Arquivo da tag: cinderela brasileira

‘Cinderela Brasileira’ leva sessões gratuitas de Bertioga a Santos

Informações da Casa3 | Foto: Rodrigo Montaldi

Uma história tradicional contada de uma maneira inusitada, com muitos causos. Assim é ‘Cinderela Brasileira’, versão do clássico Cinderela que reúne elementos da cultura nordestina. A montagem da Casa3 é co-realizada pelo Governo Estadual via ProAC.

A peça tem texto e direção de Kadu Veríssimo, que, no palco, contracena com Priscila Ribeiro, Zecarlos Gomes, Elias Tomais e Marcelo Wallez. A temporada gratuita nestes próximos dias será na Casa da Cultura de Bertioga (Av. Tomé de Souza, 130/Centro), no Teatro Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48/Santos) e no Teatro Procópio Ferreira (Av. D. Pedro 1º, 340/Guarujá).

Nessa versão que já percorreu 60 municípios com mais de 120 mil espectadores, Cinderela deixa de ser a jovem loura do vestido azul e passa a ser alguém comum, com quem o espectador se identifica. Com intenção de provocar a mudança do olhar, o espetáculo promove a quebra de estereótipo, destacando o conto e a cultura popular.

Na trama, um contador de causos apresenta personagens típicos do sertão nordestino, revelando a história de Cinderela Brasileira, a Gata Cangaceira. O clássico ganha uma nova roupagem e características amplamente conhecidas do nordeste brasileiro como sotaque arrastado, o cancioneiro e o jeito autêntico de um povo festeiro e sonhador.

 

Oficina Pagu abre 1 mil vagas gratuitas para cursos a partir do dia 19

A Oficina Cultural Pagu, a partir do dia 19 (terça feira) abrirá inscrições para os seus novos cursos, são mais de 1 mil vagas disponíveis para Santos e cidades da baixada santista, são eles: fotografia, teatro para adolescentes e adultos, escrita criativa, criação de flyer virtual, figurino, artes visuais, patrimônio e literatura. Os destaques ficam por conta da apresentação do espetáculo de dança Okinosmóv – Um Balet Nada Russo do Núcleo Luz do Projeto Fábricas de Cultura de São Paulo e da Palestra com o escritor Ignácio de Loyola Brandão.

Toda a programação é gratuita e está disponível no site: http://www.oficinasculturais.org.br. Os interessados poderão inscrever-se pelo próprio site ou pelo email: pagu@oficinasculturais.org.br, nos locais indicados nas cidades ou pessoalmente no endereço da sede: Rua Espírito Santo, 17/Santos; de terça à sexta-feira das 14 às 20 horas. Maiores informações pelos telefones: 3219-2036 / 3219-1741. Em breve, encaminhamos a programação completa.

ARTES CÊNICAS

OFICINA: TRAJE DE CENA | Coordenação: Bruna Pereira
24/5 a 28/6 – terça(s)-feira(s) | 18h45 às 21h45 | 25 vagas
Seleção: Solicitar ficha de inscrição pelo: pagu@oficinasculturais.org.br
Local: Oficina Cultural Pagu – Rua Espírito Santo, 17 – Campo Grande – Santos/SP
O projeto visa ampliar o interesse sobre trajes de cena e o número de profissionais capacitados para criação de figurinos. Graduada em Gestão Empresarial de Moda e Design de Moda. Possui cursos complementares em Traje de Cena para figurino e teatro,pesquisa de Moda, Desenho digital de Moda,Mercado do Vestuário,Modelagem,Corte e Costura Industrial e Desenho de Moda.

OFICINA DE FIGURINO PARA TEATRO | Coordenação: Karen Cruz
30/4 a 25/6– sábado(s) | 15h às 17h | 30 vagas
Seleção: Por ordem de Inscrição
Local: Palácio da Artes – Av. Presidente Costa e Silva , 1.600 – Boqueirão – Praia Grande/SP
Estimular o interesse por novas áreas de atuação de pessoas que tenham afinidades com as artes cênicas, mais precisamente pelo profissional que atua através de pesquisa, elaboração, criação, estudos de cores e harmonia que possam contribuir, melhorar a apresentação ou a performance cênica desenvolvimento de figurinos para o teatro.

Estilista, professora, fotógrafa, figurinista e produtora de moda. Possui Graduação em Moda pela Faculdade Santa Marcelina (1998), Pós-graduação em Criação Visual e Multimídia pela Universidade São Judas Tadeu (2005), especialização em Criação Visual no Teatro pela ECA – Escola de Comunicação e Artes Universidade de São Paulo (2006), e A Moda no Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu.

