Arquivo da tag: andre azenha

2º Santos Film Fest ocorre entre dias 17 e 23; acesse a programação

Por Secult Santos
.
O 2º Santos Film Fest – Festival de Filmes de Santos realiza sua segunda edição entre os próximos dias 17 e 23. Serão apresentados 34 filmes, em mostra sem caráter competitivo. A programação também abrange debates, oficinas formativas, apresentações musicais e exposições.
.
O tema desta edição, ‘Cultura faz bem’, reflete sobre o momento cultural do País e a importância da cultura na construção de uma sociedade mais justa. Assim, o festival oferece à população uma gama de filmes que discutem questões contemporâneas, históricas e ligadas à cidadania.
.
O festival, com programação gratuita, ocorre em nove espaços da Cidade: Cine Roxy 5 (Av. Ana Costa, 443, Gonzaga), Cine Roxy 4 (Av. Ana Costa, 465, Gonzaga), Cinemateca de Santos (Rua Ministro Xavier de Toledo, 42, Campo Grande), Pinacoteca Benedicto Calixto (Av. Bartolomeu de Gusmão, 15, Boqueirão) e Instituto Arte no Dique (Rua Brigadeiro Faria Lima, 1349, Rádio Clube).
.
Também estará na Unimonte (Rua Comendador Martins, 52, Vila Mathias), Roxy Premium Lounge (Avenida Dona Ana Costa, 465, 1º piso, Gonzaga), Shopping Pátio Iporanga (Avenida Ana Costa, 465, Gonzaga) e Sesc (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida).
.
Homenagens
.
O 2º Santos Film Fest homenageia o ator Luciano Quirino. Na abertura, no próximo dia 17, 20h, no Cine Roxy 5, o ator santista, hoje residente no Rio de Janeiro, apresentará o curta-metragem ‘Os Bons Parceiros’, exibido em Cannes. O festival ainda traz filmes em que Quirino atuou, como ‘Detetives do Prédio Azul’, ‘Gonzaga de Pai pra Filho’ e ‘Domésticas’.
.
A cerimônia de abertura também homenageará a locadora Vídeo Paradiso, dirigida por Marcelo Rosendo e Rosana Datoguêa, que apoia praticamente todos os festivais e iniciativas cinematográficas na região, e o concerto ‘Música Para Cinema’, da Banda Marcial de Cubatão, regida pelo maestro Alexandre Felipe Gomes.
.
No dia 18, 19h, no Roxy 5, a homenagem será para a atriz Ondina Clais. Destaque nos palcos, nas telinhas e telonas, a atriz esteve em filmes de destaque recentes como ‘João, o Maestro’, ‘O Filme da Minha Vida’ e o curta-metragem ‘Noites Brancas em Sábado de Glória’, primeiro trabalho dela no cinema.
.
>> 17/out | 19h | Cine Café – Roxy Gonzaga (Av. Ana Costa, 443/Santos) | Happy Hour Cinematográfico com Cigarra Elétrica;
>> 17/out | 20h | Roxy Gonzaga | Cerimônia de abertura homenageando a Vídeo Paradiso e o ator Luciano Quirino e exibição de ‘Os Bons Parceiros’;
>> 18/out | 10h | Arte no Dique (Av. Brig. Faria Lima, 1349/Santos) | ​Bate-papo com ator Luciano Quirino;
>> 18/out | 14h | Roxy Gonzaga | ‘Detetives do Prédio Azul’ ;
>> 18/out | 14h | Roxy Premium Lounge – Roxy Pátio Iporanga (Av. Ana Costa, 465/Santos) | Bate-papo com ator Luciano Quirino;
>> 18/out | 14h | Arte no Dique | ‘Território do Brincar’;
>> 18/out | 14h30 | Roxy Pátio Iporanga | Lançamento da exposição “Além da Cor da Pele”;
>> 18/out | 15h | Pinacoteca Benedicto Calixto (Av. Bartolomeu de Gusmão, 15/Santos) | Gonzaga – de Pai para Filho’;
