Arquivo da tag: facult

Ampliando em 25%, 8º Facult recebe projetos culturais até abril

Prefeitura de Santos | Foto via Jamir Lopes 

Artistas e produtores culturais de Santos podem inscrever até o dia 30 de abril seus trabalhos no 8º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes no Município de Santos, que teve seu regulamento publicado pelo Decreto nº 8.313/2019 (Acesse aqui). O concurso selecionará via comissão julgadora 30 projetos contemplados cada um em R$ 15 mil.

O investimento é 25% maior ao dos últimos três editais lançados, cujos repasses foram de R$ 12 mil. O valor também corresponde a metade a mais do que a quantia repassada aos selecionados do primeiro concurso, em 2011. À época, os contemplados ganhavam R$ 10 mil. Assim, pela primeira vez o concurso supera o reajuste inflacionário do período (48,3%).

Outra novidade nesta edição de acesso ao Fundo Municipal de Assistência à Cultura (Facult), é que o projeto pode ter uma de suas duas vias (antes eram ambas em papel) encaminhada ao e-mail facultsantos@gmail.com. Mas ainda é necessário enviar uma cópia física, a ser entregue por via postal ou pessoalmente na Secretaria de Cultura. O endereço é: Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, piso térreo, Vila Mathias, CEP 11075-907. Inscrições ocorrem nos dias úteis, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

Podem participar do 8º Facult projetos nos segmentos artísticos de artes gráficas, integradas, plásticas, visuaus, de rua, artesanato, audiovisual, cultura popular, circo, dança, literatura, música, patrimônio e infraestrutura cultural, entre outros aprovados pelo Conselho de Cultura.

Ao longo de suas edições, o concurso já beneficiou 180 trabalhos, cuja contrapartida consiste em apresentações públicas, gratuitas, em três locais da Cidade: uma na região da Zona Noroeste; uma na região dos Morros ou na Área Continental; e uma na região da Zona Leste (Centro, Orla ou Área Intermediária) de Santos. No caso da obra não ser itinerante, deverá ser apresentada em local público e gratuito, em espaço a ser definido e contratado pelo artista ou em parceria com a Secult.

Choro de Bolso se apresenta no Museu de Arte Sacra

Por Prefeitura de Santos
.
O Choro de Bolso realiza o pré-lançamento do CD ‘Entidade’ neste sábado (2), às 15h, no Museu de Arte Sacra de Santos – Mass (Rua Joana D’Arc, 795, Morro São Bento), com entrada franca. O disco foi contemplado pelo 5º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes do Município de Santos, da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), com verba do Fundo Municipal de Assistência à Cultura (Facult). Informações pelo tel. 3219-1111.
.
Formado pela flautista Débora Gozzoli e pelo violonista Marcos Canduta, o Choro de Bolso tem mais de 13 anos de existência. É conhecido por interpretar choros, valsas, polcas, maxixes e demais ritmos brasileiros. Além do refinado repertório, o duo se caracteriza pela excelência na execução, pela expressão e pelo entrosamento impecável.
.
O disco ‘Entidade’ traz composições de Canduta, muitas delas evocando amores e amizades. Tem participações dos cantores Kleber Serrado e Mateus Sartori, do bandolinista Aleh Ferreira, do pianista André Mehmari e o duo Siqueira Lima.

Conheça os 30 projetos selecionados para o 6º Facult de Santos; acesse a lista

Por Lincoln Spada | Foto: Garrafada

A lista de contemplados do 6º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes do Município de Santos, popularmente chamado de 6º Facult, foi publicada nesta última quarta-feira (dia 1º). Ao contrário do último concurso que contou com 166 inscrições, a atual edição voltou a ter a média de 80 projetos. Foram 79 inscritos, 30 selecionados no valor de R$ 12 mil e três inabilitados seguindo as regras do edital.

> Acesse aqui a listagem completa

Com nove projetos contemplados, o audiovisual corresponde a quase um terço dos selecionados: ‘Você só dá aula?’ (Caroline Fernandes de Abreu), ‘Cavendish – Invasão à Vila de Santos’ (André Luiz Alonso de Assis), ‘Pink’ (Kauê Nunes), ‘Pescadores de Palavras’ (Marcelo Rayel), ‘Dudu do Gonzaga’ (Nildo Ferreira), ‘O caos no céu cinza’ (Eugênio Martins Jr.), ‘Oficina olhar documental: criação prática de documentários’ (Douglas Casari), ‘Por dentro da curva’ (Nathalia Rodrigues dos Santos Melo) e ‘História oral da gente de Santos’ (Camila Genaro).

Na área literária, foram contemplados seis projetos ‘Nas Pistas de uma construtora de sonhos – A vida e obra de Rosinha Mastrângelo’ (Karime Moussalli), ‘Poleiro de pato é terreiro’ (Renê Rivaldo Ruas), ‘Adeus velho partidão’ (José Luiz Tahan), ‘Territórios invisíveis’ (Goldschmidt Freire de Carvalho), ‘Alguém disse cultura’ (Adilson Félix, enquanto livro fotográfico), ‘Joris: o pirata holandês em busca do tesouro perdido’ (Carolina Cruz Gonzalez).