2OFICINA: PROCESSO COLABORATIVO NO FAZER TEATRAL E A INTERAÇÃO COM O PÚBLICO NO ESPAÇO URBANO | Coordenação: Platão Capurro Filho
9/5 a 6/6– segundas-feira(s) | quinta(s)-feira(s) | 19h às 21h | 30 vagas
Local: Oficina Cultural Pagu – Rua Espírito Santo, 17 – Campo Grande – Santos/SP
O programa da oficina pretende introduzir os participantes no processo colaborativo do fazer teatral com interação direta do público no espaço urbano. Ator, diretor, arte educador e pesquisador teatral. Diretor artístico do grupo Teatro Widia. http://www.widiacultural.wordpress.com

OFICINA DE INICIAÇÃO CÊNICA E CORPORAL PARA TEATRO | Coordenação: Ricardo Menezes
3/5 a 14/6 – terça(s) e quinta(s)-feira(s) | 14h30 às 17h30 | 25 vagas
Local: : Oficina Cultural Pagu – Rua Espírito Santo, 17 – Campo Grande – Santos/SP
Por meio de jogos e dinâmicas, apresentar algumas técnicas e princípios fundamentais da improvisação verbal e não verbal para o desenvolvimento das habilidades de disponibilidade, imaginação e prontidão cênica. Ator profissional, diretor, roteirista, fotógrafo, dramaturgo e produtor de eventos na áreas de artes cênicas, dança e audiovisual desde 1991.
https://www.facebook.com/ricmenezes2?fref=ts

OFICINA DE DRAMATURGIA: PRODUÇÃO DE TEXTO PARA TEATRO | Coordenação: Luiz De Assis Monteiro
4/5 a 1/6 – quarta(s)-feira(s) | 19h30 às 22h30 | 20 vagas
Teatro Procópio Ferreira – Avenida Dom Pedro I, 350 – Jardim Tejereba – Guarujá/SP
Conceitos,técnicas e ferramentas necessárias à construção de um texto teatral, análise da estrutura da obra teatral, leituras de obras, e ainda, a produção de um texto. Ator, diretor, dramaturgo e professor de teatro, é licenciado em Artes Cênicas, pela Universidade de São Paulo. É fundador e diretor artístico da Companhia Teatral Confraria da Paixão, de São Paulo. Em 2016, está completando 40 anos de teatro, tendo participado da montagem de 113 espetáculos: 43 como ator e 70 como diretor. Como dramaturgo já escreveu 51 obras, em sua maioria, já encenadas. Há 35 anos vem se dedicando à pesquisa e ao ensino do teatro, em inúmeras disciplinas.
http://www.confrariadapaixao.com.br/p/cordeis-publicados.html

OFICINA DE INICIAÇÃO TEATRAL | Coordenação: Fernando Rino
2/5 a 30/5– segundas-feira(s) | quinta(s)-feira(s) – 14h30 às 16h30 | 30 vagas
Associação dos Moradores do Humaitá End. Rua José Singer, 553, Humaitá – São Vicente
Introdução aos preceitos básicos da arte de atuar: sensibilização e preparação do corpo e da voz por meio de jogos cênicos. https://www.facebook.com/fernando.rino.3

WORKSHOP DE DANÇA: ÚLTIMO DIA | Coordenação: Henrique Lima
02/05 – segunda feira | 13h às 15h | 30 vagas
Centro Cultural Raul Cortez – Avenida São Paulo , 3465 – Vera Cruz – Mongaguá/SP
Henrique Lima, agrega toda sua experiência como bailarino, apresentando aos participantes, possibilidades técnicas através da soma de diferentes linguagens. Capoeira, danças populares brasileiras, o balé clássico e a dança contemporânea fazem parte desta oficina, onde os participantes vão experimentar também a improvisação como processo para a criação artística. Nesta etapa, Henrique Lima, utiliza do seu processo de criação para o espetáculo “O Último Dia”.

Henrique Lima é bailarino, coreógrafo e pesquisador. Natural de Recife (PE) , onde iniciou seus estudos de dança em 1991. Fez parte de importantes companhias do cenário nacional e internacional como Balé Popular do Recife, Compassos Cia de Dança, Vias da Dança, Cisne Negro Cia de Dança, Balé Da Cidade De São Paulo, Quasar Cia De Dança, J.Gar.Cia, Companhia Portuguesa De Bailado Contemporâneo (Lisboa), Grua–Corpos de Passagem, Omstrab, Pultz Teatro coreográfico entre outras.