>> 18/out | 16h | Unimonte (R. Com. Martins, 52/Santos) | Oficina Básica de Edição de Vídeo, com Leonardo Soler, Felipe Spinelli, Rogério Almeida e Mávila Rinara;
>> 18/out | 16h | Unimonte | Oficina básica de produção audiovisual, com Nathan Tiepelmann e Ana Paula Terra;
>> 18/out | 17h | Pinacoteca | ‘Além das Palavras’;
>> 18/out | 18h | Cine Café | Happy hour cinematográfico com banda The Classics;
>> 18/out | 19h | Roxy Gonzaga | Homenagem à atriz Ondina Clais, ‘Noites brancas em sábado de glória’ e ‘O filme da minha vida’;
>> 18/out | 19h30 | Pinacoteca | ‘Sementes de Tamarindo’;
​>> 18/out | 21h30 | Roxy Pátio Iporanga | ‘Âmago’ e ‘Histórias íntimas’;
>> 19/out | 14h | Roxy Premium Lounge | Bate-papo com o cineasta Júlio Lelis;
>> 19/out | 15h | Arte no Dique | Oficina Introdução ao Audiovisual, com Fiama Virgínia, Artur de Abreu e Bruno Landin;
>> 19/out | 15h | Pinacoteca | ‘Domésticas, o filme’;
>> 19/out | 16h | Unimonte | Oficina básica de fotografia, com Vitor Santos de Araújo e Marcelo Colmenero;
>> 19/out | 16h | Unimonte | Oficina de Linguagem Audiovisual, com Giovanna Timon e Victoria Andria;
>> 19/out | 17h | Pinacoteca | ‘Insubstituível’;
>> 19/out | 18h | Cine Café | Happy hour cinematográfico;
>> 19/out | 19h | Roxy Gonzaga | ‘A Plebe é rude’;
>> 19/out | 19h30 | Pinacoteca | ‘Punhal’;
>> 19/out | 21h30 | Roxy Pátio Iporanga | ‘Headbanger Voice – a história da rock bridage’;
>> 20/out | 10h | Arte no Dique | ‘Premiê, quase lindo’ e bate-papo com Alexandre Sorriso;
>> 20/out | 14h | Roxy Premium Lounge | Debate ‘Música em cena’ com cineastas Alexandre Sorriso, Diego da Costa e Wladimyr Cruz;
>> 20/out | 15h | Pinacoteca | ‘Além da estrada’;
>> 20/out | 16h | Arte no Dique | ‘Divinas Divas’;
>> 20/out | 16h | Unimonte | Oficina de tiros e efeitos especiais no cinema, com Delson Matos Gomes e Alexandre Valença Alves Barbosa;
>> 20/out | 16h | Unimonte | Oficina de atuação, com Juliana Fernandes;
>> 20/out | 17h | Pinacoteca | Show de Carla Mariani;
>> 20/out | 18h | Cine Café | Happy Hour Cinematográfico;
>> 20/out | 19h | Roxy Gonzaga | ‘Noitada do Samba – Foco de resistência’;
>> 20/out | 19h30 | Pinacoteca | Vernissage da exposição ‘A Magia do Cinema’, de Waldemar Lopes;
>> 20/out | 21h30 | Roxy Pátio Iporanga | ‘A Garota Ocidental’;
>> 21/out | 15h | Pinacoteca | ‘A Saga da alma de um poeta’;
>> 21/out | 16h | Roxy Pátio Iporanga | Sessão comemorativa dos 35 anos de ‘Vitor ou Vitória?’;
>> 21/out | 17h | Pinacoteca | ‘Redemoinho’
>> 21/out | 18h30 | Roxy Pátio Iporanga | Exposição ‘Julie Andrews: A Nossa Dama’;
>> 21/out | 19h | Pinacoteca | ‘Black & White’;
>> 21/out | 23h30 | Cinemateca de Santos (R. Xavier de Toledo, 42/Santos) | Virada cinematográfica;
>> 22/out | 15h | Pinacoteca | ‘Gaga, o amor pela dança’;
>> 22/out | 16h | SESC Santos (R. Cons. Ribas, 136/Santos) | Debate ‘A crítica de cinema na Baixada Santista’;
>> 22/out | 17h | Pinacoteca | ‘O Cidadão ilustre’;
>> 22/out | 19h | Pinacoteca | ‘Jauja’;
>> 23/out | 16h | Arte no Dique | ‘Nunca me sonharam’;
​>> 23/out | 18h | Cine Café | Happy Hour Cinematográfico com Tha Classic;
>> 23/out | 20h | Roxy Gonzaga | ‘Como Grãos’ e ‘Somos todos estrangeiros’.