Outras seis obras também foram selecionadas no setor musical ‘Canções de Terra Mar’ (Júlio Bittencourt), ‘1º Álbum Musical’ (Conrado Pouza), ‘Hip Hop resiste na escola’ (Talita Fernandes), ‘Komboio Cultural’ (Alan Plocki), ‘Chorando por aí’ (Nadja Soares) e ‘Canções de Amor Caiçara B – Enquanto Morro e Cais’ (Manoel Herzog). Já nos segmentos de teatro e circo, ‘Uma Temporada na Zona’ (Priscila Ribeiro) e ‘Uma Bella Companhia’ (Plínio Augusto). Na área da dança, ‘Ofício’ (Juliana França) e ‘TraMar’ (Célia Faustino).

Ainda, em artes visuais, ‘O Instituto São Vladimir e a presença russa em Santos pela voz dos imigrantes’ (Maria Paula Guerra Ferreira), a intervenção urbana ‘Urbotopia e os mobiliários afetivos’ (Marília Jordão) e, destacam três mostras contempladas nesse edital: ‘Festival de Artistas de Rua de Santos – Orquestra na Rua’ (Vitor Gomes de Andrade Silva), ‘7º CulturalMente Santista’ (André Azenha) e ‘2º Mini Festival de Garrafada’ (André Rigotto).

 

Cine Posto 4, MISS e Cinemateca têm programação neste fim de semana

Por Secult Santos

‘Na Vertical’ é atração no Cine Arte

Com direção do cineasta francês Alain Guiraudie, o filme ‘Na Vertical’ se passa no sul da França e acompanha o cineasta Leo. Durante um passeio de observação de lobos ele é seduzido por Marie, uma pastora de espírito livre e dinâmico. Nove meses mais tarde, o casal tem um menino. Sofrendo de depressão pós-parto e sem acreditar mais em Leo, que aparece e desaparece sem aviso, Marie o rapaz com o filho.

Leo agora está sozinho com um bebê para cuidar. Por meio de uma série de encontros inesperados, ele luta para encontrar inspiração para seu próximo filme. O drama tem atuações Damien Bonnard, India Hair e Christian Bouillette. Cine Arte Posto 4. Em cartaz de quinta-feira (19) até o próximo dia 25. Sessões às 16h, 18h30 e 21h. Ingressos custam R$ 3,00 e R$ 1,50 (meia). Classificação: 18 anos.

Cine BV homenageia Julie Andrews

Seguindo com o ciclo Grandes Estrelas nos Musicais, que nos meses de outubro de novembro homenageia a atriz Julie Andrews, o projeto do coral cênico Broadway Voices e do Museu da Imagem e do Som de Santos (Miss) exibe o filme ‘A Noviça Rebelde’. Além de Julie, o elenco traz Christopher Plummer e Richard Haydn.

A trama do musical se passa na Áustria de 1930, quando o nazismo estava prestes a se instaurar no país. Nesse contexto, uma noviça que vive em um convento, mas que não consegue seguir as rígidas normas de conduta das religiosas, vai trabalhar como governanta na casa do capitão Von Trapp, que tem sete filhos.

Viúvo, ele os educa como se fizessem parte de um regimento. A chegada da moça modifica drasticamente o padrão da família, trazendo alegria novamente ao lar. Após a exibição, Fernando Pompeu, diretor-geral do Broadway Voices, bate papo com o público. Sexta-feira (20). 15h30. Miss (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). Gratuito.

Virada Cinematográfica chega à Cinemateca

Integrando a programação do 2º Santos Film Fest, a Cinemateca de Santos realiza Virada Cinematográfica, uma maratona de exibições com os filmes ‘Nosferatu’, de Friedrich W. Murnau, que conta a história de Hutter (Gustav von Wangenheim), um agente imobiliário que viaja até os Montes Cárpatos para vender o castelo do excêntrico conde Graf Orlock (Max Schreck), um milenar vampiro que busca poder.

Logo após ocorre a sessão de ‘A Múmia’, de Karl Freund, produção que se passa em 1921, ano em que uma equipe de arqueólogos liderada por Sir Joseph Whemple (Arthur Byron) descobre a múmia do príncipe Imhotep (Boris Karloff), que vivera há 3.700 anos e que, por ter cometido um sacrilégio, fora enterrado vivo. Também são encontrados manuscritos que têm o poder de fazer os mortos ressuscitarem.

Uma noite um dos membros da expedição lê os papeis e traz o príncipe de volta à vida. Para encerrar ainda haverá a projeção de um filme bônus e café da manhã para os maratonistas cinematográficos. Sábado (21). A partir das 23h30. Cinemateca de Santos (R. Xavier de Toledo, 42, Campo Grande). Gratuito.

‘Nome Provisório’ será apresentado no Miss

Produzido com verba do 5º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes de Santos,o curta de ficção ‘Nome Provisório’ aborda questões de gênero, as relações sociais e expectativas familiares. A produção, toda realizada em Santos, teve envolvimento de cerca de 30 profissionais, além de apoiadores como Unimonte, Madalena Brigadeiros e Black Jaw. Dia 23. 14h. Miss (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias).

