Arquivo da tag: kaos

Em temporada gratuita, Teatro do Kaos encena ‘Vocifera’

Por Lincoln Spada

Livremente inspirado em obra de Ibsen, ‘Vocifera’ entra em cartaz até o próximo dia 16/dez, com sessões gratuitas de quinta-feira a domingo, às 20h, no Teatro do Kaos (Largo do Sapo, Sítio Cafezal/Cubatão). A peça da companhia teatral comemora os 20 anos do coletivo e tem classificação indicativa de 16 anos.

A montagem trata dos (des)caminhos da conjuntura política atual e das razões que exigem a decisão entre direitos básicos da comunidade, como cultura e saúde. Na sinopse, a alusão do antigo teatro da Cidade que se tornará em um centro oncológico. Assim, a peça lança mão de questões aparentemente locais e corriqueiras para uma análise crítica sobre o pensamento conservador pautado no discurso do medo e na violência sistêmica.

Com base em ‘O Inimigo do Povo’, a peça tem dramaturgia de Victor Nóvoa, direção de Marcos Felipe e Lucas Beda, direção musical de Gustavo Sarzi e elenco formado por Fabiano Di Melo, Levi Tavares e Lourimar Vieira. A temporada é uma realização do Ministério da Cultura por meio da Lei Rouanet com patrocínio do Grupo EcoRodovias e apoio cultural da Prefeitura.

 

Com sessões gratuitas, segue 5ª Mostra de Teatro Estudantil do Kaos

Por Lincoln Spada
.
As diferentes estéticas e temas sociais são refletidas na 5ª Mostra de Teatro Estudantil, realizada pelo Teatro do Kaos, em sessões gratuitas até o dia 28 de novembro. O evento é uma realização também do Ministério da Cultura via Lei de Incentivo à Cultura com patrocínio da CopeBras, empresa do grupo CMOC, e apoio do Projeto Evolução.
.
Iniciado na última segunda-feira (dia 20), com o espetáculo ‘Crioléu’, a mostra segue nesta terça (dia 21), com ‘Cenas Ordinárias’, com direção de Sander Newton. Na quarta-feira (dia 22), será a vez de ‘O Circo – A lona que voou’, dirigida por Alisse Ribeiro.
.
Já no dia seguinte (dia 23), acontece a peça ‘Queda’, dirigida por Fabiano Di Melo. Na próxima semana, haverá estreia de ‘É Nóis’, com direção de Lourimar Vieira (dia 27), e, ‘Revolta’, de Sander Newton (dia 28). Todos os espetáculos são encenados em sessões às 15, 17 horas e 19h30, no próprio teatro, localizado na Praça Coronel Joaquim Montenegro, 34.

‘Morada 22/10’ entra em temporada no Teatro do Kaos

Por Teatro do Kaos

O espetáculo ‘Morada 22/10 – É proibido ser feliz’ entra em cartaz entre os meses de novembro e dezembro no Teatro do Kaos. As sessões serão entre os dias 1º e 5 de novembro, às 20 horas, na Praça Coronel Joaquim Montenegro, 34 (Largo do Sapo), com entrada franca.

O que você faria se, ao acordar, percebesse que está preso dentro de uma gaiola, pelo simples fato de saber cantar? A morada discute a prisão em liberdade, através de uma estrutura dramatúrgica fragmentada, personagens vão contando as suas histórias que se intrelaçam na busca por resposta.

Com direção geral e adaptação de Fabiano Di Melo, o texto pertence a Sander Newton. No elenco, os alunos da 4ª Turma do Curso Profissional de Atores, o projeto Evolução, patrocinado pela Copebras em realização do Ministério da Cultura.

A temporada gratuita segue no mesmo horário e local nos dias 15, 17, 18, 19 e 24 de novembro, como também seguidamente entre os dias 1º e 10 de dezembro.