Confira a programação completa do 4º Fidifest – Festival Internacional de Dança

Por André Azenha

O Fidifest – Festival Internacional de Dança chega à sua quarta edição entre 23 e 28 de maio, no Teatro Municipal Braz Cubas. Realizado pela Adalpa – Associação de Dança do Litoral Paulista, o projeto vem disseminando, ao longo dos anos, a dança na Baixada Santista e formado público para o gênero artístico, que tem crescido no país.

Além disso, contribui para o turismo local. Para esse ano, contará com mais de mil bailarinos vindos de Cajati, Campinas, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Jundiaí, Peruíbe, Praia Grande, Santos, São Paulo (Capital), São Vicente, Sertãozinho, Valinhos e Vinhedo, além da Argentina e do Chile. Eles estão divididos em 62 academias inscritas e levarão ao público 244 coreografias. São esperadas mais de 3 mil pessoas no teatro durante os seis dias de festival.

A abertura contará com o espetáculo da Cia Tentáculo Jovem de São Paulo reunindo três trabalhos da companhia que são “O eu pele”, “Voyeur cena final” e “Onírico”, no dia 23, uma terça, 20h, no Teatro Municipal Braz Cubas. A retirada gratuita de ingressos ocorrerá uma hora antes do início, na bilheteria do próprio teatro. Nos dias seguintes, até 27 de maio, acontece a mostra competitiva e, em 28 de maio, ocorre a Noite de Gala. Paralelamente à mostra competitiva, acontecerá uma feira com diversos itens de dança.

O evento contará ainda com workshops ministrados (a partir do dia 25), também no Teatro Municipal Brás Cubas, por quatro profissionais reconhecidos internacionalmente: Neyde Rossi, considerada a “primeira dama” da dança no Brasil, Suely Machado e Ciro Barcellos, ambos integrantes do júri técnico do quadro Dança dos Famosos, do Domingão do Faustão, e Marcio Rongetti, que integra o festival desde a primeira edição. Todos também formarão o júri dessa edição do Fidifest. As reservas para os workshops podem ser feitas pelo e-mail: contato@fidifest.com.br ou pelo site http://www.fidifest.com.br.

Programação de abertura e mostra competitiva

DIA 23/05/17 (Terça-feira), 20h, entrada gratuita
– “O Eu Pele 15′, Avesso 7′, Onírico 25’”, da Cia Tentáculo Jovem
Gratuito – retirada de ingressos uma hora antes

DIA 24/05/17 (Quarta-feira), 19h, entrada a R$ 10
– Variação Infantil (Feminino e Masculino)
– Variação Juvenil I (Feminino e Masculino)
– Solo Aberto Infantil (Feminino e Masculino)
– Sapateado (Solo) – Todas Categorias a partir do Juvenil I / Feminino e Masculino
– Danças Urbanas (Solo) – Todas Categorias a partir do Juvenil I / Feminino e Masculino
– Trio Aberto – Todas Categorias
– Contemporâneo (Conjunto) – Todas Categorias

DIA 25/05/17 (Quinta-feira), 19h, entrada a R$ 10
– Variação Juvenil II (Feminino e Masculino)
– Variação Adulto (Feminino e Masculino)
– Estilo Livre (Solo) – Todas Categorias a partir do Juvenil I / Feminino e Masculino
– Balé Repertório (Conjunto) – Todas Categorias
– Jazz (Conjunto) – Categoria Infantil e Categoria Juvenil I
– Sapateado (Conjunto) – Todas Categorias

DIA 26/05/17 (Sexta-feira), 19h, entrada a R$ 10
– Jazz (Solo) – Todas Categorias a partir do Juvenil I / Feminino e Masculino
– Duo / Pas de Deux Aberto – Todas Categorias
– Pas de Trois Repertório – Todas Categorias
– Estilo Livre (Conjunto) – Categoria Infantil e Categoria Juvenil II
– Danças Urbanas (Conjunto) – Todas Categorias
– Balé Clássico Livre (Conjunto) – Categoria Juvenil I e Categoria Adulto

DIA 27/05/17 (Sábado), 18h30, entrada a R$ 10
– Pas de Deux Repertório – Todas Categorias
– Balé Clássico Livre (Solo) – Todas Categorias a partir do Juvenil I / Feminino e
Masculino
– Contemporâneo (Solo) – Todas Categorias a partir do Juvenil I / Feminino e Masculino
– Balé Clássico Livre (Conjunto) – Categoria Infantil e Juvenil II
– Jazz (Conjunto) – Categoria Juvenil II e Adulto
– Estilo Livre (Conjunto) – Categoria Juvenil I e Adulto
– 3ª Idade (Conjunto)

