Arquivo da tag: cinderela

‘Cinderela Brasileira’ leva sessões gratuitas de Bertioga a Santos

Informações da Casa3 | Foto: Rodrigo Montaldi

Uma história tradicional contada de uma maneira inusitada, com muitos causos. Assim é ‘Cinderela Brasileira’, versão do clássico Cinderela que reúne elementos da cultura nordestina. A montagem da Casa3 é co-realizada pelo Governo Estadual via ProAC.

A peça tem texto e direção de Kadu Veríssimo, que, no palco, contracena com Priscila Ribeiro, Zecarlos Gomes, Elias Tomais e Marcelo Wallez. A temporada gratuita nestes próximos dias será na Casa da Cultura de Bertioga (Av. Tomé de Souza, 130/Centro), no Teatro Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48/Santos) e no Teatro Procópio Ferreira (Av. D. Pedro 1º, 340/Guarujá).

Nessa versão que já percorreu 60 municípios com mais de 120 mil espectadores, Cinderela deixa de ser a jovem loura do vestido azul e passa a ser alguém comum, com quem o espectador se identifica. Com intenção de provocar a mudança do olhar, o espetáculo promove a quebra de estereótipo, destacando o conto e a cultura popular.

Na trama, um contador de causos apresenta personagens típicos do sertão nordestino, revelando a história de Cinderela Brasileira, a Gata Cangaceira. O clássico ganha uma nova roupagem e características amplamente conhecidas do nordeste brasileiro como sotaque arrastado, o cancioneiro e o jeito autêntico de um povo festeiro e sonhador.

 

Agenda cultural: Santos tem festival de juventude e muito mais

Coprodução entre Uruguai, Espanha e Alemanha, o filme ‘Sr. Kaplan’ narra a aventura de Jacobo Kaplan, que está cansado da velhice e de sua rotina. Ansioso em fazer algo pelo qual será lembrado para sempre, ele fica com a pulga atrás da orelha após sua neta lhe contar que conhece um alemão que vive em uma praia distante, que tem o apelido de ‘nazista’. Direção: Alvaro Brechner. Museu da Imagem e do Som de Santos (Miss) – piso térreo do Centro de Cultura Patrícia Galvão. Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias. Sessões diárias às 16h, 18h e 20h. Ingressos: R$ 3,00. Classificação: 12 anos. Em cartaz entre os dias 9 e 15 de julho.

Cinemateca

Filme ‘O Processo’, que integra a Mostra em Homenagem ao Centenário de Orson Welles. No enredo, Joseph K. é um homem reservado, que vive na pensão da senhora Grubach e se dá bem com todos os moradores do local. Um dia ele é acordado por um inspetor de polícia, que lhe informa que está preso, mas não o leva em custódia. Durante o processo, Joseph segue com suas atividades normais, tendo apenas que ficar à disposição das autoridades a qualquer hora do dia. Incomodado por não saber do que está sendo acusado, ele decide investigar. Cinemateca de Santos. Rua Ministro Xavier de Toledo, 42, Campo Grande. Sábado (11). 20h. Gratuito. Classificação: 14 anos. Informações: tel. 3251-1613. Apoio: Video Paradiso.

Cinderela

02‘Cinderela – o filme’. Após a trágica e inesperada morte do seu pai, Ella (Lily James) fica à mercê da sua terrível madrasta, Lady Tremaine (Cate Blanchett), e suas filhas Anastasia e Drisella. Passeando na floresta, ela se encanta por um corajoso estranho (Richard Madden), sem desconfiar que ele é o príncipe do castelo. Cinderela recebe um convite para o grande baile e acredita que pode voltar a encontrar sua alma gêmea, mas seus planos vão por água abaixo quando a madrasta má rasga seu vestido. Agora será preciso uma fada madrinha (Helena Bonham Carter) para mudar o seu destino. Direção: Kenneth Branagh. Cine ZN – Sala Toninho Dantas – 2º piso do Centro Cultural da Zona Noroeste. Av. Afonso Schmidt, s/nº, Areia Branca. Sábado (11) e domingo (12). Sessões às 15h, 17h e 19h. Grátis. Classificação: Livre.

Concha Acústica

O cantor e violonista Clovis Vieira, acompanhado do baixista Glécio Nascimento, apresenta música popular brasileira, interpretando canções de autores consagrados. Seu estilo e repertório são influenciados por compositores e intérpretes mineiros como Milton Nascimento, Fernando Brant, Beto Guedes, Mario Gil e Toninho Horta. Em seu repertório, também inclui canções de Oswaldo Montenegro, Renato Teixeira, Renato Braz, Fátima Guedes, Boca Livre, Claudio Nucci e Zé Renato. Concha Acústica Vicente de Carvalho. Orla do Gonzaga, ao lado do Canal 3. Sábado (11). 19h. Entrada franca. Classificação: Livre.

