Arquivo da tag: museu da cidade

IHGSV comemora 60 anos com teatro e solenidade nesta terça

Prefeitura de São Vicente

Homenageando personalidades de grande relevância à Instituição, o Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente (IHGSV) comemora seus 60 anos com a peça ‘Pelas ruas do Brasil em 1822’, aberta ao público. As festividades começam às 20h, na sede do Instituto (Rua Frei Gaspar, 280/Centro) com uma solenidade formal de aniversário.

A montagem é do Grupo Independência, composto por atores vicentinos formados no Instituto Histórico, sob a coordenação e direção de Antônio Roberto Marchese, também diretor do IHGSV. “Mostraremos para o público uma peça bastante emocionante, significativa e tocante”, antecipou o presidente Paulo Eduardo Costa.

Fundado no dia 5 de fevereiro de 1959, pelo casal Francisco Martins dos Santos e Odete Veiga Martins dos Santos, o IHGSV visa ser um registrador oficial da história, contextualizando o tempo e o espaço. Esta missão, junto à de ser um desenvolvedor de técnicas e sistemas que possibilitem uma sociedade melhor, culminou em uma longa trajetória de seis décadas.

“Durante os anos, a Instituição vem funcionando a todo valor e hoje reúne um precioso acervo”, destaca Paulo Costa. Sediada na Casa do Barão, o Instituto conta com a instalação do Museu Histórico e Geral da Cidade, que reúne 126 mil peças diversas. Também há a Biblioteca Municipal, com mais de 36 mil volumes, alguns muitos raros.

A Galeria de Arte Cellula Mater traz importantes exposições para a região. Diversos memoriais, como o de Frei Gaspar da Madre de Deus, Santo Padre André de Soveral e tantos outros, são mantidos pelo Instituto. O IHGSV também oferece cursos de aperfeiçoamento em várias áreas. Além disso, na mesma área, há o Café do Barão, que se tornou uma atração com seus cafés gourmets, reunindo pessoas para encontros cotidianos, intelectuais, políticos e técnicos.

 

Quinta-feira tem contação de histórias no Museu da Cidade em PG

Prefeitura de Praia Grande

Mais um dia de diversão para a criançada no Museu da Cidade. Nesta quinta-feira (17/jan), acontece uma nova edição do projeto ‘Era uma vez no Museu’ com uma contação de histórias. O evento acontece gratuitamente às 15h e segue nas duas próximas quintas-feiras (24 e 31/jan). Nesta semana, a história relatada será ‘O Churrasco dos Animais’.

A obra retrata a tentativa de uma festa de confraternização entre eles, entretanto no meio desse percurso ocorre algo surpreendente. As próximas apresentações têm como tema ‘O animal de estimação’ e ‘O menino e a gaiola’, respectivamente. A iniciativa do projeto ‘Era uma vez no Museu’ acontece desde 2015 e tem como objetivo busca trazer as crianças para conhecerem a história da Cidade de forma lúdica.

Sugestão aos pais

Para os responsáveis que estejam acompanhando as crianças uma boa opção é a visita ao 25º Salão de Artes Plásticas de Praia Grande no período da atividade. O local está com 143 obras de 98 artistas de todo país, sendo aberto gratuitamente à população. O horário de funcionamento da Galeria de Artes Nilton Zanotti é das 14h às 17h30. O Museu da Cidade e a Galeria estão situados no Palácio das Artes (Av. Pres. Costa e Silva, 1600/Boqueirão).

Porto do Saber e Palácio das Artes têm intensa agenda nas férias escolares

Estão abertas as inscrições para os projetos de férias em Praia Grande. Opções não faltam para quem quer manter a criançada entretida com programação de qualidade. No Palácio das Artes, a diversão começa já em junho, com a programação de oficinas da Galeria Nilton Zanotti.