DIA 28/05/17 (Domingo), 18h30, entrada a R$ 10
Noite de Gala
1ª Parte – Baby (Conjunto)
2ª Parte – Apresentação de Todos Premiados em 1º Lugar que estarão concorrendo aos Prêmios em Dinheiro

Programação de Workshops
Local: Teatro Braz Cubas – Avenida Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias
Valores: Participante – R$ 60,00 (01 Workshop) | Participante – R$ 50,00 (Valor por workshop para quem fizer mais de dois) | Ouvinte (Apenas assiste a aula) – R$ 25,00

Dia 25/05/17 (Quinta-feira)
– Balé Clássico Intermediário com D. Neyde Rossi – Turma 01 – Das 08h00 às 09h45
– Técnicas de Correções de Balé – Teórico Demonstrativo (Para Professores) com Marcio Rongetti – Das 10h00 às 12h00 (*)
(*) Todos pagam como Participante nesse Workshop

Dia 26/05/17 (Sexta-feira)
– Bossa Jazz com Ciro Barcelos – Turma 01 – Das 08h00 às 09h45

Dia 27/05/17 (Sábado)
– Da Consciência e Prática da Presença à Criação e dramaturgia do Gesto com Suely Machado (Parte 01) – Das 08h00 às 09h45

Dia 28/05/17 (Domingo)
– Da Consciência e Prática da Presença à Criação e dramaturgia do Gesto com Suely Machado (Parte 02) – Das 08h00 às 09h45
– Balé Clássico Intermediário com D. Neyde Rossi – Turma 02 – Das 10h00 às 11h45
– Bossa Jazz com Ciro Barcelos – Turma 02 – Das 12h00 às 13h45

A Adalpa

A Adalpa é uma associação sem fins lucrativos, fundada em julho de 2016 e se tornou legalmente constituída em Outubro/2016. Tem por missão assessorar os profissionais de dança do Litoral Paulista, em suas ações e atividades oficiais e independentes.

 

Ederson dos Santos leva o samba da laje para Santos e Guarujá semanalmente

Por André Azenha

“Eê vida boa, vida boa é na comunidade, êê vida boa, vida boa é na comunidade”. O refrão que tem ganhado as rodas e casas de samba do Rio de Janeiro pertence à música “Comunidade” (https://www.youtube.com/watch?v=A5oWDJV8V3M), gravada em abril no último álbum de Ito Melodia, cantor da escola de samba União da Ilha do Governador e ganhador do prêmio Estandarte de Ouro, pelo voto popular, como melhor intérprete do carnaval carioca. Os compositores da canção são Kiki Marcellos, Fábio Alemão e o santista Ederson dos Santos.

Essa é uma entre outras composições – individuais ou em parceria – de Ederson que têm ganhado a voz de grandes nomes do samba como Fundo de Quintal, Mario Sérgio e até presença na televisão, a exemplo do Esquenta, da Rede Globo, que executava a faixa “Xô, Preconceito” (https://www.youtube.com/watch?v=SnRu451xo8g). Aos 35 anos, o compositor, cantor e músico nascido no Jardim Piratininga é um dos sambistas da Baixada Santista mais requisitados nacionalmente.

No currículo, possui o CD “Meu Samba Vai te Conquistar”, de 2012, completamente autoral em suas doze músicas, e o DVD “Pagode Puro” (2016). Ambos elogiados por público, crítica e colegas de profissão. Semanalmente, pode ser visto às quintas-feiras, no distrito Vicente de Carvalho, no Guarujá, quando se apresenta no Guetto’s, às 20h (R$ 10 para homens e R$ 5 para mulheres) e, às sextas, 21h, no Maria Chuteira (R$ 15), em Santos. Nesses dois dias, centenas de pessoas se reúnem para ouvir Ederson, acompanhado de sua banda, apresentando as próprias composições e alguns clássicos do gênero musical.

 

Confira a programação completa do Dia Municipal do Hip Hop em Santos

Por André Azenha

Celebrado em Santos desde 2008, o Dia Municipal do Hip Hop tornou-se um evento referência no segmento, atraindo centenas de artistas do ramo de Santos e outras cidades. Para 2017, o projeto “Muito Prazer! Meu Nome é Hip Hop” – criado pelo produtor cultural Orlando Rodrigues e o DJ Mamuth – preparou uma extensa programação visando fortalecer essa cultura na região, formar público, instigar o pensamento crítico, valorizar artistas locais, promover intercâmbio cultural e democratizar o acesso da população à cultura. As atividades abordarão os quatro elementos do movimento: dança, rimas, discotecagem e grafite.

