Arquivo da tag: museu

‘Morte em Veneza’ abre Cine Letras de 2019; confira agenda de cinemas públicos

Por Secult Santos

Considerada uma adaptação com precisão e originalidade do livro de Thomas Mann, o filme ‘Morte em Veneza’, de Luchino Visconti, abre a programação de 2019 do projeto Cine Letras. A exibição ocorre no dia 13/mar, às 19h, no Museu da Imagem e do Som de Santos (MISS, Av. Pinheiro Machado, 48/Santos). Com direito a pipoca e refrigerante, a sessão gratuita tem participação do projeto Leia Santos – Um Incentivo à Leitura, com distribuição gratuita de livros temáticos e bate-papo comandado pelo servidor público e filósofo Rodrigo Lucheta. Apoio da Vídeo Paradiso.

O drama ítalo-francês de 1971 se passa no início do século 20 e apresenta Gustav von Aschenbach (Dirk Bogarde), um compositor austríaco que vai para Veneza buscando repouso após um período de estresse artístico e pessoal. Lá ele não encontra a paz desejada, pois logo desenvolve uma paixão pelo jovem Tadzio (Björn Andrésen), que está em férias com sua família. Tadzio incorpora o ideal de beleza que von Aschenbach sempre imaginou. O compositor cogita ir embora antes de cometer um ato impensado, mas sua bagagem foi para outra cidade, o que o obrigando a permanecer ali. Além disso, a cólera asiática chega à cidade.

Cine Arte Posto 4

No longa ‘Você Nunca Realmente Esteve Aqui’, Joaquin Phoenix é Joe, um veterano de guerra traumatizado que ganha a vida resgatando jovens desaparecidas. Quando um trabalho fica fora de controle, seus pesadelos afloram e uma conspiração é
descoberta, levando a uma viagem que pode conduzir à sua morte ou ao despertar. O suspense entra em cartaz no Cine Arte Posto 4 – Sala Rubens Ewald Filho (orla do Gonzaga, próximo ao Canal 3) entre 7/mar e 13/mar, com sessões às 16h, 18h30 e 21h. Ingressos de R$ 1,50 a R$ 3. Direção de Lynne Ramsay, atuações de Judith Roberts, Ekaterina Samsonov e John Doman, entre outros. Classificação: 16 anos.

Vilas Criativas

O drama-fantasia ‘Mogli – O Menino Lobo’ conta a lenda de um garoto criado por lobos que, após ter sua vida ameaçada por um temível tigre, deixa seu lar na selva e parte em uma viagem de autodescoberta, guiado por uma pantera austera e por um urso alegre e independente. O longa-metragem tem sessões na Vila Criativa da Vl. Progresso (R. Moisés, s/nº) na sexta (8/mar), às 18h30 e 20h30. Já na Vila Criativa do Morro da Penha (R. Brig. Newton Braga, 39) as exibições ocorrem no sábado (9), às 15h e 17h.

Oscar no MISS

Dando continuidade ao ciclo em homenagem a Hitchcock, o Oscar no MISS exibe ‘Interlúdio’. No filme, Alicia Huberman (Ingrid Bergman) é uma alemã naturalizada norte-americana convocada pelo agente secreto americano Devlin (Cary Grant) para uma missão no Rio. Como espiã, Alicia terá que se infiltrar numa organização nazista que vem atuando no Brasil e, para isso, deverá se casar com Alex Sebastian (Claude Rains), líder da organização e seu antigo noivo. O Oscar no Miss tem curadoria dos críticos de cinema Marcelo Pestana e Carlos Cirne. A sessão gratuita ocorre na terça (12/mar), às 18h30, no MISS.

 

MISS realiza sessões com filmes contemplados pelo Facult

Por Prefeitura de Santos

Localizado no Centro de Cultura Patrícia Galvão (Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias), o Museu da Imagem e do Som de Santos – Miss é um dos equipamentos culturais da Cidade que recebe trabalhos de produtores audiovisuais da região.

