Arquivo da tag: clube

Itanhaém tem vagas para curso gratuito de Comédia Stand Up

Prefeitura de Itanhaém

Diversão e aprendizado. Essas são as características do curso básico de comédia Stand Up que está com inscrições abertas na Biblioteca Municipal Poeta Paulo Bomfim (R. Cunha Moreira, 71, Centro/Itanhaém). São 40 vagas disponíveis para pessoas com idade a partir dos 16 anos que devem se inscrever até a próxima terça-feira (12/fev), das 8h às 17h.

Redação de texto humorístico, técnicas de apresentação, construção de repertório para shows, técnicas de comédia e outras habilidades fazem parte do conteúdo. O curso é gratuito e tem duração de oito aulas, que acontecerão às quartas-feiras, iniciando em 13/fev, às 18h, na Biblioteca Municipal.

Ministrado pelo Clube de Comédia da Baixada Santista, as atividades pretendem introduzir os participantes a técnicas, performance e conhecimentos básicos sobre o Stand Up, sem a necessidade de o interessado ter experiência na área.

 

Em São Vicente, bloco ‘O Bicho Pegô’ está com ensaios abertos para munícipes

Prefeitura de São Vicente

Quer desfilar e dançar pelas ruas de São Vicente em pleno Carnaval? Então não pode perder a oportunidade que o bloco carnavalesco “O bicho pego” está oferecendo. O grupo está recrutando pessoas interessadas em participar no desfile do dia 4 de março. O ensaio aberto está marcado para a segunda-feira (21/jan) das 19h às 21h, no Ilha Porchat Clube (Alameda Gonçalves, 61, Ilha Porchat).

Os integrantes do grupo pedem aos interessados que levem um produto de higiene para ser doado ao Fundo Social de Solidariedade (FSS), que ficará responsável por destinar a pessoas com câncer. Os participantes aprenderão coreografias novas e antigas do grupo que já tem mais de 20 anos de trajetória.

Os demais ensaios acontecerão das 19h às 21h, às segundas, no Ilha Porchat Clube (até o dia 25/fev). Podem participar pessoas de todas as idades. Os ensaios acontecerão até o desfile previsto para 4/mar. Fundado em 1997, o grupo de dança vivenciava à época o auge do axé.

Clube Leia Mulheres em Santos apresenta ‘Malala, a menina que queria ir para a escola’

No próximo dia 17 de agosto, acontecerá o encontro do Clube de Leitura Leia Mulheres em Santos, com a mediação de Jam Pawlak e Julia Mikita na Estação da Cidadania, situada à Avenida Ana Costa, nº 340, no horário das 19:00 às 20:30 horas, em debate estará o livro “Malala, a menina que queria ir para a escola,” da jornalista Adriana Carranca.

Malala Yousafzai, Prêmio Nobel da Paz, menina prodígio, que defende o direito à educação para todas as crianças do mundo, é o melhor exemplo de inspiração e coragem para as novas gerações. Recentemente, Malala Yousafzai, lançou a campanha #booksnotbullets, para conscientizar as pessoas sobre a importância dos livros e principalmente da educação, como pilares do verdadeiro desenvolvimento humano.

O livro Malala, a menina que queria ir para a escola, escrito pela jornalista brasileira Adriana Carranca, nos apresenta ao vale Swat e seus habitantes, inclusive uma muita conhecida, uma menina chamada Malala. Se você nunca ouviu falar de Malala, esse livro é perfeito para você entender porque todos falam dela.

No começo, conhecemos o vale do Swat e seu povo corajoso: os pashtuns. Além disso, conhecemos os costumes de um lugar muito diferente. Um lugar onde as casas ainda são construídas como eram há milênios atrás, equilibrando pedras de rio umas sobre as outras. O vale era um lugar de paz, até a chegada do talibã. Antes deles as meninas iam a escola. Ler não era proibido. Estudar era bom.

O grupo talibã era muito violento e era contra todo tipo de cultura ocidental, além de proibir qualquer tipo de educação para mulheres. Estudar tornou-se algo perigoso. As escolas eram intimadas a fechar e quem desobedecesse era castigado: podiam explodir a escola ou matar os membros, por exemplo. “Curioso é que ‘talibã’, na terra da Malala, quer dizer ‘estudante’. Então, como podem não gostar de quem estuda? Acontece que, quando esses talibãs eram meninos, eles também não puderam estudar e não sabem o valor que isso tem”. No entanto, apesar dos perigos, Malala continuou indo para escola. E, o mais importante, divulgou sua situação para o mundo por meio de um blog.

O livro é muito bom e conta de forma leve e sucinta os principais detalhes da história da Malala. O livro contém belas notas de rodapé para desvendar termos e palavras comuns da cultura deles. É sem dúvida um livro para os mais novos, mas também é recomendável para os mais velhos, ou para qualquer um que se interessar sobre o assunto”. “Malala, a menina que queria ir para a escola” da jornalista e escritora Adriana Carranca, com ilustrações de Bruna Assis Brasil, da Companhia das Letrinhas, é um livro perfeito para dar de presente, realizar leituras públicas, ou simplesmente, para ler em voz alta no quarto das crianças antes de dormir.