De 11 a 16 de maio, o município receberá ações em diversos no Centro de Cultura Patrícia Galvão, Praça Mauá, Centro Esportivo e Cultural “Dale Coutinho” e Cine Roxy 4. Toda a programação é gratuita. Locais fechados estão sujeitos à lotação. “Existem grandes demandas de produções da Cultura Hip Hop em Santos e o Dia Municipal do Hip Hop é muito esperado pelos agentes culturais para mostrarem seus trabalhos como produtores, artistas e arte educadores. Precisamos dialogar este ano para ampliar a participação do movimento de Santos nas próximas edições”, ressalta Orlando Rodrigues.

Apresentada ao legislativo santista, em 2008, por dois rappers santistas, Daniel Paixão, conhecido Criminal D. e Leandro Valença, pelo então vereador Marcus de Rosis, o Dia do Hip Hop virou lei municipal. As primeiras ações foram realizadas em 2013 e 2014 de forma voluntaria pelo Projeto Muito Prazer! Meu Nome é Hip Hop. Devido às solicitações de alguns agentes culturais em 2015, 2016 e 2017 o projeto conquistou para o Dia Municipal do Hip Hop uma verba parlamentar concedida pelo vereador Ademir Pestana, executada pela Secretaria Municipal de Cultura com a produção ações que utilizem os quatro elementos da cultura hip hop: dança, rimas, discotecagem e grafite.

PROGRAMAÇÃO:

>> ‘Produção da Cidade Hip Hop’
11 a 16 de maio, a partir das 12h. Praça Mauá, no Centro Histórico

>> ‘Rodas de conversas no Museu da Imagem e do Som para agentes da Cultura Hip Hop’
11 e 12 de maio, das 19h às 22h. Museu da Imagem e do Som (Miss – Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias).

>> ‘Projeto Rap de Garagem’
13 de maio das 12h às 18h. Centro de Cultura Patrícia Galvão (Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias).

>> Bate Papo ‘Hip Hop por Elas’
13 de maio, das 15h às 17h. Museu da Imagem e do Som (Miss).

>> Celebração 24 anos do LP ‘Força Rap do Litoral Santista’ 
13 de maio, às 20h. Teatro Municipal Braz (Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). Shows: Criminal D e Gang de Rua (Daniel) / Contrabando de Atitude (Leandro).

>> Jam ‘Danças Sociais Hip Hop’
14 de maio, das 12h às 18h. Centro Esportivo da Zona Noroeste. Rua Fausto Felício Brusarosco, s/nº, bairro Castelo

>> 1ª Mostra de Vídeo Clipes de Rap Caiçara
16 de maio, às 21h. Sala 1 do Cine Roxy do Shopping Pátio Iporanga. Avenida Ana Costa, 443, Gonzaga.

Muito Prazer! Meu Nome é Hip Hop

Conscientizar, empoderar e dar autonomia a jovens, principalmente aos que estão em situação de vulnerabilidade social. Esses são os principais objetivos do “Projeto Muito Prazer! Meu Nome é Hip-Hop”. E não é por acaso que o nome se assemelha a um cartão de visitas. O projeto criado em 2010 por Orlando Rodrigues, militante do movimento negro, em parceria com DJ Mamuth, tem a proposta de levar as pautas do hip-hop para vários espaços, buscando políticas públicas por meio do diálogo com o Poder Público, conselhos sociais e comunidade fomentando o movimento na Baixada Santista.

Atualmente, o projeto possui perfil itinerante, voluntário e sem fins lucrativos, ocupando os espaços públicos com oficinas e eventos de hip-hop, levando o debate sobre questões raciais e a identidade negra à tona. Nesse anos, o projeto realizou ações em todas as regiões de Santos e promoveu o lançamento do filme “Hip Hop Santista: Suas Origens e Trajetórias Sobre o Tempo”. Maiores informações: https://www.facebook.com/MPMNH2/.