Nos próximos dias, a Sala de Projeção Chico Botelho, no Miss, recebe as projeções de três produções contempladas pelo 6º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes do Munícipio de Santos, o Facult.

A agenda tem início nesta sexta-feira (8/fev), às 19h, com a obra ‘Ofício: Estudo 9/1’, de Juliana França. O trabalho une as linguagens de dança e vídeo, registrando as reações e opiniões de nove profissionais de diferentes áreas enquanto assistem uma coreografia.

Já na próxima quinta-feira (14/fev), a partir das 18h30, é a vez de duas grandes histórias santistas ganharem projeção nas estreias dos documentários ‘The Pink Panther Boite’, dirigido por Kauê Nunes Melo, e ‘Dudu do Gonzaga’, com direção de Nildo Ferreira.

O primeiro filme traz depoimentos de personagens que frequentaram a singular boate dos anos 1980, localizada em frente à Praia do José Menino. Considerado por muitos a joia do entretenimento adulto na Cidade, o ambiente era visitado por casais, famílias que iam jantar e assistir espetáculos musicais, stripteases e shows eróticos. Além disso, o palco da boate abriu espaço para várias estrelas transexuais da época, como Gretta Star e Roberta Close.

A segunda produção fala sobre a vida de Luiz Eduardo D’Agrella Teixeira, o Dudu do Gonzaga. Um dos personagens mais famosos da Cidade nas décadas de 70 e 80. Homossexual assumido, ele enfrentou preconceito e fez história pelo seu comportamento extravagante e inusitado. Pessoas que conviveram com Dudu revelam suas histórias e fotos. O documentário ainda lança um questionamento sobre a sua morte.

 

Ator formado pela EAC Wilson Geraldo se destaca no mundo artístico

Prefeitura de Santos

Mais um talento de Santos está ganhando destaque nos palcos e nas telas do cinema. Com apenas 21 anos, o ator Tales Ordakji está em cartaz com a peça ‘A Terceira Cena do Baixo no Club Noir’, na Capital. O artista tem formação na Escola de Artes Cênicas Wilson Geraldo, da Secretaria de Cultura de Santos (Secult), que está com inscrições abertas até o próximo dia 7.

Formado como ator há somente dois anos, o jovem já acumula outros trabalhos no teatro e no cinema, entre eles o premiado longa-metragem ‘Sócrates’, que deve entrar no circuito nacional em março. “Fiz o teste para o filme quando ainda estava estudando na EAC. O trabalho está recebendo muitos elogios e prêmios. É uma grande satisfação fazer parte disso”, conta Ordakji, que atualmente está gravando uma série para o canal por assinatura Universal TV.

A curta e exitosa trajetória no mundo no teatro começou em 2015, quando tinha 17 anos e chegou acompanhado pela mãe à EAC. “Não havia imaginado que poderia ganhar a vida atuando. Mas a minha mãe foi fundamental nesse processo, pois sempre acreditou que eu poderia vencer trabalhando com arte”. Também por influência da mãe, o jovem escolheu um trecho de ‘A Balada de Um Palhaço’, de Plínio Marcos, para o dia do teste.

Das lembranças dos tempos de aluno, duas coisas marcam Ordakji: a paixão dos professores e o Teatro Guarany. “Todo mundo lá é apaixonado pelo o que faz, e você sente isso logo de cara. Era um privilégio ter contato com o Guarany todos os dias. Viver o ambiente do teatro diariamente faz muita diferença na formação do ator”. Perguntado sobre o que um candidato ao curso da EAC deve ter, o jovem ator vai direto ao ponto: foco.

Inscrições na EAC

Para se inscrever na EAC, é necessário ter no mínimo 16 anos e comparecer ao Museu da Imagem e Som de Santos – Miss (Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, na Vila Mathias – piso térreo) até 7/fev, das 14h às 19h30. É necessário levar o documento de identidade original, comprovante de residência atual e uma foto 3×4. Menores de 18 anos devem estar acompanhados de um responsável legal.

