Arquivo da tag: 2019

37ª Encenação de São Vicente segue até dia 22; conheça o elenco principal

Por Prefeitura de São Vicente

Chegou o momento de concentrar as atenções para não perder nenhum detalhe. Diariamente até terça-feira (22/jan), data do aniversário da Cidade, acontece sempre a partir das 20h30 a temporada da 37ª Encenação da Fundação da Vila de São Vicente, em frente à Praça Tom Jobim. Confira aqui os pontos de troca de 1 Kg de alimento não-perecível pelos ingressos deste principal espetáculo da Região.

> Acesse aqui a galeria oficial de fotos da 37ª Encenação

A direção do espetáculo é dividida pelas premiadas coreógrafas Geyssa Alencar e Sabrina Olímpio e do ator e diretor teatral Lucas Magalhães. Em cena, mais de 700 atores e 1 mil pessoas que colaboram na confecção desta obra. No elenco, destaque para Marcos Frota interpretando a Loucura: “Contar essa história é valorizar um momento marcante para o nosso País. É uma proposta diferente. Um grande desafio. Vou viver muito mais do que uma personagem. Vou representar um sentimento. E o desafio é promover essa grande celebração”.

Também estão os atores Duda Nagle (Martim Afonso), Marissol Dias (Índia Jacy ou Deusa Lua); Fernanda Pontes (Anna Pimentel); Carol Nakamura (Índia Bartira); Rick Moreno (Índio Tibiriçá); Alexandre Romero (Conselheiro) e Guilherme Leonel (João Ramalho). O pároco da Igreja Matriz de São Vicente, padre Renan Fonseca e Censi, interpreta Gonçalo Monteiro, primeiro padre a rezar uma missa na Primeira Cidade do Brasil. Já o ator local Gustavo Roemer dará vida ao Bacharel de Cananeia.

Vale o sacrifício

Se estar na 37ª Encenação de Fundação da Vila de São Vicente é especial para quem tem experiência nos palcos e atrás das câmeras, para quem vem da comunidade será um momento único e que permite qualquer sacrifício. Em alguns casos, até mesmo percorrer 200 quilômetros (ida e volta), de segunda a sexta-feira, entre Itariri, no Vale do Ribeira, e São Vicente. Foi o que fez a jovem Júlia Marina Olímpia Menezes Clementino, de 17 anos, que passou os últimos três meses em viagens de ida e volta entre as duas cidades, para realizar o sonho de participar da Encenação.

“Estou ansiosa. Esta é minha primeira encenação. Participo de eventos em Itariri, onde moro. Agora, estar na Encenação de São Vicente é um sonho que será realizado. Quero me dedicar ao teatro”. Ela está no núcleo dos índios. Para ensaiar, Júlia era acompanhada pelos pais, que deram total apoio ao sonho da filha em participar do evento, considerado o maior do gênero em todo o Mundo. “Fiz a inscrição da milha filha, pois este sempre foi um sonho para ela. Estivemos em todos os ensaios. Não foi fácil, tivemos de percorrer cerca de 200 quilômetros, para vir e voltar. Em alguns dias, com o trânsito, ficamos até quatro horas na estrada”, lembra a professora Ireni da Silva Menezes, 41 anos, mãe de Júlia.

A estrada também fez parte da rotina do doceiro Everton Alves, 56 anos, e de Silvana Alves de Souza, 42 anos. Moradores em Mongaguá, eles são veteranos na Encenação. “Em 2014 vim assistir ao espetáculo e fiquei encantado. Então, decidi me inscrever. Neste ano estou indo para a minha terceira participação”, conta Everton. “Estou aqui na Arena desde 2010, participando como atriz da comunidade. Não tenho palavras para descrever este momento único”, completa a manicure Silvana. Os dois estão no núcleo da Loucura.

Em sua 7ª participação, a praia-grandense Maria Celsa Santos Pupo, 64 anos, dispensa qualquer compromisso para fazer parte do evento. “Quando chega o período de inscrição, venho imediatamente garantir presença na Encenação. Cancelo qualquer compromisso para estar aqui”, afirma. Ela será porta-bandeira no núcleo da Corte. Moradora em Santos, Maria de Fátima Larsson, 54 anos, amplia o quadro de atores que vêm de outras cidades. “Será a minha primeira vez como atriz. Sempre quis participar do evento. Neste ano estou realizando o meu sonho”, comemora.