Trabalhou com importantes coreógrafos da cena contemporânea Henrique Rodovalho, Rui Moreira, André Mesquita, Mario Nascimento, Jorge Garcia, Patrick Delcroix, ItzikGalili, Nina Botkay. Como Coreógrafo atuou na Companhia de bailado De Ourinhos (STAC e UNTAR), Balé da Cidade de São Paulo (No Toque) Vias da Dança-PE( Só Pó) J.Gar.Cia (Cantinho De Nóis), Cisne Negro( Vem Dançar). Além de trabalhos com artistas independentes apresentou nas principais capitais do Brasil e em países como Alemanha, França, Portugal, Paris, Espanha, África, Chile, Peru, Argentina, Chile, Bolívia entre outros. Saiba mais em https://goo.gl/zl1t2g

ESPETÁCULO DE DANÇA: ÚLTIMO DIA | Coordenação: Henrique Lima
02/05 – segunda-feira – 17h | 03/05 – terça-feira – 19h
Centro Cultural Raul Cortez – Avenida São Paulo , 3465 – Vera Cruz – Mongaguá/SP
Henrique Lima, agrega toda sua experiência como bailarino, apresentando aos participantes, possibilidades técnicas através da soma de diferentes linguagens. Capoeira, danças populares brasileiras, o balé clássico e a dança contemporânea fazem parte desta oficina, onde os participantes vão experimentar também a improvisação como processo para a criação artística. Nesta etapa, Henrique Lima, utiliza do seu processo de criação para o espetáculo “O Último Dia”.

Henrique Lima é bailarino, coreógrafo e pesquisador. Natural de Recife (PE) , onde iniciou seus estudos de dança em 1991. Fez parte de importantes companhias do cenário nacional e internacional como Balé Popular do Recife, Compassos Cia de Dança, Vias da Dança, Cisne Negro Cia de Dança, Balé Da Cidade De São Paulo, Quasar Cia De Dança, J.Gar.Cia, Companhia Portuguesa De Bailado Contemporâneo (Lisboa), Grua–Corpos de Passagem, Omstrab, Pultz Teatro coreográfico entre outras.

Trabalhou com importantes coreógrafos da cena contemporânea Henrique Rodovalho, Rui Moreira, André Mesquita, Mario Nascimento, Jorge Garcia, Patrick Delcroix ,ItzikGalili, Nina Botkay. Como Coreógrafo atuou na Companhia de bailado De Ourinhos (STAC e UNTAR), Balé da Cidade de São Paulo (No Toque) Vias da Dança-PE (Só Pó) J.Gar.Cia (Cantinho De Nóis), Cisne Negro (Vem Dançar). Além de trabalhos com artistas independentes apresentou nas principais capitais do Brasil e em países como Alemanha, França, Portugal, Paris, Espanha, África, Chile, Peru, Argentina, Chile, Bolívia entre outros. Saiba mais em https://goo.gl/zl1t2g

ESPETÁCULO “OKINOSMÓV” – UM BALET NADA RUSSO | Grupo: Núcleo Luz | Coordenação: Renata Montesanti
25/5 – quarta-feira – 20h às 21h
Teatro Municipal Brás Cubas – Avenida Senador Pinheiro Machado , 48 – Vila Matias – Santos/SP
Entre a necessidade e o desejo estão infinitas variáveis. O que nos movimenta e o que nos paralisa? O amor, a paixão, o medo… Essas e outras inquietações tão profundamente humanas estão contidas na construção da dramaturgia do espetáculo “Okinosmóv – Um ballet nada russo”, que orienta seu sentido no risco e na incerteza que acompanha aquilo que nos move, tendo como principal instrumento de comunicação a linguagem da dança contemporânea.

O Núcleo Luz é um projeto artístico criado em 2007, que integra o Programa Fábricas de Cultura – da Secretaria de Estado da Cultura – executado pela Poiesis (Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura). Com o objetivo de ampliar o universo cultural de jovens entre 14 e 26 anos através da vivência na linguagem da dança integrada a conteúdos educativos, o projeto oferece dois programas de formação gratuitos, disponibilizando aos aprendizes uma ajuda de custo mensal.

LITERATURA

8UM DEDO DE PROSA COM LOYOLA BRANDÃO | Coordenação: Loyola Brandão
4/6 – sábado – 15h30 | 30 vagas
Oficina Cultural Pagu – Rua Espírito Santo, 17 – Campo Grande – Santos/SP
Loyola Brandão ,um dos maiores nomes da literatura contemporânea , falará sobre sua trajetória como romancista,contista, cronista e jornalista em conversa instigante sobre o prazer de escrever. Jornalista, trabalhou no jornal Ultima Hora, depois nas revistas Claudia, Realidade, Setenta, Planeta, Ciência e Vida, Lui e terminou a carreira em Vogue. Publicou até o momento 37 livros. Em 2008 ganhou o prêmio Jabuti, como Menino que Vendia Palavras.

