Arquivo da tag: movimento

Aos 40 anos, Grupo Picaré de Literatura e Artes terá nova coletânea em junho

Por Lincoln Spada | Foto: Wilson Melo

A fim de celebrar os 40 anos da criação do Grupo Picaré de literatura e artes de Santos, está previsto lançamento de uma coletânea de poesias, contos, crônicas, desenhos e fotografias para o próximo junho. O coletivo foi iniciado no mesmo mês de 1979, pelos poetas Rafael Antonio Marques Ferreira e Raul Christiano Sanchez nos corredores da Faculdade de Comunicação da Católica UniSantos, logo atraindo outros escritores.

Já nos anos 80, foram reconhecidos pelos seus manifestos, passeatas e publicação de literatura alternativa e marginal. Em prol da vanguarda e arte humanística, o grupo batizado pelo nome de rede de arrasto para pesca era contrário à elitização cultural. No manifesto Picarismo, o grupo defendia uma ação artística “direta, clara, sem o formalismo que impõe normas para a criação”.

Impressos inicialmente em mimeógrafos, os boletins poéticos organizados pelo grupo aos sábados na escadaria da universidade, eram distribuídos pelas faculdades, portas de teatro, bares e cinemas. Mais tarde, o Centro Cultural Patrícia Galvão seria a sede de uma das principais atividades do Picaré, a Feira de Literatura Independente, concluída com uma passeata poética pelo Gonzaga.

Décadas depois, o grupo irá ser revisto na futura coletânea, sob a coordenação de Raul, que se articula com editoras da Baixada Santista e da Capital para concretizar a obra comemorativa. A obra deve reunir fotos da trajetória do grupo, imagens das capas das publicações de seus autores, depoimentos, contexto histórico do movimento literário dos anos 70 e 80, além dos trabalhos de cada um dos artistas envolvidos.

A nova publicação do Grupo Picaré contará com: Alex Sakai, Antonio Do Pinho Miguel Alves, Cesar Bargo Perez, Cissa Peralta (in memoriam), Denize Gomes Gonsalves, Douglas Martins de Souza, Dudu Morato (Edwiges Morato), Edilza Lira S. Fernandes, Fausto José Barbosa, Flavio Calazans, Gil Menin, Inês Bari, Jaime Antonio Filho, José Cândido, Leopoldo Pontes, Liliam Fernandes, Luiz Antonio Canuto Dos Santos, Marilia Marques, Marisa Murta, Orlando Moreno, Orleyd Faya Corrêa, Osvaldo DaCosta, Rafael Antonio Marques Ferreira, Raul Christiano, Roberto Massoni, Rosana Limeres, Sérgio Gonçalves Pinto, Sergio Lemos, Sidney Sanctus, Valdeli Silva, Valdir Alvarenga, Vieira Vivo, Wallach e Wilson Melo.

Ainda, estão previstos os depoimentos da professora Mariângela Duarte, Sergio Trombelli, Gil Nuno Vaz, José Luiz Tahan, Márcio Barreto, Flávio Viegas Amoreira, Madeleine Alves, Sylvia Bittencourt, Julinho Bittencourt, Ricardo Soares, Thereza Rocque da Motta, Claudio Willer, Luis Avelima, Leila Míccolis, Maurilio Campos dentre outros. Mais informações, via e-mail: raul.christiano@gmail.com.

No Braz Cubas, 8º Facult é tema de tira-dúvidas nesta quinta

Por Lincoln Spada

Novos segmentos artísticos devem compor o Conselho de Cultura de Santos (Concult), no biênio 2019-2021. É que em janeiro, a atual gestão do órgão endossou indicações à Prefeitura para alterações das representatividades da sociedade civil já a partir do primeiro trimestre.

Assim, estão previstas as vagas exclusivas para Artes Urbanas (hip hop, artistas de rua, festas urbanas, etc.) e Cultura da Diversidade (expressões artísticas relacionadas a questões de diversidade sexual, identidade racial, etc.). As eleições dos representantes ocorrem na 10ª Conferência Municipal de Cultura, no dia 16/mar.

Os outros segmentos representados no Concult serão: Música; Audiovisual e Multimeios; Literatura; Teatro e Circo; Artes Visuais; Dança e Movimento; Patrimônio Cultural; Carnaval e Cultura Popular; Produção Cultural. Tanto o conselho quanto a 10ª Conferência pautam o ‘Painel: Facult + Políticas Culturais’.

