Arquivo da categoria: Dança

Oficina de dança com Maristela Sild e Luiz Bongiovanni na sexta

Os bailarinos Maristela Sild e Luiz Fernando Bongiovanni participam de um experimento coreográfico gratuito nesta sexta-feira, das 14 às 18 horas, na Pinacoteca Benedicto Calixto (Av. Bartolomeu de Gusmão, 15/Santos). Trata-se de uma oficina de criação onde um grupo de dançarinos participará das intervenções do par nos jardins do local, em evento promovido pela Secult. Os participantes da oficina se apresentarão em seguida às 19 horas.

01

*Prefeitura de Santos

 

Quasar Cia de Dança encena nesta quinta no Sesc

O espetáculo ‘Sobre Isto, meu corpo não cansa’ da Quasar Cia de Dança, de Goiás, é o destaque desta quinta-feira, às 20h30, no Sesc-Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136), os ingressos custam de R$ 12 a R$ 40.

Sim, é ‘Sobre isto’. É sobre isto que Henrique Rodovalho fala em seu mais novo espetáculo: Amor. Amor passional. Amor consciente. Talvez este seja o tema mais tratado pela humanidade em suas manifestações artísticas. Um tema senhor, enquanto houver a existência humana. Mas Henrique não é linear. Fora da tradicional linha começo-meio-e-fim, o coreógrafo entrelaça-se em várias histórias, costurando passos em cenários que, mesmo bucólicos, são regados de humor e amor que não cansam de existir.

02Com uma comunicação mais ampla, a proximidade e a identificação com o público ganham cena, em uma cativante mistura de emoções, possibilidades e movimentos. Nesta obra, Rodovalho mantém as características de seu trabalho. Vem à tona a questão da irreverência, da contemporaneidade e de uma dinâmica muito forte, muito rápida, amplamente refletida na peça coreográfica.

Nesta congruência de um amor contemporâneo, a trilha sonora também chama a atenção. Clarice Falcão, Tulipa Ruiz e Malu Magalhães são as vozes que guiam este espetáculo. Cada qual com suas características e sua linha de raciocínio sobre o assunto, mas todas com uma identidade em comum: são as próprias compositoras das canções e expressam o tema com uma peculiaridade atual que chamou a atenção do coreógrafo.

*Quasar Cia de Dança

A dança de Kira Isnar em ‘A Magia das 1001 Noites’ em Guarujá

Kira Isnar apresenta o espetáculo ‘A Magia das 1001 Noites’ neste sábado (dia 13), a partir das 22h, no Brutas Bar & Bistrô  (Praça Dr. Walter Bellian, 39, Guarujá), com ingressos a R$ 25,00. Além de sua apresentação de dança, também haverá samba e seresta pela noite.

Com a intenção de formar novas plateias e divulgar os benefícios da dança árabe, o show de Kira, cujo nome significa “rainha forte”, mostrará movimentos precisos, sensualidade e trajes com pedrarias. O espetáculo tem duas entradas com cerca de meia hora cada uma. A primeira parte costuma ser com música mais lenta e a segunda mais animada quando ela também convidará o pessoal para dançar.

01O clima das 1001 noites terá um ambiente decorado com uma tenda, almofadas, véus e outros objetos que remetem à tradição. Segundo Kira, nome artístico de Thereza Barboza, a arte da dança é generosa porque aproxima pessoas, alivia tensões, transforma, contribui na coordenação motora e, acima de tudo, proporciona alegria de viver.

Desde adolescente, Kira, hoje com 34 anos, é encantada pela dança como forma de expressão artística. Autodidata, ela aprendeu observando amigas. Aos 18 anos, decidiu ingressar na escola do Empório Árabe no Guarujá, onde se formou e deu início às primeiras apresentações, ao lado de outras dançarinas. Com o encerramento do estabelecimento, seguiu mostrando sua dança em eventos na Baixada Santista e São Paulo.

Brutas

Em funcionamento desde 2010, a casa tornou-se ponto de encontro de pessoas acima dos 35 anos que apreciam o mix de boa comida e música ao vivo. De quinta a sábado, a partir das 21 horas, há apresentações de chorinhos e serestas. Clássicos de Noel Rosa, Cartola e Adoniram Barbosa embalam os clientes, que provam petiscos como os enroladinhos de presunto cru defumado, preparados com catupiry, rúcula e lascas de manga. Também faz sucesso a porção de provolone gratinado com orégano e pimenta calabresa, servida com pão ciabatta. Na carta etílica, uísque, vinho e cerveja de variadas marcas.

*César Miranda