Arquivo da tag: cine

Filme de terror nacional ganha projeção no Cine Arte Posto 4

Prefeitura de Santos

Dirigido por Juliana Rojas e Marco Dutra, ‘As Boas Maneiras’ é um filme diferente sobre lobisomens. Com classificação indicativa de 18 anos, a obra mistura alucinação com conto de fadas. A história gira em torno de duas mulheres. Enfermeira vinda da periferia, Clara (Isabél Zuaa) é contratada pela misteriosa e rica Ana (Marjorie Estiano) como babá do filho que ela ainda espera.

Não demora muito para perceber que algo não vai bem com o bebê, muito menos com a mãe, que começa a apresentar comportamentos cada vez mais estranhos e sinistros hábitos noturnos que afetam diretamente a enfermeira. O filme também aborda questões sociais e de sexualidade.

Aclamado pela crítica, o longa-metragem conquistou o prêmio especial do Festival de Locarno e as categorias de Melhor Filme, Fotografia e Atriz-Coadjuvante para Marjorie Estiano, no Festival do Rio, além do prêmio Felix, dedicado a produções com temática LGBTQ. O filme segue em até 6/fev, em sessões às 16h, 18h30 e 21h, no Cine Arte Posto 4 (Orla do Gonzaga, próximo ao canal 3). Ingressos de R$ 1,50 a R$ 3.

 

Último suspense de Lars Von Trier entra em cartaz no Cine Arte Posto 4

Prefeitura de Santos

Cheio de polêmicas, o suspense ‘A Casa que Jack Construiu’ entra em cartaz no Cine Arte Posto 4 – Sala Rubens Ewald Filho (orla do Gonzaga, próximo ao Canal 3) nesta quinta-feira (17/jan). Protagonizado por Matt Dillon e dirigido por Lars Von Trier, o longa-metragem retrata um assassino em série que encara suas mortes com obras de arte. O filme fica em cartaz até o dia 23, com sessões às 16h, 18h30 e 21h. As entradas custam R$ 1,50 (meia) e R$ 3,00 (inteira). Classificação: 18 anos.

Na trama, durante um encontro fortuito na estrada, o arquiteto Jack (Dillon) mata uma mulher. O evento provoca um prazer inesperado no personagem, que passa a assassinar dezenas de pessoas ao longo de doze anos. Devido ao descaso das autoridades e à indiferença dos habitantes locais, o criminoso não encontra dificuldade em planejar seus crimes, executá-los ao olhar de todos e guardar os cadáveres num frigorífico. Tempos mais tarde ele compartilha os seus casos mais marcantes com o sábio Virgílio (Bruno Ganz) numa jornada rumo ao inferno.

 

‘O Dia Mais Feliz da Vida de Olli Mäki’ em cartaz no Cine Arte

Por Secult Santos
.
O longa-metragem finlandês ‘O Dia Mais Feliz da Vida de Olli Mäki’ narra a história real do pugilista Olli Mäki, que luta para sobreviver no difícil ano de 1962. Ele leva uma vida tranquila e pacata que é virada ao avesso quando recebe a chance de lutar na final do Campeonato Mundial de Boxe, na categoria Peso-Pena.
.
Rapidamente elevado ao status de símbolo nacional, Olli precisa controlar as expectativas da nação para tentar vencer a luta. A direção é de Juho Kuosmanen. O elenco traz Jarkko Lahti, Oona Airola e Eero Milonoff.
.
O longa está em cartaz no Cine Arte Posto 4 – Sala Rubens Ewald Filho. Posto 4, na orla do Gonzaga. As sessões seguem até o próximo dia 1º, no horário das 16h, 18h30 e 21h. Ingressos custam R$ 3,00 e R$ 1,50 (meia). Classificação: 12 anos. Informações pelo tel. 3288-4009.

Mostra Cine Debate #DOC será realizada no Cine Arte Posto 4

Por Dino Menezes

Com o intuito de questionar e debater os problemas da sociedade por meio do cinema, a primeira edição do ‘#Doc’ traz a exibição das produções ‘Noisdarua’ e ‘Luz, Câmera, Inclusão – Um filme sobre a Luta Antimanicomial’. Logo após a sessão haverá debate com Rafael Moreira, doutor e mestre em ciência politica pela USP; Leonel Lobo, assistente social; e com o cineasta Dino Menezes. A sessão gratuita será nesta quarta-feira (dia 2), às 21h, no Cine Arte Posto 4 – Sala Rubens Ewald Filho (Orla do Gonzaga).