 

No Kaos, núcleo teatral de PG apresenta clássico de Plínio Marcos

Por Lincoln Spada | Foto: José Muniz

Clássico de Plínio Marcos, ‘Querô – Uma Reportagem Maldita’ ganha uma nova montagem nos palcos e circula em sessão gratuita em Cubatão. É que os alunos de teatro do Palácio das Artes farão uma apresentação neste sábado (dia 6), às 20 horas, no Teatro do Kaos (Praça Joaquim Coronel Montenegro, 34). A iniciativa é uma realização da Prefeitura de Praia Grande via Secretaria de Cultura e Turismo.

Ambientado na zona poruária santista, ‘Querô’ é um romance publicado há 40 anos, que retrata e denuncia o que permeava as ‘quebradas’ daquela época, ambiente onde o menino Querô e sua trágica vida saltam do mundo para as páginas, e das páginas ganham o mundo novamente. Um adolescente abandonado que luta, a seu modo, para se livrar de um destino de miséria e de injustiças.

Neste espetáculo, morte e vida, desespero e esperança, agressividade e delicadeza caminham lado a lado, demonstrando que, por mais que a alma humana, uma e outra vez, tangencie um desses sentimentos, o ser humano é complexo, dono de desejos puros e imundos, às vezes, incompreensíveis. Além do grito de justiça social que se eleva das personagens, há o grito íntimo, secreto, que identifica cada alma no processo de busca de si mesma.

Com adaptação e direção do professor Alan Queiroz, ele também assina preparação vocal e cenografia. No elenco, Adelício, Alaff, Aline, Amanda, Debora, Doralice, Eliandra, Jaqueline, Kauan, Larissa, Leandro, Leandro Gomes, Lizandra, Luciana, Maurício, Newton e Samira. Coreografia e maquiagem de Leandro Gomes, visagismo de Osmario, Filomena e Fernanda, figurinos são uma criação coletiva.

 

Teatro do Kaos abre inscrições para curso de teatro até dia 13

Por Alessandro Atanes

Até 13 de janeiro, o Teatro do Kaos recebe inscrições para o Curso de Teatro. Elas devem ser feitas na sede do grupo, na Praça Coronel Joaquim Montenegro, 34, no Largo do Sapo, em Cubatão, de segunda a sexta-feira, das 17h às 20h. Os interessados devem comparecer munidos de RG, CPF e comprovante de residência (originais e cópias).

São 140 vagas, divididas entre os níveis iniciante, intermediário e avançado. As aulas ocorrerão de uma a quatro vezes por semana, de acordo com o módulo. São 20 vagas no Avançado – Qualificação Profissional (16 a 29 anos), 100 vagas no módulo Iniciação (12 a 17 anos) e 20 vagas no Intermediário (acima de 60 anos). “Todas as turmas apresentarão um espetáculo na conclusão do curso. Ao todo, serão encenadas oito peças gratuitas. Com isso, estaremos trabalhando a formação da plateia e incentivando a criação de novos grupos de teatro”, afirma o idealizador e gestor do projeto, Lourimar Vieira.

O Projeto Evolução é patrocinado pela Copebrás através da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) do Ministério da Cultura. Tendo início agora em 2017, o novo projeto dá continuidade às ações de formação realizadas nos últimos anos por meio dos projetos Superação (2011 a 2015) e Ação Cênica (2016) que, juntos, atenderam cerca de 1.660 alunos.

“O objetivo do Projeto Evolução é que ele continue a trazer benefícios para a nossa sociedade através da arte. Oferecer aos jovens a oportunidade do contato com atividades lúdicas e culturais, além de despertar o gosto pela arte cênica. Dessa vez incluindo idosos, que pela primeira vez participarão do projeto, tendo a chance de estudar e compartilhar experiências. A inclusão desse público foi pensada em parceria com a Copebrás. O teatro ajuda no autoconhecimento e desperta a criatividade”, diz Vieira.

Para participar do projeto, é necessário estar dentro da faixa etária requisitada para cada módulo e ser morador na cidade de Cubatão. É obrigatório também que o candidato esteja estudando ou tenha concluído o Ensino Médio. As aulas serão ministradas no próprio Teatro do Kaos. Mais informações em http://www.teatrodokaos.com.br ou pelos telefones (13) 99124-7470 e 3372-7211.