 

Segue até domingo o 3º Festival de Tatuagem de São Vicente

Por Prefeitura de São Vicente

Com caráter beneficente, o 3º Festival de Tatuagem de São Vicente reunirá mais de 100 artistas de todo o Brasil. Amantes deste meio artístico, além de poderem ajudar o Fundo Social de Solidariedade do Município, terão três dias de entretenimentos para todas as idades. Workshops, oficinas, exposições, área gastronômica, feira de vinis e espaço kids são algumas das atrações do evento que acontecerá nos dias 18, 19 e 20 deste mês, das 11h às 22h, nas dependências da faculdade UNIBR São Vicente (Av. Capitão Mor Aguiar, 798 – Centro).

O ingresso custa R$ 20,00, mas há a opção da meia-entrada social, de R$10,00 mais um quilo de alimento não perecível (exceto açúcar e sal). Todos os alimentos arrecadados serão destinados ao Fundo Social de Solidariedade de São Vicente. Há dois pontos de venda de ingressos: loja The New Custom (Rua São Luís, 17, Centro) e estúdio Santos City Tatto, do Shopping Miramar, este em Santos (Rua Euclides da Cunha, 21, loja 97, Gonzaga).

A programação começou nessa sexta-feira. A organização do evento é do estúdio Redh Tatto Exclusive e ECT Brasil, com parceria da faculdade UNIBR São Vicente. Apoio da Secretaria de Saúde (Sesau), da Secretaria de Cultura (Secult), de Wellington Kudlinski (estúdio White Head Tattoo Supply), Fabio Hutterer, Edu Montejano, da marca The New Custom, da Rádio 013FM (100,7 Mhz) e da Chilli Beans 013. Confira a programação de sábado e domingo:

19/jan – Sábado
> 14h – Workshop com Kreyner Laskala;
> 17h – DJ Leon;
> 20h – Banda Ratos de Porão.

20/jan – Domingo
> 16h – Início do julgamento do concurso;
> 20h – Premiação do Miss Tattoo Verão 2019;
> 20h30 – Show da Garage Fizz.

Artistas locais comandam Festival Frutos da Terra neste fim de semana

Prefeitura de Itanhaém

O Festival Frutos da Terra vem agitando a Boca da Barra desde o fim de dezembro, e no próximo fim de semana também promete muito lazer: shows de pop rock, blues, pop, MPB e sertanejo fazem parte da programação. As atrações começam a partir das 19 horas, com o DJ Mr. Animation, na Boca da Barra, na altura de Itanhaém.

Nesta sexta-feira (18/jan), às 20h30, Rocksing é a primeira banda a subir ao palco tocando pop rock, deixando o blues para às 22h30, com o grupo 70 Tons de Blue. No sábado (19/jan), haverá programação para o dia inteiro: às 9h, o evento municipal ‘Todos pelo Social’ é uma ação que visa orientar pais e responsáveis sobre deveres e responsabilidades com as crianças.

A diversidade da programação inclui desde um ambiente reservado para brincadeiras, com brinquedos e pintura facial até atividades para a terceira idade. À noite, pop será o estilo musical. Isso porque o palco será invadido por Nando Morais e os Caiçaras, a partir das 20h30. Já às 22h30 será a vez da banda DaMata, levando pop rock.

No domingo (20/jan) a programação começa cedo, com às 9h os artesãos da Subsecretaria do Trabalho Artesanal nas Comunidades (Sutaco) exibirão seus trabalhos em biscuit, crochê, tricô, pintura em tecido e muitas outras artes. Para a noite, as apresentações começam com Marcelo Tadeu e Banda, com MPB às 20h30, e Matheus Villa e Banda, com sertanejo às 22h30.

 

Marcos Frota e Carol Nakamura se juntam ao elenco da 37ª Encenação de SV

Prefeitura de São Vicente

Para o elenco principal da 37ª Encenação da Fundação da Vila de São Vicente, já estão confirmados como nomes de celebridades no elenco Marcos Frota, Fernanda Pontes e Carol Nakamura. Respectivamente interpretarão a Loucura, Anna Pimentel e a Índia Bartira. A temporada será de 18 a 22/jan, às 20h30, na Praia do Gonzaguinha.

Aos 62, Frota interpretará um personagem atemporal que conduz o espetáculo sobre a história da fundação da cidade. De Guaxupé (MG), desde criança Frota sonhava em atuar e também é dono de um circo. O primeiro papel foi na extinta TV Tupi, e, na Globo, destacou-se em ‘Escrava Isaura’, ‘Vereda Tropical’, ‘América’, ‘O Clone’, ‘Vamp’ e ‘Sassaricando’.

Uma das personagens mais marcantes na carreira do ator foi na segunda versão de ‘Mulheres de Areia’, em 1993, onde deu vida a Tonho da Lua. Paralelamente à atuação em novelas, há mais de 20 anos ele é dono de um circo e se apresenta como trapezista.

