Arquivo da categoria: Guia de artes

Últimos dias para aproveitar as Tendas de Santos

Na última semana de programação diurna, as cinco Tendas da orla reservam atrações que vão das atividades físicas à literatura. Na sexta-feira (13), as cinco barracas estarão fechadas para os preparativos dos bailes de Carnaval, que ocorrem de sábado (14) a terça-feira (17).

Nesta quarta-feira (11), a Tenda 1 (Pompeia) tem dança de salão (10h) e zumba (11h15 e 12h30). Na quinta-feira (12), as dicas são dança de salão (10h e 11h15) e samba de gafieira (12h30). Já na 2 (Gonzaga), nos dois dias, a opção é o Espaço Leitura, das 10h às 14h.

Na 3 (Boqueirão), direcionada à terceira idade, a quarta-feira reserva aulas de zumba (10h e 12h), alongamento (11h) e ginástica (13h). Já na quinta, o local oferece tai chi chuan (10h), dança do ventre (12h), alongamento (11h) e ginástica (13h).

A 4 (Embaré) tem dança de salão (10h e 11h15) e samba de gafieira (12h30), na quarta-feira, e oficinas de dança de salão (10h) e zumba (11h15 e 12h30), na quinta.

Já na 5 (Aparecida), também nos dois dias, estão previstas aulas de tai chi chuan (10h), pilates (11h), dança de salão (12h) e lambaeróbica (13h).

Happy hour

Das 19h às 22h, os locais abrigam apresentações musicais. Nesta quarta-feira (11), os shows são com Grupo Amigos da Música (1), Samba do Tchu Tchu Tchu (2), baile com Roberto Musical Show e aula de dança de salão (3), Lucia Rezende (4) e  Rara Essência (5).

Na quinta-feira (12) sobem ao palco Carlão e Banda (1), Envo (2), Gus Conde (3), Diego Alencikas (4) e Nadja Soares (5).

Em todas as barracas também funcionam os Espaços Kids, das 19h às 22h, com jogos e brincadeiras para o público infantil. Programação gratuita.

Cinema nacional é a programação do Sesc Santos

Hoje, a região da Baixada Santista tem festivais que promovem a produção audiovisual local, com curtas e workshops. Desde o ano passado, passou a contar com a Mostra Cine Brasil Cidadania, cujo objetivo é exibir longas do cinema nacional contemporâneo e realizar encontros entre os realizadores e o público. Em 2015, o projeto realizado pelo CineZen Cultural e o Sesc Santos ocorrerá em 5, 6 e 7 de março. Serão exibidos no auditório do Sesc (Rua Conselheiro Ribas, 136, Santos) quatro filmes: “São Silvestre”, “O Passo de um Vencedor”, “Plínio Marcos Nas Quebradas do Mundareu”e a animação “O Menino e o Mundo”. Toda a programação é gratuita e por ordem de chegada. A sala tem capacidade para 100 lugares.

Na abertura, quinta, 5 de março, 19h30, o público terá a chance de conferir o documentário “São Silvestre”, de Lina Chamie e, em seguida, conversar com o montador do filme, Umberto Martins, que participou de todo o processo criativo do longa. A mediação será da jornalista e cineasta Raquel Pellegrini.

Outro diferencial desta edição em relação ao ano anterior é mesclar produções da capital com projetos ligados à Baixada Santista. Assim, no dia 6 de março, 19h30, haverá exibição do documentário “O Passo de Um Vencedor”, sobre o triatleta Pauê. Logo em seguida, bate-papo com os diretores do filme Fabio Capellini, Alessandra Pereira e o próprio Pauê. A mediação será do idealizador da mostra, André Azenha.

Já no último dia do projeto, 7 de março, haverá sessão dupla:

Às 15h, “Plínio Marcos Nas Quebradas do Mundareu” e bate-papo com o diretor do longa, Julio Calasso. Será a segunda exibição pública do filme, em Santos. A mediação do encontro será do crítico Waldemar Lopes.

E às 18h, para encerrar a segunda edição, a premiada animação “O Menino e o Mundo”, vencedora do Festival de Annecy, considerado o “Cannes da Animação”.

