Arquivo da tag: Luana Albeniz

#ManufaturaDeMonólogos: ‘Ato Solidário’ debate sobre a pornografia

Por Corina de Assis e Felipe Veiga (Sesc Santos)

A obra cênica ‘Ato Solitário’ compõe a mostra Manufatura de Monólogos, prevista para os dias 20 e 24/fev. A sessão gratuita será neste domingo (24/fev), às 21h, no Teatro do Sesc Santos (R. Conselheiro Ribas, 136/Aparecida). Não recomendado para menores de 18 anos.

Trabalhando através dos conceitos de realidade e ficção, a peça registra o isolamento de um homem subjugado ao poder da indústria pornográfica. Sua derrocada atravessa temas como suicídio, prostituição e vazamentos de vídeos íntimos em redes sociais – assuntos urgentes, mas ainda afastados de grandes debates públicos.

Direção: Ronaldo Fernandes. Dramaturgia e atuação: Bruno Fracchia. Orientação: Nelson Baskerville. Vídeos: Rodney Assunção. Figurino: Paola Caruso. Trilha sonora: Marcelo Marinho. Iluminação: Juliana Sousa. Preparação corporal: Malvina Costa. Participação em vídeo: Day Lopes e Luana Albeniz. Fotos: Bruna Quevedo.

Realizada pelo Sesc Santos, a Mostra Manufatura de Monólogos reúne 11 espetáculos inéditos e autorais, criados e desenvolvidos entre jun/18 e jan/19 por artistas da Baixada Santista. O projeto voltado para as potencialidades criativas na área teatral da classe artística local conta com a orientação dos santistas Nelson Baskerville e Luiz Fernando Marques Lubi, diretores renomados na cena teatral brasileira contemporânea. No dia 26/fev, às 20h, no Sesc Santos, os artistas e os orientadores realizam bate-papo aberto ao público, com mediação da dramaturga Dione Carlos.

 

Centro de Santos é palco da festa ‘A_front na Rua’ neste sábado

ELA e Baile É Amor

Em pleno centro de Santos, a Praça Barão do Rio Branco recebe neste sábado (19/jan), a partir das 22h, a festa ‘A_front na Rua – Nua e crua’. O evento gratuito é uma realização do projeto ELA – Empoderamento, Liberdade e Arte, e do Baile É Amor.

“Enquanto tem fé-ministra ditando cor de roupa e o brasil seguindo entre retrocessos, egos e excessos, colocamos o bloco na rua, nuas e cruas. Quando não se tem espaço, criamos e seguimos o baile no puro Afronte”, divulga em nota a organização da festa. “A gente volta pra rua pra se unir, resistir e insistir em fazer cultura livre nessa cidade que é movida a interesses. A rua é livre, é nossa e ocupar esses espaços com nossos corpos e ações é ato politico libertário”.

Entre as DJs da festa: Danielle Castor, Vivian Johns, Nanne Bonny, Juliana Alma, Bueiros e Profana. Haverá pocket shows de Jordana Tostes, Silvino, Tamyres Ianuzzi e Sol Neves. O hip hop será representado por Gabitopia, Medusa Vanessa e Tavares MC. Sob a curadoria de Diez Alves, haverá apresentações cênicas da Cia Ubuntu de Teatro, Manuella Favoretto, Bruto e Luana Albeniz.

‘A_front’ também contará com as poetas Natasha Felix e Maya Pires. Ainda, estará a disposição à venda para o público, zines, camisas, livros e gastronomia vegana. Entre as mostras visuais e plásticas, as exposições Nuria Alves, Et Maria e Karis Fernanda com Pedra dos Sonhos. As fotografias serão de Maraa Anjos.

 

Do circo ao marketing cultural, ações formativas ocorrem no Galpão em Cubatão

Por Lincoln Spada

Situado no coração do Parque Anilinas, o Galpão Cultural recebe novas atividades formativas nesta semana com entrada franca. Na próxima terça-feira (dia 14), às 20 horas, tem início uma roda semanal de conversa sobre marketing e projetos culturais.