Em julho, entra em cena o projeto Férias no Museu, promovido pelo Museu da Cidade, que oferece uma grade de atividades variadas, com teatro, cineminha e oficinas diversas. Já no Porto do Saber, a dica é aproveitar as sessões de contação de histórias e oficinas como a de fabricação de pipas, fantoches e casa de boneca, entre outras atividades. Toda a programação é gratuita. Confira:

Palácio das Artes (Av. Pres. Costa e Silva, nº 1600 – Boqueirão) | Inscrições: 3496-5706

>> 21 de junho das 15 às 16h30; 22 de junho das 15 às 16h30; 23 de junho das 10 às 11h30; 24 de junho das 15 às 16h30; 25 de junho das 14 às 15h00; 29 de junho das 10 às 11h30; 30 de junho das 10 às 11h30

Oficinas a partir das 14 horas, direcionada a crianças com idade de 05 a 12 anos
>> Dia 4: Cinema no Teatro – longa de animação
>> Dia 5: Performance Pesca de Arrasto; Oficina “Arte na Caixa”
>> Dia 6 – Contação de História – “Era uma vez no Museu da Cidade – O menino e a gaiola”; Teatrinho Ecophalt – “O pneu Arinho”; Oficina “Arte na Caixa”
>> Dia 7 – Oficina de brincadeiras caiçaras; Oficina “Arte na Caixa”
>> Dia 8 – Apresentação da Camerata de Violões de Praia Grande; Repertório Infantil: Balão Mágico, Arca de Noé e canções folclóricas. Teatrinho: Ecophalt – “O pneu Arinho” Oficina “Arte na Caixa”
>> Dia 12 – Oficina de Artes: Trabalhos de artes manuais com base na exposição (Des)Dobra; Teatro (Des) Dobra
>> Dia 13 – Contação de História – “Era uma vez no Museu da Cidade – O menino e a gaiola”; Teatrinho Ecophalt – “O pneu Arinho”; Oficina “Arte na Caixa”
>> Dia 14 – Oficina de Artes: Trabalhos de artes manuais com base na exposição “Des(dobra)”; Teatro (Des) Dobra
>> Dia 15 – Cena Teatral Cinderela das bonecas; Teatrinho – “O pneu Arinho”; Oficina “Arte na Caixa”

Porto do Saber (Avenida São Paulo, 900, Boqueirão) | Inscrições – No local, com antecedência. Verificar a lista de material reciclável da oficina que irá fazer. As oficinas não têm limite de idade.

>> Dia 4 -14 horas: Oficina de pipas;16 horas – filme: O Caçador de Pipas;
>> Dia 5 -14 horas – Oficina de jogo da velha; 16 horas – Contação de Histórias;
>> Dia 6 – 14 horas: Oficina de cata-vento; 16 horas – filme: Férias na Jamaica;
>> Dia 7 – 14 horas: Oficina Casa de boneca; 16 horas – filme: Frozen – uma aventura congelante;
>> Dia 8 – 14 horas: Oficina fantoche de meia; 16 horas – filme: O Rei Leão 2;
>> Dia 11 – 14 horas: Oficina bilboquê; 16 horas – filme: Baby Looney Tunes;
>> Dia 12 – 14 horas: Oficina boneca de jornal; 16 horas – Contação de Histórias;
>> Dia 13 – 14 horas: Oficina fantoches com caixa de leite; 16 horas – filme: Universidade Monstros;
>> Dia 14 – 14 horas: Oficina pet-bol; 16 horas – filme: Toy Story;
>> Dia 15 – 14 horas: Oficina maleta porta trecos; 16 horas – filme: A Era do Gelo especial de natal.

*Lorena Flosi

 

Palácio das Artes abre inscrições para o projeto Férias no Museu

Estão abertas as inscrições para o projeto Férias no Museu, promovido pelo Museu da Cidade. Com uma grade de atividades variada, o projeto atende crianças com idade de 05 a 12 anos, e é uma boa opção de lazer no período de férias escolares.

As atividades acontecem de 4 a 8 e 11 a 15 de julho, e incluem sessão de cinema, oficina de artes, teatro e apresentações musicais, entre outras atividades. Toda programação é gratuita, e a presença dos pais ou responsável é obrigatória. As inscrições devem ser feitas através do telefone 3496-5706. As vagas são limitadas.

Todos os anos, o Férias no Museu oferece gratuitamente atividades culturais e artísticas a estudantes de Praia Grande durante o período de recesso escolar. Em 2015, mais de 550 pessoas passaram pelo projeto.

De acordo com a chefe da seção de Museu, Marcia Helena de Lima, é muito importante que crianças e adolescentes tenham esse contato com a arte e a história em momentos de lazer. “São atividades especialmente programadas para crianças de 5 a 12 anos, que começam a entender sobre arte e história de forma lúdica e divertida”.

