Arquivo da tag: martins fontes

Visitas às bibliotecas centrais de Guarujá crescem em 20%

Por Prefeitura de Guarujá

Mais de 282 mil atendimentos foram realizados nas bibliotecas centrais de Guarujá no último biênio. Entre 2017 e 2018, houve um acréscimo de 31 mil atendimentos no último ano. Além de um acervo de livros e revistas, os visitantes podem conferir gibiteca, acervo museológico sobre a Revolução de 1932 e uma horta fitoterápica, com diversidade de ervas e plantas medicinas.

Tudo isso em um ambiente moderno, climatizado e com wi-fi gratuito nas Bibliotecas centrais: Geraldo Ferraz (Rua Ceará, s/n – Vila Alice), em Vicente de Carvalho; e Martins Fontes (Rua Quintino Bocaiúva, 183, no Centro). Neste período de férias, as bibliotecas têm chamado a atenção não só de estudantes residentes, mas também de turistas.

Leitor assíduo da Biblioteca Martins Fontes, o estoquista Marcos Santana, gosta de conferir os jornais diários. “Desde pequeno frequento o local. Costumo vir na hora do almoço ou após o trabalho”. Quem conheceu a Biblioteca do Centro pela primeira vez foi Lucas Teixeira, estudante, 24 anos, que é da Cidade: “Estava buscando uma biblioteca. E achei aqui um local bem diferente, com bastante variedade”, apontou.

Além das centrais, a rede municipal de ensino ainda conta com as bibliotecas anexas às escolas de ensino fundamental, que representam um apoio pedagógico importante dentro das unidades. Até o momento, Guarujá já tem 19 bibliotecas anexas, de um total de 26 unidades a serem contempladas.

Para se tornar um sócio das Bibliotecas centrais é necessário se dirigir a uma das Unidades, munido de documentos pessoais (no caso de menores, o do responsável); 2 fotos 3×4 e comprovante de residência. Horário de atendimento é de segunda a sábado, das 9h às 17h, somente no período de férias, e das 8h às 18h, no decorrer do ano.

Quem efetuar a retirada de livro com 100 folhas pode ficar o título por 10 dias; já para um título de 200 folhas, por exemplo, o período é de 20 dias. As doações de livros e gibis também são bem-vindas. Aqueles que desejam colaborar na ampliação dos acervos poderá fazer a sua doação somente na Biblioteca Geraldo Ferraz, em Vicente de Carvalho.

‘Como é bom ser bom’ conta com cinedebate na Unisantos

Por Carlos Oliveira
.
Nos primórdios do cinema, as imagens projetadas necessitavam da inserção de legendas para ajudar no entendimento das narrativas. O aparecimento do pianista do cinema mudo foi uma solução formidável, uma vez que a música tocada ao vivo ajudava a contar as histórias, dando mais vida às cenas. Desde então, a música tem acompanhado a evolução do cinema, ajudando a emocionar as pessoas que assistem aos filmes.
.
No dia 17 de outubro, às 19 horas, na Unisantos (Av. Cons. Nébias, 300/Santos), o músico e compositor Theo Cancello e o cineasta e produtor audiovisual Carlos Oliveira batem um papo sobre o processo de criação e direcionamento da trilha sonora de “Como é bom ser bom”, um filme de curta metragem que mostra um episódio da vida do médico e poeta santista José Martins Fontes (Santos, 23 de junho de 1884 — Santos, 25 de junho de 1937).
.
O bate-papo, que acontecerá após a exibição do filme, terá a coordenação do Professor Doutor Gil Nuno Vaz, do curso de Licenciatura em Música da Unisantos. Serão tratados assuntos como: a importância da concepção da trilha sonora original juntamente com o diretor do filme, as responsabilidades criativas do diretor e do compositor, escolha por produção de trilha sonora original ou utilização de trilha pré-gravada.
.
O evento tem como objetivo valorizar o papel do músico que compõe para o audiovisual e estimular a aproximação do compositor com o mercado de cinema, TV e novas mídias. A Professora Doutora Rosa Maria Valente Fernandes, do curso de Letras da Unisantos, também participará, abordando a obra do poeta Martins Fontes, personagem principal do filme a ser exibido.