Como as ferramentas de marketing podem ajudar a desenvolver bons projetos? É a partir dessa questão que a atriz do Coletivo 302 e profissional do marketing, Allana Santos, ministrará tal partilha de experiências com os interessados. As inscrições podem ser feitas por e-mail (coletivo302@gmail.com) ou Facebook (fb.com/coletivo302).

Por outro lado, os artistas cubatenses Luana Albeniz, Joseval Lira e Yuri Trindade passam a mediar oficinas de circo. As artes acrobáticas compõem as aulas semanais que começam neste domingo (dia 19), das 14 às 16 horas, no mesmo espaço. Mais informações: fb.com/galpaoculturalcubatao.

 

Uzina Utópica encena ‘Tentativa Zucco’ no dia 23 em Cubatão

Por Uzina Utópica de Teatro

Neste final de semana, a Uzina Utópica de Teatro realiza uma nova temporada do espetáculo itinerante ‘Tentativa Zucco’. A sessão será no sistema Pague o Quanto Puder neste domingo (dia 23), às 19 horas, no trecho das casas históricas do Parque Novo Anilinas (entrada pela Avenida Nove de Abril). Em caso de chuva, o espetáculo será adiado.

A peça ‘Tentativa Zucco’ coloca em evidência um serial killer, personagem ambíguo, que a partir da morte dos pais, descarrilha, tomando um rumo que coloca em xeque todo o labirinto de estranheza que envolve as relações sociais, afetando os códigos da convivência urbana. A trajetória do assassino em série desloca o espectador e o faz ver não somente o funcionamento do criminoso, mas a fisionomia fantasmagórica da sociedade que o produziu. Sobre a relação entre indivíduo e sociedade, violência, solidão e marginalidade.

Inspirada na obra “Roberto Zucco” de Bernard Marie Koltès, a peça tem dramaturgia de Paulo de Tarso, encenação de Douglas Lima e tem como elenco: Lucas Pereira, Julia Alves, Letícia Cascardi, Luana Albeniz, Mayara Andrade, Carlos Augusto Araújo, Guilherme Mouco, Nicca Oliveira, Rafael Almeida, Rodrigo Alves, Patrick Góes, Udson Santos e Vinícius Ziani. Na cenotécnica, Fabiano Di Mello. Na técnica de som, Alisse Araújo, a sonoplastia é de Sander Newton, a iluminação de Douglas Lima e, na técnica, Sabrina Mts.

 

Múltiplas linguagens se concentram no Savrau Cultural do Novo Anilinas

Por Lincoln Spada

Música, circo, teatro, dança e literatura envolvem o Savrau Cultural, iniciativa do coletivo cubatense Valsa Pra Lua e que será realizado gratuitamente neste sábado (dia 8), das 15 às 19 horas, no vão do Centro Multimídia do Parque Novo Anilinas. Com apoio da Prefeitura através da Secretaria da Cultura, “o evento se destina a propor uma programação cultural e o uso de espaços públicos para movimentos artísticos”, comenta a organizadora Mariana Nunes.

A abertura será com a atriz Tamirys O’Hanna (formada pelo Teatro do Kaos e que cursou a EAD/USP), seguida às 15h10 da intervenção cênica ‘Ditadura da Beleza’, dos alunos da Escola de Artes Cênicas Wilson Geraldo. Já às 15h30, a dupla Luana Albeniz e Kauan Brito realiza performances circenses para a comunidade.

A Esquadrilha Marginália de Teatro de Rua continua com a programação, às 15h40, com o esquete ‘De Repente Thiago’. Inspirada nos clássicos de Ariano Suassuna, a obra aborda três retirantes que contam causos de um nordestino humilde, Thiago, que – em meio as suas brincadeiras de menino – comete um deslize, é preso e morre. Diante do tribunal celeste, o jovem terá a última chance de provar sua inocência. O elenco é formado por Lucas Pereira, Luiz Guilherme e Michel do Carmo.

