ambiental, com o projeto Ecoterça.

Ainda, segue a todo vapor o TNT – Toda Quinta Tem, a partir das 19h, uma proposta de potencializar artistas locais, além de gerar exibições de filmes, artes visuais, saraus e rodas de reflexão política. Haverá a Sessão Pirata Venezuela (18/abr) e Batalha de Conhecimento (25/abr).

Uma oficina de dança está prevista no dia 26/abr, às 17h. Destaques para as programações de sábado. No dia 20/abr, às 20h, ocorre o CineTeatro com o documentário do Grupo Galpão. Por sua vez, o dia 27/abr contará com a apresentação do monólogo ‘Nostalgia de um amor ausente’, com direção de Deia Oliveira e adaptação textual e atuação de Pri Calazans.

Nua e crua, nova edição da intervenção urbana ‘A_Front’ será dia 13

Pelo Movimento ELA

A próxima edição do evento ‘A_Front’ será neste sábado (13/abr), a partir das 23h30, na Praça da República (Santos). O intuito da festa com intervenções urbanas é promover a cultura livre através de ocupações de espaço público protagonizados por mulheres, trans, e pessoas não binarias. O evento contará com: Carolina Martins, a DJ Profana; a rapper Emily Santos, a Smile MC; a DJ Litta Afrontite; a cantora Meduza Brava; a DJ Nanne Bonny, entre outras artistas.

‘A_Front’ não tem fins lucrativos, é cultura de rua, na rua, é visibilidade pra quem não tem, é empoderamento e lugar de fala. “Mulheres no front, profania na rua, várias rabas que avoam pra mostrar pra vocês com quantos golden shower se faz um pós-carnaval”, emite em nota as organizadoras.

A iniciativa é realizada pelo ELA – Empoderamento, Liberdade e Arte, um movimento de mulheres artistas que surgiu com o intuito de fomentar o protagonismo feminino na arte e na cultura. O movimento desenvolve diversas atividades que não só priorizam a visibilidade das mulheres artistas como tambem lutar pela sua emancipação e autonomia, financeira, artística, e pessoal.

Balé Jovem de São Vicente representa Brasil em competição nos EUA

Por Prefeitura de São Vicente

O Balé Jovem de São Vicente, que faz parte da delegação brasileira de dança representará o Brasil nas finais do YouthAmerica Grand Prix (YAGP). O festival será realizado no próximo dia 12, em Nova Iorque (EUA), e reunirá talentos do mundo. Os destaques da competição serão premiados com bolsas de estudo.

O grupo vicentino, que tem a direção de Geyssa Alencar e Sabrina Olimpio, levará para a competição Andrey Jesus, de 14 anos, que é o maior destaque nacional do balé para sua idade erepresenta a categoria júnior e Alice Balboni, de 15 anos, e Beatriz Correa de 16 anos, premiadas em todos os festivais nacionais de 2018. Ambas foram escolhidas para a categoria sênior.

O YAPG é a maior vitrine para jovens bailarinos do mundo. Além das premiações convencionais com troféus, a competição é a que mais distribui bolsas de estudos para grandes escolas e companhias da Europa e dos EUA. Todos os anos, o concurso recebe mais de 10 mil inscrições. A escola vicentina participa do YAGP desde 2008 e o sucesso do festival passa de aluno para aluno.

As histórias de sucesso são muitas, 11 bailarinos que passaram pelo grupo hoje deslumbram os palcos do exterior em escolas e companhias renomadas como: Stuttgart Ballet, Atlanta ballet e Ópera de Viena. Visando viabilizar o sonho destes bailarinos que inspirarão as próximas gerações da escola, a equipe estará realizando um ensaio aberto para a arrecadação de verba para ajudar na viagem dos participantes.

Para colaborar com a realização deste sonho basta procurar o Balé Jovem (Av. Prefeito José Monteiro, 70 – Vila Valença) e conferir o Ensaio Aberto e a Tarde Beneficente do Hot-Dog neste domingo (07) a partir das 17h. Toda a renda arrecadada será revertida para o pagamento das inscrições e ajuda para custear a alimentação dos três bailarinos do Balé Jovem que embarcam ainda este mês para os Estados Unidos. Também há uma Vaquinha Virtual.