3WORKSHOP DE CRIAÇÃO POÉTICA: COMO SONHAR O REAL | Coordenação: Marcelo Ariel
10/5 – terça-feira – 19h às 21h30 | 30 vagas
Secretaria de Cultura – Avenida Nove de Abril , 2795 – Centro – Cubatão/SP
O uso da intuição e, dos símbolos e da imagética na construção do Poema, o processo de criação poética e a realidade com a referencia das obras escritas por Marcelo Ariel.

Marcelo Ariel é poeta e performer, autor dos livros Tratado dos Anjos Afogados (Caraguatatuba: Letra Selvagem, 2008), Me enterrem com a minha AR-15(São Paulo: Dulcineia Catadora, 2009), Retornaremos das cinzas para sonhar com o silêncio (São Paulo: Patuá, 2014), Diário Ontológico (São Paulo: Pharmakon, 2014), entre outros. Coordena cursos livres de criação literária e vive em Cubatão (SP).

6OFICINA “JOGOS DE ESCRITA: A REINVENÇÃO DA NARRATIVA” | Coordenação: Lu Menezes
3/5 a 19/5 – terça(s)-feira(s) e quinta(s)-feira(s) – 18h30 às 21h | 25 vagas
Pinacoteca Benedicto Calixto – Avenida Bartolomeu de Gusmão , 15 – Boqueirão – Santos/SP
Técnicas de escrita criativa, onde a prática de jogos e exercícios de escrita ajudam a destravar e amplificar o fluxo narrativo dos participantes. Auxiliando na estruturação de histórias assertivas e surpreendentes, capazes de sensibilizar o leitor. Publicitária e autora, Lu Menezes escreveu o livro de crônicas “Baião de Três”. Realizou oficinas de escrita criativa e de contação de histórias nos estados de Santa Catarina e São Paulo.

ARTES VISUAIS – FOTOGRAFIA

EXPOSIÇÃO: ENSAIO SOBRE MULHERES | Coordenação: Karen Ritchie
Terças as sextas feiras – 14h às 20h; sábados – 14h as 17h
Oficina Cultural Pagu – Rua Espírito Santo, 17 – Campo Grande – Santos/SP
Transmitir novas percepções sobre a mulher registrando o universo feminino, misturando emoção e as técnicas fotográficas. Karen é publicitária, formada em comunicação e fotografa com experiência de mais de 15 anos na área. Foi editora de imagens da TV Mar e em produtora de comerciais. Atua na área da fotografia social, com formação em estúdio e produção foto jornalística.

10WORKSHOP: TÉCNICAS E TRUQUES DA FOTOGRAFIA | Coordenação: Flavio Meyer
6/5 – sexta-feira – 18h45 às 21h45
7/5 – sábado – 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00
Seleção: Carta de interesse | 25 vagas
Oficina Cultural Pagu – Rua Espírito Santo, 17 – Campo Grande – Santos/SP
Explorar todas as questões vitais à construção imagética e desvenda os segredos da fotografia profissional. Pós-Graduado em Comunicação Visual pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo, atuando no mercado publicitário, iniciou sua carreira de fotógrafo em 2011 com a exposição “Gigantes em Miniatura”, em 2014 publicou o seu primeiro livro de imagens “Poesia Fotografada”, e em 2015 foi convocado para o Prêmio Paraty em Foco. http://www.flaviomeyer.com.br.

COMUNICAÇÃO E NOVAS MÍDIAS

OFICINA: CRIE SEU BANNER VIRTUAL | Coordenação: Carlos Cirne
2/6 a 23/6 – quinta(s)-feira(s) – 19h30 às 21h30 | 20 vagas
Seleção: Carta de interesse | Oficina Cultural Pagu – Rua Espírito Santo, 17 – Campo Grande – Santos/SP
Apresentar ferramentas e softwares de composição e preparação de imagens para promoção rápida em redes. Carlos é designer, assessor de imprensa, cobrindo as várias áreas do entretenimento: teatro, cinema e TV. Co-editor da newsletter online Colunas & Notas, periódico sobre artes e lazer; responsável pelo design dos volumes da Coleção Aplauso, da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo. Na área de cinema, atuou como jurado em duas edições do Curta Santos – Festival de curtas-metragens da cidade de Santos / SP, assim como orientador de debates, entre outros.