Cine Pagu exibe ‘Saneamento Básico’

O projeto de cineclubismo desenvolvido pelos críticos de cinema Marcelo Pestana e Carlos Cirne exibe o filme ‘Saneamento Básico’, de Jorge Furtado. A comédia se passa na comunidade da Linha Cristal, na Serra Gaúcha, cujos membros decidem tomar providências sobre a construção de uma fossa para o tratamento do esgoto. Após ouvir a reivindicação, a secretária da prefeitura reconhece a legitimidade da solicitação, mas afirma que não dispõe de verbas para obras de saneamento básico até o final do ano.

No entanto, a prefeitura tem quase dez mil em verbas para a produção de um vídeo. A verba veio do Governo Federal e, se não for gasta, terá que ser devolvida. A comunidade decide então fazer um vídeo sobre a obra. Mas deve ser uma obra de ficção. Dia 24. 18h30. Museu da Imagem e do Som de Santos (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). Gratuito.

Cine BV realiza sessão com ‘Newsies’

A sessão exibe a produção ‘Newsies’. Dirigido por Kenny Ortega, o musical da Disney é baseado em uma greve dos chamados newsies, meninos que vendiam os jornais. Em 1899, em Nova York, eles fizeram uma paralisação, pois o preço dos jornais havia aumentado. A mobilização durou duas semanas. Dia 25. 19h. Museu da Imagem e do Som de Santos (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). Gratuito.

 

Curta ‘Nome Provisório’ debate a expectativa familiar sobre os filhos

Por Secult Santos
.
Produzido com verba do 5º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes no Município de Santos, da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), o curta-metragem de ficção ‘Nome Provisório’, dirigido e roteirizado por Bruno Arrivabene e Victor Allencar, narra a breve passagem na qual Renata (Glamour Garcia), em meio à espera de sua amiga em um restaurante, se depara com uma família em festa pela gravidez de Márcia e seu marido.
.
 A descoberta do sexo do bebê traz à tona uma importante reflexão. A trama retrata a expectativa familiar sobre um individuo e suas consequências. A produção, toda realizada em Santos, teve envolvimento de cerca de 30 profissionais, além de apoiadores como Unimonte, Madalena Brigadeiros e Black Jaw. Após o período de exibições, o curta-metragem segue em circulação por festivais nacionais e internacionais, cineclubes, casas de apoio e ONGs voltadas à comunidade LGBTT.
.
Terá 50 cópias entregues aos órgãos de cultura e educação do munícipio. O projeto também promove workshop com os realizadores do filme sobre o tema ‘Narrativas Necessárias’. Quarta-feira (11). 19h. Museu da Imagem e do Som de Santos (Miss). Piso térreo do Centro de Cultura Patrícia Galvão. Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias. Outras informações na página www.facebook.com/doispontosfilmes.

Exposição ‘Redes de Fé’ segue no Museu da Imagem e do Som de Santos

Por Iuri de Castro e Fernanda Terra

Contemplado pelo Programa de Apoio Cultural – Facult 2015, da Secretaria Municipal de Cultura de Santos, a exposição fotográfica “Redes de Fé: Pesca e Devoção na Cultura Caiçara”, tem por objetivo traçar um paralelo entre a devoção ao Bom Jesus de Iguape, cultuado tanto pelos pescadores da comunidade caiçara da Ilha Diana (município de Santos-SP), quanto pelos pescadores de comunidades caiçaras do município de Iguape-SP, como dos bairros do Rocio e Icapara.

Idealizado e executado pelos fotógrafos Fernanda Terra Stori e Iuri Castro a exposição será aberta ao público entre os dias 4 e 17 de maio de 2017, no Museu da Imagem e do Som de Santos (MISS – Av. Pinheiro Machado, 48/Santos). Nesta, serão expostas 20 fotografias em tamanho 80 x 60cm representativas da fé no Bom Jesus na atividade de pesca artesanal e no cotidiano da vida caiçara.

Elementos da cultura caiçara serão utilizados como adornos cenográficos, tais como parte de uma rede de pesca, artefatos de pesca e imagens do Bom Jesus de Iguape. Concomitantemente à exposição, um vídeo com depoimentos dos caiçaras fotografados será exibido com a finalidade de envolver o público na atmosfera de fé e esperança de um povo.

 

Morro Nova Cintra recebe intervenção artística Jambu, pelo 5º Facult

Por Secult Santos

Contemplada pelo 5º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes no Município de Santos, a intervenção artística Jambu realiza edição na Lagoa da Saudade, no Morro Nova Cintra, neste próximo dia 23 (domingo), das 15h às 19h.

O evento tem o som dos DJs Bakka, Cigano, Mascate e Nanne Bonny. A programação também traz apresentação dos alunos da oficina de circo da Vila do Teatro, além mostra de zines e instalações artísticas. Gratuito. Informações no site http://www.facebook.com/piratasdomaxixe.