“Uma mostra que tenha longas do cinema nacional de variados gêneros, seguidos por diálogos entre seus autores e críticos/jornalistas, possibilitará ao público maior conhecimento sobre a produção nacional, descobrindo e percebendo fatores das obras que antes podem ter passados despercebidos, como também aproxima a relação entre esse público e os filmes. Um evento assim em Santos também serve para dar chance à sociedade da região conferir longas que nem sempre têm chance no circuito comercial, como também conhecer mais desses realizadores e especialistas e estar em contato direto com excelentes profissionais do ramo”, explica Azenha.

Programação:

Quinta, 5 de março, 19h30, auditório
Exibição do longa “São Silvestre” seguido de bate-papo com o montador Umberto Martins
Sinopse: O documentário pretende reproduzir a sensação de participar da maratona de São Silvestre, a maior corrida a céu aberto da América Latina, realizada anualmente em São Paulo, dia 31 de dezembro. Com uma câmera acoplada ao corpo do ator Fernando Alves Pinto, o filme busca captar o cansaço, a velocidade, o suor, a respiração e o movimento dos atletas.
Mediador: Raquel Pellegrini.
Duração: 80 minutos.
Classificação indicativa: Livre

Sexta, 6 de março, 19h30, auditório
Exibição do longa “ O Passo de um Vencedor” seguido de bate-papo com o triatleta Pauê e os diretores do filme, Fabio Capellini e Alessandra Pereira.
Sinopse: O filme registra a vida e os momentos de superação do cidadão e atleta que, aos 18 anos, sofreu um grave acidente em que perdeu parte das pernas, mas que por meio do esporte conseguiu superar limites e barreiras que a vida lhe trouxe.
Mediador: André Azenha.
Duração: 1h40min.
Classificação indicativa: Livre.

Sábado, 7 de março, 15h, auditório
Exibição do filme “Plínio Marcos nas Quebradas do Mundareu”, seguido de bate-papo com o diretor do filme Julio Calasso.
Sinopse: O documentário acompanha a obra do dramaturgo santista Plínio Marcos.
Duração: 1h40min.
Mediador: Waldemar Lopes.
Classificação indicativa: 14 anos.

Sábado, 7 de março, 18h, auditório
Encerramento com exibição do filme “O Menino e o Mundo”.
Animação premiada no Festival de Annecy, na França, considerado o Cannes da animação.
O Menino e o Mundo conta a história de Cuca, um menino que vive em um mundo distante, numa pequena aldeia no interior de seu mítico país. Ele sofre muito com a falta do pai, certo dia parte em busca de trabalho na desconhecida capital. Numa determinada noite, uma lufada de vento arromba a janela do quarto e carrega o menino para um lugar distante e mágico. O mundo fantástico é dominado por máquinas-bichos e estranhos seres.
Duração: 85 minutos.
Classificação indicativa: Livre.

A Mostra Cine Brasil Cidadania é realizada pelo CineZen Cultural (www.cinezencultural.com.br) e o Sesc Santos.

Maiores informações: www.facebook.com/cinebrasilcidadania e no Sesc – 13 3278-9800.

Vitrolada no Torto MPBar conta com Mr. Fishman

O projeto Vitrolada do DJ Wagner Parra recebe como DJ acidental
nesta terça-feira (dia 10), a partir das 22h, Mr. Fishman aka Dr. Think, de Galícia (Espanha). O evento vai rolar no Torto MPBar (Av. Siqueira Campos, 800/Santos) com ingressos até às 23 horas por R$ 6 e depois por R$ 12. A apresentação também contará com rabiscos ao vivo do artista plástico Kadu Veríssimo e tem parceria com Futuráfrica, Disqueria, Bazar Cafofo, Dino Filmes e Revista Sanatório Geral.

Mr. Fishman é dj de grupos Telémacos e Safari Orquestra. Depois de promover seus álbuns mais recentes, com estas formações, “Despois do Silêncio” e “Ben Deitei” pelos grandes festivais da Espanha, seu sucesso foi endossado por diversos meios de comunicação como Radio3 , Staf Magazine, Yodj , Radio Galega e Mondosonoro. Sua segunda turnê latino-americana terminou em 2013 com um resultado melhor do que ótimo, viajando por 20 mil km e atuando em festas da Argentina, Uruguai, Paraguai e Brasil, deixando o seu bom gosto entre Grooves e batidas a deliciar o público em suas 20 apresentações por diferentes clubes e festivais latinos.