Está prevista, às 16h25, a apresentação da banda Mari Andrade e Florênzios. Os artistas Kauan Brito e Caio Henrique seguem com a programação às 16h50. Em seguida, às 17 horas, quem dá o rimo são os artistas da Impacto Dança & Movimento e o VL Breakers, as novas gerações que atuam na área do hip hop. Às 17h10, é a vez de um recital de poesia.

A Mc Dre conduzirá a festa às 17h30, o coletivo Valsa Pra Lua entra em cena às 17h50. O encerramento a partir das 18 horas está por conta da Banda Dellas. O Savrau terá exposição de quadros de Rani Lied, barraca de dreads de lã, correio elegante, vendas de bolos, doces e lanches durante toda a programação para ajuda de custo para os coletivos participantes.

 

‘Cultura em Crise’ é o tema do 4º Motim Teatral; acesse a programação na íntegra

Por Movimento Teatral

Com o tema ‘Cultura em Crise’, o 4º Motim Teatral reúne 14 coletivos cênicos para apresentações gratuitas no Centro de Santos. Mostra regional do FESTA 58 – Festival Santista de Teatro, a maratona de apresentações acontece inteiramente nesta sexta-feira (dia 23) com 13 horas ininterruptas de grupos artísticos.

Neste ano, trata-se de um ato pela liberdade de expressão dos artistas de rua em Santos; contra o corte orçamentário das Oficinas Culturais do Estado no interior e litoral paulista; e pró-Centro Cultural Cadeia Velha.

O termo ‘motim’ é uma insurreição de grupos contra o autoritarismo, caracterizado por atos de desobediência artística e civil que se opõem a autoridades ou o capitalismo, sendo frequentemente acompanhado de tumulto artístico, vandalismo estético e intervenções de violência poética.

O 4º Motim Teatral é uma realização do Movimento Teatral da Baixada Santista com apoio da Prefeitura Municipal de Santos por meio da emenda parlamentar do vereador Professor Igor Melo. Confira a programação:

