Arquivo da categoria: Teatro

Do Nordeste ao Sul, coletivos se inscrevem no 4º FestKaos até dia 17

Por Lincoln Spada

Coletivos do Nordeste ao Sul do Brasil já estão se inscrevendo virtualmente para o 4º FestKaos – Festival Teatro do Kaos. Realizado em Cubatão entre 28 de junho e 7 de julho, o evento de caráter nacional segue aberto às companhias cênicas interessadas até o próximo dia 17. O regulamento consta em: www.teatrodokaos.com.br. Informações: (13) 3361-1554.

Para a atual edição, o Teatro do Kaos já recebeu inscrições de dezenas de grupos amadores e profissionais de Alagoas, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo. “Queremos fomentar a discussão do fazer teatral, valorizar a produção das artes cênicas, promover a troca de experiências e a formação de plateia”, destaca o idealizador e diretor do festival, Lourimar Vieira.

Noutros anos, a mostra competitiva contou com panorama da cultura gaúcha até a carioca. As inscrições gratuitas são em arquivo único com currículos artísticos e da peça, fichas técnicas e de inscrição e o vídeo da obra. Uma comissão selecionará oito espetáculos na categoria adulto, a serem apresentados em palco italiano.

Cada grupo selecionado receberá ajuda de custo. No mínimo, um grupo contemplado será da Baixada Santista (SP), região onde ocorre o 4º FestKaos, uma realização do Teatro do Kaos com verba da Prefeitura Municipal de Cubatão via emenda parlamentar do vereador Rafael Tucla.

Teatro ‘Isto é um Negro?’ entra em temporada no Sesc Santos

Por Sesc Santos

Considerado como uma das principais peças de 2018, ‘Isto é um Negro?’ está em cartaz nesta semana no Sesc Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida). Com classificação de 18 anos, as sessões são às 20h na sexta-feira e no sábado (dias 10 e 11), com ingressos de R$ 6 a R$ 20. No sábado, às 13h, haverá uma oficina gratuita sobre a partilha do processo teatral.

O espetáculo é um estudo sobre o que é ser negro e negra no Brasil e, especificamente, sobre o que é ser um(a) artista negro(a) no país hoje. Algumas perguntas e tentativas de respostas permearam a construção desse ensaio: como discutir negritude e questões raciais a partir de experiências singulares? Por outro lado: como transformar teoria em cena?

Partindo das leituras das obras de Fred Moten, Achille Mbembe, Bell Hooks, Grada Kilomba, Frantz Fanon (1925-1961), Sueli Cordeiro e Aimé Cesaire (1913-2008), o grupo elaborou as questões que tenta materializar em cena. A montagem evidencia o racismo como prática estrutural no Brasil, explicitando como essa norma se dissipa para todas as ordens de convívio, no desejo de construir estratégias de diálogo sobre essa atitude, que se perpetua.

Este é o primeiro espetáculo do grupo, surgido de um processo de criação dentro da EAD/USP, em 2016. O trabalho estreou profissionalmente em março de 2018 no Sesc Belenzinho (SP). No palco, Ivy Souza, Lucas Wickhaus, Mirella Façanha e Raoni Garcia.
Direção de Tarina Quelho, co-direção de Lucas Brandão, dramaturgia de Tarina com Mirella Façanha.

Mais de 4,5 mil aplaudem de pé a 50ª Paixão de Cristo de Cubatão

Por Lincoln Spada

Mais de 4,5 mil pessoas prestigiaram o Jubileu de Ouro da Encenação da Paixão de Cristo de Cubatão, a mais antiga em atividade na Baixada Santista, no último dia 19. O recorde de público ovacionou os mais de 250 membros da comunidade no tradicional cenário do CSU – Parque do Trabalhador.

“50 anos é uma data muito forte, tem de se comemorar mesmo, é o resultado de uma grande luta da comunidade”, destaca Sérgio Mamberti, ator convidado a interpretar o Rei Herodes. “A Paixão de Cristo é comemorada internacionalmente, pelo papel que esse homem [Jesus] teve, revolucionário de pregar a justiça social através do amor”.

A iniciativa foi realizada pela Associação Cultural Incena Brasil, presidida por Rose Vieira. “O público amou! E a gente fez com tanto, tudo deu certo. Agradeço demais o nosso elenco e a comunidade”, emocionou-se. A sua companheira, Carla Vieira, desde criança participa da produção do espetáculo e sublinhou às diretoras do evento cultural nas últimas edições.