Espetáculo ‘Santos de frente para o mundo’, da Aplauso Companhia. A montagem faz uso de diversas linguagens, como música, dança, teatro, artes plásticas e multimídia, para retratar a história santista, suas belezas naturais, a rotina do povo e sua vanguarda nos movimentos artísticos e culturais. Direção artística: Sueli Cherbino e Luciana Raccini. Música original de Tarso Ramos. Concha Acústica Vicente de Carvalho. Orla do Gonzaga, ao lado do Canal 3. Domingo (12). 18h30. Entrada franca. Classificação: Livre.

Projeto Conchinha

Espetáculo infantil ‘João e Maria’, da Cia. Arueiras do Brasil. Com participação da plateia, narra a história de duas crianças muito pobres que viviam numa casinha perto da floresta. Adaptação: Edivaldo Costa e músicas de Arlete Ramello. Concha Acústica Vicente de Carvalho. Orla do Gonzaga, ao lado do Canal 3. Domingo (12). 10h30. Gratuito. Classificação: Livre.

‘Improvável’

03Totalmente baseado no improviso, o espetáculo ‘Improvável’ foi criado pela Cia. Barbixas de Humor. Durante a apresentação, os atores são desafiados pela plateia, que dá os temas para que as cenas aconteçam no palco. Com Anderson Bizzocchi, Daniel Nascimento e Elidio Sanna, que recebem dois convidados especiais. Teatro Coliseu. Rua Amador Bueno, 237, Centro. Sexta-feira (10), às 21h30; sábado (11), às 19h e 21h; e domingo (12), às 18h. Ingressos inteiros custam R$ 60,00 a R$ 30,00 (meia-entrada). Desconto de 30% para assinante A Tribuna e acompanhante e de 50% para pessoa com mais de 60 anos, estudantes e professores. Informações e vendas no site http://www.compreingressos.com.br. Classificação: 12 anos.

‘A Lenda dos Jovens Detentos’

Reapresentação da montagem ‘A Lenda dos Jovens Detentos’, que narra o encontro de Xilí, interno da Febem, e Daniela, uma garota de classe média alta. No elenco: Letícia Tavares e Bruno Galdino, atores formados na Escola de Artes Cênicas Wilson Geraldo, da Secult. Direção de Diego Andrade. Trabalho contemplado pelo 4º Programa de Apoio à Cultura – Facult 2014, da Prefeitura de Santos. Pinacoteca Benedicto Calixto. Av. Bartolomeu de Gusmão, 15, Boqueirão. Sábado (11). 18h. Gratuito (retirada dos ingressos uma hora antes do espetáculo. Se chover, é cancelado). 60 lugares. Classificação: 15 anos.

‘Caminhos até Santiago’

01O Centro Espanhol apresenta o espetáculo de dança e teatro ‘Caminhos até Santiago’, em comemoração aos 30 anos do grupo Caminos de España. No palco é narrada a história do Caminho de Santiago: como começou a peregrinação, suas diferentes rotas e onde termina. Coreografias de Luis Miramontes, Giovana Miranda e Iria Garcia. Teatro Guarany. Praça dos Andradas, 100, Centro. Domingo (12). 20h. Ingressos: R$ 40,00 e R$ 20,00 (meia-entrada). Classificação: Livre

Festa Inverno

>> Shows das bandas Qu4tro, Helena, Os Trovandistas e Setor Central, no 1º Festival da Juventude, e de Maxsoul. Evento tem a participação de 29 entidades cadastradas pelo Fundo Social de Solidariedade de Santos (FSS), que administram lanchonetes, restaurantes e área de lazer montados no local, e 65 artesãos. Festa Inverno 2015. Av. Rangel Pestana, 184, Vila Mathias. Quinta-feira (9). Das 19h à 0h. Entrada franca. Classificação: Livre.

>> Show com o Musical 2 + 1. Evento tem a participação de 29 entidades cadastradas pelo Fundo Social de Solidariedade de Santos (FSS), que administram lanchonetes, restaurantes e área de lazer montados no local, e 65 artesãos. Festa Inverno 2015. Av. Rangel Pestana, 184, Vila Mathias. Sexta-feira (10). Das 18h à 0h. Entrada franca. Classificação: Livre.

>> Show com Mix Brazil Band e 1º Festival de Quadrilhas Juninas. Evento tem a participação de 29 entidades cadastradas pelo Fundo Social de Solidariedade de Santos (FSS), que administram lanchonetes, restaurantes e área de lazer montados no local, e 65 artesãos. Festa Inverno 2015. Av. Rangel Pestana, 184, Vila Mathias. Sábado (11). Das 18h à 0h. Entrada franca. Classificação: Livre.

>> Shows das bandas Atemporal, Black &White e Harpia, no 1º Festival da Juventude, e Sidarta/The Classics. Evento tem a participação de 29 entidades cadastradas pelo Fundo Social de Solidariedade de Santos (FSS), que administram lanchonetes, restaurantes e área de lazer montados no local, e 65 artesãos. Festa Inverno 2015. Av. Rangel Pestana, 184, Vila Mathias. Terça-feira (14). Das 19h à 0h. Entrada franca. Classificação: Livre.