*Jam Pawlak

 

Lançamento do Clube de Leitura ‘Leia Mulheres’ em Santos

No próximo dia 10 de junho, acontecerá o lançamento do Clube de Leitura Leia Mulheres em Santos, com as mediadoras Jam Pawlak e Julia Mikita, na Oficina Cultural Pagu (Rua Espírito Santo, 17), das 19h às 21h, em homenagem a escritora Clarice Lispector, com o intuito de compartilhar as delícias da leitura do livro “Crônicas Para Jovens De Amor E Amizade”, uma obra envolvente de Clarice Lispector, que convida as jovens leitoras a se apaixonar também pela palavra, pelos livros, pelos instantes e pela vida.

Clarice Lispector nasceu em Tchetchelnik, na Ucrânia, em 10 de dezembro de 1920, chegou ao Brasil em 1922, residindo em Maceió, Recife, Rio de Janeiro e Belém. Por ter sido casada com o diplomata Maury Gurgel Valente, com quem teve dois filhos, Clarice também morou em Nápoles (Itália), Berna (Suíça), Washington (EUA), e Torquay (Inglaterra), antes de retornar ao Rio de Janeiro, onde faleceu em 9 de dezembro de 1977.

O Clube de Leitura Leia Mulheres inspirou-se na ação realizada em 2014, pela escritora britânica Joanna Walsh, responsável pelo lançamento do projeto #readwomen2014 (#leiamulheres2014), que consistiu basicamente em ler mais escritoras. O mercado editorial ainda é muito restrito e as mulheres não possuem tanta visibilidade, por isso a importância primordial desse projeto.

No Brasil, a iniciativa de promover a difusão da leitura de obras escritas por mulheres, coube às entusiastas jovens Juliana Gomes, Juliana Leuenroth e Michelle Henriques; “decidimos fazer clubes de leitura, convidar a todos a nos acompanharem nas leituras de obras escritas por mulheres, de clássicas a contemporâneas.” Atualmente, o Clube de Leitura Leia Mulheres está presente nas seguintes cidades São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Fortaleza, Brasília, Recife, Belo Horizonte, Itapetininga, Salvador, São Bernardo do Campo –ABC, Campinas, Campina Grande, Sorocaba, Boa Vista, Natal, Goiânia, Florianópolis, Maceió, Juiz de Fora, Niterói.

O Clube de Leitura Leia Mulheres em Santos, tem como mediadoras, a teatróloga e produtora audiovisual, Jam Pawlak, e a escritora e blogueira Julia Mikita, dedicadas ao incentivo da leitura entre as meninas, as mulheres e as suas famílias desde 2011.

Serviço:
Lançamento do Clube de Leitura LEIA MULHERES em Santos
Oficina Cultural Pagu – Dia 10 de junho de 2016 – 19:00 horas
Rua Espírito Santo, nº 17 – Santos – SP – Brasil

*Júlia Mikita/Jam Pawlak

 

Via Mari agita todo o Carnaval no Clube Internacional de Regatas

A Banda Via Mari promete agitar os quatro dias de Carnaval do Clube Internacional de Regatas (Av. Alm. Saldanha da Gama, 5/Santos). Nos dias 6 e 8 (domingo e terça-feira), as apresentações serão das 22 horas às 3 da manhã. Nos dias 7 e 9 (segunda-feira e quarta), haverá matinê das 15 às 19 horas.

6Vou levar meus filhos fantasiados, pode?
Deve! Na primeira matinê (7/2) haverá um concurso de fantasias com convidados especialíssimos em nosso corpo de jurados. Prepare o figurino!

Eita! Mas com essa folia toda, vou ter o que comer?
A resposta é sim! O cardápio ficará a cargo do Restaurante Snipe Café \o/

Quero assistir, quanto paga?
Para a noite, o valor do ingresso será 10 reais para sócios e 50 reais para seus convidados. Nas Matinês, a entrada será liberada para associados e maiores de 65 anos. O não-sócio até 14 anos pagará 20 reais e para maiores de 15, o valor será de 50 reais.

Nos dias das matinês, o valor do convite de permissão de entrada será cobrado a partir da abertura do Clube, às 7h, sendo o mesmo valor do convite do Carnaval (20 e 50 reais).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nas matinês, haverá também um júri para avaliar as melhores fantasias. Confira a relação dos participantes desta comissão:

>> Bárbara Camargo (Jornalista Moda/Beleza/Cotidiano – Jornal da Orla)
>> Annie Rios (Cantora Recordista do Youtube)
>> Jossélia Fontoura (Chefe do Departamento de Articulação do Prefeito de Santos)
>> Thiago Cardoso (Cabelereiro – Salão Imagem – Patrocionador do evento)
>> Camila Gomes (Pequena Sereia Cover Oficial e Jornalista na Radio City FM)
>> Nivaldo (Gerente Comercial da Panda Presentes – Patrocionador do evento)

*Giovanna Mari