Arquivo da tag: esquadrilha marginalia

Artistas do Galpão Cultural desenvolvem horta comunitária

Informações de Jéssica França
.
Os coletivos de teatro locais que cuidam do Galpão Cultural estão nestes últimos meses também zelando por um ambiente especial próximo ao ponto de artes. Trata-se de uma horta comunitária, desenvolvida com afeto nas últimas semanas.
.
O Galpão Cultural – Parque Novo Anilinas é um espaço de ocupação artística formado pelos grupos Coletivo 302, Esquadrilha Marginália, U[z]ina Utópica – Coletivo de Teatro, Coletivo Valsa Pra Lua e artistas independentes que têm por objetivo democratizar o acesso às múltiplas manifestações artísticas e ampliar a discussão sobre políticas públicas dentro da cidade.

Com 1º Papo Marginal, coletivos colorem Galpão de Experimento de Artes de Cubatão

Por Lincoln Spada | Foto: Sander Newton

Grafite, dança de rua, literatura e teatro se convergem no 1º Papo Marginal, neste sábado (dia 6), a partir das 14 horas. O evento gratuito é realizado pelos grupos Coletivo 302, Uzina Utópica e Esquadrilha Marginália de Teatro de Rua no Galpão de Experimento de Artes, no Parque Novo Anilinas, com apoio da Prefeitura de Cubatão via Secretaria da Cultura.

Já às 14 horas, o artista plástico Marco Tuim fará a grafitagem na fachada do espaço de uso compartilhado pelos grupos cênicos. Em paralelo, o VL Breakers se apresenta ao público junto de uma roda de rimas. Por sua vez, às 16 horas, o autor do livro ‘Eu Sou Periferia’, Michel Leite Viana, mediará uma roda de conversa com a Esquadrilha Marginália de Teatro de Rua.

A obra ‘Eu sou periferia’ narra a história do jovem Periferia, que saiu do Nordeste com a mãe para encontrar o pai na capital paulista. De um cortiço em São Paulo, a família se abriga em uma área irregular na Área Continental de São Vicente. Assim, com uma narrativa próxima à linguagem oral, o publicação aborda o cotidiano de adversidades e tentações vivenciadas pelo jovem protagonista.

 

Múltiplas linguagens se concentram no Savrau Cultural do Novo Anilinas

Por Lincoln Spada

Música, circo, teatro, dança e literatura envolvem o Savrau Cultural, iniciativa do coletivo cubatense Valsa Pra Lua e que será realizado gratuitamente neste sábado (dia 8), das 15 às 19 horas, no vão do Centro Multimídia do Parque Novo Anilinas. Com apoio da Prefeitura através da Secretaria da Cultura, “o evento se destina a propor uma programação cultural e o uso de espaços públicos para movimentos artísticos”, comenta a organizadora Mariana Nunes.

A abertura será com a atriz Tamirys O’Hanna (formada pelo Teatro do Kaos e que cursou a EAD/USP), seguida às 15h10 da intervenção cênica ‘Ditadura da Beleza’, dos alunos da Escola de Artes Cênicas Wilson Geraldo. Já às 15h30, a dupla Luana Albeniz e Kauan Brito realiza performances circenses para a comunidade.

A Esquadrilha Marginália de Teatro de Rua continua com a programação, às 15h40, com o esquete ‘De Repente Thiago’. Inspirada nos clássicos de Ariano Suassuna, a obra aborda três retirantes que contam causos de um nordestino humilde, Thiago, que – em meio as suas brincadeiras de menino – comete um deslize, é preso e morre. Diante do tribunal celeste, o jovem terá a última chance de provar sua inocência. O elenco é formado por Lucas Pereira, Luiz Guilherme e Michel do Carmo.

Está prevista, às 16h25, a apresentação da banda Mari Andrade e Florênzios. Os artistas Kauan Brito e Caio Henrique seguem com a programação às 16h50. Em seguida, às 17 horas, quem dá o rimo são os artistas da Impacto Dança & Movimento e o VL Breakers, as novas gerações que atuam na área do hip hop. Às 17h10, é a vez de um recital de poesia.

