Arquivo da tag: historia em quadrinhos

No Dia do HQ Nacional, mostra ‘150 Anos de Nhô Quim’ vem ao litoral

Informações de Ricardo Vasconcellos

No Dia do Quadrinho Nacional (30/jan), a exposição ‘150 Anos de Nhô Quim’ será aberta em Cubatão, das 9h às 17h, até 22/fev, no saguão do Paço Municipal (Praça dos Emancipadores, s/nº, Centro). O evento é organizado por Henrique Heo, Fábio Tatsubô e Marcos Venceslau, e conta com curadoria do quadrinista Franco de Rosa, sob a produção da Associação dos Quadrinistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo (AQC-ESP).

Há exatos 150 anos, o cartunista Angelo Agostini publicou a primeira HQ brasileira, ‘As Aventuras de Nhô-Quim ou Impressões de uma Viagem à Corte’, que narra a saga de um caipira que se muda para a cidade do Rio de Janeiro e fica chocado com a civilização meio rural, meio urbana, sendo de fato uma caricatura dos costumes daquela época. Ao todo, são 15 peças em tamanho A3.

A AQC-ESP é uma associação fundada em 1984 que reúne profissionais que trabalham com histórias em quadrinhos e humor gráfico. Sua criação contou com grandes artistas como João Gualberto Costa (o Gual) e José Alberto Lovetro (o Jal) Franco de Rosa, Worney Almeida de Souza, Fortuna, Henfil, Jayme Leão, Chico Caruso, Maringoni, Bira Dantas entre outros.

Vida e obra de Henfil é tema de cinedebate nesta terça

Por Secult Santos

Nesta terça-feira (18/dez), às 21h, o Cine Arte Posto 4 (orla do Gonzaga/Santos) recebe a sessão especial do documentário ‘Henfil’, que retrata a vida de um dos mais importantes cartunistas brasileiros. A projeção terá a presença da diretora Angela Zoé, que participará de bate-papo mediado pelo jornalista e crítico de cinema André Azenha. Ingressos de R$ 1,50 a R$ 3.

Com depoimentos de cartunistas como Ziraldo, Jaguar, Sérgio Cabral e Tárik de Souza, além de animações realizadas com os desenhos de Henfil, o filme traz também imagens inéditas do artista e de sua família, incluindo seu irmão, o sociólogo Herbert de Souza, o Betinho. Criador de personagens como Ubaldo, Graúna, Cangaceiro Zeferino e os Fradins, Henfil de Souza Filho é considerado um dos maiores cartunistas do Brasil.

Criado na periferia de Belo Horizonte, Henfil chegou a cursar Sociologia (UFMG), mas logo abandonou. Foi embalador de queijos, contínuo em uma agência de publicidade e jornalista, até se especializar nos anos 60 em ilustração e produção de HQs. Teve seu trabalho publicado por veículos como Pasquim, Realidade, Placar e O Cruzeiro.

O cartunista também atuou com cinema, teatro, TV e literatura, e recebeu os prêmios Cid Rebelo Horta (melhor cartunista, em 1965) e Vladimir Herzog (Artes, em 1981). Destacou-se também pela atuação em movimentos contra a ditadura militar. Hemofílico, após uma transfusão de sangue, contraiu o vírus HIV e faleceu em 1988.

Sesc Santos inaugura biblioteca no próximo dia 20

O Espaço de Leitura do Sesc terá uma nova proposta a partir do dia 20 com a inauguração de uma biblioteca. Com a iniciativa, a unidade passa a integrar o programa Literatura e Bibliotecas do Sesc São Paulo que está presente em diversas unidades espalhadas pelo Estado.

A biblioteca funcionará no primeiro andar (mezanino) de terça a sexta das 9h às 21h30 e sábado, domingo e feriado das 10h às 18h30 e disponibilizará de jornais e revistas para leitura e consulta local. O Sesc se localiza na Rua Conselheiro Ribas, 136/Santos.

Sobre o espaço

O espaço contará com um acervo inicial de 1.700 títulos – o objetivo da unidade é alcançar os 4 mil – sendo composto por livros de literatura nacional, estrangeira, juvenil, infantil, poesia, história em quadrinhos, biografia, artes e saúde. A expectativa é que Biblioteca do Sesc atenda uma média de 30 a 100 pessoas por dia, segundo a Jeane dos Santos Silva, bibliotecária responsável pelo local.

02Jeane destaca ainda que o acervo conta com uma ampla variedade de coleções indicadas para os públicos infantis e juvenis, como: Para gostar de ler; coleção Girassol; Desventuras em série, Saga Crepúsculo, A torre negra entre outras.

Qualquer pessoa poderá pegar títulos emprestados para isso será necessário, apenas, estar devidamente cadastrado e tomar cuidado para não atrasar a devolução do mesmo. “Neste primeiro, momento liberaremos até dois livros pelo prazo de 14 dias para credenciados e público em geral mediante cadastro na biblioteca. Para não credenciados, o cadastro será feito por meio de documento oficial e comprovante de residência.

Há, ainda, possibilidade de renovação dos empréstimos pelo mesmo prazo caso os livros não estejam atrasados ou reservados. Em caso de atraso na devolução será aplicada suspensão de empréstimo pelo mesmo período que o livro ficou a mais com o leitor, ou seja, dois dias de atraso dois dias sem poder retirar”, explica Jeane.

