Arquivo da tag: emanuella alves

Cubatão terá sessão única da 48ª Encenação da Paixão de Cristo

Por Lincoln Spada | Foto: Márcio Barreto

“Nos palcos, buscamos um Jesus que antes de renascer, enquanto em sua dimensão humana, assuma a tarefa difícil de defender o pleno amor em um mundo tão cruel e de tantas vaidades”, destaca o ator Gabriel Muglia, que interpretará o principal nome da cultura ocidental nesta sexta-feira (dia 14), às 20 horas, na 48ª encenação anual da tradicional Paixão de Cristo. Milhares de pessoas são esperadas na sessão única e gratuita no CSU – Parque do Trabalhador (Rua Salgado Filho, 249, Jardim Costa e Silva). A entrada é pela Rua Cidade de Pinhal.

“Em seu deserto interior, sua solitude, Jesus reafirma a todo momento o Mandamento do Amor. E na Encenação, essa experiência se dá no processo de encontro que ele tem junto aos diferentes núcleos, pautando uma reflexão sobre as diferenças sociais no mundo, e de como acessar o sagrado que habita em nós, encorajando-nos ao amor, ao respeito e à honra”, diz o protagonista, já reconhecido pela Cidade, principalmente pelas crianças. É que atualmente ele faz o papel do professor teatral Tom nas telinhas do horário nobre, em ‘Carinha de Anjo’, na SBT.

No CSU – Parque do Trabalhador, Gabriel dividirá a cena com outros artistas e mais de uma centena de membros da comunidade. De crianças a idosos, de mecânicos a aposentadas, de cozinheiros a estudantes. Para a realização da encenação cristã mais antiga da Baixada Santista, foram dois meses de ensaios e atividades formativas no parque e, aos fins de semana, nas UMEs José de Anchieta e Dilce Ferreira Campos. Enquanto Juliana Sousa assina a direção geral e Emanuella Alves assume a direção cênico-artística, uma equipe de seis arte-educadores sensibilizavam todo o elenco com oficinas formativas.

“Todas essas pessoas passaram os dias vivenciando as artes cênicas com ênfase em consciência e expressão corporal, autoconhecimento, percepção de si no espaço, compreensão de diferentes tempos e tônus em movimentações”, comenta a coordenadora pedagógica da 48ª Encenação da Paixão de Cristo, Barbara Muglia. “A grande potência deste projeto é oferecer aos participantes um despertar para as artes cênicas e reconhecer que todos que estarão naquela arena e nos bastidores são essenciais para contarmos a história de alguém que, independente da fé de cada um, inspira pessoas de todo o mundo”.

Uma das participantes do evento é Solange Pereira, que estará com sua neta se apresentando para o grande público. “Estou realizando um sonho. Sempre quis viver isso, fazer teatro. E fazer junto com a minha neta, com todos vocês, torna tudo ainda mais especial. Nunca esquecerei essa oportunidade”.

A realização do espetáculo é da Associação Incena Brasil, da Criar & Inovar Consultorias e Produções e do Governo Federal via Ministério da Cultura, tendo patrocínio da Ecovias e Elog Logística através da Lei de Incentivo à Cultura, com apoio institucional da Prefeitura Municipal de Cubatão por meio da Secretaria de Cultura.

 

Secult de Cubatão promove oficina de teatro neste fim de semana

A Secretaria de Cultura de Cubatão (Secult) promove neste final de semana (dias 16 e 17) a Oficina de Teatro Físico e Mímica Total no universo de Ariano Suassuna. Suassuna foi o artista nordestino homenageado na 4ª edição do Festival Cubatão Danado de Bom, realizado no final de semana passado. A oficina é gratuita e voltada a jovens (a partir de 12 anos) e adultos, com ou sem experiência em teatro. Ela será ministrada pela atriz e diretora teatral Emanuella Alves. O horário é das 14 às 18 horas, na sala 2, do Centro Multimídia do Novo Anilinas (Centro).

Durante o curso, serão abordados diversos temas e personagens das obras do escritor, atráves dos elementos estruturais da mímica total e do teatro físico, integrando o pensamento, corpo e voz na figura do ator criador. São 25 vagas. As inscrições podem ser realizadas nesta sexta-feira (15), na Secult (situada no Parque Novo Anilinas), ou no sábado (até 30 minutos antes do início da atividade), no local. Mais informações pelo telefone 3362-0851.

Emanuella é graduada em Artes Visuais pela Universidade Santa Cecília (Unisanta) e faz pós-graduação em Dança e Consciência Corporal pela Universidade de São Caetano do Sul. Em 2012, formou-se em Mímica Total e Teatro Físico no Estúdio Luis Louis em São Paulo (Centro de Pesquisa e Criação da Mímica Total no Brasil). Em Cubatão, ela tem desenvolvido atividades culturais desde 2014, atuando na direção de elenco e direção artística da Encenação Paixão de Cristo e é vice-presidente da Escola de Samba Acadêmicos Costa Silva.

*Patrícia Diguê

 

Encenação de N. Srª. Aparecida será às margens do Rio Cubatão

Neste dia 12, dia da Padroeira do Brasil, será realizada a partir das 9 horas a terceira edição do “Encontro de Nossa Senhora Aparecida no Rio Cubatão”. A encenação será realizada às margens do Rio Cubatão, atrás do Hospital Ana Costa.