“Quando temos um filho e confiamos a alguém que olhe por ele, sempre esperamos que seja bem cuidado. Vocês fazem muito mais que cuidar, tomam como mães para si, para lutar, defender e ajudar a criar essa senhora [o espetáculo] de 50 anos”, ri ao dedicar o agradecimento à Cibelly Piacentini e à Juliana Sousa. O protagonismo feminino também foi destaque da narrativa neste ano.

A comoção chegou ao elenco. “Que noite Muito feliz pela oportunidade de poder interpretar essa mulher incrível que foi Maria Madalena”, destacou Thais Miranda. Para Emanuella Alves, é imensurável “o brilho nos olhos de cada um realizado e transbordando na platéia e recebendo os aplausos em ato de gratidão. Feliz em partilhar cena com todos vocês”.

Sensacional, espetacular, maravilhoso, incrível foram os adjetivos dados por Elizabeth Santana à Encenação: “Muito feliz, honrada e também triste por ter acabado, vou sentir muita falta dos nossos sábados e domingos [dias de ensaio], já estava acostumada [risos]”. Por sua vez, o fotógrafo Julimar Gomes anota: “Uma grande honra trabalhar ao lado de tantas pessoas talentosas e dedicadas, e poder registrar com as minhas lentes tantos momentos marcantes e emocionantes”.

Ponto final do futuro livro do historiador Welington Borges sobre a trajetória da iniciativa comunitária, a 50ª edição contou com a presença de autoridades municipais, como o prefeito Ademário Oliveira, o vice-prefeito Pedro de Sá Filho. A Encenação da Paixão de Cristo é um evento da Incena Brasil realizado pelo Governo Federal via Ministério da Cidadania, com patrocínio do Grupo EcoRodovias através da Lei Rouanet e apoio da Prefeitura Municipal de Cubatão.

Encontrão conclui Oficinas Criativas no CEU das Artes de Cubatão

Informações da Renovarte Produções

O projeto ‘Oficinas Criativas – Arte e Sustentabilidade’ finaliza suas atividades nesta sexta-feira (3/mai), a partir das 19h, com o Encontrão de Encerramento. A ocasião conta com apresentação final das modalidades artísticas vivenciadas nas oficinas: teatro, dança, canto e capoeira. O evento gratuito será no CEU das Artes (Rua Januário Cândido Pontes, Jd. N. República/Cubatão). É uma oportunidade para que pais, amigos e comunidade prestigiem de perto a iniciativa.

De junho de 2018 a maio deste ano, cerca de 100 adolescentes, jovens e adultos participaram das quatro frentes oferecidas pelo projeto. Além da rotina das aulas, que proporcionou muitos benefícios aos alunos, puderam participar de palestras de prevenção e conscientização, workshops com professores e profissionais de várias áreas, apresentações, campanhas educativas, intercâmbios internacionais e alunos premiados por suas performances. Por conta de todas essas ações, houve um grande reconhecimento do Oficinas Criativas na Baixada Santista.

A ação conta com o incentivo do Ministério da Cidadania, através da Lei Rouanet, patrocínio da Petrocoque, apoio da Prefeitura e da Favorita Cultura e Esporte. A produção é da Renovarte Produções Culturais e Alpha Produções. No final do ano passado, realizaram o Encontrão de Natal fechando o trimestre, um evento que emocionou moradores, familiares e todos os presentes.

Praça Tom Jobim é próxima parada da caravana cultural do EmCena Brasil

Por Lincoln Spada | Foto: Katia Doenz

‘Um show de cultura pertinho de você’ é a máxima do projeto EmCena Brasil, que estará na Praça Tom Jobim (São Vicente) com atividades gratuitas neste sábado e domingo (dias 4 e 5/mai). Criado em 2008, mais de 1,5 mi de pessoas acompanharam as atividades do projeto que rodou 400 municípios.

Trata-se de uma caravana que utiliza um container adaptado e transformado em palco para apresentações de espetáculos artísticas e atividades formativas gratuitamente. A iniciativa é realizada pelo Governo de SP via Secretaria da Cultura e Economia Criativa, com produção da Cia Abaré de Teatro e apoio da Prefeitura via Secult.

