Arquivo da categoria: Literatura

Direitos Humanos e Hip Hop pautam mostra na Vila Criativa

Por Lincoln Spada

Os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos pauta o evento do Muito Prazer! Meu Nome é Hip Hop (MPMNH2). A mostra ‘Direitos Humanos sob a ótica do Hip Hop’ será nestá neste sábado (8/dez), das 15h às 21h, na Vila Criativa da Vila Nova (Praça Rui Ribeiro Couto, s/nº/Santos), com apoio da Prefeitura. A entrada é franca.

O encontro visa ressaltar a importância dos quadros elementos da cultura de rua na luta pelas liberdades fundamentais, combate à discriminação racial e desigualdade social. A abertura contará com a performance ‘Girando o Mundo’, do rapper Pedrinho da Rima (15h), seguido de bate-papo sobre o tema do evento (15h30).

A programação também terá live paint com grafiteira convidada (16h), performance da dança ‘Direto ao Assunto’, do Mad Feeling Crew (16h30), tempo poético com Slam dos Andradas e convidados (17h), duelo de rimas com MCs da região e discotecagem de Mamuth DJ (18h). Ainda, batalha de Breaking 1 x 1 com DJ Dog (18h30) e pocket show com bandas do Festival de Juventude, Fragmentes, USREC e MOÇ, além da rapper Jordana Tostes (20h).

 

Flávio Viegas Amoreira ministra oficina literária nesta sexta

Por Lincoln Spada

A última edição da oficina literária ‘Como se tornar um escritor’ será realizada nesta sexta-feira (7/dez), das 19h30 às 20h30, pelo autor santista Flávio Viegas Amoreira na Associação Cultural José Martí (Rua Joaquim Távora, 217, Vl. Mathias/Santos). A oficina custa R$ 20. Informações: (13) 3307-1494.

O autor de diversas obras (‘Pessoa Doutra Margem’, ‘Maralto’, entre outros) ministrará uma atividade formativa será baseada em reflexões das seguintes questões: quais contos e poemas são essenciais para um literato? Quais as perspectivas editorias contemporâneas? Qual o futuro do romance na pós-modernidade?

Poeta, contista e crítico literário, Flávio é uma das mais inventivas vozes da literatura nacional contemporânea, na ‘Geração 00’. O escritor utiliza forte experimentação formal e inovação de conteúdos, alternando gêneros em sintaxe fragmentada, apontado como uma das vozes da pós-modernidade literária brasileira em pesquisas de universidades norte-americanas e europeias.

Homenagem a Zéllus Machado será realizada na Estação da Cidadania

Por Cris Oliveira
.
Uma homenagem póstuma ao artista santista Zéllus Machado será realizada nesta sexta-feira (15/dez), às 19h, na Estação da Cidadania  (Av. Ana Costa, 340/Santos). Durante o evento o microfone ficará aberto para quem quiser cantar suas músicas e declamar suas poesias.
,
No último dia 6, Zéllus faria 59 anos. “Com essa homenagem teremos a oportunidade de conhecer ou reviver muitas das artes produzida por ele, através de suas músicas, poesias, vídeos e muitas histórias”, comenta a artista plástica Cris Oliveira.

Cine Sarau traz agito cultural à mais movimentada esquina de Santos

Por Eduardo Ricci
.
A primeira edição do Cine Sarau “Da Manga Rosa” promoverá um final de tarde com cinema, música ao vivo com o cantor Bruno De La Rosa e degustação de sabores tropicais (frutas e sucos), dia 16 de dezembro, às 19h, num espaço criado e harmonizado com a Cine Bike Café, uma bicicleta cargueiro com projetor e som estéreo, no Recanto das Mangueiras, ao lado da Estação da Cidadania, localizada na esquina da Av. Ana Costa com a Av. Francisco Glicério, em Santos/SP.
.
“A proposta é trazer uma nova consciência sobre o uso deste espaço público que está abandonado, reunir pessoas para pensar e viver melhor o ambiente urbano a partir de ações com base na experiência do cinema. Uma iniciativa da Ricci Filmes também para celebrar o primeiro ano de atividades da Cine Bike Café e em prol da Estação da Cidadania de Santos”, afirma o cineasta Eduardo Ricci, organizador do Cine Sarau.
.
As imagens exibidas serão mixadas ao vivo e projetadas direto na árvore. Ação em parceria com o Fórum da Cidadania de Santos e a Vídeo Paradiso. O ingresso custa R$ 35 e dará direito a degustar porções de frutas da época, bolos, pães, patês, sucos especiais e acento sob a mangueira para assistir a apresentação cine musical. Os ingressos estão à disposição de segunda a sexta, das 14h30 às 20h30, na própria Estação. Mais informações pelo telefone 13 3221-2034.
.
Um ano de Cine Bike Café
.
A Cine Bike Café é um mix de ações sobre a experiência do cinema, a mobilidade e a cultura urbana, a partir de vídeos imersivos sobre as transformações na cidade e sua representação no imaginário coletivo. Ações realizadas a partir de uma bicicleta cargueira com projetor, som estéreo, graffit digital e mandalas em leds. O objetivo desta iniciativa é engajar o espectador a pensar e viver uma ideia melhor de cidade. É uma nova janela para o audiovisual que leva mais afeto ao espaço urbano. Criação e direção do cineasta e jornalista Eduardo Ricci.

De São Vicente, escritores mirins realizam tarde de autógrafos

Por Prefeitura de São Vicente
.
As primeiras letras ainda estão sendo conhecidas, o que não impede uma galerinha com idade entre 4 e 5 anos de participar da tarde de autógrafos que acontece nesta terça-feira (5). Sob a orientação das professoras, os 250 alunos da EMEI Carlos Caldeira (Praça Armindo Ramos, s/n – Samaritá) produziram livros com histórias coletivas.
.
O título é o mesmo por turma, mas a edição é personalizada, com ilustrações de cada criança que ajudou na produção textual. Para a tarde de autógrafos, 33 alunos estarão presentes.
.
O evento, que vai das 14 às 16h, é a fase final do projeto de leitura “Metamorfose da escrita: transformando sonhos em livros”. Realizada desde o ano passado, a iniciativa tem por objetivo incentivar a produção textual, com livros editados e publicados pela Editora Estante Mágica.
.
As atividades desenvolvidas ajudaram a despertar o interesse pela leitura e também a desenvolver o lado criativo, através da escrita e ilustração. Assim, os alunos sentem na pele como é ser um escritor.

33º Sarau Caiçara – Arte e Gastronomia será no próximo sábado

Por Márcio Barreto
.
No próximo sábado (2/dez), às 19h30, acontece o 33º Sarau Caiçara – Arte e Gastronomia, a ser realizado no Capim Mascavo (Rua Euclides da Cunha, 170/Santos). O couvert artístico será de R$ 10. A apresentação e curadoria é de Márcio Barreto.
.
Realizado desde 2008, o sarau propõe um diálogo de continuidade e reflexão entre o ancestral e o contemporâneo, o local e o universal através do encontro entre o público, artistas e pesquisadores para celebrar e debater a cultura caiçara a partir da literatura, música, artes visuais e dança.
.
Com o coletivo Percutindo Mundos, Flávio Viegas Amoreira, Paulo Cezhar Luz, Maria José Goldschimidt, Caio Ferraz, Marcelo Ignacio e palco aberto ao público. No menu caiçara: tirinhas de mandioca e banana da terra fritas, pupunha assada com vinagrete, bolinho de falsa taioba, tapioca de coco com caju e suco de cidreira com limão.