Arquivo da categoria: Música

Artes cênicas e música pautam o Sesc Santos nesta semana; acesse a agenda

Por Sesc Santos

Confira a seguir a programação de atividades artísticas entre 2 e 7 de julho do Sesc Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136/Santos).

> Música: Made in Brazil
Uma das bandas de rock mais longevas do país, considerada uma instituição do estilo, festeja seus 50 anos de carreira. No repertório, o rock’n roll puro e suas diversas influências estão presentes com alguns dos maiores sucessos da banda e de seus quinze discos lançados, como Anjo da guarda, Pauliceia desvairada, Jack – o estripador e Minha vida é Rock’n Roll.

Ficha técnica: Oswaldo “Rock” Vecchione (vocal, baixo e gaita) Celso “Kim” Vecchione (guitarra e baixo) Rick “Monstrinho” Vecchione (bateria) Guilherme “Ziggy” Mendonça (guitarra e violão) Octavio “Bangla” Lopes (sax) Solange “Sol” Blessa – (vocal de apoio) Rubens “Rubão” Nardo (vocal) Tiago “Mineiro” Tavares – (Teclados) E músicos convidados. Quinta (4/jul), às 21h, Comedoria. Ingressos de R$ 6 a R$ 20.

> Oficina circense: Superpoderes
O que pode o seu corpo? Qual é o superpoder do seu lado mutante? E sua fraqueza, qual é? Será que em algum momento ela também pode ser um tipo de poder? Na oficina de Neto Machado e Jorge Alencar são criados heróis e heroínas, heróis que ainda não existem, heroínas que precisam ser inventadas. Que tem poderes ainda a serem descobertos. O poder que temos, é o de se reinventar e ser diferente a partir da arte! Com jogos, desenhos e cenas, estimulando o participante a alçar voos em direções à poderes que talvez nem imaginava. Sexta (5/jul), das 15h às 17h, Sala 32. Grátis.

> Oficina para educadores: Superpoderes
Quais heróis, entidades, drags, monstros você monta diariamente para que seja possível seguir adiante? Quais super poderes, sensibilidades, armas, ferramentas, táticas, mutações, incorporações você realiza para continuar se movendo? Quando dói ser você? Quando é prazeroso ser você? Onde está a vulnerabilidade? Quando a fragilidade se torna potência e vice-versa?

Com Neto Machado e Jorge Alencar. Essas e outras perguntas motivam a “Oficina de Super Poderes” a realizar um mergulho – ou um voo – para dentro de cada participante, por meio de práticas de auto-percepção e autoficcionalização, organizadas como experimentações performáticas e jogos fantasiosos. Sexta (5/jul), das 19h às 21h, na Sala 32. Grátis.

> Teatro: ‘O Autômato’, do Teatro de La Plaza
Há muito tempo, um hábil relojoeiro resolveu construir um engenhoso boneco de corda para auxiliá-lo com algumas tarefas e lhe fazer companhia. Mas com uma bela dama, o boneco é abandonado. Na tentativa de contar essa história, os objetos que o rodeiam parecem ganhar vida, despertando o abandonado autômato para reviver suas lembranças.

Direção: Héctor López Girondo. Ideia Original e Dramaturgia: Fábio Parpinelli. Assistência de Direção: Luz López. Elenco: Fábio Parpinelli e Gustavo Martins. Animação de Objetos: Afonso Braga e Gustavo Martins. Sexta-feira (5/jul), às 21h, ingressos de R$ 5 a R$ 17.

> Teatro: ‘Desastro’
O espetáculo brinca com o futuro que fazemos existir nas artimanhas da imaginação capaz de transformar um quarto no universo sideral. “Desastro” tem na trilha sonora o ponto de partida e questão fundamental: versões, de uma mesma música de David Bowie, “Space Oddity”, inspiram o roteiro e dão o tom do espetáculo que recria a aventura de Major Tom, da letra da canção, numa viagem para explorar o desconhecido.