>> “NOISDARUA”
O filme é uma homenagem aos 80 anos do dramaturgo santista Plínio Marcos. Foi produzido a partir de uma passeata de moradores de rua. Um mergulho no mundo dos excluídos, invisíveis a uma sociedade cega e a um sistema excludente. Produção Dino Filmes. Cor /10m26s / Doc / Santos SP

>> “Luz, Câmera, Inclusão, Um filme sobre a Luta Antimanicomial.”
A obra faz uma viagem de volta à década de 1980 para contar a história da Casa de Saúde Anchieta, em Santos, que naquela época ficou conhecida como Casa dos Horrores. O lugar era um retrato do abandono e descaso dos manicômios espalhados pelo Brasil, sempre marcados pela superlotação, falta de profissionais, maus-tratos. Cor / 30m / Doc / Santos SP

 

Cine Calunga abre inscrições virtuais até quinta-feira

Texto e foto: Fabiano Keller

O Cine Calunga 2017 abre inscrições virtuais para sua mostra de curtas-metragens até o próximo dia 11. O evento é uma iniciativa do Noise Coletivo realizado desde o ano passado em sessões de cinema ao ar livre no Parque Cultural Vila de São Vicente.

A realização do Cine Calunga tem por objetivo trabalhar a formação de plateia e a criação da cultura do cinema local, por meio da mostra de audiovisuais produzidos por realizadores da cidade, que tratem questões referentes à nossa região da Baixada Santista.

Agora lei municipal, o Cine Calunga deste ano será realizado na última semana de maio em São Vicente. As inscrições estão disponíveis no link: http://www.cinecalunga.com.br/2017

Noise Coletivo

Noise quer fazer cinema. Essa foi a primeira decisão de um punhado de amigos, com profissões distintas, que resolveu usar o tempo livre para se meter com a sétima arte. Para tal, fundamos um coletivo e nosso objetivo é contar histórias por meio do audiovisual.

Em cada projeto realizado, desempenhamos funções diferentes. O esquema é rotativo, hoje você é o diretor, amanhã pode servir o cafezinho. O importante é passar por vários papéis e aprender. Com o tempo, ganhamos experiência e vamos transformando o coletivo em diversos desdobramentos criativos.

 

‘Libertários’ é tema de cinedebate na Vila do Teatro no dia 15

Informações da Vila do Teatro

A Vila do Teatro recebe neste sábado, às 19h, em sua sede na Praça dos Andradas, o cinedebate gratuito ‘Construindo a Greve Geral’, com o filme ‘Libertários’. Em seguida, debate com servidores púbicos sobre a construção da greve geral na Baixada Santista.

O filme descreve, apoiado em fotos, filmes e música das época, mostra a importância do anarquismo nas resistências do movimento operário brasileiro do final do século XIX e começo do século XX. Foi elaborado com material do arquivo Edgard Leueuroth, considerado o mais completo acervo da imprensa Nesse tempo, no estado de São Paulo, o acelerado processo de industrialização forma um proletariado urbano, com marcada presença de imigrantes italianos de formação anarquista.

Organizados, conseguem expandir seu movimento e promover as primeiras greve, a fim de obter acordos e melhores condições de trabalho. O documentário destaca a Greve Geral de 1917 em São Paulo, desencadeada após a morte de um operário grevista, vítima da repressão policial. Após 1917, os efeitos da Revolução Russa acentuam a repressão contra o anarquismo e o movimento é enfraquecido com a prisão e deportação de seus principais líderes.

 

Palestra do Oscar e exibição da cerimônia ao vivo no Cine Roxy

Por André Azenha

Controverso, polêmico, divertido. O Oscar pode não ser a premiação mais justa do cinema. Mas com certeza é a principal. Aquela em que os holofotes do mundo se voltam para curtir desde as celebridades no tapete vermelho, até as homenagens e entregas da famosa estatueta. E o Cine Roxy repete a iniciativa dos cinco anos anteriores.

Na terça-feira, 21 de fevereiro, a partir das 20h30, no Cine Roxy 4 Pátio Iporanga (Av. Ana Costa, 465), ocorre a 23ª edição da tradicional Palestra do Oscar com Waldemar Lopes. O evento é promovido pela Open House Idiomas (escola com 25 anos de atuação que passou para novo endereço, na Rua Clay Presgrava do Amaral, 15, no Gonzaga, desde janeiro), em parceria com o Cine Roxy e diversos apoiadores. A entrada é franca, mas pede-se a gentileza de um quilo de alimento não perecível em prol da Acausa.

Como é costume, serão sorteados vários brindes, como ingressos do Roxy, vales para restaurantes, cafeterias, chocolates, livros e DVDs, brindes da Cult Comics, entre outros. Já no domingo, 26 de fevereiro, a partir das 21h45, aí no Cine Roxy 5 (Av. Ana Costa, 443), será a vez da exibição ao vivo do prêmio.

Na ocasião, Waldemar se juntará aos jornalistas Gustavo Klein e André Azenha, todos vestidos a caráter, para comentar as premiações e sortear brindes nos intervalos da transmissão. Mais uma vez serão sorteados diversos brindes para a plateia presente. A entrada segue o mesmo sistema da palestra: gratuita, mas pede-se para quem puder, um quilo de alimento não perecível em prol da Acausa.