Martins Fontes é o homenageado no Sarau Um Autor na Ciranda Poética

Por Clara Sznifer

O projeto Sarau ‘Um Autor na Ciranda Poética’ homenageia o escritor Martins Fontes neste sábado (dia 5), às 15h30, na Aliança Francesa de Santos (Rua Rio Grande do Norte, 98/Santos). O evento tem coordenação literária de Clara Sznifer e coordenação musical de Roberto Soares.

Curta-metragem

Um dos destaques é a exibição do filme ‘Como é Bom Ser Bom’. Trata-se de um curta-metragem que mostra um episódio da vida do médico e poeta santista José Martins Fontes (1884 – 1937). Com idealização do cineasta santista Carlos Oliveira e do ator Osvaldo Araújo, aborda o caso em que Martins Fontes realizou, em seu consultório particular, o tratamento de uma grave doença de uma senhora que não tinha condições financeiras de pagar as consultas.

Centenário da estada de Milhaud no Brasil é celebrado no Sesc Santos

Por Leonardo Zufo

O Sesc Santos realiza nos dias 2 e 3 de agosto, quarta e quinta-feira, evento comemorativo do centenário da vinda do compositor francês Darius Milhaud (1892-1974) ao Brasil. Das 18h30 às 20h30 haverá discussões e reflexões no auditório, e das 20h30 às 22h apresentações musicais comentadas no teatro e no auditório. A entrada é franca.

O objetivo é promover a reflexão em torno da conexão de Milhaud com o cenário artístico nacional e o diálogo com a música e os músicos brasileiros, apenas possível pela sua estadia no Rio de Janeiro entre fevereiro de 1917 a novembro de 1918, período em que trabalhou junto ao escritor Paul Claudel, então embaixador da França.

Por outro lado, o evento é uma ampliação do debate musical no momento em que a cidade de Santos torna-se, momentaneamente, a capital da musicologia internacional ao sediar o III Congresso da Associação Regional para América Latina e Caribe da Sociedade Internacional de Musicologia (ARLAC/IMS), que acontece pela primeira vez no Brasil.

As discussões/reflexões acontecem com os profs. Drs. Heloisa Duarte Valente, Diósnio Machado Neto, Tânia Garcia e Profa. Ms. Cibele Palopoli, com mediação da profa. Dra. Lina Noronha. As apresentações musicais contam com a pianista Danieli Longo Benedetti e o Quarteto de Cordas Martins Fontes.

Serviço
2 e 3 de agosto de 2017.
18h30 às 20h30 discussões/ 20h30 às 22h apresentações musicais
Sesc Santos. Auditório e teatro. Grátis.
Rua Conselheiro Ribas, 136/Santos
Programação completa: http://bit.ly/2tRRzts

 

Santos Arte e Cultura continua entre dias 26 e 29; acesse aqui a programação

Por Secult Santos

Confira a programação de Santos Arte e Cultura entre os dias 26 e 29 de janeiro.

>> 26/jan | 15h | Jardim Botânico Chico Mendes (R. João Fracarolli) | Trio Zé do Café;
>> 26/jan | 19h | Parque Roberto Mário Santini (Emissário Submarino) | Komboio Cultural;
>> 26/jan | 19h | Praça do Surfista (Posto 2) | Simone Ancelmo;
>> 26/jan | 19h | Concha Acústica Vicente de Carvalho | Didi Gomes;
>> 26/jan | 19h | Pérgula do Boqueirão (Orla x Av. Cons. Nébias) | Max Soul;
>> 26/jan | 20h | Fonte do Sapo | Rock Santos com André Pinguim, Paulo Faria, Cassio Amorim e Daniel Dias e outros músicos;
>> 27/jan | 19h | Concha Acústica | ‘Praiaças’, da Bella Cia com Juliana Bordallo;
>> 28/jan | 16h | Jardim Botânico | Espetáculo circense ‘Operários’ e baile à fantasia;
>> 28/jan | 19h | Concha Acústica | Quarteto de Cordas Martins Fontes;
>> 28/jan | 19h | Fonte do Sapo | Banda Azzi Maria;
>> 28/jan | 19h | Praça do Surfista | Show de Rogério Baraquet;
>> 28/jan | 19h | Praça Luiz La Scala | Show de Primas e Bordões;
>> 28/jan | 19h | Emissário Submarino | Dança de salão, zumba e axé com Éric Ratto, Ricardo Andrade e Jimmy Faria;
>> 29/jan | 10h | Concha Acústica | ‘O mundo de histórias’, com Alexandre Camilo;
>> 29/jan | 19h | Concha Acústica | Show de Xandra Joplin;
>> 29/jan | 19h | Pérgola do Boqueirão | Show com Fernando Negrão;
>> 29/jan | 19h | Jardim Botânico | Show da Banda Flex;
>> 29/jan | 19h | Fonte do Sapo | Show de Sena Sopra Metais;
>> 29/jan | 19h | Emissário Submarino | Dança de salão, zumba e axé com Éric Ratto, Ricardo Andrade e Jimmy Faria.