Efeitos especiais de uma ficção científica protagonizada por superamigos, cúmplices dos poderes de ampliar suas percepções. Desastro é dança, mas não exatamente uma coreografia com passos no ritmo da música. É teatro, mas sem uma história com início, meio e fim. É um concerto de rock’n roll, mas sem banda nem cantor. Desastro é o poder de dar luz a novos mundos. Sábado (6/jul), às 18h, ingressos de R$ 4 a R$ 17.

> Contação: ‘Contra outra estória, Clarice’
Nesse musical inspirado nas histórias infantis de Clarice Lispector, umas galinhas contrariamente começam a botar muitos ovos, mas esses ovos estavam sendo desaparecidos… ou roubados? Um belo dia, elas descobrem o que estava acontecendo. Com Contadores de História. Domingo (7/jul), às 17h30, grátis.

> Música: ‘Nasci pra bailar com elas’
No ano em que João Donato comemora 85 anos, três cantoras (Wanda Sá, Joyce Moreno e Paula Morelenbaum) sobem ao palco junto com o pianista e compositor para o homenagear. Precursor da Bossa nova, Doanto segue sua trajetória de compositor e pianista, constante renovador da música brasileira. Um músico que promove fusões musicais de jazz, bossa e música latina, entre tantos outros estilos. Domingo (7/jul), às 18h, ingressos de R$ 6 a R$ 20.

Com vagas abertas até terça, oficina de férias visa violonistas em Santos

Por Secult Santos

As seis cordas continuarão ecoando no mês de julho no Fábrica Cultural, durante o curso formativo de férias ‘O Violão  Acompanhador no Mercado Musical de Eventos’. Ministrado pelos professores Iury Cardoso e Francisco Pupo, a oficina visa trabalhar e aprimorar os princípios teóricos que proporcionam versatilidade e capacidade de seguir canções nos mais diferentes tons, além de abordar os requisitos musicais necessários para trabalhar tocando em eventos.

Com 40 vagas disponíveis, as aulas acontecem todas as quartas-feiras, das 19h às 21h, no Centro de Atividades Integradas (Cais) Milton Teixeira (Av. Rangel Pestana 150, Vila Mathias). Os interessados devem reservar suas inscrições até a próxima terça-feira (2), pelo telefone 3202- 3570, no período entre às 9h e 18h.

É necessário que os participantes do curso formativo tenham conhecimentos prévios como domínio da escala musical (com sustenidos e bemóis), conhecimento dos acordes básicos do violão e de todas as notas das sexta, quinta e quarta cordas, até a nona casa do braço do violão. A oficina é gratuita.

Novo EP da artista vicentina Maria Sil pauta vaquinha digital; colabore

Informações de Maria Sil

A gravação do EP ‘A Carne, A Língua, o Vírus’, da artista vicentina Maria Sil, é pauta de crowdfunding no próximo trimestre. Criada no último dia 5, a vaquinha digital tem produção musical de Malka, musicista e travesti que criou o selo Trava Bizness, especializado em atender artistas transvestigêneres. A direção do vídeo será do videomaker.

> Clique aqui e acesse a vaquinha digital

“Estou em fase de avançar com minha adequação à percepção do meu corpo, mas fui gentilmente acolhida pela Malka e pelo Haag para iniciarmos a criação”, comenta Maria Sil, cantora independente e transvestigênere vivendo com HIV/Aids. Em seu novo projeto, pretende “aprofundar um olhar sobre este corpo diante da crise democrática que vivemos, sobre a necropolítica que nos atinge, sobre a solidão trans, desemprego, e o sucateamento do SUS”.

O valor do projeto contempla a gravação de duas músicas, um cântico e dois videoclipes.A contrapartida é que, para além do EP visual pronto, um livreto feito à mão e encardenado à mão, com uma partilha sobre o processo de criação.

Maria Sil lançou em 2017 o EP ‘Húmus’. Seu trabalho chegou aos ouvidos de Elza Soares sendo elogiado pela grande artista, além de ter sido objeto de análise e citado em trabalhos acadêmicos de universidades brasileiras e do exterior, como nas palavras de Marcos Fábio de Faria, em pesquisa da Faculdade de Línguas Modernas da Universidade de Varsóvia.

