Arquivo da tag: cinema ambiental

7ª Mostra Ecofalante leva itinerância para Guarujá no dia 24

Por Prefeitura de Guarujá

Devido à previsão de mau tempo, 7ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, que seria neste sábado (16), agora será no dia 24 de fevereiro. A iniciativa integra o Programa Verão no Clima 2019, desenvolvido pelo Governo de SP com apoio da Prefeitura de Guarujá. A Mostra Ecofalante exibirá o documentário ‘Blue – Triste Oceano’. Escrito, dirigido e co-produzido por Karina Holden, em 2017, o longa-metragem tem duração de 76min.

A sessão acontece às 20h, na Praça das Bandeiras (Centro/Pitangueira). A entrada é 1kg de alimento não perecível, destinado ao Fundo Social de Solidariedade de Guarujá. O filme é um alerta sobre o fato de que metade de toda a vida marinha já foi perdida nos últimos 40 anos. Trata-se de uma viagem provocativa ao reino dos oceanos, com filmagens realizadas durante dois anos na Austrália, Havaí, Indonésia e nas Filipinas.

 

Mostra Ecofalante inicia circulação de ‘Triste Oceano’ pela Baixada Santista

Por Mostra Ecofalante

O documentário australiano ‘Triste Oceano’ será exibido no próximo sábado (26/jan), às 20h, no Parque Anilinas (Centro/Cubatão), antes de circular por São Vicente, Praia Grande, Mongaguá e Guarujá. Destaque na 7ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, o longa-metragem será exibido gratuitamente pelos municípios do litoral paulista.

A sessão integra o projeto estadual Verão no Clima 2019. A campanha tem como foco estimular o cuidado com a geração e o descarte de lixo nas praias durante as férias de verão. Além das exibições do filme, a programação conta com mutirões de limpeza, corridas e caminhadas, assim como ações de conscientização nas redes sociais e meios de comunicação.

Escrito, dirigido e coproduzido por Karina Holden, o filme é um alerta sobre o fato de que metade da toda a vida marinha já foi perdida nestes 40 anos. Trata-se de uma viagem provocativa ao reino dos oceanos, com filmagens realizadas na Austrália, Havaí, Indonésia e Filipinas. Participam da obra especialistas que alertam sobre a necessidade da preservação dos oceanos, entre eles, Madison Stewart, Jennifer Lavers, Mark Dia e Lucas Handley.

 

5ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental divulga sua programação em Santos

Por Prefeitura de Santos

Filmes recentes de diversas partes do mundo, abordando questões socioambientais, são a temática da 5ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, que realiza sessões em Santos na próxima semana, dentro de suas ações itinerantes. A programação, gratuita, oferece sessões no Cine Arte Posto 4 – Sala Rubens Ewald Filho, no Sesc-Santos e Unimonte.

A 5ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental é uma realização da ONG Ecofalante e do Programa de Apoio à Cultura (ProAC) do Governo do Estado de São Paulo, com patrocínio da White Martins e apoio da Goodyear, Itaipu Binacional e Reciclo Pepsico. Confira abaixo a programação na íntegra:


a4>> 25/out | 14h30 | Unimonte (R. Comendador Martins, 52) | ‘Jaci: Sete Pecados de uma Obra Amazônia’, direção de Caio Cavecchini e Carlos Juliano Barros.

O doc aborta a construção da usina hidrelétrica de Jirau. Com a demanda de trabalhadores, a vila de Jaci ficou em foco em Rondônia. Em 2011, uma rebelião atingiu a vila e paralisou a obra. Assim, o filme discorre questões ambientais, disputas, denúncias e prisões.

a2>> 25/out | 18h30 | Cine Arte Posto 4 (Orla do Gonzaga) | ‘Todo o Tempo do Mundo’, de Suzanne Crocker;
Por nove meses, mãe, pai e três filhas largam o conforto da casa para viverem em uma pequena cabana no norte do Canadá sem estradas de acesso, internet, eletricidade, água corrente e relógios.

a1>> 26/out | 14h30 | Unimonte | ‘Sunú’, de Teresa Camou
Visto pelos olhos produtores de milho, Suní entrelaça diferentes histórias de um mundo rural ameaçado no México. Ele viaja profundamente no coração de um país onde as pessoas percebem a sua determinação de permanecer numa região que as grandes cidades desprezam.

a1>> 26/out | 18h30 | Cine Arte Posto 4 | ‘(R)Evoluções Invisíveis’, de Philippe Borrel
Em sociedades baseadas no imediatismo, alguns decidiram dar as costas à aceleração da vida e tentam retardar tal movimento que parece destinado à catástrofe ecológica. Iniciativas individuais e coletivas surgem em todo o mundo, testando alternativas locais e concretas.

a1>> 27/out | 19h30 | Unimonte | ‘Isolados’, de Marcela Lizcano
Uma ilhota no Caribe habitada por 540 pessoas sofre as mesmas consequências provocadas pelas grandes cidades. A chegada da modernidade e uma ameaça de desalojamento faz com que a comunidade comece a se organizar para reivindicar o direito a permanecer na ilha.

a1>> 28/out | 18h30 | Cine Arte Posto 4 | ‘Seca’, de Maria Augusto Ramos
O filme trata de um assunto tão urgente quanto necessário: a escassez de água, observada em Pajeú, onde a população convive com o problema de forma aparentemente endêmica. A câmera acompanha um carro-pipa que, associado a um programa estatal de abastecimento de água.

a2>> 29/out | 16h | Sesc-Santos (R. Cons. Ribas, 136) | ‘A Revolta dos Yes Men’, de Laura Nix e Yes Men
Há 20 anos, os Yes Men têm encenado farsas com o fim de chamar a atenção internacional para crimes corporativos contra a humanidade e o meio ambiente. Esses “revolucionários iconoclastas” se infiltram em eventos empresariais e governamentais expondo os perigos de deixar a ganância governar o mundo.

a1>> 30/out | 16h | Sesc-Santos | ‘Dauna: O que o rio leva’, de Mario Crespo
A vida em Orinoco sempre provocou em Dauna imensa curiosidade sobre o que há além do rio. Mas sua vontade entra em conflito com as tradições de sua cultura, nas quais o papel da mulher são rigidamente definidos, colocando em xeque sua relação com a comunidade e mundo.

Apoio institucional

Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Embaixada da França no Brasil, Institut Français, La Cinémathéque Française, Le Monde Diplomatique Brasil, São Paulo Turismo (SPTuris), Observatório do Clima, SOS Mata Atlântica, Greenpeace, Instituto Socioambiental (ISA), Grupo de Institutos Fundações e Empresas (GIFE), Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), Instituto Akatu, Instituto de Energia e Ambiente (IEE)/USP, Governos Locais Pela Sustentabilidade (ICLEI), Matilha Cultural, Fábricas de Cultura (Poiesis e Catavento), Rede Nossa São Paulo, Instituto Envolverde, Videocamp, Catraca Livre, Conexão Planeta e Horizonte Educação e Comunicação.