*Wagner Parra

 

Desfile Oficial de Cubatão é neste sábado (14)

Com a Corte Carnavalesca completa, está dada a largada para o Desfile Oficial das Escolas de Samba de Cubatão. O “esquenta” para o sábado da grande folia tem início amanhã, com o início da visita da Corte às quadras das agremiações. O rei momo Willian Gordão e demais componentes da realeza – rainha e princesas, rainha gay e princesas gays, passistas, cidadão e cidadã samba – estarão, nesta terça-feira (10) na GRES Unidos do Morro, na Fabril; no dia 11/2, a visita é na quadra da Independência, no Jardim Casqueiro; e na quinta-feira (12), a agremiação Nações Unidas é quem recebe a presença da majestade carnavalesca, sempre a partir das 21h.

As agremiações correm contra o tempo para terminar fantasias, carros alegóricos e, ao mesmo tempo, ensaiam sem parar para fazer bonito na avenida. A Passarela do Samba Mestre Lú já está pronta com a arquibancada montada na Av. Beira Mar, com capacidade para 2500 pessoas, cujos ingressos já estão esgotados.

O espaço que abrigará a maior festa popular cidade tem 450 metros de comprimento, sendo 200 metros de arquibancada, além de toda infraestrutura como som e iluminação, grades em volta da passarela (para quem quiser acompanhar o desfile da avenida), palanque, banheiros químicos, equipes de segurança da Polícia Militar e segurança patrimonial, e de atendimento médico. De acordo com o secretário de Cultura, Welington Borges, a previsão é de que pelo menos 10 mil pessoas vejam o desfile, somando o público que estarão na arquibancada, praça e ruas próximas.

No sábado de Carnaval a programação é a seguinte: a partir das 20h tem concentração, apresentação artística do Afoxé Filhos de Ganza Zumba e a entrada da Corte Carnavalesca. A GRES Nações Unidas será a primeira a pisar na avenida, às 23h30. Com o enredo “Da criação do universo aos elementos da vida. Por um mundo melhor, preservar é a saída”, a agremiação vem com 1000 componentes, 11 alas, 4 carros alegóricos, 3 casais de mestre-sala e porta-bandeira. O carnavalesco é Michael Hermann, a coreografia da Comissão de Frente está por conta de Otávio e Verô, a bateria será comandada pelo Mestre Madeira, e o samba-enredo, composto por Alexandre Branches, Chitão, Gustavo Santos, Lúcio Nunces e Rogério Ximú será interpretado por Leandro Paçoca.

A segunda agremiação a desfilar será a Unidos do Morro, a partir da 1h. O enredo 2015 da Escola de Samba do bairro Fabril será “Estrelas. a glória do morro. Reluzente chão de estrelas em busca do sonho dourado”. A agremiação terá 1000 componentes, 13 alas, 3 carros alegóricos, 3 casais de mestre-sala e porta-bandeira. O carnavalesco é Sidney França, a coreografia da Comissão de Frente assinada por Alexandre Campos, a bateria estará sob o apito de Mestre Daniel, e o samba-enredo, composto por Felipe Peres, Nívio Xereta, Osvaldo da Areia, Pablo do Cavaco e Paçoca será interpretado por Rafael Forjanes, o Bolinha.

A última a desfilar será a Independência, do Jardim Casqueiro, às 2h30. O enredo este ano é “E o povo começa a cantar!”. A agremiação vem com 1500 componentes, 14 alas, 4 carros alegóricos, 3 casais de mestre-sala e porta-bandeira. O carnavalesco é Comissão de Carnaval, a coreografia da Comissão de Frente de Eduardo Dark, bateria do Mestre Dão, e o samba-enredo, composição de Márcio Pessi, Edson Daffhé, Chitão, Leandro Novelli e Julião PG, terá interpretação de Pindá, Chitão, Kleber, Elisete, Minha, Mina, Samuel Neto e Novelli.

A apuração do Desfile Oficial acontece em 16/2, no Centro Esportivo Romerão (Rua Embaixador Pedro de Toledo, 365), às 17h. A agremiação que ficar em 1º lugar receberá R$ 90 mil, o 2º lugar ganha prêmio de de R$ 60 mil e a 3ª colocada fica com R$ 30 mil.