‘’A obra de Silvino, de autoria da cantora, sob alcunha homônima, segue na construção de outro olhar para a vivência e convivência com HIV, cuja reelaboração se dá uma forma de estabelecer construção outra para a positividade e não apontando para a morte e desespero, temática muito comum nas obras musicais que voltaram ao tema…’’.

Coletivo Novo Paraíso realiza mostra livre de artes neste sábado

Por Coletivo Novo Paraíso

O Coletivo Novo Paraíso realiza uma mostra livre de artes neste sábado (29/jun), a partir das 21h, na Faixa do Oleoduto, 6, Pinhal do Miranda/Cubatão. Com entrada franca, o evento contará com os DJs Neves, Profana, Poeta da Maré, Selecta Tosh SS e Jeff Forró Carcará.

O coletivo é um ponto de cultura, encontro e lazer para crianças, jovens e adultos. Fundado em 2014, tem como objetivo tornar-se uma plataforma para todas as artes, troca de saberes,vivências e ações colaborativas. O espaço disponibiliza acesso gratuito à biblioteca comunitária e internet, além de oferecer aulas, palestras e vivências.

La Casita realiza festa junina ‘São João das Letras’ na Aparecida

Por La Casita

A primeira festa junina literária de La Casita será realizada neste domingo (30/jun), das 15h às 20h. O evento ‘São João das Letras’ será na Rua Guaibê, 104/Santos. Entrada franca com cmidas e bebidas à venda.

“Uma festa junina literária com a presença de grandes escritores, da palhaça Scarlett Von Bisnaga e da Zona de Arte Macako que ri. E, de quebra vamos comemorar 1 ano da reabertura de La Casita. O tempo voa, meus amigos!”, comentam os organizadores.

Quem já confirmou presença: os escritores Chris Ritchie, Érika Freire, Cícero Gilmar Lopes e Paulo Mota. Também estarão presentes os expositores Quitute pra Iaiá (culinária vegana), Artes D’Ócio (cerâmica poética), Feito Poesia (porta-livros com poesia), Gabriel Montenegro (papel machê) e Nice Lopes Ilustradora (ilustrações).

Roda ‘Ladeira do Samba’ será realizada neste domingo em Cubatão

Projeto Com Com

O Projeto Com Com em parceria com o GRES Mocidade Unidos do Morro realizam roda de samba ‘Ladeira do Samba’ no próximo domingo (30/jun), a partir das 13h, na Travessa da Rua 2, próximo ao Bar do Vando, no Pinhal do Miranda (Cubatão). O evento tem entrada franca.

A proposta nesse dia é a realização de um ensaio fotográfico e documental da roda de samba. Convidamos amigos, familiares e pessoas que tem uma relação com o samba na Serra do Mar. Um verdadeiro samba na laje – ou na praça. Colabore com os comes e bebes desse samba, trazendo alguma coisa. A ideia é fazermos uma homenagem ao samba e aos sambistas da Serra do Mar.

No Dia de São Pedro, Instituto Procomum realiza seus festejos na Vila Nova

Informações do Instituto Procomum

O Instituto Procomum realiza a sua festa junina neste sábado (29/jun), das 15h Às 21h, na Rua Sete de Setembro, 52, Vl. Nova. O evento contará com comidas típicas, quadrilha, forró, brincadeiras e feira de brechó. Com entrada franca, os recursos arrecadados auxiliarão na sustentabilidade dos grupos e projetos do LABxS, realizado pelo instituto.

A programação contará às 15 horas com batalha de repente, às 16h com desfile Favela Fashion Dique, às 16h30 com discotecagem, às 18h com apresentação de forró com Nanda Queiroz e Trio com a organização de uma tradicional quadrilha junina. Por fim, nova sessão de discotecagem às 20 horas. O espaço conta ainda com barraquinhas, correio elegante, caldo verde, pamonha e muito mais.

Segue convite dos organizadores: “Bem, chegou a melhor época do ano: tempo de arrastar a chinela, beber vinho quente e quentão, comer tudo com milho, cheirar os cangote no xote, pular fogueira, mandar correio elegante, fazer calo na mão de tanto fazer bandeirinha, usar roupa xadrez sem culpa”.