>> 13h30 | Praça dos Andradas | ‘Festa das Flores’
Cia Incomodados de Teatro e Música | Roteiro e direção musical: Elias Tomais | Elenco: Ariadne Moreno, Elias Tomais, Juliana Lima, Juliana Sanz.
>> 14h | Praça dos Andradas | ‘É Doce ou Salgado?’
Coletivo Sanatório Geral | Texto: Betinho Neto | Direção: Miriam Vieira e Betinho Neto | Elenco: Sandy Andrade ,Liliane São Paulo, Amanda Franco e Betinho Neto.
>> 15h | Praça dos Andradas | ‘Furdunço no Casamento de Marieta’
Cia Animalenda | Direção: Danilo Cavalcanti | Elenco: Kely de Castro e Vinícius Camargo.
>> 16h | Praça dos Andradas | ‘Blitz – O Império que nunca dorme’
Trupe Olho da Rua | Texto e Direção: Caio Martinez Pacheco | Elenco: Bruna Telly, Caio Martinez Pacheco, Fabio Piovan, João Paulo Pires, João Luiz Pereira Junior, Raquel Rollo, Sander Newton, Wendell Medeiros.
>> 17h30 | Praça dos Andradas | ‘De Repente Thiago’
Esquadrilha Marginalia de Teatro de Rua | Dramaturgia coletiva | Direção: Sander Newton. | Elenco: Luiz Guilherme, Lucas Pereira e Michel do Carmo.
>> 18h | Vila do Teatro | ‘Nó Cego’
Teatro Genoma | Direção: Rodrigo Marcondes | Com Juliana Vicma.
>> 19h | Praça dos Andradas | ‘Tentativa Zucco’
Usina Utópica | Texto: Paulo de Tarso | Encenação: Douglas Lima | Elenco: Lucas Pereira, Julia Alves, Letícia Cascardi, Luana Albeniz, Mayara Andrade | Convidados: Natanael Gomes, Myller Oliveira, Vanessa Souza, Juliana Souza, Rafael Almeida, Rodrigo Alves, Patrick Gois, Udson Santos, Vinicius Ziani.
>> 20h | Vila do Teatro | ‘A Lenda dos Jovens Detentos’
Cia Muninja | Texto: Leo Lama | Direção: Diego Andrade | Elenco: Bruno Galdino e Letícia Tavares.
>> 21h | Praça dos Andradas | ‘Liberdade Prisioneira’
Cia Carcarah Voador | Texto: Cícero Gilmar Lopes | Direção: Vidah Santos | Elenco: Juan Pablo Garcia e Cícera Carmo.
>> 21h | Vila do Teatro | ‘Elogio ao maluco, Beleza?’
Cia Teatral Art e Manha | Texto: Natan de Alencar e Ricardo Oliveira | Direção: Lúcia Oliver | Elenco: Ricardo Oliveira, Natan de Alencar, Katia Lira, Mariana Nunes, Alisson Araújo.
>> 22h | Vila do Teatro | ‘Já que sou, o jeito é ser’
Cia 5 | Texto: Eduardo Ferreira | Direção: Eduardo Ferreira e Angélica Evangelista | Atores-bailarinos: Angélica Evangelista, Eduardo Ferreira, Gisele Prudêncio, Lucas Onofre e Rodrigo Santana.
>> 22h | Praça dos Andradas | ‘Terror e Miséria no Terceiro Reich’
Cia Amoriódio | Texto: Bertolt Brecht | Direção e adaptação: Diego Andrade | Elenco: Beatriz Gonçalves, Caroline Salles, Fellipe Tavares, Luccas Afonso, Nevily Alves e Teco Cheganças.
>> 22h30 | Praça dos Andradas | ‘De Volta ao Luto’
Cia Lorena | Texto e Direção: Diego Saraiva | Elenco: Natalia Marcelo, Vanderlei Abrelli, Paola Borges, Eliana Tavares, Arthur Cordeiro, Wilson Gois.
>> 0h | Catraias da Praça Iguatemi Martins | ‘Zona!’
O Coletivo | Direção: Kadu Veríssimo | Elenco: Caio Martinez Pacheco, Junior Brassalotti, Kadu Veríssimo, Léo Bacarini, Malvina Costa, Mario Arcenjo, Priscila Ribeiro, Raquel Rollo, Renata Carvalho e Thays Bratz. Após o espetáculo, festa com DJ Cigano.

Cia Lorena apresenta ‘De Volta ao Luto’ neste domingo no Tescom

Por Diego Saraiva | Foto: Sander Newton

A Cia Lorena de Cubatão encena no próximo domingo (dia 30), às 20h, o espetáculo ‘De Volta ao Luto’, no Tescom (Av. Cons. Rodrigues Alves, 195/Santos). Os ingressos custam de R$ 10 a R$ 20. Na peça, tudo acontece a partir de encontros. Pessoas indo, vindo, cruzando-se, trombando-se, revirando toda a sujeira, produzindo aromas, criando sentidos, entendiemntos das dores, erros e acertos.

Mas o céu, que desaba feito chuva, seja com tensão ou humor, mostra as várias faces de um mesmo quadro, que nunca ocorreu por completo. Um céu esfregando o gosto da água e a falta de ar, num dia de duvidas e certezas, tintas e pinceis, seja ódio sobre tela ou graça sobre tela. Talvez esmurrar a frieza das tintas, até elas ficarem prontas para aquecer o coração daqueles que conseguem ri de si mesmos.

Diego Saraiva assina a direção, figurino e sonoplastia, operando o som na sessão. Ele divide a dramaturgia e a cenografia com Wilson Gois, que compõe o desenho de luz e protagoniza o espetáculo. No palco, Vanderlei Abrelli, Luana Albeniz, Eliana Tavares e Natalia Marcelo. Como técnica de luz, Mariana Arcanjo. A preparação corporal é de Maria Tornatore.