 

MISS seleciona trabalhos fotográficos e instalações audiovisuais

Por Secult Santos

O Museu da Imagem e do Som de Santos (Miss) abriu o processo seletivo para exposições. Os interessados em apresentar seus projetos (já prontos) de mostras fotográficas ou instalações audiovisuais devem enviar o material para a curadoria do local pelo e-mail daviribeiro@santos.sp.gov.br. O Miss fica no piso térreo do Centro de Cultura Patrícia Galvão, na Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias.

O ano de 2018 foi marcado pela produção artística das mulheres no Miss. O espaço abrigou 14 exposições, todas realizadas por fotógrafas. Muitas artistas tiveram, pela primeira vez, a oportunidade de expor suas obras. Algumas delas com temas ligados à violência contra a mulher, preconceito e invisibilidade da mulher negra.

Mais de 60% das mostras foram de criadores da região, o restante foi dividido entre SP e Rio. A média de visitantes variou entre 200 a 300 por mês. Uma das exposições recebidas foi ‘Nós Madalenas – Uma Palavra pelo Feminismo’, da fotógrafa Maria Ribeiro, premiada pela ONU Mulheres, em Nova York, com o Prêmio Ivone Herberts, honraria que reconhece a excelência e relevância do projeto para o empoderamento feminino.

 

Cine Posto 4, MISS e Cinemateca têm programação neste fim de semana

Por Secult Santos

‘Na Vertical’ é atração no Cine Arte

Com direção do cineasta francês Alain Guiraudie, o filme ‘Na Vertical’ se passa no sul da França e acompanha o cineasta Leo. Durante um passeio de observação de lobos ele é seduzido por Marie, uma pastora de espírito livre e dinâmico. Nove meses mais tarde, o casal tem um menino. Sofrendo de depressão pós-parto e sem acreditar mais em Leo, que aparece e desaparece sem aviso, Marie o rapaz com o filho.

Leo agora está sozinho com um bebê para cuidar. Por meio de uma série de encontros inesperados, ele luta para encontrar inspiração para seu próximo filme. O drama tem atuações Damien Bonnard, India Hair e Christian Bouillette. Cine Arte Posto 4. Em cartaz de quinta-feira (19) até o próximo dia 25. Sessões às 16h, 18h30 e 21h. Ingressos custam R$ 3,00 e R$ 1,50 (meia). Classificação: 18 anos.

Cine BV homenageia Julie Andrews

Seguindo com o ciclo Grandes Estrelas nos Musicais, que nos meses de outubro de novembro homenageia a atriz Julie Andrews, o projeto do coral cênico Broadway Voices e do Museu da Imagem e do Som de Santos (Miss) exibe o filme ‘A Noviça Rebelde’. Além de Julie, o elenco traz Christopher Plummer e Richard Haydn.

A trama do musical se passa na Áustria de 1930, quando o nazismo estava prestes a se instaurar no país. Nesse contexto, uma noviça que vive em um convento, mas que não consegue seguir as rígidas normas de conduta das religiosas, vai trabalhar como governanta na casa do capitão Von Trapp, que tem sete filhos.

Viúvo, ele os educa como se fizessem parte de um regimento. A chegada da moça modifica drasticamente o padrão da família, trazendo alegria novamente ao lar. Após a exibição, Fernando Pompeu, diretor-geral do Broadway Voices, bate papo com o público. Sexta-feira (20). 15h30. Miss (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). Gratuito.

Virada Cinematográfica chega à Cinemateca

Integrando a programação do 2º Santos Film Fest, a Cinemateca de Santos realiza Virada Cinematográfica, uma maratona de exibições com os filmes ‘Nosferatu’, de Friedrich W. Murnau, que conta a história de Hutter (Gustav von Wangenheim), um agente imobiliário que viaja até os Montes Cárpatos para vender o castelo do excêntrico conde Graf Orlock (Max Schreck), um milenar vampiro que busca poder.

Logo após ocorre a sessão de ‘A Múmia’, de Karl Freund, produção que se passa em 1921, ano em que uma equipe de arqueólogos liderada por Sir Joseph Whemple (Arthur Byron) descobre a múmia do príncipe Imhotep (Boris Karloff), que vivera há 3.700 anos e que, por ter cometido um sacrilégio, fora enterrado vivo. Também são encontrados manuscritos que têm o poder de fazer os mortos ressuscitarem.