Top 5 dos títulos que merecem destaques no acervo: Benjamin – Chico Buarque; 1984 – George Orwell; As aventuras de Sherlock Holmes – Arthur Conan Doyle; Carrie: A estranha – Stephen King; Cem anos de solidão – Gabriel Garcia Márquez; O diário de Anne Frank – Anne Frank.

*Sesc Santos

 

Fábrica Cultural abre 3 mil vagas para cursos em Santos

Formar novos artistas de todas as idades e em todas as regiões de Santos. Esta é a meta do programa Fábrica Cultural, da prefeitura de Santos, que abre inscrições dia 23 de fevereiro para preencher 3 mil vagas em cursos de formação e oficinas livres em artes cênicas, visuais, dança e música. As aulas acontecem no Centro de Atividades Integradas de Santos (Cais) – Vila Mathias e nos outros três Portos de Cultura que funcionam nos Centro Cultural da Zona Noroeste, no Centro Cultural do Morro São Bento e no Caruara.

“No ano passado, cerca de 1 mil pessoas foram beneficiadas em nossos cursos. Em 2015, ampliamos a oferta para 25 cursos e um total de 2.735 novas vagas. Somados aos mais de 200 alunos que fizeram rematrícula, atenderemos mais de 3 mil pessoas. E de acordo com a procura, podemos abrir mais vagas já no segundo semestre”, argumenta o chefe do Departamento de Formação e Pesquisa Cultural, Murilo Netto.

02A maioria das opções oferecem formações em 3 anos. Entre os cursos mais procurados e que oferecem grande quantidade de vagas estão os de Violão (220), Violino (55), Artes Visuais (135), Teatro (210 vagas), Dança de Salão (550) e Mangá (90).

Entre os novos cursos oferecidos, está o de Teoria e Percepção Musical, que era uma matéria exclusiva para alunos matriculados nos cursos de música, e agora passa a ter vagas para a população em geral. “Era uma reivindicação antiga de artistas que desejam aprimorar os estudos na área”, complementa.

01Podem se inscrever crianças a partir de 7 anos e adultos, sem limite de idade. Com 7 e 8 anos, os alunos iniciam programa pelo curso de Artes Integradas, onde aprendem noções básicas de todas as áreas culturais. A partir dos 9 anos, é possível escolher um dos cursos ou oficinas específicas. Em outros casos, como pintura em tela e canto, a idade inicial é 14 anos.

As inscrições estarão abertas entre os dias 23 e 27 de fevereiro (segunda à sexta), das 9 às 19 horas, no Cais Vila Mathias (Avenida Rangel Pestana, 150) e nos portos de cultura (confira a tabela abaixo). Os documentos necessários são: RG ou certidão de nascimento (original e cópia), cópia do comprovante de residência e uma foto 3×4. Para os cursos de dança, é necessário apresentar também um exame de aptidão física. Mais informações pelo telefone 3202-3570.

Portos de Cultura

03Em breve, os três espaços descentralizados nos morros, na zona noroeste e na área continental, abrirão mais vagas e novos cursos. Em Caruara, nos próximos meses, a população ganhará um novo espaço, ao lado da biblioteca, que será adaptado para receber aulas de dança e música. Para os próximos anos, a tendência é multiplicar as vagas oferecidas nos Portos de Cultura, quando serão entregues à população três novos equipamentos que estão sendo erguidos na Vila Nova, Vila Progresso e Morro da Penha.

Confira as novas vagas do Programa Fábrica Cultural em Santos:

Cais – Vila Mathias (Av. Rangel Pestana, 150)
– Artes Integradas: Desenho, teatro, dança e música (46 vagas);
– Artes Cênicas: Teatro (210 vagas);
– Artes Visuais: Artes visuais (122 vagas), Mangá (57); Bordado da Ilha da Madeira (5); e Pintura em tela na Pinacoteca Benedicto Calixto (15).
– Dança: Dança de salão (500 vagas), Zumba e ritmos brasileiros (280), Capoeira (100), Cirandança (100), Dança de rua interativa infantil (80), Dança com Marcelo Cirino (80), Balé clássico da terceira idade (50), Laboratório do movimento (20), Dança em cadeira de rodas (10), Dança esportiva (30);
– Música: Violão (160 vagas), Violino (55), Teclado (47), Violoncelo (32), Coral canto livre (30), Canto (25), Coral infanto-juvenil (20), Piano (17) e Viola (6).

Centro Cultural da Zona Noroeste (Av. Afonso Schmidt, s/nº, Areia Branca)
– Artes Visuais: Artes Visuais (15 vagas), mangá (10 vagas);
– Dança: Dança moderna e contemporânea (60 vagas), Balé clássico de até 8 anos (60), Balé clássico de 8 a 13 anos (48), Dança de salão (50), Dança de rua interativa infantil (50), Zumba (50), Capoeira (50) e Dança do Ventre (30);
– Música: Violão (40 vagas), canto (25) e coral (25).

Centro Cultural do Morro São Bento (Rua São Luís, s/nº)
– Artes Visuais: Mangá (10 vagas), Bordado da Ilha da Madeira (5);
– Dança: Balé Clássico (80 vagas);
– Música: Violão (20 vagas).

Caruara – Biblioteca Plínio Marcos (Praça das Palmeiras, s/nº)
– Artes Visuais: Mangá (10)

*Murilo Netto