Arquivo da tag: artes visuais

Cartunista DaCosta lança campanha para publicar livro

O cartunista, ilustrador e professor Osvaldo DaCosta é um colecionador de prêmios. No último dia 31 de janeiro, ele recebeu mais uma honra, o Troféu Ângelo Agostini, como melhor cartunista de São Paulo em 2014. O prêmio foi concedido pela Associação de Quadrinhistas e Cartunistas do Estado e entregue no Memorial da América Latina.

Embora tenha vencido salões de humor dentro e fora do país, DaCosta nunca publicou um livro. Aos 58 anos, ele iniciou uma campanha de financiamento coletivo (crowdfunding) para publicar “O berro da Ovelha Negra” (Ateliê de Palavras). Conheça a campanha aqui.  

A obra é fruto da dissertação de Mestrado em Comunicação pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul e conta a trajetória do jornal Ovelha Negra, publicado em São Paulo na metade da década de 70. O livro é o resultado de cinco anos de pesquisas sobre o assunto.

O Ovelha Negra foi uma publicação de resistência à ditadura militar e que privilegiava o trabalho de cartunistas e ilustradores. Ícone da imprensa nanica e alvo da censura, o jornal deixou de existir após oito edições.

O Ovelha Negra abordava diversas temáticas, como economia, política e crítica social. O jornal publicou cartunistas como Paulo Caruso, Nani, Reinaldo (Casseta & Planeta), entre outros nomes. A primeira edição saiu com cem cartuns.

Segundo DaCosta, o Ovelha Negra seguiu na esteira do Pasquim, editado no Rio de Janeiro. Mas, diferentemente dele, o Ovelha Negra focava o desenho de humor, o que foi considerado uma inovação para o período.

Recompensas – A campanha de financiamento coletivo tem como meta arrecadar R$ 9500, que custeará todo o processo de produção e lançamento do livro. Ainda restam 33 dias. As recompensas incluem, além do livro do cartunista, outras obras literárias, pôster, camisetas promocionais e uma xilogravura.

O autor:

DaCosta tem mais de 30 anos de carreira. Atuou em agências de publicidade em São Paulo, além de passar pelos principais jornais da Capital, como Folha de S.Paulo, O Estado de S.Paulo e Jornal da Tarde. Publicou também em revistas da Editora Abril. Ziraldo escreveu, no extinto Pasquim 21, que DaCosta era “o último desenhista de humor” do Brasil.

Radicado em Santos há mais de uma década, DaCosta venceu duas vezes o Salão de Humor de Piracicaba. Ele foi premiado também por duas vezes no PortoCartoon, em Portugal, além de salões na Espanha e no Irã.

Atualmente, DaCosta dá aulas na Universidade Santa Cecília (UNISANTA) e na Escola Oficina, ambas em Santos. Ele é um dos organizadores do Sketchcrawl Santos, maratona bimestral de desenhos que acontece na cidade desde 2009.

*Marcus Vinicius Batista

Casa de Cultura Eugênia da Silva recebe exposição de arte realista, em Nova Horizonte

A Casa de Cultura Eugênia da Silva (Rua dos Carteiros 110 – Novo Horizonte) recebe a partir desta segunda-feira (2) a exposição “Arte e Realismo”, do desenhista José Alves. A mostra pode ser visitada até 28 de fevereiro de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A entrada é gratuita.

São 63 obras que retratam pessoas, animais e personalidades através de técnicas usando lápis de cor, caneta esferográfica e lápis preto.10941002_794193547313045_6513731995942137241_n

José Alves é estudante, tem 18 anos e mora na Zona Leste de São José. O artista é autodidata e começou a desenhar inspirado pelo seu irmão, que também desenha. Apesar de começar a praticar o desenho realista há seis anos, gosta de arte desde pequeno, começando a desenhar aos cinco anos.

 

Elver Savietto expõe obras no Espaço Cultural Ana Costa

O artista plástico Elver Savietto convida a todos para visitar a mostra “Observação e Percepção”, que  será exposta a partir de hoje (dia 15) até 13 de fevereiro, de segunda a domingo, das 7h às 21h, no Espaço Cultural Ana Costa (Rua Pedro Américo, 60/Santos).

As obras são esculturas e colagens  inspiradas na pop art, uma observação singular no olhar do artista. Assim, Savietto propõe2015_1_12_15_8_6_9860 um mix de pensamentos e  deixa imaginação fluir dentro de cada pessoa.

Além de trabalhar como artista plástico, ele  é professor do colégio Santa Cecília e da Unisanta, e sempre  leva os alunos para produzir quadros e esculturas no ateliê da instituição. A ideia de Savietto é incentivar a arte  na nova geração.

Um dos últimos trabalhos de Savietto foi em parceria com uma ex- aluna da Unisanta. Juntos produziram obras que retratam  o caos do meio ambiente. Todas as esculturas  foram feitas  em terracota e madeira, e a exposição ficou  na Oficina Cultural Pagu até o final do ano passado.

*Carol Pascally