Arquivo da tag: betinho neto

#ManufaturaDeMonólogos: Um chá com o público em ‘A Pena de Wilde’

Por Corina de Assis e Felipe Veiga (Sesc Santos)

A obra cênica ‘A Pena de Wilde’ compõe a mostra Manufatura de Monólogos, prevista para os dias 20 e 24/fev. A sessão gratuita será neste domingo (24/fev), às 18h, no Teatro do Sesc Santos (R. Conselheiro Ribas, 136/Aparecida). Não recomendado para menores de 16 anos.

Apaixonado por Oscar Wilde desde a adolescência, quando vivia em Santos, um homem recebe o público para um chá, no intuito de abrir publicamente algo pessoal. Durante a conversa, revela como a carta que recebeu de Elizabeth II, Rainha da Inglaterra, mudou sua vida para sempre.

Dramaturgia, direção, atuação e produção: Ailton Guedes. Orientação: Luiz Fernando Marques (Lubi). Direção de arte e figurinos: Nadine Trzmielina. Cenografia e fotos: Heron Medeiros. Confecção de figurino: Waldir Correa.

Colaboração: Adbailson Cuba, Alexandre Maradei, Maurício Garcia, Dione Carlos, Lucas Sancho, Cris Raséc, Flavio Luiz Alvares, Fabíola Alves, Ipojucan Pereira, Allan Moreira, Penélope Martins, Newton Saiki, Betinho Neto, Bruno Fracchia, Jackson França, Escola Livre de Teatro de Santo André (ELT) e Alexandre Guedes (in memorian).

Realizada pelo Sesc Santos, a Mostra Manufatura de Monólogos reúne 11 espetáculos inéditos e autorais, criados e desenvolvidos entre jun/18 e jan/19 por artistas da Baixada Santista. O projeto voltado para as potencialidades criativas na área teatral da classe artística local conta com a orientação dos santistas Nelson Baskerville e Lubi, diretores renomados na cena teatral brasileira contemporânea. No dia 26/fev, às 20h, no Sesc Santos, os artistas e os orientadores realizam bate-papo aberto ao público, com mediação da dramaturga Dione Carlos.

#ManufaturaDeMonólogos: Diálogos sobre universo LGBTQ+ em ‘Cartas para Satã’

Por Corina de Assis e Felipe Veiga (Sesc Santos) | Foto: Bruna Quevedo

A obra cênica ‘Cartas para Satã’ compõe a mostra Manufatura de Monólogos, prevista para os dias 20 e 24/fev. A sessão gratuita será neste sábado (23/fev), às 19h30, no Teatro do Sesc Santos (R. Conselheiro Ribas, 136/Aparecida). Não recomendado para menores de 18 anos.

O espetáculo propõe, a partir da constatação da falta de perspectiva e da incomunicabilidade, um espaço de diálogo entre público e ator sobre o universo LGBTQ+, refletindo sobre o lugar de pertencimento da personagem em relação às suas crenças e sua subjetividade.

Com direção de Cris Rocha, dramaturgia de Betinho Neto, atuação de Jackson França, orientação de Nelson Baskerville e Luiz Fernando Marques Lubi, iluminação de Pedro Augusto, trilha sonora de Túlio Crepaldi. Cris Rocha e Jackson França também assinam o figurino e o cenário, este junto de Zé Valdir.

Realizada pelo Sesc Santos, a Mostra Manufatura de Monólogos reúne 11 espetáculos inéditos e autorais, criados e desenvolvidos entre jun/18 e jan/19 por artistas da Baixada Santista. O projeto voltado para as potencialidades criativas na área teatral da classe artística local conta com a orientação dos santistas Baskerville e Lubi, diretores renomados na cena teatral brasileira contemporânea. No dia 26/fev, às 20h, no Sesc Santos, os artistas e os orientadores realizam bate-papo aberto ao público, com mediação da dramaturga Dione Carlos.

 

‘É doce ou salgado?’ entra em cartaz no Gonzaga

Por Betinho Neto | Foto: Adilson Felix
.
A peça ‘É doce ou salgado?’ do Coletivo Sanatório Geral entra em temporada nos dias 27 e 28 de dezembro, às 17 horas, na Casa Velha (Bulevar Othon Feliciano, 10/Santos). A entrada é franca.
.
A peça, tem direção de Betinho Neto e Miriam Vieira e conta com as atrizes Liliane São Paulo, Amanda Franco e Sandy Andrade. Figurinos de Waldir Correia, maquiagem Kadu Veríssimo, trilha original Bruno De La Rosa, cenário de Marcia Alves e coreografia de Paula D’Albuquerque.
.
No espetáculo, a Rainha Açúcar e a Rainha Sal entram em guerra no reino da comida para que todos os alimentos e temperos decidam se são salgados ou doces, porém a Pimenta luta para que cada um possa ser o que quiser, doce ou salgado. O espetáculo “É Doce ou Salgado?” trata de uma forma lúdica o tema de igualdade de gêneros, fundamental para as sociedades democráticas e igualitárias.
.
A personagem Pimenta, que se denomina hora do sexo masculino e outra do feminino, trava uma luta importante para que todos possam ser o que quiserem, para uma igualdade de oportunidades de participação, reconhecimento e valorização.

