Arquivo da tag: ciranda

Confira a programação da 1ª Semana da Cultura Caiçara de São Vicente

Por Márcio Barreto

A 1ª Semana da Cultura Caiçara de São Vicente, amparada pela Lei Municipal n° 3312/2015, e pela Lei Estadual n° 16.290/2016, promove programação em torno da cultura caiçara. Desde suas origens e tradições às experimentações da arte contemporânea, artistas e pesquisadores da região expõem seus trabalhos através da música, literatura, cinema, dança, contação de histórias e teatro.

Em sua primeira edição, a Semana homenageará o músico, compositor e escritor vicentino José Miguel Wisnik e as famílias caiçaras representadas por Antonio Lancha e Dona Nenê (Maria Aparecida Nobre), presidente da Colônia de Pescadores Z-4 e bisneta de Firmino Gonçalves do Santos – mais antigo pescador registrado de São Vicente (1912).

José Miguel Soares Wisnik nasceu em 27 de outubro de 1948. Estudou piano clássico e estreou aos 17 anos como solista na Orquestra Municipal de São Paulo. Ingressou no curso de Letras na USP, onde, depois, concluiu o doutorado em Teoria Literária e Literatura Comparada. Como músico e compositor tem quatro discos gravados e parcerias que vão desde Caetano Veloso e Arthur Nestrowsk, à Elza Soares e Tom Zé.

Compôs para cinema (‘Terra Estrangeira’), teatro (Teatro Oficina) e dança (Grupo Corpo). Escreveu diversos ensaios sobre música e literatura, cuja obra máxima é Veneno Remédio. Ganhou o Prêmio Jabuti de Literatura em 1978. Apresenta-se no Brasil e no exterior regularmente, onde sempre fala de sua cidade natal: São Vicente.

A 1ª Semana da Cultura Caiçara de São Vicente é uma realização do Coletivo Caiçara, Imaginário Coletivo de Arte, Prefeitura de São Vicente, Secult, IHGSV, Academia Vicentina de Letras, Artes e Ofícios e Conselho Municipal de Políticas Culturais. Curadoria de Márcio Barreto. Produção e organização de Márcio Barreto, Gigi Fernandes e Rogerio Baraquet.

Confira a programação:
>> 14/mai | 17h | Instituto Histórico e Geográfico de SV (R. Frei Gaspar, 280) | Abertura oficial com homenagem a José Miguel Wisnik e às familias de pescadores tradicionais;
>> 14/mai | 17h30 | IHGSV | Abertura da exposição fotográfica ‘Café com Peixe’, de Christina Amorim, visitação até dia 20;
>> 14/mai | 18h | IHGSV | Lançamento do livro ‘Mar Selvagem – Vicente de Carvalho Revisitado’;
>> 14/mai | 19h | IHGSV | Sarau Caiçara, com Flávio Viegas Amoreira, Marcelo Ignacio, Marcelo Ariel, Maria José Goldschimidt, Madô Matins, a intérprete-criadora Célia Faustino, os fotógrafos Anak Albuquerque, Gilberto Grecco, os músicos Laert Sarrumor, Anderson Vilaverde, Rogerio Baraquet, Danilo Nunes, as atrizes Gigi Fernandes e Claudynha Torres, os artistas visuais Gil de Brito, Anna Fecker e a participação especial dos escritores Academia Vicentina de Letras, Artes e Ofícios.
>> 17/mai | 9h e 10h | E.E. Esmeraldo Tarquínio | Ciranda ‘Caiçara’, com músicas de Rogério Baraquet, contação de histórias com Gigi Fernandes e oficinas de cultura caiçara;
>> 17/mai | 14h | E.M.E.F. Francisco Martins | Ciranda ‘Caiçara’, com músicas de Rogério Baraquet, contação de histórias com Gigi Fernandes e oficinas de cultura caiçara.
>> 19/mai | 14h | IHGSV | Feira de Artesanato;
>> 19/mai | 19h | IHGSV | CineCaiçarama, com exibição de ‘Expedição Caiçara – Praia de Castelhanos/SP’, de Danilo Tavares, e ‘Mar Selvagem’, de Márcio Barreto;
>> 19/mai | 21h | IHGSV | Cozinha Caiçara, com organização da Confraria Guaiaó e chef Fabio Perassoli, a adesão no valor de R$ 50;
>> 20/mai | 10h às 14h | Praça Principal do Samaritá | ‘Subprefeitura em Ação – Ocupação Caiçara’, ação social com prestações de serviços e apresentações artísticas;
>> 20/mai | 10h | Praça Tom Jobim | Visita à Aldeia Guarani Mbyá;
>> 20/mai | 16h | Da Ilha Porchat à Praia do Gonzaguinha | Remada Caiçara;
>> 20/mai | 16h | Praia do Gonzaguinha | Batalha da Conselheiro, com apresentação de JR e Ofstreet;
>> 20/mai | 17h | Praia do Gonzaguinha | Art Radical Hip Hop Caiçara, com Carlos Tatu;
>> 20/mai | 18h | Praia do Gonzaguinha | Show de Brunão Mente Sagaz;
>> 20/mai | 19h | Praia do Gonzaguinha | Show ‘Pindorama’, com Percutindo Mundos, Danilo Nunes, Anderson Vilaverde, Célia Demézio e convidados.

 

Celebrando 20 anos de carreira, Danilo Nunes faz show em prol às vítimas de furacão no Haiti

Por Ciranda Para Todos

A arte possibilitando a solidariedade na América Latina. É assim que será conduzido o show que marca os 20 anos de carreira do músico santista Danilo Nunes, no próximo dia 5 (sábado), às 20 horas, na Associação Cultural José Martí (Rua Joaquim Távora, 217, Santos). Com entradas a R$ 10, o evento terá parte da bilheteria destinada às vítimas do furacão Matthew.

“Não penso em caridade, mas sim em humanidade, pois trabalho antes de tudo como e com seres humanos”, diz o cantor sobre a razão desta apresentação, que terá no repertório músicas autorais, como as canções Por quantos Santos, Pátria Amada e Moro no Mato. Nestas duas décadas, Danilo lançou CD solo e com sua banda Carrossel de Baco, atravessou turnês pelo país.

Pela música, idealizou e produziu o Quintas Autorais, mostra de compositores da região e o MAIS Música Autoral e Independente de Santos. Além disso, versou em outras áreas, ora como ator e fundador do consagrado Teatro do Pé, ora como autor de ‘Poemas Sinfônicos’, pelas Edições Caiçaras. Historiador e pesquisador sobre a cultura popular brasileira e folclore, Danilo também faz parte da comissão da Semana da Cultura Caiçara e, mais recentemente, está participando do projeto Ciranda para Todos.

Lançamento

O Ciranda para Todos é um coletivo recém-criado por ativistas e militantes em diversas áreas, que tem como objetivo fortalecer a rede de movimentos da região e desenvolver iniciativas e ações formativas relacionadas à educação e cultura para toda a população. Lançado durante o evento, o grupo já tem uma agenda de atividades na Orla e Zona Noroeste de Santos. Saiba mais em: fb.com/cirandaparatodos.