Uma noite um dos membros da expedição lê os papeis e traz o príncipe de volta à vida. Para encerrar ainda haverá a projeção de um filme bônus e café da manhã para os maratonistas cinematográficos. Sábado (21). A partir das 23h30. Cinemateca de Santos (R. Xavier de Toledo, 42, Campo Grande). Gratuito.

‘Nome Provisório’ será apresentado no Miss

Produzido com verba do 5º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes de Santos,o curta de ficção ‘Nome Provisório’ aborda questões de gênero, as relações sociais e expectativas familiares. A produção, toda realizada em Santos, teve envolvimento de cerca de 30 profissionais, além de apoiadores como Unimonte, Madalena Brigadeiros e Black Jaw. Dia 23. 14h. Miss (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias).

Cine Pagu exibe ‘Saneamento Básico’

O projeto de cineclubismo desenvolvido pelos críticos de cinema Marcelo Pestana e Carlos Cirne exibe o filme ‘Saneamento Básico’, de Jorge Furtado. A comédia se passa na comunidade da Linha Cristal, na Serra Gaúcha, cujos membros decidem tomar providências sobre a construção de uma fossa para o tratamento do esgoto. Após ouvir a reivindicação, a secretária da prefeitura reconhece a legitimidade da solicitação, mas afirma que não dispõe de verbas para obras de saneamento básico até o final do ano.

No entanto, a prefeitura tem quase dez mil em verbas para a produção de um vídeo. A verba veio do Governo Federal e, se não for gasta, terá que ser devolvida. A comunidade decide então fazer um vídeo sobre a obra. Mas deve ser uma obra de ficção. Dia 24. 18h30. Museu da Imagem e do Som de Santos (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). Gratuito.

Cine BV realiza sessão com ‘Newsies’

A sessão exibe a produção ‘Newsies’. Dirigido por Kenny Ortega, o musical da Disney é baseado em uma greve dos chamados newsies, meninos que vendiam os jornais. Em 1899, em Nova York, eles fizeram uma paralisação, pois o preço dos jornais havia aumentado. A mobilização durou duas semanas. Dia 25. 19h. Museu da Imagem e do Som de Santos (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). Gratuito.

 

Cine Arte e MISS têm agenda especial nesta semana

Por Secult Santos

‘O Filme da Minha Vida’ fica em cartaz no Cine Arte
Adaptação do livro ‘Um Pai de Cinema’, de Antonio Skarméta, ‘O Filme da Minha Vida’ tem direção de Selton Mello. Conta a história do jovem Tony Terranova (Johnny Massaro), que retorna a Remanso, no Rio Grande do Sul, sua cidade natal, após terminar a faculdade. Ao chegar, ele descobre que Nicolas, seu pai, voltou para a França alegando sentir saudade dos amigos e de seu país de origem. Tony se torna professor de francês num colégio da cidade e convive com os conflitos dos alunos no início da adolescência.

Apaixonado por livros e por filmes, faz do amor, da poesia e do cinema suas grandes razões de viver. Até que a verdade sobre seu pai começa a vir à tona e o obriga a tomar as rédeas de sua vida. O elenco traz Vincent Cassel, Johnny Massaro, Ondina Clais, Bruna Linzmeyer, Selton Mello e Bia Arantes. Cine Arte Posto 4 – Sala Rubens Ewald Filho. Posto 4, na orla do Gonzaga. Em cartaz de quinta-feira (12) até o dia 18. Sessões às 16h, 18h30 e 21h. Ingressos custam R$ 3,00 e R$ 1,50.

Cine Pagu exibe ‘Meu Nome Não é Johnny’
Projeto de cineclubismo desenvolvido pelos críticos de cinema Marcelo Pestana e Carlos Cirne, o Cine Pagu realiza sessão do filme ‘Meu Nome Não É Johnny’. Baseado em uma história real, o drama traz a história de João Guilherme Estrella, um típico jovem da classe média que viveu intensamente sua juventude. Inteligente e simpático, ele era adorado pelos pais e popular entre os amigos. Com espírito aventureiro e boêmio, no início dos anos 1990, se tornou o rei do tráfico de drogas da Zona Sul do Rio de Janeiro.