A programação do Dia Municipal do Hip Hop, em 2017, é realizada pelo Projeto Muito Prazer! Meu Nome é Hip Hop e tem apoios institucionais da Prefeitura Municipal de Santos, por meio das Secretaria Municipais de Cultura e Turismo, CulturalMente Santista, Museu da Imagem e do Som, UNIMONTE, Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Assessoria de Projetos de Hip Hop e Mandato do Vereador Ademir Pestana, presidente da Comissão Especial de Assuntos Relacionados à Igualdade Racial e Étnica.

 

Encontro de Criadores chega à 6ª edição alavancando economia criativa em Santos

Por André Azenha

O termo Economia Criativa foi criado para designar modelos de negócio ou gestão originados em atividades, produtos ou serviços desenvolvidos a partir do conhecimento, criatividade ou capital intelectual de indivíduos com vistas à geração de trabalho e renda. Segundo o Relatório de Economia Criativa, divulgado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), o comércio mundial de serviços criativos mais do que dobrou na última década.

Santos é uma das poucas cidades do país detentora de um selo da Unesco como Cidade Criativa. Sua história, o Porto, a proximidade com São Paulo e, principalmente, seus talentos, a tornam referência em diversas áreas. Tendo em vista esse potencial do município que o produtor cultural Heitor Cabral, 25 anos, criou o “Encontro de Criadores”. A iniciativa se firmou como uma das principais no âmbito cultural da Baixada Santista e atrai pessoas não só da região, mas de São Paulo e do interior do estado. Assim, promove o intercâmbio cultural e artístico, estimula o turismo, a geração de renda local e contribui para o resgate do Centro Histórico.

O projeto, realizado em média a cada três meses de maneira itinerante, chega à sexta edição de 5 a 7 de maio, na Casa da Frontaria Azulejada, no Centro Histórico, com diversas atrações. Dessa vez, a iniciativa envolverá mais de 200 profissionais das áreas de Moda, Decoração, Gastronomia (food bikes e food trucks), Música, Cinema, Produção Cultural, Artesanato. Serão cerca de 30 estandes onde empreendedores podem vender seus produtos, além de debates, palestras, exposições e apresentações musicais. É esperado um público rotativo de 6 mil pessoas durante os 3 dias do evento. A entrada é gratuita, mas a organização pede a gentileza de um livro ou um agasalho, que serão distribuídos respectivamente para a biblioteca do Instituto Arte no Dique e o Fundo Social de Solidariedade de Santos.

Entre os destaques dessa edição, está o show de lançamento do primeiro CD solo do músico Rafael Costa, mais conhecido como Bola, vocalista da Banda Zimbra. Também ocorre uma série de debates, palestras e workshops com nomes dos segmentos de cultura e comunicação, em parceria com a produtora Selo Criativo. “Nessa edição chegamos ao nosso auge de profissionais da Baixada como de outras cidades. E também esperamos atingir nosso maior público, que encontrará nessa data, inclusive, ótimas alternativas para presentearem suas mães na semana seguinte”, ressalta o produtor Heitor Cabral.

EXPOSITORES

O 6º Encontro de Criadores já tem confirmados os seguintes expositores: Moda: Ativa (moda masculina e feminina) linha + underground; Meus 3 pontos (pop store, loja no furgão); Soul Ser (produtos feitos com algodão orgânico); Bia que Fez (vestuário feminino exclusivo com conforto, estilo e criatividade); All Berg (vestuário masculino e feminino com diversas linguagens de outras culturas); Invictus (vestuário tropical masculino e feminino); e Lanai (marca criativa que passeia dos calçados ao vestuário com itens criativos e minimalistas).

Arte: A Forca (zines + colares) e Arthink (estúdio de tatuagem). Acessórios: Pantala (calçados produzidos sem nenhum tipo de produto com origem animal); Vis Design (colares, acessórios); Pé de Louro (marca sustentável de acessórios); Karina Murao Designer; Donas Florindas (acessórios focados no sereísmo); Zay Joias (joias produzidas em resina e com elementos geométricos). Decor; Piba Puppet (placas decorativas feitas com madeira descartada); Barbara Anderáos (lindas peças de cerâmica); Matriz (xilogravura em colaboração com artistas).

Gastronomia: Geleias Lowe (mais de 100 sabores de geleias artesanais com combinações incríveis e um sabor único); Vitta e Succhi (sucos naturais incríveis numa linda bike); Miss Docinho (doces, bolos e cafés numa charmosa food bike); Ui Not (culinária mineira); Smorrebrod (sanduíche aberto dinamarquês vegano) e Crazy Dude (food truck de hambúrguer/ lanches artesanais).
Mr Pie (tortas doces).

