Arquivo da tag: av. ana costa

Os caminhos da literatura norteiam oficina de Flávio Viegas Amoreira

Por Lincoln Spada

O escritor Flávio Viegas Amoreira ministra a oficina literária Como se Tornar um Escritor que terá como tema neste ano ‘Os Caminhos da Literatura’. As aulas serão às quintas-feiras, das 19h às 21h30, entre os dias 21/mar e 28/nov. Os encontros serão na Estação da Cidadania (Av. Ana Costa, 340/Santos) e as inscrições podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 14h30 às 20h30. O investimento é de R$ 120.

A proposta das oficinas (atelier literário) é orientar escritores iniciantes e demais interessados em literatura sobre técnicas de edição, leitura de originais e análise de textos em poesia e prosa, para que, no prazo de seis meses, os participantes tenham condições de organizar e produzir sua primeira obra. Ao final da oficina, haverá a elaboração de uma antologia com textos dos oficineiros.

Poeta, contista e crítico literário, Flávio é uma das mais inventivas vozes da literatura nacional contemporânea, na ‘Geração 00’. O escritor utiliza forte experimentação formal e inovação de conteúdos, alternando gêneros em sintaxe fragmentada, apontado como uma das vozes da pós-modernidade literária brasileira em pesquisas de universidades norte-americanas e europeias.

 

Flávio Viegas Amoreira ministra oficina ‘Como se tornar um escritor hoje’

Por Márcio Barreto e Flávio Viegas Amoreira | Foto: Isabel Carvalhaes

Entre os dias 27 de abril e 28 de setembro, acontecerá a oficina ‘Como se tornar um escritor hoje – Caminhos da literatura’, com Flávio Viegas Amoreira. A atividade formativa será às quintas-feiras< às 19h30, na Estação da Cidadania (Av. Ana Costa, 340/Santos). O valor do curso é de seis parcelas de R$100,00 cada.

É uma oficina livre com o poeta tranZmoderno passando elementos básicos da composição, divulgação e edição de poesia hoje! Adaptação de métodos a partir das obras de Ezra Pound “ABC da Literatura” e Octávio Paz “O arco e a lira”. Com abordagem da literatura com elementos de semiologia e filosofia deleuziana com mirada para novas mídias e suportes digitais.

O escritor Flávio Viegas Amoreira, crítico literário e autor de 14 livros entre poesia e prosa, idealizou um método contemporâneo de motivação de autores, aplicado especialmente para apaixonados por literatura e escritores em busca de respostas à finalização e editoração de seus trabalhos ainda na gaveta.

Um curso de seis meses sobre o poeta tranZmoderno, sobre os elementos básicos da composição, divulgação e edição de poesia hoje. A proposta é orientar escritores iniciantes, interessados em literatura e sobre técnicas de edição, com leitura de originais e análise de textos em poesia e prosa.

 

Exposição fotográfica ‘Marcha Cega’ estará na Estação da Cidadania

Por Lucas Brolese

Depoimentos, discussão sobre empatia, música ao vivo e petiscos. Essa é a previsão da vernissage da exposição fotográfica Marcha Cega na Baixada Santista, nesta segunda-feira (dia 24), às 19 horas, na Estação da Cidadania (Av. Ana Costa, 340/Santos). Ao final da exposição, três fotografias serão doadas para serem leiloadas com renda destinada à Instituição Braille de Santos. A entrada é franca.

A Marcha Cega é uma obra de arte conceitual, formada por uma performance de intervenção urbana que resulta em uma exposição fotográfica acessível aos cegos. Na edição da Baixada Santista, fazendo parte do Circuito LabXSantista, o projeto aconteceu nas orlas de Santos e São Vicente.

Ao todo, mais de 40 pessoas se envolveram, entre fotógrafos, cinegrafistas e amadores. O conceito central é a empatia, e os questionamentos sobre esse tema se dão de duas maneiras: a primeira na experiência empática direta, possibilitando aos voluntários uma vivência sensorial privada da visão, e a segunda em relação à simbologia visual da cena performada, que questiona a marcha cega da sociedade que não tem olhos para o outro – nesse caso, da falta de empatia.

 

A experiência do cinema que transcende a tela na Estação da Cidadania

Por Eduardo Ricci

A Estação da Cidadania de Santos recebe mais uma vez uma diferente sessão de cinema ao ar livre, realizada pela Produtora Ricci Filmes, agora com práticas de meditação, yoga, dicas sobre ayurveda, psicologia e astrologia, tudo numa imersão a partir da exibição do filme chinês “Voltando Para Casa”, de Zhang Yimou. As ações serão sugeridas ao público antes e após a exibição, com a presença de profissionais para acompanhar as práticas e haverá degustação de um alimento surpresa que faz parte da narrativa do filme. A sessão acontecerá na próxima segunda (20/03), às 19h, a Estação da Cidadania fica na Av. Ana Costa, 340.

Uma noite especial para celebrar a chegada da Era de Saturno, que começa no mesmo dia e irá durar 36 anos, trazendo à consciência o que precisa ser feito com mais assertividade, mas sem determinismos e sim com ciclos e interações com o momento histórico que vive a humanidade. Para isso foi escolhido o tema central do debate que é “O Afeto e o Tempo”.