MÚSICA

CONCERTO DE CANTO CORAL: MULHERES – A VEZ E A VOZ | Coordenação: Coral Zanzalá
8/5 – domingo – 19h | 200 vagas
Concha Acústica – Canal 3 , Santos/SP
Este concerto traz um repertório que aborda o universo feminino, com canções que valorizam a mulher, seu papel fundamental na sociedade, suas lutas e ambições. O Coral Zanzalá foi criado pelo maestro Rodrigo Augusto Tavares em 1978, no antigo Conservatório Musical de Cubatão. Hoje é considerado um dos corais mais importantes do Estado de São Paulo. Em 2014 apresentou-se no Lincoln Center, em Nova York

5LUIZINHO E A ARTE DO VIOLÃO 7 CORDAS | Coordenação: Luizinho 7 Cordas
22/4– sexta-feira – 10h às 13h | 30 vagas
Clube do Choro – R. Quinze de Novembro, 68 – Centro – Santos/SP
A oficina musical irá decifrar a utilização da sétima corda do violão para apresentações do Choro, dando um panorama histórico do violão 7 Cordas, principais músicos, a linguagem, algumas ideias de Baixarias de Condução e das diversas tonalidades deste instrumento musical.

Um dos maiores violonistas de sete cordas do Brasil, Luiz Araújo Amorim, o Luizinho 7 cordas, nasceu em Marília SP.Violonista premiado, hoje com 70 anos é considerado um dos maiores violonistas do Brasil. Em 2011 a parceria entre o Clube do Choro de Santos e a Prefeitura criou a Escola de Choro Luizinho 7 Cordas O curso tem duração de três anos e é aberto a crianças e adolescentes de nove a 17 anos, preferencialmente moradores do entorno do Mercado e do Centro Histórico, áreas de grande vulnerabilidade social.

ARTES VISUAIS

WORKSHOP: EU E FRIDA – CRIAÇÕES ARTÍSTICAS A PARTIR DA OBRA DA PINTORA FRIDA KAHLO | Coordenação: Kadu Veríssimo
3/5 a 24/5 – terça(s)-feira(s) – 19h às 22h | 20 vagas
Casa da Cultura – Av. Tomé de Souza , 130 – Centro – Bertioga/SP
Sequência de criações artísticas estimuladas pela obra da pintora mexicana Frida Kahlo em busca de um objeto artístico genuíno e pessoal , partindo de suas vivências para a construção de expressões artísticas , como desenho, gravura, pintura, escultura, dança, performance, etc.

Ator,autor, diretor e artista plástico, licenciado em Artes Visuais pela Unisanta (Santos-SP). Como artista plástico foi o ilustrador responsável pelas obras do projeto visual do décimo segundo curta santos (festival de cinema de Santos) ,exposição ArteCidade no MISS (Museu da Imagem e do Som de Santos) e expôs seus trabalhos nos projetos Viva Pagu na Casa das Rosas (São Paulo-SP) e Entre Fronteiras em Lima, no Peru. Atualmente desenvolve seus trabalhos na companhia Casa3 na cidade de Guarujá-SP, e o Coletivo em Santos–SP.

PATRIMÔNIO

OFICINA “O PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARQUEOLÓGICO DE PERUÍBE” – OLHARES, PERCEPÇÕES E MEMÓRIA NA TERRA INDÍGENA PIAÇAGUERA | Coordenação: Fátima Pires
4/5 a 25/5 – quarta(s)-feira(s) – 13h30 às 15h30 | 20 vagas
Escola Indígena da Aldeia Piaçaguera – Estrada do Telégrafo, Peruíbe/SP
Apresentar o Patrimônio Histórico e Arqueológico de Peruíbe aos indígenas da Terra Indígena Piaçaguera, promovendo um amplo debate sobre os sítios arqueológicos existentes na Terra Indígena Piaçaguera e sobre o passado dos indígenas no local, fazendo-os refletir sobre suas origens e ligações com o local. Professora, historiadora e mestra em educação indígena pela Unisantos. Atualmente é a restauradora da instalações do arquivo histórico de Peruíbe.

*Mônica Tranjan

 

Centro Histórico de Itanhaém será palco do Teatro a Bordo

O caminhão de artes cênicas itinerante estacionará em Itanhaém na próxima sábado (9), às 15 horas, na Praça Narciso de Andrade, Centro Histórico. O projeto ‘Teatro a Bordo’ apresentará cinco peças em uma linguagem popular e cômica direcionada ao público de todas as idades.