O painel

A iniciativa realizada pelo Concult e pela Prefeitura via Secult também será um tira-dúvidas sobre o regulamento do 8º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes no Município de Santos, o Facult. O evento será nesta quinta-feira (dia 7), às 19 horas, no Teatro Braz Cubas (Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). Não há inscrições prévias para o painel com entrada franca.

Happy Hour no Galpão dia 13/10

Por Nina Gagli
.
Movimento é ação, atividade, dinâmica, energia e cinesia (gosto dessa palavra), é mudança e agitação. Coletivos nada mais tratam-se do que da junção de pessoas com interesses em comum, se estendem a vários temas, desde arte, política, música, empoderamento, feminismo, fortalecimento, áreas sociais, cultura e agregação.
.
Junta-se à vista disso, atividade e ação, MOVIMENTO e COLETIVOS, e temos então o “Em Movimento”, que ocorrerá no Galpão Cultural no Parque Anilinas em Cubatão.
O “Em Movimento” existe para promover a oportunidade de toda uma galera linda encontrar aberturas e caminhos para atuar na constituição de um mundo melhor! : ) É, inclusive, disponibilizado no site dessa “turma” incentivadora, oportunidades como projetos, cursos, oficinas e ações em várias áreas e para todos os perfis.
.
Você confere acerca destas oportunidades e oficinas clicando aqui!
.
Melhor que saber de todas essas informações queridas, é ter conhecimento de que rolará um Happy Hour junto com o Coletivo 302. O Happy Hour é um evento para conhecer uma galera com objetivos sociais, jovens que querem aprender e estão dispostos em agregar a toda uma cena cultural, e fazer amizade, claro! : ) tudo isso acompanhados de um som muito da hora!
.
Fica a dica: vai ocorrer uma roda de conversa com o tema: “É possível criarmos um coletivo?” Vamos colar com essa galera? Quem sabe você não encontra pessoas a firmar um coletivo, uma roda de conversa, um movimento…
.
EVENTO GRATUITO! Só precisa se inscrever aqui: INSCRIÇÃO

Nos vemos! 🙂

 

Após furacão, José Martí/BS promove festa solidária a cubanos

Por Associação José Martí/BS e G1
.
A solidariedade ao povo cubano é o tema da festividade realizada pela Associação Cultural José Martí da Baixada Santista nesta quarta-feira (dia 11), às 19h, na Rua Joaquim Távora, 217/Santos. Toda a renda será enviada ao país para reconstrução das áreas afetadas pelo furacão Irma. A ação tem apoio do Movimento Paulista de Solidariedade a Cuba.
.
“São inúmeros os exemplos de solidariedade do povo cubano com os todos os povos atingidos tanto por catástrofes naturais quanto por injustiças sociais.  Nesse momento é o povo cubano quem necessita de nossa solidariedade”, explica a diretoria da Associação José Martí, que reverterá toda a renda ao Instituto Cubano de Amizade aos Povos, que promove mobilizações em prol à causa após o furacão. Informações: secretariajosemarti20@hotmail.com.
.
Catástrofe natural
.
Na primeira quinzena de setembro, o furacão Irma atingiu Cuba, antes de seguir à Flórida. Apontado como o terceiro mais letal na ilha, provocou 10 mortes. Com ventos acima de 250 Km/h, o furacão foi constatado categoria 5, o mais grave na escala geológica. Na capital cubana, as pessoas passaram dias com enchente e cortes de energia elétrica. A trajetória de Irma obrigou a evacuação de um milhão de moradores.

Museu Pelé recebe 1º Encontro de Museus da BS; confira a programação

Por Orla Cultural Museus

No Dia Internacional dos Museus, acontece o 1º Encontro de Museus da Baixada Santista, realizado pelo grupo Orla Cultural Museus. O evento gratuito será na quinta-feira (dia 18), das 8h30 às 17h40, no Museu Pelé (Rua Marquês de Monte Alegre, s/nº, Santos).

Os organizadores destacam: “É com grande alegria e entusiasmo que convido a todos para nosso Encontro de Museus da Baixada Santista, em prol da importância dos museus para a sociedade, seja no âmbito de formação e no de desenvolvimento econômico das cidades. Dada as circunstâncias complexas que o país atravessa queremos defender essa causa, até para além dos museus para o âmbito da cultura brasileira, sua identidade e patrimônio”.