No sábado, a programação será aberta com o espetáculo infantil ‘O Reino Bruxólico da Bruxa Serafina Chinfrim’ (15h), oficina de dobradura (16h), contação de histórias ‘A Mala Estampada’ (17h), Cine Curta Brasil (19h) e apresentação ‘Circo de Dois’ (20h).

No domingo, a mostra gratuita contará com teatro infantil ‘Dom Quixote – O Cavaleiro das mil páginas’ (15h), oficina recreativa (16h), espetáculo ‘A Resenha de Mamulengo (17h), atração artística local (19h) e o teatro adulto ‘Ariano, o Cavaleiro Sertanejo’ (20h).

Fescete fomenta 15º concurso literário entre estudantes e universitários

Por Lincoln Spada | Foto: Bruna Quevedo

O incentivo à leitura e às novas narrativas é o mote do 15º Concurso Estudantil de Poesia, realizado pelo Fescete – Festival de Cenas Teatrais. Em sua 23ª edição, o festival abre inscrições para os trabalhos de alunos e universitários até 24 de maio. Há categorias específicas para quem estuda em Ensino Fundamental 1, 2, Médio e Universitário na Baixada Santista. Regulamento e inscrições em: www.fescete.com.br.

Os poemas devem ser inéditos, de temática livre e, no máximo, contarem com 32 linhas. Os autores podem assinar o texto com seu pseudônimo (nome artístico). Assim, o festival pretende aguçar nos participantes o interesse por versos como forma de expressão humana.

Uma comissão avaliará os textos por meio de critérios, como: criatividade e originalidade, coesão e coerência, gramática, poética e estilos. O anúncio dos vencedores será no dia 28 de junho, onde os melhores de cada modalidade receberão troféus e bolsas de estudo para o curso livre de formação em arte cênica da Tescom.

O festival

O Fescete é uma idealização da Tescom, que realiza o evento em parceria com a Prefeitura Municipal de Santos via Secretaria de Cultura, junto do Governo Federal via Ministério da Cidadania por meio da Lei de Incentivo à Cultura, apoio do SESC e TV Tribuna e com o patrocínio do Porto de Santos (Autoridade Portuária de Santos).

Trinca de espetáculos entra em cartaz nesta semana no Teatro do Kaos

Por Lincoln Spada | Crédito: Ysmaille Ferreira

Em pleno Largo do Sapo de Cubatão, o Teatro do Kaos será palco de três peças ao longo desta semana. Integrando a ‘Campanha de Popularização do Teatro’, as sessões têm classificação indicativa de 16 anos, todas às 20 horas com ingressos a R$ 5,00. Com apoio da Prefeitura, a mostra segue durante todo o mês de maio.

A primeira será ‘Os Sapatos que deixei pelo caminho’, do coletivo anfitrião já no feriado desta quarta-feira (dia 1º). A direção é de Marcos Felipe e texto de Cícero Gilmar Lopes. No palco, Camila Sandes, Fabiano Di Melo, Levi Tavares e Lourimar Vieira. A sessão foi adiada em razão da falta de energia elétrica na região do último final de semana.

A trama entrelaça fatos reais para a história de Poim e a sua dúvida: o que você faria diante do abismo? Um migrante nordestino que busca seus sonhos em São Paulo. Preconceito, determinação, sonho, amor, luta e superação pautam a montagem, que une cinema, música, artes visuais e cênicas.

Já no sábado (dia 4), será a vez de ‘Cartas para Satã’, monólogo de Jackson França, com dramaturgia de Betinho Neto e direção de Cris Rocha. A obra se propõe como um espaço de diálogos sobre a diversidade sexual, refletindo sobre o lugar de pertencimento da personagem diante de suas crenças e convicções.

O domingo (dia 5) reserva o drama ‘Mais uma vez, seu aniversário’. Protagonizada por Isabella Amaral, com base em vivências de familiares e inspirada em obra de Samuel Beckett, a trama intimista aborda sobre a repetição e a solidão de pessoas com doença de Alzheimer. Em uma linguagem desfragmentada, apresenta um avô que planeja a sua própria festa surpresa de aniversário.

Festival

O Teatro do Kaos também está com inscrições virtuais abertas, até 17 de maio para o 4º FestKaos, de caráter competitivo. Ao todo, serão selecionados oito grupos, que receberão uma ajuda de custo. Interessados podem acessar o regulamento no site www.teatrodokaos.com.br. Mais informações: (13) 3361-1554 e (13) 99124-7470.