Noise Coletivo estreia nova produção no Clube do Choro de Santos

Por Noise Coletivo

Com 95 anos, e uma lucidez de dar inveja, Nelson Batista de Campos, ou simplesmente Nelsinho, é um arquivo vivo da história musical da Baixada Santista e do Choro. Autodidata, começou cedo a tocar, e logo ganhou destaque em Conjuntos e Orquestras da região.

Não demorou a ser contratado pela Rádio Atlântica de Santos, onde por muitos anos liderou seu Conjunto Regional, acompanhando diversos artistas que vinham se apresentar na cidade. Suas memórias são o fio condutor do documentário em curta-metragem ‘Legado em 4 Cordas’, foi produzido pela Noise Coletivo através de financiamento pelo Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes de Santos, o FACULT.

Durante 24 minutos, Nelsinho conta sua história, que naturalmente se funde à história do Choro, à história do Rádio na Baixada Santista, e da música em geral. Ouvir suas histórias da amizade com Garoto, um dos maiores violonistas brasileiros de todos os tempos, reforça a importância de Nelsinho no cenário musical do Brasil.

No próximo dia 18 de novembro, à partir das 20 horas, o Clube do Choro de Santos promove a estreia do filme, que também contará com uma roda de choro com o grupo Pra Que Chorar. O clube fica na Rua XV de Novembro, 68, Centro.

Ficha Técnica

Direção: Fabiano Keller; Direção de Produção: Caroline Fernandes; Direção de Fotografia: Cássio Santos; Som Direto: Jota Amaral; Design de Produção: Betinho Neto – QG Sanatório; Produção: Noise Coletivo; Apoio: Clube do Choro de Santos; Patrocínio: Prefeitura Municipal de Santos – FACULT.

 

Jota R canta o repertório de Jorge Aragão no próximo Andança

Por Coletivo Sanatório Geral

As canções de Jorge Aragão são interpretadas por Jota R na festa Andança neste domingo (dia 23), às 17 horas, na Casa Velha (Bulevar Othon Feliciano, 10/Santos).

Quem comanda a playlist do evento é você atravês da nossa lista do Spotify é você, acesse o link: https://goo.gl/g35gZy, siga a playlist e acrescente as suas músicas preferidas para que a gente possa toca-las!

O drink do Andança é a ‘Limpeza Espirtiual’ (vodka, abacaxi e limão), por Paula Matta. Na lojinha da Casa Velha, há fotos de Amanda Cervantes e vinis, papelaria artesanal, imãs e porta-copos magnéticos do Conceito Arte 2.

A iniciativa Andança é uma realização da QG Sanatório. Apoio Cultural: Nita Alimentos – Moinho Paulista, Casa Velha, Casarão Santa Cruz Espaço de Arte e Dose de Inspiração. Colaboração: Matrix cases e assistência de celulares, Top Games Loja.

 

Canções de Arlindo Cruz são interpretadas por Junior Bicalho

Por Betinho Neto

A última temporada do ‘Andança’ em Santos acontece no Casa Velha e na abertura dessa “Temporada Final” , convidamos um estreiante no ANDANÇA, Junior Bicalho cantando o repertório de Arlindo Cruz! O evento será neste dia 16 (domingo), às 17h, na Casa Velha (Bulevar Othon Feliciano, 10/Santos). O couvert artístico é de R$ 10.

Quem comanda a playlist do evento é você atravês da nossa lista do Spotify é você, acesse o link: https://goo.gl/g35gZy, siga a playlist e acrescente as suas músicas preferidas para que a gente possa toca-las! No evento, há o Drink do Andança ‘Limpeza Espiritual’ (vodka, limão e abacaxi), por Paula Matta, além da presença de Angel Luz (azeites, sabonetes e banhos) e Macabéa Acessórios (cintos, pulseiras, carteiras, colares, chaveiros e bolsa).

A realização é do Coletivo Sanatório Geral, apoio cultural de Nita Alimentos, Moinho Paulista, Casa Velha, Casarão Santa Cruz – Espaço de Arte, e Dose de Inspiração. Colaboração da Matrix Cases e Assistências de Celulares e Top Games Loja.

 

Nath Mendes Ribeiro canta no projeto Andança neste dia 29

Por Betinho Neto

A atriz, DJ e vocalista no Acústico Dellas, Nath Mendes Ribeiro, interpreta Clementina de Jesus em show neste domingo (29/jan), às 17h, na Casa Velha de Santos (Bulevar Othon Feliciano, 10). Dentro da nova temporada do projeto Andança, o couvert artístico é de R$ 10.

Nath Mendes Ribeiro já cantou em diversos espetáculos, musicais e teatros da região e capital. Seu show “Especial Elis”, onde cantou grandes sucessos da cantora, foi um marco em sua carreira como intérprete.

Quem comanda a playlist do evento é você através da nossa lista do Spotify é você, acesse o link: https://goo.gl/g35gZy, siga a playlist e acrescente as suas músicas preferidas para que a gente possa toca-las!

Samba da minha vida

Uma serie de chamadas promocionais para o Andança estão sendo pensadas quem participa é a Dose de Inspiração com Nildo Ferreira e Nilton Ferreira. A ideia é que todas as mulheres possam falar qual a sua relação com o samba e o qual importante ele é. Quem continua a frente dos teasers da página do projeto é Fabiano Keller.

A realização é do QG Sanatório. Apoio: Nita Alimentos – Moinho Paulista, Casa Velha, Casarão Santa Cruz Espaço de Arte, Corisco Mix e Noise Coletivo. Colaboração: Matrix, Analu e TopGames.