“Escolhemos o filme de Yimou, que conta como o tempo e o afeto marcam nossa experiência de trocas com as pessoas que convivemos no dia a dia. O uso das cores e suas nuances nos filmes de Zhang Yimou, unido com uma sensibilidade enorme, fazem dele o maior nome do cinema chinês”, explicou o cineasta Eduardo Ricci que mediará o debate com os convidados: Darlene Monte (Terapeuta Ayurvédica), Jurenice Picado Alves (Psicóloga) e Rogério Rodrigues (Professor de Yoga). Para participar basta chegar no horário e garantir seu assento, a entrada é gratuita. Mais informações pelo telefone 3221-2034, das 14h30 às 20h30 ou e-mail: contato@forumdacidadania.org.br.

Estação da Cidadania recebe lançamento de livro-reportagem sobre Cracolândia

Na Cracolândia paulistana, um rapaz alfabetizado virtualmente reencontrou o e-mail da irmã. Um idoso refaz suas memórias ao esboçar quadros. E uma mãe saiu do caminho das pedras através da confecção de roupas. Estes são alguns dos depoimentos de ‘Cracolândia: Território do Abraço’, publicação lançada neste sábado (dia 14), às 17 horas, na Estação da Cidadania (Av. Ana Costa, 340, Santos).

Do autor santista Lincoln Spada, o livro-reportagem é fruto da parceria da Imaginário Coletivo com a Associação de Desenvolvimento Econômico e Social às Famílias (Adesaf). Esta é a ONG gestora no segmento do trabalho do De Braços Abertos, programa municipal direcionado à redução de danos com baixa exigência à população em situação de drogadição ou de rua em São Paulo.

“A perspectiva desta obra é se aprofundar sobre as políticas de redução de danos”, comenta o jornalista. “É uma boa alternativa, quando possibilita o beneficiário repensar os seus vícios e sonhos à medida em que se reconhece enquanto cidadão. As simples oportunidades de ter uma roupa limpa, tomar um banho, entrar num restaurante, ter um quarto para guardar objetos pessoais, e voltar a estudar e trabalhar”.

De 192 páginas, o livro reúne falas de gestores públicos, de colaboradores da Adesaf e, principalmente, do dia a dia dos mais de 400 beneficiários do programa paulistano. Desenvolvido por dois anos, a obra retrata o contexto sócio-histórico do bairro e das drogas, o início do programa e, consecutivamente, a atuação da ONG. Além de entrevistas, a publicação conta com fotos de Bruna Stephanie e tem como base dezenas de pesquisas acadêmicas e de reportagens. A obra está à venda por R$ 30,00. Saiba mais em http://www.adesaf.org.br.

 

Broadway Voices realiza ‘In Concert 2016’ no Pátio Iporanga no dia 28

Por Elisa Edington

Pioneiro e único no gênero na Baixada Santista, o coral cênico Broadway Voices realiza o espetáculo In Concert no Shopping Pátio Iporanga (Av. Ana Costa, 465, Santos), no dia 28 de outubro (sexta-feira), às 20h. Resultado de um projeto que oferece o estudo musical e de dramatização aos integrantes do coral, o Broadway Voices visa oferecer ao público da Baixada Santista a oportunidade de conhecer e sentir um pouco mais dos grandes musicais de forma acessível. A entrada é gratuita.

Com cerca de uma hora de duração, o programa traz músicas inéditas e algumas novidades, além de reunir grandes sucessos dos principais musicais da Broadway como ‘Hair’, ‘Mary Poppins’, ‘Sweet Charity’, ‘Hairspray’, ‘Rent’, ‘Godspell’, ‘Mamma Mia!’, ‘Dreamgirls’, entre outros. E sucessos nacionais a exemplos de ‘Cassias Éller – O Musical’, ‘Todos os Musicais de Chico em 90 Minutos’, ‘Deixa Clarear – Clara Nunes’, ‘Rita Lee Mora ao Lado’ e ‘Elis, a Musical’.

Núcleo de Psicanálise realiza cinedebate ‘A Garota Dinamarquesa’ dia 22

Por Valéria Guedes

O drama ‘A Garota Dinamarquesa’ é o destaque da nova sessão do ciclo de cinema ‘Olhar da Psicanálise e Outros Olhares’ do Núcleo de Psicanálise de Santos e Região. A sessão de cinedebate será gratuita no dia 22 de outubro, às 16 horas, na Associação Paulista de Medicina – Santos (Av. Ana Costa, 388/Santos). Os comentários serão feitos pela livre docente da USP, Terezinha Tagé, e pela psicanalista Jurenice Picado Alvares.

Direção: Tom Hooper. Cinebiografia de Lili Elbe (Eddie Redmayne), que nasceu Einar Mogens Wegener e foi a primeira pessoa a se submeter a uma cirurgia de mudança de gênero. Em foco o relacionamento amoroso do pintor dinamarquês com Gerda (Alicia Vikander) e sua descoberta como mulher.