Às 15 horas, para dar início ao evento, acontecerá a intervenção coletiva com “Bonecos Brincantes”. Já às 16h30, a programação terá continuidade com a peça “Embornal de Histórias”. Mais tarde, às 18 horas, o Centro Histórico receberá a apresentação de break dance, e às 18h30, uma sessão de curta-metragens. Para encerrar, às 19 horas, o público poderá apreciar a peça “Cinderela Brasileira”.

Desde 2007, o Teatro a Bordo já percorreu mais de 100 municípios do estado de São Paulo. Cerca de 300 mil pessoas já assistiram as apresentações, participaram de oficinas, criaram seus próprios bonecos, brincaram com os atores e se divertiram na plateia. As atividades são gratuitas e aberta à comunidade.

O projeto é uma realização do Grupo Teatro Aberto e da Berthi Produção e Arte, o Teatro a Bordo com o patrocínio da Polimix Concreto, por meio da da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura, parceria comercial com J.Leiva Cultura & Esporte e apoio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes.

*Prefeitura de Itanhaém

 

Guarujá reinaugura Teatro Procópio Ferreira neste sábado

Após um amplo processo de reconstrução, o Teatro Municipal Procópio Ferreira abrirá suas portas novamente ao público. A Prefeitura de Guarujá realizará a reinauguração do teatro neste sábado (25), às 10 horas, com uma semana de programações totalmente gratuitas. Todos os dias, 200 ingressos estarão disponíveis gratuitamente para o público na bilheteria do Teatro (Avenida Dom Pedro I, 350 – Enseada), das 9 às 17 horas. Para as atividades do dia 1º de maio, os interessados devem retirar no dia anterior.

02No dia da abertura, haverá solenidade com apresentação da Banda Municipal de Guarujá, intervenções com a poetisa Márcia Guedes e abertura da Galeria de Artes Plásticas Wega Nery, com exposição de artistas locais. Já no período noturno, às 21 horas. O público ganhará de presente o espetáculo “Gandhi, um líder servidor”, monólogo com João Signorelli, com roteiro e direção de Miguel Filiage. Na sinopse, em nome da paz mundial, Ghandi anuncia o início de mais um jejum, para que as pessoas deixem de se alimentar com pensamentos desiquilibrados, preconceitos e sentimentos sombrios.

A programação segue no domingo (26), às 20 horas, com o espetáculo “Sabor da Bossa”, no qual o músico Paulo Costa, conhecido como o embaixador da Bossa Nova, traz, ao público, clássicos deste gênero musical. A partir de segunda-feira, os artistas locais e o teatro infantil das escolas ganham o palco do Procópio.

Na segunda-feira (27), às 9h30, a Cia de Teatro Troupe D’Arte preparou, dentro do “Projeto Escola”, o espetáculo infantil “A Pipa Sumiu”, de Lilian Zanzzinni. A atração é reapresentada às 15 horas. Já às 18 horas o Coletivo de Teatro de Guarujá apresenta Mostra de Cenas com atores independentes. A classificação etária é de 12 anos. No mesmo dia, às 21 horas, a performance Egos, da Cia Quem sabe faz a hora, com texto e direção de Fátima Góes, leva ao público o universo cênico.

No dia 28, às 9 horas, a peça infantil “O Mistério de Feiurinha no Vale Encantando”, do Projeto de Atividades Motoras e Ações Recreativas (Amar), realizado na rede municipal de ensino, é apresentada ao público misturando o universo da Disney à história de Pedro Bandeira. A direção fica a cargo de Cátia de Souza e Renata Coghe. A atração fica em cartaz até dia 1º, às 9h30 nos dias que seguem, sendo às 10 horas no último dia.

03Às 15 horas, a peça “Cinderela Brasileira”, do diretor Marcelo Wallez, da Casa 3, retrata a clássica história, em forma de farsa, e ambientada no sertão nordestino, tendo como protagonista a Gata Cangaceira. Já às 21 horas, o monólogo “Um bravo canto para desatar os perversos nós” está em cartaz, com texto e direção de Luiz de Assis Monteiro. A classificação é de 16 anos. A atração é reapresentada no dia 1º/5, às 16 horas.

No dia 29, as atrações prosseguem com “Chapeuzinho Vermelho e o caderno mágico”, às 15 horas, infantil assinado por Fátima Góes. Uma releitura do Clube da Esquina e de artistas do 14 Bis e Skank compõe o show “Cheiro de Minas”, com Débora Paiva e Medusa Trio, fechando o dia, às 21 horas. A fantasia do circo ganha o coração do público no dia 30, às 15 horas, quando o Grupo Os Panthanas – Núcleo de Pathifarias Circenses de Santos apresenta o espetáculo “Repescagem”, composto de esquetes de palhaços.