Por sua vez, Fernanda Pontes é apresentadora do programa Planeta Brasil, gravado nos EUA. Também apresentou a extinta TV Globinho, e, em sua carreira, atuou em ‘Gabriela’, ‘As Cariocas’ e ‘Flor do Caribe’. No atual programa, Fernanda conta casos de brasileiros que fazem a diferença no exterior. Nos EUA, também se prepara para inaugurar o ‘IF you’, instituto que ofertará ouvidoria e assistência a imigrantes brasileiros.

Já Carol Nakamura iniciou sua trajetória no Balé Clássico, adentrando no corpo de bailarinas do Domingão do Faustão (TV Globo). No dominical, foi convidada por Fausto Silva para entrevistas a plateia, onde permaneceu até 2016 como assistente de palco e apresentadora do ‘Giro Domingão’. Desde 2012, iniciou a carreira de atriz, e já participou da novela ‘Sol Nascente’ e, em encenações ao ar livre, interpretou Maria na Paixão de Cristo.

Encenação

A 37ª Encenação da Fundação da Vila de São Vicente marca os 487 anos de fundação da Célula Mater. A promessa é de mais um grande espetáculo, com mais de 1.000 componentes, contando com grande elenco, equipe técnica especializada e mais de 700 artistas voluntários, das comunidades vicentinas, que estão sendo minuciosamente preparados para brilhar e encantar em cena. A direção geral do espetáculo está a cargo das premiadas coreógrafas Geyssa Alencar e Sabrina Olímpio e do ator e diretor de Teatro Lucas Magalhães.

 

Conheça os pontos de troca dos ingressos da Encenação de SV em 2019

Prefeitura de São Vicente

Quem quiser garantir o ingresso para assistir ao maior espetáculo encenado em areia de praia do mundo – a tradicional Encenação da Fundação da Vila de São Vicente, na edição de 2019 – já pode ir a um dos quatro pontos de troca. Este ano não será cobrado o ingresso, mas as entradas serão trocadas por um 1kg de alimento não perecível.

Os pontos de troca são: a Prefeitura de São Vicente (Rua Frei Gaspar, 384/Centro); Subprefeitura da Área Continental (Av. Ulisses Guimarães, 211/Jd. Rio Branco); Posto de Informações Turísticas da Praça Tom Jobim, de segunda a sexta, das 9 às 17h e também no 3º piso, ao lado da praça de alimentação do Shopping Brisamar (Rua Frei Gaspar, 365), de segunda a sábado, das 10 às 22h.

A retirada será limitada a até 8 ingressos por pessoa. A arquibancada tem capacidade para até 5 mil lugares e foi dividida em quatro setores, além dos camarotes Martim Afonso e Bartira, destinados aos convidados. Os alimentos serão revertidos para o Fundo Social de Solidariedade. O espetáculo será de 18 a 22 de janeiro, na arena montada no Gonzaguinha, a partir das 20h30.

 

Conheça os 21 coletivos da BS premiados como Pontos de Cultura

Por Lincoln Spada

Ao todo, 21 coletivos da Baixada Santista foram contemplados no recente edital Pontos de Cultura, do Governo Estadual. As premiações atendem as ações estruturantes da Política Nacional Cultura Viva, que têm como objetivo assegurar e ampliar o protagonismo da diversidade cultural do Estado de São Paulo.

“Sabemos o quão importante são as atividades realizadas por esses coletivos culturais e, por isso, priorizamos em contemplar, pela primeira vez, esses coletivos. A grande diversidade da cultura brasileira só têm a ganhar”, afirma o secretário de Cultura, Romildo Campello.

Os prêmios de R$ 60 mil foram entregues para: Coletivo Omorodé Odé Oniô (Guarujá), Instituto de Estudos e Conservação da Mata Atlântica (Peruíbe), Instituto Arte no Dique e Vitae Domini Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Social (ambos de Santos), Instituto Camará Calunga e Festival de Quadrilhas Juninas (ambos de São Vicente).

Os Kits Culturais (de audiovisual ou de música) serão entreges para os coletivos: Assoc. Incena Brasil e Teatro do Kaos (ambos de Cubatão), Assoc. de Folclore e Artesanato Baronesa Esther Karwinsk, Assoc. de Capoeira Grupo Senzala, Assoc. Cultural Afro Ketu e Assoc. Folclórica Reisado Sergipano e Bumba Meu Boi (estes de Guarujá).

Também receberão os kits: Cultive Resistência e Centro Cultural Yle Ase Oya Guere Oba Baayonni (ambos de Itanhaém), Assoc. Projeto Relfe (Peruíbe), Assoc. Cultural Quiloa, Estação da Cidadania – Concidadania, Clube do Choro e Projeto Cultura de Rua (estes de Santos), Soc. Melhoramentos dos Moradores do Distrito de Samaritá e Casa Crescer e Brilhar (São Vicente).