 

Quarteto de Cordas encerra temporada com concerto no Guarany

Por Secult Santos

O Quarteto de Cordas Martins Fontes, corpo estável da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), faz concerto de encerramento da temporada 2016 nesta quinta-feira (15), a partir das 20h30, no Teatro Guarany (Praça dos Andradas, 100, Centro Histórico). Entrada franca.

A apresentação tem participação do clarinetista João Francisco, que divide o palco com Ulisses Nicolai (1º violino), Adonai Ribeiro (2º violino), Erlon Lima (viola) e Rossana Nicolai (violoncelo).

O programa traz obras do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart e arranjos especiais, que abrangem do choro ao jazz. O objetivo do quarteto, que completou 40 anos de atividades, é divulgar obras clássicas, músicas populares e realizar a integração da música com as artes visuais.

 

Quarteto de Cordas Martins Fontes faz apresentação gratuita no Guarany

Nesta quinta-feira (dia 11), às 20h30, no Teatro Guarany, acontece a sessão gratuita do Quarteto de Cordas Martins Fontes, com o úsico convidado Sérgio Fernandes (violão) e a participação especial de Nívio Mota (violão). A temporada de 2016 tem o apoio da construtora Crego Painceira Construções.

Quarteto de Cordas Martins Fontes

Idealizado e fundado em 1976, o Quarteto de Cordas Martins Fontes foi criado com objetivo de divulgar e aproximar a música de câmara a população. A primeira exibição aconteceu em 20 de abril do mesmo ano no Teatro Municipal Braz Cubas. Contudo, foi oficializado pela Prefeitura Municipal de Santos em 1982.

Nestas quase quatro décadas, diversos projetos foram realizados com a finalidade de divulgar o repertório camerístico. Dentre suas principais atividades destacaram-se os Projetos “Fá, Sol, Lá”, “Concertos Oficiais” (mostrando as principais obras dos compositores que escreveram músicas para esta formação), “Didático” (realização de apresentações em escolas para incentivar as crianças ao estudo da música), “Concertos Populares”, “Roteiro Musical” (realização de concertos em patrimônios turísticos da Cidade, como igrejas e museus), e “Cinema Tocado” onde a sonoridade da formação instrumental cria o ambiente sonoro de clássicos do cinema mudo.

Alguns destes projetos serão retomados no segundo semestre deste ano a exemplo do “Fá, Sol, Lá”, ações didáticas e dos “Concertos Oficiais” com regularidade mensal e participação de outros Corpos Estáveis da Secult e convidados. O repertório da grupo é extremamente abrangente indo de peças escritas originalmente para a formação e arranjos feitos especialmente para o grupo.

De Beethoven a Pixinguinha, de Villa-Lobos a Piazzolla, de Mozart a Coldplay sem barreiras. O grupo possui uma formação clássica, composta por dois violinos, viola e violoncelo. Neste concerto a formação será composta por Ulisses Nicolai e Adonai Ribeiro (violinos), Erlon Lima (viola) e Rossana Nicolai (violoncelo).

Crego Painceira Construtora

A temporada 2016 do Quarteto de Cordas Martins Fontes comemora os 40 anos de fundação do grupo e conta com o patrocínio da construtora Crego Painceira. A empresa que também comemora 40 anos de fundação este ano, entende que seu trabalho não se limita a edificação de lares e que por isso, aposta na construção de novos paradigmas, tendo como base o apoio à iniciativas socioculturais em nossa cidade.

Além dos Concertos Oficiais, programados até Dezembro e sempre com um convidado, a programação ainda terá um concerto especial com a Orquestra Sinfônica Municipal de Santos com o Quarteto de Cordas Martins Fontes em novembro.

*Quarteto de Cordas Martins Fontes