Serviço:
Programação do carnaval cubatense

10/02 – Terça-feira às 21h
Visita da Corte Carnavalesca
Local: GRES Unidos do Morro (Rua do Alojamento – Fabril)

11/02 – Quarta-feira 
19h – Desfile de Blocos – Zanzaqui
Local: Jardim Casqueiro (concentração na Av. Brasil, 763)

21h – Visita da Corte Carnavalesca
Local: GRES Independência (Rua Joaquim Jorge Peralta – Jardim Casqueiro)

12/02 – Quinta-feira às 21h
Visita da Corte Carnavalesca
Local: GRES Nações Unidas (Av. das Nações Unidas – Vila Nova)

14/02 – Sábado às 20h
Desfile Oficial das Escolas de Samba
Local: Av. Beira Mar – Jardim Casqueiro

15/02 – Domingo
13h às 21h – Desfile de Blocos – Cidade de Madeira
Local: Vila dos Pescadores

15h às 22h – Matinê de Carnaval com concurso de fantasias infantis
Local: Novo Anilinas (Av. Nove de Abril, s/nº)

16/02 – Segunda-feira
15h às 22h – Matinê de Carnaval com concurso de fantasias infantis
Local: Novo Anilinas (Av. Nove de Abril, s/nº)

17h – Apuração do Desfile Oficial das Escolas de Samba
Local: Centro Esportivo Ayrton Romero da Nóbrega – Rua Embaixador Pedro de Toledo, 365

17/02 – Terça-feira
15h às 22h – Matinê de Carnaval com concurso de fantasias infantis
Local: Novo Anilinas (Av. Nove de Abril, s/nº)

17h às 21h – Desfile de Blocos – Siri na Lata
Local: Vila dos Pescadores

Cartunista DaCosta lança campanha para publicar livro

O cartunista, ilustrador e professor Osvaldo DaCosta é um colecionador de prêmios. No último dia 31 de janeiro, ele recebeu mais uma honra, o Troféu Ângelo Agostini, como melhor cartunista de São Paulo em 2014. O prêmio foi concedido pela Associação de Quadrinhistas e Cartunistas do Estado e entregue no Memorial da América Latina.

Embora tenha vencido salões de humor dentro e fora do país, DaCosta nunca publicou um livro. Aos 58 anos, ele iniciou uma campanha de financiamento coletivo (crowdfunding) para publicar “O berro da Ovelha Negra” (Ateliê de Palavras). Conheça a campanha aqui.  

A obra é fruto da dissertação de Mestrado em Comunicação pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul e conta a trajetória do jornal Ovelha Negra, publicado em São Paulo na metade da década de 70. O livro é o resultado de cinco anos de pesquisas sobre o assunto.

O Ovelha Negra foi uma publicação de resistência à ditadura militar e que privilegiava o trabalho de cartunistas e ilustradores. Ícone da imprensa nanica e alvo da censura, o jornal deixou de existir após oito edições.

O Ovelha Negra abordava diversas temáticas, como economia, política e crítica social. O jornal publicou cartunistas como Paulo Caruso, Nani, Reinaldo (Casseta & Planeta), entre outros nomes. A primeira edição saiu com cem cartuns.

Segundo DaCosta, o Ovelha Negra seguiu na esteira do Pasquim, editado no Rio de Janeiro. Mas, diferentemente dele, o Ovelha Negra focava o desenho de humor, o que foi considerado uma inovação para o período.

Recompensas – A campanha de financiamento coletivo tem como meta arrecadar R$ 9500, que custeará todo o processo de produção e lançamento do livro. Ainda restam 33 dias. As recompensas incluem, além do livro do cartunista, outras obras literárias, pôster, camisetas promocionais e uma xilogravura.

O autor:

DaCosta tem mais de 30 anos de carreira. Atuou em agências de publicidade em São Paulo, além de passar pelos principais jornais da Capital, como Folha de S.Paulo, O Estado de S.Paulo e Jornal da Tarde. Publicou também em revistas da Editora Abril. Ziraldo escreveu, no extinto Pasquim 21, que DaCosta era “o último desenhista de humor” do Brasil.

Radicado em Santos há mais de uma década, DaCosta venceu duas vezes o Salão de Humor de Piracicaba. Ele foi premiado também por duas vezes no PortoCartoon, em Portugal, além de salões na Espanha e no Irã.