A Mc Dre conduzirá a festa às 17h30, o coletivo Valsa Pra Lua entra em cena às 17h50. O encerramento a partir das 18 horas está por conta da Banda Dellas. O Savrau terá exposição de quadros de Rani Lied, barraca de dreads de lã, correio elegante, vendas de bolos, doces e lanches durante toda a programação para ajuda de custo para os coletivos participantes.

 

Coletivo 302 inaugura Galpão de Experimentos de Artes do Novo Anilinas

Por Allana Santos

O Parque Novos Anilinas em Cubatão ficará mais animado e cheio de atrações no domingo do domingo (5 de março), com a inauguração afetiva do Galpão de Experimentos de Artes. O evento que começa às 14h, traz atrações de artistas da cidade como apresentações circenses e o ‘Coral Canto Mágico’, além de muita música com Raquel Rollo e sua ‘Batucada poética’, e dança para todos os gostos, com os b’boys da ‘VL Breakers’ e a Impacto Dança e Movimento.

A partir das 17h, o evento fica por conta dos grupos teatrais, com apresentação do espetáculo “De repente Thiago”, da Esquadrilha Marginária de Teatro de Rua, e “Dama da Noite”, com Douglas Lima. A inauguração acontece às 19h, com uma intervenção artística conjunta de grupos teatrais, e o encontro se encerra com uma divertida discotecagem. Além da programação principal, haverá atividades paralelas, como pintura facial para as crianças, algodão doce e oficina de circo e pintura em tela.

O Galpão de Experimentos de Artes, é um patrimônio público e foi recém reformado através de doações de comerciantes da cidade e com recursos próprios do ‘Coletivo 302’ de teatro. O grupo de jovens atores de Cubatão, conseguiu uma permissão de uso do espaço, através da Secretaria de Cultura, para desenvolver seu primeiro espetáculo e um ciclo de estudos cênicos, que oferece palestras gratuitas mensalmente, e já contou com os temas “Encenador: Um mediador do processo” e “A música em cena”.

Ainda no mês de março o Ciclo receberá Alexandre Mate importante crítico de teatro. O projeto foi idealizado pelo próprio coletivo e tem realização do ProAC – Programa de Ação Cultural do Governo Estadual, além do apoio da Prefeitura de Cubatão, através da Secult. O espaço acomodará também as atividades dos grupos Uzina Utópica Coletivo de Teatro e Esquadrilha Marginalia de Teatro de Rua. “A ideia é que esse lugar se torne um equipamento cultural, que possa receber grupos de várias formas artísticas, e que ofereça atividades gratuitas, para as famílias e para a galera que frequenta o parque”, afirma Luiz Guilherme, ator e músico, integrante do Esquadrilha.

 

‘Cultura em Crise’ é o tema do 4º Motim Teatral; acesse a programação na íntegra

Por Movimento Teatral

Com o tema ‘Cultura em Crise’, o 4º Motim Teatral reúne 14 coletivos cênicos para apresentações gratuitas no Centro de Santos. Mostra regional do FESTA 58 – Festival Santista de Teatro, a maratona de apresentações acontece inteiramente nesta sexta-feira (dia 23) com 13 horas ininterruptas de grupos artísticos.

Neste ano, trata-se de um ato pela liberdade de expressão dos artistas de rua em Santos; contra o corte orçamentário das Oficinas Culturais do Estado no interior e litoral paulista; e pró-Centro Cultural Cadeia Velha.

O termo ‘motim’ é uma insurreição de grupos contra o autoritarismo, caracterizado por atos de desobediência artística e civil que se opõem a autoridades ou o capitalismo, sendo frequentemente acompanhado de tumulto artístico, vandalismo estético e intervenções de violência poética.