Baile na Praia

Oliver Band é o conjunto musical que anima o Baile na Praia neste feriado prolongado. A banda apresenta repertório variado e eclético, com hits nacionais e internacionais. Realização: Prefeitura de Santos, por meio da Secretaria de Cultura (Secult). Fonte do Sapo. Orla da Aparecida. Domingo (12). 18h às 22h. Se chover, é adiado. Classificação: Livre.

Chorinho

O projeto ‘Chorinho no Aquário’ tem como convidados os músicos Antônio Eduardo e José Simonian, que apresentam canções do CD ‘Amor Antigo’, em homenagem ao compositor santista Gilberto Mendes. O disco traz as músicas ‘Saudades da minha voz’ (José Simonian e Julinho Bittecourt), ‘Trois Croquis’ (Michel Lysight), ‘Pastel’ (Michel Lysight), ‘Fusain ‘(Michel Lysight), ‘Sanguine’ (Michel Lysight), ‘A Mulher e o Dragão’ (Gilberto Mendes), ‘Saudades do Miami Motel’ (R. Ricciardi), ‘Gilberto Porto Perto da Santos que Navego’ (José Simonian), ‘Entrelinhas’ (Glorinha Velloso e José Simonian), ‘Noites de Coliseu’ (José Simonian) e ‘Choro dos Meninos’ (José Simonian). Realização da Prefeitura, em parceria com as empresas Transbrasa e Fundamar. Praça Luiz La Scala, em frente ao Aquário Municipal, Ponta da Praia. Sábado (11). 18h. Gratuito. Classificação: Livre.

 

*Prefeitura de Santos

 

Uma viagem ao mundo das letras e da fantasia

Presente no nosso dia a dia, a leitura é um instrumento essencial para quem deseja seguir nos estudos. E na E.M. Carlos Augusto G. da Silva, o hábito de ler é incentivado desde cedo, em uma ação desenvolvida pela Prefeitura de Itanhaém, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes. Histórias de ficção dos livros e gibis dão asas à imaginação dos alunos, que começam a descobrir um universo novo de conhecimento para explorar.

Crianças e jovens matriculados na rede são incentivados a frequentarem salas de leitura e bibliotecas das escolas municipais. Para isso, a Cidade investe em trabalhos com obras enviadas por meio do Plano Nacional de Bibliotecas Escolar (PNBE), assinaturas de gibis da Turma da Mônica, além de doações de livros da Biblioteca Municipal.

Na E.M. Carlos Augusto G. da Silva, a oralidade e a fantasia são trabalhadas regularmente como instrumentos de familiarização com o hábito da leitura já nos anos iniciais do Ensino Fundamental. A proposta é familiarizar o ambiente com os alunos e valorizar o hábito da leitura.

“Gosto de ver as figuras e fico imaginando a história. Meu livro predileto é da Cinderela, gosto de ver o colorido”, conta a aluna Giovanna Costa Zinnermann. “Gosto muito de livros, das palavras e, principalmente, dos desenhos”, complementou a estudante.

Como em um clube de leitura, cada aluno escolhe seu livro ou gibi e, a partir das ilustrações, tentam adivinhar a história. Outro ponto interessante é que ao final das atividades, os professores leem um livro e conversam com os estudantes sobre a trama e os temas abordados.

Para a professora do 1º ano, Roseli Delmiro da Silva Schneider, é importante que as escolas usem os espaços de leitura. “Nós trabalhamos com leituras compartilhadas todos os dias. O professor é o contador de história e o aluno é ouvinte. Por causa dos personagens dos gibis, eles se apaixonam cada vez mais pela leitura”, concluiu.

*Prefeitura de Itanhaém

 

Concha Acústica abriga rock, MPB e teatro

Ritmos como rock e MPB, além de apresentação teatral, são atrações neste fim de semana, na Concha Acústica Vicente de Carvalho (Canal 3 com a Praia do Gonzaga). Sábado (7) tem o som da cantora Marcela Lobbo. Já no domingo (8) é a vez do roqueiro Tite e banda subirem ao palco. As exibições ocorrem às 19h. Para a criançada, a dica é a produção ‘Cinderela Brasileira’, da Casa 3 de Artes, também no domingo, às 10h30. Toda a programação é gratuita.

A mineira Marcela Lobbo mostra ao público sua voz marcante. Com quase 30 anos de carreira e quatro discos gravados, a cantora leva à plateia obras autorais, além de músicas de Paulinho Moska, Zeca Baleiro e Frejat entre outros. Já o músico Tite apresenta o show ‘Total Independência com Total Envolvimento’, no qual também canta composições próprias e covers de Foo Fighters, Bob Marley e Coldplay.

Ambientada no interior do nordeste brasileiro, a peça ‘Cinderela Brasileira’ traz a simplicidade e beleza de um dos clássicos mais conhecidos da literatura universal numa versão cheia de características do povo brasileiro. A direção é de Kadu Veríssimo. A apresentação integra o Projeto ‘Conchinha’.

*Prefeitura de Santos