Confira a programação completa:
>> Dia 4: Cinema no Teatro – longa de animação
>> Dia 5: Performance Pesca de Arrasto
>> Dia 6 – Contação de História – “Era uma vez no Museu da Cidade – O menino e a gaiola” | Teatrinho Ecophalt – “O pneu Arinho”
>> Dia 7 – Oficina de brincadeiras caiçaras
>> Dia 8 – Apresentação da Camerata de Violões de Praia Grande
Repertório Infantil: Balão Mágico, Arca de Noé e canções folclóricas. Teatrinho: Ecophalt – “O pneu Arinho”
>> Dia 12 – Oficina de Artes | Trabalhos de artes manuais com base na exposição “Des(dobra)”
>> Dia 13 – Contação de História – “Era uma vez no Museu da Cidade – O menino e a gaiola” | Teatrinho Ecophalt – “O pneu Arinho”
>> Dia 14 – Oficina de Artes | Trabalhos de artes manuais com base na exposição “Des(dobra)”
>> Dia 15 – Cena Teatral Cinderela das bonecas | Teatrinho – “O pneu Arinho”

*Lorena Flosi

 

Agenda Cultural: PG tem Fabio Rabin, Lucas e Larissa e mais

Atrações culturais não faltam no final de semana em Praia Grande. O show de stand up comedy do ator Fabio Rabin é o destaque da programação, que inclui o projeto Sexta Musical especial em comemoração ao aniversário de 60 anos do bairro Ocian, exposições e passeios.

Stand up comedy “Queimando o Filme”
O comediante Fabio Rabin traz a Praia Grande seu novo show “Queimando o Filme”, com cenas do cotidiano satirizadas através do gênero de comédia teatral do momento. Promete boas risadas e muita diversão.
Quando: Sexta (20) |Horário: 21 horas | Local: Teatro Serafim Gonzalez | Quanto: R$ 60 Reais (inteira), R$ 30 Reais (meia entrada, com apresentação obrigatória da carteirinha de estudante). Funcionários da Prefeitura de Praia Grande têm 30% de desconto.

Sexta Musical especial – 60 anos Ocian
A dupla Lucas e Larissa anima a noite de sexta-feira no bairro Ocian com o projeto Sexta Musical, parte das comemorações dos 60 anos do bairro.  | Quando: Sexta (20) | Horário: 20 horas | Local: Rua Dom Pedro II, esquina com a Rua Gilberto Amado. | Quanto: Gratuito

Exposições: Vernissage Spettacolo Ricordi
A artista plástica Andrea Cris expõe obras próprias e de seus alunos, misturando artes plásticas, música, dança e teatro em uma exposição diferente e criativa.
Quando: de terça a sábado | Horário: das 14 às 17 horas | Local: Galeria Nilton Zanotti | Quanto: Gratuito

Praia Grande, do Passado ao Presente
A mostra permanente do Museu da Cidade apresenta fotos, vídeos e documentos históricos da Cidade em um moderno conceito de museologia. Destaque para os monóculos gigantes, com fotos antigas de turistas nas praias do Município.
Quando: de terça a sábado | Horário: das 14 às 17 horas | Local: Museu da Cidade | Quanto: Gratuito

*Aline Rollo

 

Agenda cultural: Feira de troca de livros é destaque em PG

O fim de semana promete para os amantes da leitura que estão precisando renovar os títulos da prateleira. Em sua sétima edição, a Feira de Troca de Livros acontece neste sábado (16), das 14 às 18 horas no Palácio das Artes, com extensa programação paralela. Além de trazer seus livros para trocar por outros, os visitantes poderão participar da roda de conversa “Queime Depois de Ler – Um bate papo sobre a ansiedade crônica e o mundo real”, comandado pela jornalista e blogueira Aline Rollo.

Além do bate-papo, o evento conta com a participação da Banda Urbana, que apresentará releituras das composições da Legião Urbana. Ainda durante a feira, acontece o Ciclo de Leituras Dramáticas, com autores e artistas da região. A agenda ainda traz exposições, passeios e a apresentação do musical “Uma Noite de Tango”, da Cia. Tango e Paixão.