O 4º Motim Teatral é uma realização do Movimento Teatral da Baixada Santista com apoio da Prefeitura Municipal de Santos por meio da emenda parlamentar do vereador Professor Igor Melo. Confira a programação:

>> 13h30 | Praça dos Andradas | ‘Festa das Flores’
Cia Incomodados de Teatro e Música | Roteiro e direção musical: Elias Tomais | Elenco: Ariadne Moreno, Elias Tomais, Juliana Lima, Juliana Sanz.
>> 14h | Praça dos Andradas | ‘É Doce ou Salgado?’
Coletivo Sanatório Geral | Texto: Betinho Neto | Direção: Miriam Vieira e Betinho Neto | Elenco: Sandy Andrade ,Liliane São Paulo, Amanda Franco e Betinho Neto.
>> 15h | Praça dos Andradas | ‘Furdunço no Casamento de Marieta’
Cia Animalenda | Direção: Danilo Cavalcanti | Elenco: Kely de Castro e Vinícius Camargo.
>> 16h | Praça dos Andradas | ‘Blitz – O Império que nunca dorme’
Trupe Olho da Rua | Texto e Direção: Caio Martinez Pacheco | Elenco: Bruna Telly, Caio Martinez Pacheco, Fabio Piovan, João Paulo Pires, João Luiz Pereira Junior, Raquel Rollo, Sander Newton, Wendell Medeiros.
>> 17h30 | Praça dos Andradas | ‘De Repente Thiago’
Esquadrilha Marginalia de Teatro de Rua | Dramaturgia coletiva | Direção: Sander Newton. | Elenco: Luiz Guilherme, Lucas Pereira e Michel do Carmo.
>> 18h | Vila do Teatro | ‘Nó Cego’
Teatro Genoma | Direção: Rodrigo Marcondes | Com Juliana Vicma.
>> 19h | Praça dos Andradas | ‘Tentativa Zucco’
Usina Utópica | Texto: Paulo de Tarso | Encenação: Douglas Lima | Elenco: Lucas Pereira, Julia Alves, Letícia Cascardi, Luana Albeniz, Mayara Andrade | Convidados: Natanael Gomes, Myller Oliveira, Vanessa Souza, Juliana Souza, Rafael Almeida, Rodrigo Alves, Patrick Gois, Udson Santos, Vinicius Ziani.
>> 20h | Vila do Teatro | ‘A Lenda dos Jovens Detentos’
Cia Muninja | Texto: Leo Lama | Direção: Diego Andrade | Elenco: Bruno Galdino e Letícia Tavares.
>> 21h | Praça dos Andradas | ‘Liberdade Prisioneira’
Cia Carcarah Voador | Texto: Cícero Gilmar Lopes | Direção: Vidah Santos | Elenco: Juan Pablo Garcia e Cícera Carmo.
>> 21h | Vila do Teatro | ‘Elogio ao maluco, Beleza?’
Cia Teatral Art e Manha | Texto: Natan de Alencar e Ricardo Oliveira | Direção: Lúcia Oliver | Elenco: Ricardo Oliveira, Natan de Alencar, Katia Lira, Mariana Nunes, Alisson Araújo.
>> 22h | Vila do Teatro | ‘Já que sou, o jeito é ser’
Cia 5 | Texto: Eduardo Ferreira | Direção: Eduardo Ferreira e Angélica Evangelista | Atores-bailarinos: Angélica Evangelista, Eduardo Ferreira, Gisele Prudêncio, Lucas Onofre e Rodrigo Santana.
>> 22h | Praça dos Andradas | ‘Terror e Miséria no Terceiro Reich’
Cia Amoriódio | Texto: Bertolt Brecht | Direção e adaptação: Diego Andrade | Elenco: Beatriz Gonçalves, Caroline Salles, Fellipe Tavares, Luccas Afonso, Nevily Alves e Teco Cheganças.
>> 22h30 | Praça dos Andradas | ‘De Volta ao Luto’
Cia Lorena | Texto e Direção: Diego Saraiva | Elenco: Natalia Marcelo, Vanderlei Abrelli, Paola Borges, Eliana Tavares, Arthur Cordeiro, Wilson Gois.
>> 0h | Catraias da Praça Iguatemi Martins | ‘Zona!’
O Coletivo | Direção: Kadu Veríssimo | Elenco: Caio Martinez Pacheco, Junior Brassalotti, Kadu Veríssimo, Léo Bacarini, Malvina Costa, Mario Arcenjo, Priscila Ribeiro, Raquel Rollo, Renata Carvalho e Thays Bratz. Após o espetáculo, festa com DJ Cigano.