Atualmente, DaCosta dá aulas na Universidade Santa Cecília (UNISANTA) e na Escola Oficina, ambas em Santos. Ele é um dos organizadores do Sketchcrawl Santos, maratona bimestral de desenhos que acontece na cidade desde 2009.

*Marcus Vinicius Batista

Ingressos para o Desfile das Escolas de Samba estão esgotados

Estão esgotados os ingressos para o Desfile Oficial das Escolas de Samba, que ocorre sábado (14), domingo (15) e segunda-feira (16), na Passarela do Samba Dráusio da Cruz, na Zona Noroeste. As vendas foram feitas em dois postos fixos: Teatro Municipal Braz Cubas e a Administração Regional da Zona Noroeste, e no site http://www.ingressorapido.com.br.

No sábado, o sambódromo recebe os desfiles das duas pleiteantes e das cinco agremiações do Grupo de Acesso. Já no domingo e segunda-feira, entram na avenida as dez agremiações do Grupo Especial.

A Passarela do Samba Dráusio da Cruz (Av. Afonso Schmidt, s/nº, Areia Branca) tem capacidade para receber público diário de 10.500 pessoas, distribuído em sete arquibancadas no estilo Fórmula 1 (assentos com 80 centímetros de largura), frisas (espaço para mesas), camarotes e área de imprensa.

Blocos de Carnaval desfilam por toda Cubatão

Moradores de Cubatão terão a oportunidade, este ano, de voltar aos carnavais de antigamente com o Desfile de Blocos em vários núcleos residenciais da cidade. A programação tem início dia 8 e vai até dia 15 de fevereiro, com a festança pelos núcleos cubatenses começando neste domingo: às 13 horas, o Bloco Carnavalesco “Tô Virado” leva alegria para as ruas do Jardim Casqueiro, com concentração na Praça da Independência.

Ainda no dia 8, às 15h, o “Sem Kerer” agita a Vila Nova. O ponto de encontro é na rua XV de Novembro, esquina com a Avenida Nações Unidas. O Sem Kerer existe de 2002 e promete levar pelo menos 200 integrantes para este desfile.

Já em 11/2, a folia vai ser com o “Bloco Zanzaqui”. Com concentração às 19h, na Avenida Brasil, 763. O desfile segue até a Avenida Beira Mar. A proposta é fazer a folia com marchinhas carnavalescas. A inspiração para o nome, Zanzaqui, veio do mais ilustre escritor cubatense, Afonso Schmidt, e sua obra de ficção, “Zanzalá”, uma novela que retrata uma cidade ideal do futuro, Cubatão, que – mesmo dominada pela ciência e pela técnica – não se deixa absorver pelas máquinas devido à arte. O nome é uma brincadeira: ao invés de Zanza-lá é Zanza-aqui.

As camisetas do bloco custam R$20,00 e podem ser adquiridas em dois pontos de venda: Bar Veraneio (Jardim Casqueiro) e Café Sunshine (Rua Embaixador Pedro de Toledo, 483, Centro).

No dia 15/2, a festa será na Vila dos Pescadores. Às 13h, o “Cidade de Madeira” espalha alegria pelas ruas do núcleo, seguindo até à noite. E das 14h às 17h30, é a vez do bloco carnavalesco o “Siri na Lata” que percorre as ruas da Vila com seus integrantes.

Desfile Oficial – Este é apenas o “esquenta” para o Desfile Oficial das Escolas que acontece em 14/2, a partir das 20h, na Av. Beira Mar, no Jardim Casqueiro, na Passarela do Samba Mestre Lú. E após a apresentação da Unidos do Morro, Independência e Nações Unidas, haverá apuração do Desfile Oficial na segunda-feira de Carnaval, dia 16/2, no Centro Esportivo Romerão (Rua Embaixador Pedro de Toledo, 368), às 18h.

Matinê – Os velhos tempos do Carnaval estão de volta a Cubatão. Há alguns anos, a cidade promove as tradicionais matinês carnavalescas. É a oportunidade da criançada aproveitar a festa de Momo. Será de 15 a 17/2, das 15h às 22h, no Novo Anilinas (Av. Nove de Abril, s/nº). Vai ter apresentação das Bandas Metrópolis, Apocalypse e Turma da Folia. Meninos e meninas também poderão participar do Concurso de Fantasias, uma maneira de incentivar os pequenos a se arrumarem especialmente para o Carnaval, mantendo viva a tradição.