Neste dia 27, última sessão de ‘Janelas Solitárias’ no Teatro do Kaos

Por Teatro do Kaos e Prefeitura de Cubatão

Chegou a hora dos participantes do Projeto Ação Cênica mostrarem resultados. A peça ‘Janelas Solitárias’ será apresentada gratuitamente (classificação: 16 anos) neste domingo (dia 27), no Teatro do Kaos, às 20 horas, e no próximo ano será levada a outras quatro cidades (Santos, Guarujá, Praia Grande e Mongaguá). O Teatro do Kaos fica na Praça Coronel Joaquim Montenegro, 34 (Largo do Sapo).

Durante todo o ano de 2016, 230 alunos participaram do Projeto Ação Cênica. Agora, a turma da Qualificação Profissional (que recebe a Certificação Profissional do Sated/SP, comdireito a DRT), apresentará a peça Janelas solitárias, texto de João Fábio Cabral e direção de Níveo Diegues. “Antes de subir ao palco, eles ralaram muito”, afirma Lourimar Vieira, idealizador e gestor do projeto, que conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Cubatão.

A peça tem no elenco: Aline Pinheiro, Beatriz Maria, Bianca Souza, Caio Werneck, Carolina Martins, Cristiane Ramos, Fabio Faustino, JP de Castro, João Vítor, Júlia Alves, Layla Lauane, Luciana Adrielle, Luiz Guilherme, Maíra Alves, Nicca Oliveira, Rafael Almeida, Rayane Santana, Udson Santos, Vanessa Ramos e William Gois. Mostra a ealidade de jovens numa metrópole, que buscam sua identidade e seu espaço na sociedade e têm necessidade e urgência de expressão num mundo cada vez mais imediatista e consumista.

O espetáculo critica a cegueira da sociedade moderna aos anseios destas “tribos”, colocando em foco as separações, medos, sexualidade exacerbada, uso de drogas, desespero. E desafia o público a assistir sem julgar, abrindo sua mente para uma reflexão sobre a real situação dos jovens que vivem nas janelas solitárias da cidade. Os alunos tiveram aulas de: História do Teatro (Orleyd Faya); Interpretação (Marcos Felipe e Níveo Diegues); Expressão Corporal (Fabiano di Melo); Expressão Vocal (Douglas Lima); Jogos Teatrais (Sander Newton); Maquiagem (Levi Tavares) e Produção (Lourimar Vieira).

 

‘Cabaret: O último conto’ em cartaz nesta terça no Kaos

Por Sander Newton

Nesta terça-feira, dia 22, em sessões gratuitas às 15h, 17h e 19h30, acontece o espetáculo ‘Cabaret: O último conto’. Vale ressaltar que o exercício cênico integra a 4º Mostra Estudantil do Teatro do Kaos, viabilizado a partir do projeto “Ação Cênica”que tem o patrocínio da Prefeitura Municipal de Cubatão. A experimentação foi desenvolvida com os alunos e alunas do período noturno de terça-feira sob orientação de Sander Newton.

A trata é uma história sem pé nem cabeça, que se põe ao avesso e com contos um tanto quanto clichês. Discute de forma humorada questões que pautam assuntos importantes, principalmente diante desse cenário de avanço do conservadorismo, como a transexualidade, o feminicídio, o genocídio da população negra e outros. Como o nome sugere, a história se passa dentro de um cabaret, que na verdade é a cabeça de um escritor mal sucedido. Prestes a tomar um copo de veneno, vê suas personagens reividicarem o final de seus contos inacabados, criando um novo desdobramento para suas histórias.

O elenco é formado por: Beatriz Bispo, Beatriz Lima, Felipe Farias, Gabriel Silva, Guilherme Mouco, Henrique Fernandes, Isadora Nazareth, Isadora Rodrigues, Julia Emily, Juliana Monteiro, Kemillyn Ananda, Lauana Baeta, Mariana Archanjo, Mateus Alves, Maysa Juvino, Michel Do Carmo, Paulo Gabriel, Rafaela Amaral, Stefany Vidal e Sthefany Santos. A banda é formada por Guilherme MIranda, Wellington Marques, Rafael Antonio Pinho e Davison Santana.