Sábado (16)

Das 14 às 18 horas – 7ª Feira de Troca de Livros
Salão de Eventos – Palácio das Artes
Av. Pres. Costa e Silva, nº 1600

Programação paralela – Teatro de Bolso Leni Morato
16 horas – Queime Depois de Ler – Um bate papo sobre ansiedade crônica e o mundo real – participação: Banda Urbana
Uma roda de conversa leve, íntima e divertida sobre o transtorno de ansiedade e fatos decorrentes da doença. A jornalista e blogueira Aline Rollo relata fatos ligados ao transtorno de ansiedade, com o qual convive há 15 anos. A Banda Urbana se apresenta durante o bate papo, com releituras de músicas do Legião Urbana, compondo a trilha sonora desta tarde divertida e cheia de descobertas.

18 horas – Ciclo de Leituras Dramáticas
Leitura do texto O Jogo dos Números, de Ludimar Molina. Durante o evento, convidados realizam a leitura dramática do texto de um autor do Município, seguidos de debates. O objetivo é valorizar os autores da Baixada Santista, além de debater os caminhos do teatro em Praia Grande e incentivar o surgimento de novos autores.

Teatro Municipal Serafim Gonzalez – Palácio das Artes
21 horas – Uma Noite de Tango – Cia. Tango & Paixão.
Com a participação de dez bailarinos internacionais e tenor argentino, o musical homenageia os grandes nomes do tango argentino.  Ingressos: R$60, à venda na bilheteria do Teatro. Meia entrada para estudantes, idosos acima de 65 anos e professores. Informações: 3496-5725

Exposições:

Galeria Nilton Zanotti – Palácio das Artes
Do Fogo ao LED – Museu da Lâmpada
Gratuito
Abertura dia 1 de abril, às 15 horas
Visitação: de 2 de abril a 1 de maio, de terça-feira a sábado, das 14 às 17h30
Agendamento de visita monitorada com ação educativa: 3496-5713

Museu da Cidade – Palácio das Artes
“Praia Grande, do passado ao presente”
Gratuito
Visitação de terça-feira a sábado, das 14 às 17h30
Agendamento de visita monitorada com ação educativa: 3496-5708

*Lorena Flosi

 

Governo Estadual diz que Cadeia Velha não será Museu da Cidade

Chefiada pelo museólogo Marcelo Araújo, a Secretaria do Estado da Cultura negou ontem em nota enviada à imprensa de que a Cadeia Velha de Santos retornará como Museu da Cidade. A resposta é em decorrência da publicação do BoqNews na última semana, na coluna do fundador do jornal, Jairo Sérgio de Abreu.

> Cinco modelos diferentes de ocupação artística para Cadeia
> Cinco razões para Cadeia Velha sediar a OC Pagu
> Cinco espaços museológicos com artes integradas

“E quem ainda tinha esperança de que o prédio da Cadeia Velha voltasse a abrigar as oficinas culturais após a reforma (…), pode tirar o cavalinho da chuva. Está quase certo que o local passará a abrigar um museu com acervo contando a história da cidade desde sua fundação em 1545”, dizia o jornal.

Em sua coluna virtual atualizada ontem, a assessoria do governo respondeu que “o plano é de reabrir a Cadeia Velha em 2016 como um espaço multidisciplinar de apoio à produção artística”. Indica também que o local não abrigará um museu, “as reservará uma sala dedicada à memória e à história patrimonial do edifício, mantendo inalterado o plano inicial de que o espaço receba atividades diversas, incluindo cursos e oficinas”.

O projeto da Cadeia Velha como centro cultural é uma bandeira defendida e já afirmada por diferentes segmentos artísticos da Baixada Santista durante toda a sua reforma e até em audiência com o próprio secretário em Santos. Na época, ele confirmara que sondou a possibilidade do local ser um museu sobre o município com a Prefeitura e o Instituto de Preservação e Difusão da História do Café e da Imigração, gestor do Museu do Café.

Se o governo recuasse na proposta, seria consecutivamente um descaso no diálogo aos produtores culturais e a classe artística, consecutivamente a toda a comunidade. A Cadeia Velha de Santos terá sua reforma civil concluída em fevereiro de 2016. Confira aqui a outra versão dada por fonte ligada à Prefeitura.

*Lincoln Spada