PROGRAMAÇÃO

Sexta-feira, 5 de maio
>> 16h – Bate-Papo sobre cultura, criatividade e outros papos com – José Virgílio Leal de Figueiredo
(Arte no Dique), Rodrigo Savazoni (Pr comum), André Azenha (Culturalmente Santista), Ludmilla Rossi (MKT Virtual e TIP) e Diego Brigido (Revista Nove Cidades). Cada convidado falará durante dez minutos, nos moldes do TED, e depois haverá roda de conversa com todos.
>> 18h – Apresentação de Monique da Rocha.
>> 20h – DJ
>> 21h – Batalha de Hip Hop (rimas)

Sábado, 6 de maio
>> 14h – Workshop Customização de Eco Bag, com Martha Baldan
>> 16h – Workshop Produção e Degustação de cervejas artesanais, com Lucas Bento, do Mucha Breja)
>> 17h – Apresentação do projeto Komboio Cultural
>> 18h – Workshop de Xilogravura, com Rachel Midori
>> 19h – Frida Julgadora
>> 20h – Jazz Big Band
>> 21h – Futuráfrica

Domingo, 7 de maio
>> 14h – Workshop de Gamification, com Danilo Costa -TIP/MKT Virtual
>> 16h – Workshop de Processo Criativo, com Cleber Boadilla – TIP/MKT Virtual
>> 16h – Show: Jazz de Roda
>> 18h – Show: Bola – Zimbra
>> 19h – Cabana Jack

 

No Roxy, sessão Coca-Cola exibe ‘Os Smurfs e a Vila Perdida’

Por André Azenha

Entre os últimos anos da década de 70 e meados dos anos 80, a “Sessão Coca-Cola” do Cine Roxy notabilizou-se como um momento de encontro familiar, de amigos, em manhãs de domingo regadas a cinema e ao famoso refrigerante. O projeto consistia em sessões dominicais matutinas com valor promocional nas quais o espectador ganhava uma Coca-Cola. Marcou época para muitas pessoas. Atendendo aos pedidos, o Cine Roxy retomou o projeto em 2015.

Nesse domingo, 9 de abril, 11h, o projeto exibe “Os Smurfs e a Vila Perdida”. Na Vila dos Smurfs, o Papai Smurf está sempre de olho para ver se nenhum ser azul anda aprontando. Mas Smurfette e os amigos Gênio, Desastrado e Robusto estão atrás de aventura e partem numa busca por uma tal Vila Perdida. Mas para isso, terão de passar pela Floresta Proibida, que abriga seus perigos.

E se depender do maquiavélico Gargamel, o quarteto não voltará para casa. Os pequeninos Smurfs foram criados pelo cartunista Peyo. Os personagens ficaram populares na série animada lançada nos anos 80. Já no cinema, os seres azuis apareceram em filmes que misturam animação com live-action: “Os Smurfs” (2011) e “Os Smurfs 2” (2013). O ingresso é R$ 16 (valor promocional de meia-entrada para todos). Na compra, ganha-se um refrigerante de 300 mililitros.

Oficina de Teatro do Arte no Dique tem início no próximo dia 6

Por André Azenha

“O teatro como dispositivo disparador de desenvolvimento intelectual, social, cognitivo e motor. Possibilitando a desinibição e o autoconhecimento para todos os praticantes em todas as idades, da infância, adolescência, fase adulta e terceira idade expandindo a possibilidade de expressão através da palavra, corpo e imagens, tendo como base de criação a história da comunidade, histórias pessoais e arquétipos sociais, em construção coletiva ao longo do ano de 2017.”

É com esses valores que a oficina de Teatro do Instituto Arte no Dique terá início em 5 de março. As inscrições são gratuitas, sem limite de idade, e podem ser feitas na sede da instituição em horário comercial, à Rua Brigadeiro Faria Lima, 1349, no Rádio Clube.

As aulas acontecerão segundas e quartas-feiras, das 16h às 18h, e serão coordenadas pelo artista Rafael Palmieri, que desenvolve trabalhos de artes integradas nos segmentos música, teatro, dança, performance e literatura, em pesquisa continuada.

No fim do ano, o resultado das aulas poderá ser conferido na Semana Plínio Marcos, evento realizado pela entidade que conclui o ano letivo das diversas oficinas realizadas no local e que visa estimular a cidadania e a cultura em cada pessoa.