O longa-metragem tem atuações de Selton Mello, Giulio Lopes, Júlia Lemmertz, Cléo Pires, Ângelo Paes Leme, Babu Santana, André de Biase e Cássia Kis Magro, entre outros. Após a exibição ocorre bate-papo sobre a produção. Dia 17. 18h30. Miss. Piso térreo do Centro de Cultura Patrícia Galvão. Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias. Gratuito.

Cine BV apresenta ‘Cinderella’
Parceria entre o Coral Cênico Broadway Voices e o Museu da Imagem e do Som de Santos (Miss), o Cine BV exibe a produção ‘Cinderella’. Após a exibição, o público bate-papo com o maestro e diretor do Broadway Voices, Fernando Pompeu. Última versão do clássico musical de Rodgers and Hammerstein, a montagem tem elenco repleto de estrelas da Broadway como Brandy Norwood, Bernadette Peters e Veanne Cox. A direção é assinada por Robert Iscove. Dia 18. 19h. Miss. Piso térreo do Centro de Cultura Patrícia Galvão. Av. Senador Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias. Gratuito.

 

Museu Pelé recebe 1º Encontro de Museus da BS; confira a programação

Por Orla Cultural Museus

No Dia Internacional dos Museus, acontece o 1º Encontro de Museus da Baixada Santista, realizado pelo grupo Orla Cultural Museus. O evento gratuito será na quinta-feira (dia 18), das 8h30 às 17h40, no Museu Pelé (Rua Marquês de Monte Alegre, s/nº, Santos).

Os organizadores destacam: “É com grande alegria e entusiasmo que convido a todos para nosso Encontro de Museus da Baixada Santista, em prol da importância dos museus para a sociedade, seja no âmbito de formação e no de desenvolvimento econômico das cidades. Dada as circunstâncias complexas que o país atravessa queremos defender essa causa, até para além dos museus para o âmbito da cultura brasileira, sua identidade e patrimônio”.

O evento tem como tema ‘Divulgando um patrimônio cultural, turístico e museológico’ e segue com esta programação:

>> 8h30 | Cadastro e inscrição;
>> 9h às 10h | A importância dos museus para as cidades: o trabalho do Sistema Estadual de Museus de SP (GT Sisem/SP);
>> 10h10 às 10h45 | Orla Cultural Museus: trajetória, articulação e propostas de desenvolvimento do setor (Beatriz Royer Massonetto);
>> 10h45 às 11h | Pausa;
>> 11h às 12h | A história dos museus e da expografia (Ivanei Silva);
>> 12h às 12h30 | Mesa redonda com diretor do GT Sisem/SP, Davidson Panis Kaseker; coordenadora da UPPM, Regina Ponte, museólogo da Casa Guilherme de Almeida e Casa das Rosas, Ivanei Silva, e representantes do Orla Cultural Museus;
>> 12h30 às 13h45 | Almoço;
>> 14h às 14h40 | Mesa temática: Museus científicos e naturalistas, com representantes do Museu Joias da Natureza, Museu de Pesca, Aquário e Orquidário de Santos;
>> 14h40 às 15h | Pausa;
>> 15h às 16h10 | Mesa temática: Museus histórico-pedagógicos, com representantes da Casa Martim Afonso, Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente, Museu do Porto, Museu d Arte Sacra de Santos, Museu Conceição de Itanhaém, Museu Histórico Arquelógico de Peruíbe e Museu da Cidade de Praia Grande;
>> 16h10 às 17h | Mesa temática: Museus de artes e esportivos, com Pinacoteca Benedicto Calixto, Galeria Nilton Zanotti, Museu Pelé e Memorial das Conquistas do Santos FC;
>> 17h | Mesa temática com todos os representantes dos museus acima;
>> 17h40 | Encerramento.