04E às 21 horas, com direção de Eduardo Silva e texto de Odair Dias Filho e Dina Alves, a cena teatral “Darluz” é conduzida por uma mulher homônima, que entrega os filhos a terceiros a fim de livrá-los da extensão de sua miséria. Eduardo Silva é premiado com seis “Mambembes” (dois como melhor ator); três vezes eleito melhor ator pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e Associação dos Produtores de Espetáculos do Estado de São Paulo (APETESP), além dos prêmios Shell e Moliére, como melhor ator.

Além de “O Mistério de feiurinha no Vale Encantado”, às 10 horas, e “Cinderela Brasileira”, 16 horas, no dia 1º de maio acontece o show “Voz e Suor”, com Bruno de La Rosa, às 21 horas, em homenagem ao Dia do Trabalhador. O show “Sambas de Outrora” é a pedida de 2 de maio, às 17 horas, com o músico guarujaense Renato Passarinho, trazendo choro e samba de raiz. Já às 21 horas, acontece o Sarau Bodega Brasil, com apresentação de 10 artistas de cultura popular nordestina na linguagem do cordel, repente, aboio e dança.

No dia 3 de maio, às 15 horas, o Ballet Municipal de Guarujá apresenta o espetáculo “Festa no Arraiá”, misturando música clássica com Música Popular Brasileira (MPB). Já às 20 horas, fechando a programação de reinauguração do Teatro Municipal, será realizado o show “Fados e Guitarradas”, com Marly Gonçalves (fadista), Ricardo Araújo (guitarra portuguesa), Renato Araújo (viola do fado) e Heitor Tenório (contra-baixo).

O secretário municipal de Cultura, Odair Dias Filho, aponta que Guarujá passou a ter um novo Teatro Municipal, não somente em sua estrutura física, mas também conceitual. “Depois deste tempo de reforma é importante inaugurar o principal equipamento cultural da Cidade, mas também seguir o novo modelo de gestão. A diretriz não é só o entretenimento. Nosso foco é a formação de público, o diálogo com a classe artística. Estamos de portas abertas para os artistas locais, da Região e espetáculos de expressão nacional. Queremos uma programação de alta qualidade. Temos tudo para que o Procópio se torne um importante corredor das mais diversas linguagens e expressões das artes cênicas, da música, dança, circo, fotografia e artes plásticas”, apontou o secretário.

*Prefeitura de Guarujá

 

Santos promete final de semana agitado com diversas opções culturais

Além das atrações nas Tendas, Santos está com a agenda cultural recheada de opções para quem está planejando o final de semana. Entre a programação há: cinema com “Um Longa viagem”, estrelado pelos atores Colin Firth e Nicole Kidman,  músicas no Chorinho e na Concha Acústica e  no teatro Coliseu a famosa comédia “Os Homens São de Marte e é Pra Lá Que eu Vou!”, com a atriz Mônica Martelli.

Agenda Cultural

Cine Arte

Colin Firth e Nicole Kidman são as estrelas no drama ‘Uma longa viagem’ em cartaz no Cine Arte Posto 4 (orla do Gonzaga) de quinta-feira (4) ao dia 11. Dirigidsantoso por Jonathan Teplitzky, o filme mostra a história de Lomax, um homem marcado por traumas vividos na juventude, durante a Segunda Guerra Mundial. Em busca de respostas para o seu tormento, retorna à Tailândia, local onde trabalhou sob tortura e conheceu um jovem soldado japonês que atuava como tradutor entre ele e seus sequestradores.  Sessões: 16h, 18h30 e 21h. Classificação: 14 anos. Ingressos: R$ 3,00 (inteira).

Chorinho

A Roda de Samba dos Amigos é atração deste sábado (7), às 19h, no Chorinho do Aquário. O grupo é composto por Delso, Tim, Campeão e Roberto (percussão e voz), Dario (violão 7 Cordas e voz), Mário (trombone) e Quinho (cavaco), que interpreta composições de Evaldo Gouveia, Cartola, Nelson Cavaquinho, Raul de Barros e Waldir Azevedo, entre outros.  A apresentação ocorre na Praça Luiz La Scala, na Ponta da Praia, em frente ao Aquário Municipal. Realização: Prefeitura em parceria com a Ecoporto Santos. Gratuito.