Idealizada pelo padre Carlos de Miranda Alves, pároco da Igreja Matriz, a encenação tem a direção-geral assinada por Vidah Santos e terá como atores convidados Emanuella Alves e Fernando Rino, com participação do Ministério de Dança Kairós. A direção de estúdios é de Juliana Sousa; a produção executiva e figurinos são de Carla Oliveira e a maquiagem, de Cícera Carmo.

A realização é da Paróquia Nossa Senhora da Lapa, com apoio da Prefeitura Municipal de Cubatão, por meio das secretarias de Cultura, Obras e Saúde, e apoio cultural da Companhia Municipal de Trânsito (CMT), Camp Cubatão, Cantina Tia Jô e Incena Brasil.

*Alessandro Atanes

 

Opinião: O timing de ‘Reclame – Uma História de Amor’ nos faz viajar ao passado

Boi-da-cara-preta, ‘We Will Rock You’, ‘Carinhoso’ ou Marcha Nupcial. Há certas músicas que embalam fases de nossa vida, que nos remetem a bons amigos, ex-namorados e até aos nossos familiares. Trilhas sonoras ideais vindas das rádios tão constantes em nossas salas de estar.

Porém, a nossa vida também é marcada pelos intervalos dessas canções: os comerciais. Como hits que estão bem guardados na mente. É fato que o ritmo do seu pé já acompanha só de você ler ‘Não adianta bater, eu não deixo você entrar…’ ou ‘Três hambúrgueres, alface, queijo molho especial…’

E para provar como também há comerciais que marcaram época, a Cia. Cenicomania apresenta a divina comédia ‘Reclame – Uma História de Amor’, em temporada desde 2012. O espetáculo é como um programa de rádio, não há hiatos e empolga os espectadores a todo instante, fazendo questão de ressaltar que a peça é para o público, até colocando-o como centro do espetáculo. Afinal, são as cadeiras quem estão no palco.

A afinidade do elenco há quase um ano em temporada melhora a peça. Em vez de parecer desgastados, a direção permite pequenos improvisos dos atores para revigorar a peça. O timing das personagens é ótimo e nos atrai a entrar no espetáculo. A peça é ainda mais convidativa com os produtos comerciais entregues à plateia, a troca de figurinos e as notícias do radiojornal delineando cada década.

Apesar de ser uma viagem dos anos 30 ao 90, os personagens envelhecem mais devagar, numa trama comum às radio e telenovelas: o triângulo amoroso. E embora possa ser uma história batida, o viés cômico se rejuvenesce entre Rodolfo (Fábio Prado), Lourdes (Emanuella Alves) e sua ex-melhor amiga Janete (Cristina Ribas).

Há tantos cuidados entre atores, o autor Sérgio Manoel, a direção musical de Nailse Machado e, claro, a diretora Miriam Vieira, que até é difícil notar as brincadeiras e improvisos de todos os personagens. Aliás, embora o elenco seja maior do que o trio – o próprio Sérgio, Roberto Santos, Guilherme Silva, Cristina Moda, Rinaldo Sant’Anna e o pianista Marcio Dias -, todos têm seus grandes momentos e dão a devida agilidade que pede o teatro.

E é este ritmo bem-humorado e atuação impecável em reclames despercebidos ao longo dos anos que permitem com que a gente viaje pela história da propaganda brasileira e também em nosso próprio passado.

*Lincoln Spada

Drama Sacro Paixão de Cristo é encenado sexta em Cubatão

A Encenação da Paixão de Cristo acontece nesta sexta-feira (3) em Cubatão, a partir das 20h. Será no Parque do Trabalhador (Centro Social Urbano), que fica na Rua Salgado Filho, 249, no Jardim Costa e Silva. A entrada é gratuita. Realizado pelo 46º ano, a peça ao ar livre reconta a vida, morte e ascensão de Jesus Cristo.

‘Jesus – Uma voz no deserto’ é o título que norteou as pesquisas da criação artística e roteirização promovidas pela atriz e diretora teatral Emanuella Alves, responsável pela direção geral. O roteiro aborda, através de expressão poética, a trajetória, glórias e conflitos de um dos maiores ícones da História.

O espetáculo será a céu aberto, tendo como justificativa o significado humano, histórico, simbólico, poético e religioso. E por estas características, tanto a encenação dos atores quanto a estrutura física priorizarão o aspecto natural do espaço, criando uma ilusão de deserto habitado pela incompreensão das pessoas, reforçando a humanidade dos personagens e a sua transformação diante dos conflitos apresentados.

A apresentação terá grande infraestrutura de ambientação, iluminação e som, onde as vozes dos atores foram gravadas em estúdio, assegurando uma maior compreensão do roteiro encenado. Também haverá banheiros químicos espalhados pelo espaço para maior conforto do público presente.

Incena Brasil

O espetáculo é produzido pela Associação Incena Brasil. Surgida em 2008 com o objetivo de realizar produções artísticas diversas na cidade de Cubatão, fomenta a cultura local e por cinco anos realiza a produção da Paixão de Cristo.

Em 2013, a entidade firmou parceria com as produções realizadas pela Paróquia Nossa Senhora da Lapa. Para 2015, além do Drama Sacro Paixão de Cristo, a entidade deverá ainda realizar outras produções em conjunto com a Paróquia da Lapa e grupos teatrais de Cubatão e região, como a Cia Carcarah Voador e a Cia Veritas de Teatro.

*Prefeitura de Cubatão