Arquivo da tag: ana

DPPDC realiza 2ª Semana do Artesanato de Cubatão; acesse a programação

Com informações da Prefeitura de Cubatão

A 2ª Semana do Artesanato de Cubatão será realizada de 18 a 22/mar através do Departamento de Políticas Públicas para a Diversidade Cultural, vinculado à Prefeitura. A programação será abertura a partir das 14h na Associação Comercial e Industrial de Cubatão (ACIC). As inscrições para o intercâmbio cultural e para as oficinas devem ser realizadas até sexta (15/mar), na Casa 2 do Parque Anilinas ou pelo telefone: (13) 3362-0844.

Criada pela Lei Municipal 3899/18, a semana municipal terá como foco cooperativismo e associativismo. “Visa a fazer os artesãos entenderem que ações coletivas tendem a fortalecê-los”, explica o diretor do Departamento de Políticas Públicas para a Diversidade Cultural, Márcio Teixeira.

Ele complementa que tais ações coletivas facilitam o acesso a políticas públicas e possibilitam ações que reduzam custos de produção, além de proporcionarem o desenvolvimento de atividades inovadoras e acesso a mercados. “Agregam valor ao produto e criam ferramentas para uni-los cada vez mais e serem mais fortes quanto movimento na Cidade”. Confira a programação completa:

> 18/mar | 14h30 | ACIC (R. Bahia, 163) | Apresentação de dança do ventre com Larissa Vidal;
> 18/mar | 15h15 | ACIC | Palestra ‘Cooperativismo e associativismo’, com Débora Silva;
> 18/mar | 16h | ACIC | Palestra ‘Linhas de crédito da Caixa Econômica Federal’;
> 18/mar | 17h | ACIC | Desfile de moda, com o Projeto Dorothea;
> 18/mar | 17h30 | AIC | Entrega das autorizações da Feira Bina e Feira Criativa de Cubatão;
> 18/mar | 18h | ACIC | Entrega das carteiras da Sutaco e da Carteira Nacional do Artesão;
> 19/mar | 8h | Parque Anilinas | Saída para visita de intercâmbio para Feira de Embu das Artes;
> 20/mar | 10h às 12h | Casa 2 (Pq. Anilinas) | Oficina de iniciação em crochê, com Alexandrina;
> 20/mar | 14h às 16h | Casa 2 | Oficina de iniciação em patchwork, com Ana;
> 21/mar | 10h às 12h | Casa 2 | Oficina de pintura em tecido, com Fabiana;
> 21/mar | 14h às 16h | Casa 2 | Oficina de flores em EVA, com Ruth;
> 22/mar | 14h às 17h | Parque Anilinas | Ação social com Instituto Mix de Cubatão (corte de cabelo, esmaltação, barbearia e sobrancelha) e MC Donald’s (animais com bexigas de ar).

 

Oficinas Querô realizam teste de elenco para novo curta-metragem dia 13

Por Ivan De Stefano

Quer fazer parte do novo filme produzido pelas Oficinas Querô? Os jovens realizam neste sábado (13/05), das 10 às 17 horas, um teste de elenco para o curta-metragem “Ana”, que abordará questões como racismo e auto-aceitação. O teste é gratuito e não é preciso ter experiência em atuação. Para os papeis principais, serão selecionados dois perfis: uma criança, negra, de 9 a 12 anos, com cabelos crespos e uma mulher negra, de 28 a 35 anos, alta e também de cabelos crespos.

Para os demais papeis que compõem o filme, serão selecionados mais 4 perfis: homem, negro, de 25 a 35 anos; mulher, negra, de 35 a 40 anos; mulher, branca, de 30 a 50 anos; crianças de 9 a 12 anos (sem característica específica). O teste será realizado na Unimonte (Rua Comendador Martins, nº 52 – Vila Mathias). Interessados devem levar o RG e menores de idade devem ir acompanhados com os pais. As filmagens estão programadas para julho. Informações (13) 3233-7084, site http://www.institutoquero.org ou facebook http://www.fb.com/institutoquero.

O Filme

Com duas protagonistas negras, o curta-metragem busca dar representatividade à cultura afro-brasileira e discutir questões como racismo, auto-aceitação e também abordar questões sobre refugiados. Na história, Jeannete é uma professora refugiada do Congo que trabalha como faxineira em uma escola na cidade de Santos. Mesmo não sabendo falar português e com dificuldades de adaptação, ela decide ajudar Ana, uma menina que não se reconhece como negra.

Além da representatividade na atuação, o filme também conta com duas mulheres na escrita do roteiro – Nicolle Ferreira e Isabella Rosa, ambas de 18 anos – e na direção a jovem Vitória Felipe dos Santos que se prepara para dirigir seu primeiro curta-metragem. Com 18 anos, Vitória faz parte das Oficinas Querô 2017, curso de capacitação audiovisual do Instituto Querô, é também universitária em História pela Universidade Católica de Santos e envolvida em causas relacionadas à luta da comunidade negra, fazendo parte do coletivo de mulheres “Fridas”, onde colabora na produção de eventos voltados à cultura afro-brasileira.