Concha

Neste fim de semana, a Concha Acústica Vicente de Carvalho (Canal 3 com a Praia do Gonzaga) oferece ao pCinderela Brasileira - by Douglas Camargoúblico apresentações musicais e teatro infantil, esta última dentro da programação do projeto ‘Conchinha’. Sábado (7) tem MPB com a cantora Marcela Lobbo. Já no domingo (8) é a vez do roqueiro Tite e banda subirem ao palco. As exibições ocorrem às 19h. Para a criançada, a dica é a produção ‘Cinderela Brasileira’, da Casa 3 de Artes, marcada para domingo, às 10h30. Gratuito.

Comédia

‘Os Homens São de Marte e é Pra Lá Que eu Vou!’, com Mônica Martelli, chega ao Teatro Coliseu neste fim de semana. Sábado (7), às 21h, e domingo (8), às 20h, a peça, que já teve 2 milhões de espectadores, mostra o dilema de Fernanda, de 39 anos, solteira, jornalista e que está em busca de um grande amor. As entradas custam de R$ 60,00 a R$ 80,00 e podem ser adquiridas pelo site Compre Ingressos (www.compreingressos.com), pelo telefone 4062-0016 ou na bilheteria do teatro, das 12h às 17h. Professores, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. O endereço é Rua Amador Bueno, 237, Centro Histórico.

TENDA

Tenda 1 – Pompeia

Sexta-feira (6) tem aulas de dança circular (10h), dança de salão (11h15) e show com Selo Nacional (19h). No sábado (7) ocorre esquenta de Carnaval com as escolas de samba X-9 (10h) e Unidos dos Morros (12h), além de baile com a Vital’s Band Show (19h).  O domingo (8) traz a exibição de música portuguesa com os ‘Filhos da Tradição’ (10h), apresentação da peça ‘Brincando de Bambalalão’ (12h) e baile com a Atlantic Band (19h). Gratuito.

Tenda 2 – Gonzaga

Sexta-feira (6), sábado (7) e domingo (8), a Tenda 2 abriga atividades literárias com o  Espaço Leitura, que funciona das 10h às 14h. No local, o público pode adotar livros e gibis e ler jornais e revistas de frente para o mar. Sexta-feira, o happy hour é comandado por Cláudio Ricardo, Jaime Augusto e convidados. Sábado é a vez da ‘Musical Classe A’ subir ao palco e no domingo, a animação fica por conta da banda ‘Musikroma’. As atrações noturnas começam sempre às 19h. Gratuito

Tenda 3 – Boqueirão

Com atividades para a terceira idade, a Tenda 3 oferece na sexta-feira (6): rítmica (10h), alongamento (11h), zumba (12h), ginástica (13h) e happy hour com a Banda Querô (19h). Durante o dia, no sábado (7), a agenda traz tai chi chuan (10h), dança do ventre (11h), zumba (12h) e alongamento (13h).  Domingo (8), as opções são tai chi chuan (10h), dança do ventre (11h), alongamento (12h) e zumba (13h). Na programação noturna, das 19h às 23h, os destaques são a Johnny’s Band (sábado), com aulas de zumba no intervalo, e a Jazz Big Band (domingo). Entrada franca.

Tenda 4 – Boqueirão

A Tenda 4 promove na sexta-feira (6), aulas de dança de salão (10h), zumba (11h15 ) e show com o grupo Andanças (19h). Sábado (7), das 10h às 14h, o espaço recebe o ‘Festival RockBufonarias por Maira Brigliadori Show’ e, das 19h às 23h, baile com a Nayat Jordan & Company. Domingo (8) tem apresentação do ‘Bufonarias II’, da Trupe Olho da Rua (10h), e exibição de cultura portuguesa do ‘Fado por Acaso’ (12h). Das 19h às 23h, a animação fica a cargo de ‘Simone Alfaro & Stilo 7’. Entrada franca.

Tenda 5 – Aparecida

As atividades físicas são as atrações na Tenda 5 (Aparecida), que abriga aula de tai chi chuan (10h), pilates de solo (11h), dança de salão (12h) e lambaeróbica (13h) na sexta-feira (6), sábado (7) e domingo (8). À noite, sempre a partir das 19h, ocorrem as seguintes atrações: ‘Os Insistentes’ (sexta-feira), ‘Multsom’ e apresentação do Grupo Doces Lembranças no intervalo (sábado) e ‘Star Five’ e aulas de zumba entre as paradas da banda principal (domingo). Gratuito.

Espaço Kids

Com atividades monitoradas e gratuitas, os Espaços Kids oferecem às crianças piscinas de bolinhas, corrida maluca, jogos e recreação, entre outras atividades. As instalações estão presentes nas cinco tendas de verão. O funcionamento é de terça a sexta-feira, das 19h às 22h, e nos sábados e domingos, das 19h às 23h. Gratuito.

 *Prefeitura de Santos