O evento tem como tema ‘Divulgando um patrimônio cultural, turístico e museológico’ e segue com esta programação:

>> 8h30 | Cadastro e inscrição;
>> 9h às 10h | A importância dos museus para as cidades: o trabalho do Sistema Estadual de Museus de SP (GT Sisem/SP);
>> 10h10 às 10h45 | Orla Cultural Museus: trajetória, articulação e propostas de desenvolvimento do setor (Beatriz Royer Massonetto);
>> 10h45 às 11h | Pausa;
>> 11h às 12h | A história dos museus e da expografia (Ivanei Silva);
>> 12h às 12h30 | Mesa redonda com diretor do GT Sisem/SP, Davidson Panis Kaseker; coordenadora da UPPM, Regina Ponte, museólogo da Casa Guilherme de Almeida e Casa das Rosas, Ivanei Silva, e representantes do Orla Cultural Museus;
>> 12h30 às 13h45 | Almoço;
>> 14h às 14h40 | Mesa temática: Museus científicos e naturalistas, com representantes do Museu Joias da Natureza, Museu de Pesca, Aquário e Orquidário de Santos;
>> 14h40 às 15h | Pausa;
>> 15h às 16h10 | Mesa temática: Museus histórico-pedagógicos, com representantes da Casa Martim Afonso, Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente, Museu do Porto, Museu d Arte Sacra de Santos, Museu Conceição de Itanhaém, Museu Histórico Arquelógico de Peruíbe e Museu da Cidade de Praia Grande;
>> 16h10 às 17h | Mesa temática: Museus de artes e esportivos, com Pinacoteca Benedicto Calixto, Galeria Nilton Zanotti, Museu Pelé e Memorial das Conquistas do Santos FC;
>> 17h | Mesa temática com todos os representantes dos museus acima;
>> 17h40 | Encerramento.

Eis o Movimento Santo de Casa difundindo a música autoral local

Por Santo de Casa

Criado para promover e divulgar a música autoral da Baixada Santista, o Movimento Santo de Casa tem seu pontapé inicial nesta quinta-feira (dia 13), às 22 horas, no Parceria Bar e Música (Av. Tupiniquins, 7/São Vicente), com show de Rogério Baraquet e couvert a R$ 10.

Neste evento, Rogério Baraquet apresenta algumas canções criadas ao longo dos seus mais de trinta anos de carreira com a banda The Classics. Após o show o palco estará aberto a canjas e jams do pessoal do Movimento e de quem mais quiser mostrar seu trabalho.

 

Múltiplas linguagens se concentram no Savrau Cultural do Novo Anilinas

Por Lincoln Spada

Música, circo, teatro, dança e literatura envolvem o Savrau Cultural, iniciativa do coletivo cubatense Valsa Pra Lua e que será realizado gratuitamente neste sábado (dia 8), das 15 às 19 horas, no vão do Centro Multimídia do Parque Novo Anilinas. Com apoio da Prefeitura através da Secretaria da Cultura, “o evento se destina a propor uma programação cultural e o uso de espaços públicos para movimentos artísticos”, comenta a organizadora Mariana Nunes.

A abertura será com a atriz Tamirys O’Hanna (formada pelo Teatro do Kaos e que cursou a EAD/USP), seguida às 15h10 da intervenção cênica ‘Ditadura da Beleza’, dos alunos da Escola de Artes Cênicas Wilson Geraldo. Já às 15h30, a dupla Luana Albeniz e Kauan Brito realiza performances circenses para a comunidade.

A Esquadrilha Marginália de Teatro de Rua continua com a programação, às 15h40, com o esquete ‘De Repente Thiago’. Inspirada nos clássicos de Ariano Suassuna, a obra aborda três retirantes que contam causos de um nordestino humilde, Thiago, que – em meio as suas brincadeiras de menino – comete um deslize, é preso e morre. Diante do tribunal celeste, o jovem terá a última chance de provar sua inocência. O elenco é formado por Lucas Pereira, Luiz Guilherme e Michel do Carmo.

Está prevista, às 16h25, a apresentação da banda Mari Andrade e Florênzios. Os artistas Kauan Brito e Caio Henrique seguem com a programação às 16h50. Em seguida, às 17 horas, quem dá o rimo são os artistas da Impacto Dança & Movimento e o VL Breakers, as novas gerações que atuam na área do hip hop. Às 17h10, é a vez de um recital de poesia.

A Mc Dre conduzirá a festa às 17h30, o coletivo Valsa Pra Lua entra em cena às 17h50. O encerramento a partir das 18 horas está por conta da Banda Dellas. O Savrau terá exposição de quadros de Rani Lied, barraca de dreads de lã, correio elegante, vendas de bolos, doces e lanches durante toda a programação para ajuda de custo para os coletivos participantes.