Arquivo da tag: oficina

Porto Circense comemora 1º ano com programação dia 8

Com informações de Ugo Castro Alves

A Associação Cultural Porto Circense realiza programação cultural de seu 1º aniversário neste sábado (8/dez), a partir das 17h e segue até 1h, em sua sede (Av. Almirante Cochrane, 404, Macuco/Santos). O ingresso custa R$ 10.

O evento contará com muitas atrações, como ‘Espaço de Brincar’, com a Ecobrincar (17h), a vivência-oficina ‘O circo vem daí’ (18h30), o espetáculo ‘Cabaré Móbile’ (20h) e forró elétrico com a banda Saramandaia (21h30). O espaço será abrilhantado com exposições de lambes de Fabrício Lopez, regado ao sabor de pratos do Chef Eduardo Turati.

A Porto Circense iniciou seus trabalhos em dezembro de 2017, com a arte do circo para a Baixada Santista. “Sendo ministrando aulas ou através de seus eventos, a Porto trabalha incansavelmente para espalhar a magia do circo ao seu redor”, relatam os produtores da associação.

Flávio Viegas Amoreira ministra oficina literária nesta sexta

Por Lincoln Spada

A última edição da oficina literária ‘Como se tornar um escritor’ será realizada nesta sexta-feira (7/dez), das 19h30 às 20h30, pelo autor santista Flávio Viegas Amoreira na Associação Cultural José Martí (Rua Joaquim Távora, 217, Vl. Mathias/Santos). A oficina custa R$ 20. Informações: (13) 3307-1494.

O autor de diversas obras (‘Pessoa Doutra Margem’, ‘Maralto’, entre outros) ministrará uma atividade formativa será baseada em reflexões das seguintes questões: quais contos e poemas são essenciais para um literato? Quais as perspectivas editorias contemporâneas? Qual o futuro do romance na pós-modernidade?

Poeta, contista e crítico literário, Flávio é uma das mais inventivas vozes da literatura nacional contemporânea, na ‘Geração 00’. O escritor utiliza forte experimentação formal e inovação de conteúdos, alternando gêneros em sintaxe fragmentada, apontado como uma das vozes da pós-modernidade literária brasileira em pesquisas de universidades norte-americanas e europeias.

Do circo ao marketing cultural, ações formativas ocorrem no Galpão em Cubatão

Por Lincoln Spada

Situado no coração do Parque Anilinas, o Galpão Cultural recebe novas atividades formativas nesta semana com entrada franca. Na próxima terça-feira (dia 14), às 20 horas, tem início uma roda semanal de conversa sobre marketing e projetos culturais.

Como as ferramentas de marketing podem ajudar a desenvolver bons projetos? É a partir dessa questão que a atriz do Coletivo 302 e profissional do marketing, Allana Santos, ministrará tal partilha de experiências com os interessados. As inscrições podem ser feitas por e-mail (coletivo302@gmail.com) ou Facebook (fb.com/coletivo302).

Por outro lado, os artistas cubatenses Luana Albeniz, Joseval Lira e Yuri Trindade passam a mediar oficinas de circo. As artes acrobáticas compõem as aulas semanais que começam neste domingo (dia 19), das 14 às 16 horas, no mesmo espaço. Mais informações: fb.com/galpaoculturalcubatao.

 

Conheça os 30 projetos selecionados para o 6º Facult de Santos; acesse a lista

Por Lincoln Spada | Foto: Garrafada

A lista de contemplados do 6º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes do Município de Santos, popularmente chamado de 6º Facult, foi publicada nesta última quarta-feira (dia 1º). Ao contrário do último concurso que contou com 166 inscrições, a atual edição voltou a ter a média de 80 projetos. Foram 79 inscritos, 30 selecionados no valor de R$ 12 mil e três inabilitados seguindo as regras do edital.

> Acesse aqui a listagem completa

Com nove projetos contemplados, o audiovisual corresponde a quase um terço dos selecionados: ‘Você só dá aula?’ (Caroline Fernandes de Abreu), ‘Cavendish – Invasão à Vila de Santos’ (André Luiz Alonso de Assis), ‘Pink’ (Kauê Nunes), ‘Pescadores de Palavras’ (Marcelo Rayel), ‘Dudu do Gonzaga’ (Nildo Ferreira), ‘O caos no céu cinza’ (Eugênio Martins Jr.), ‘Oficina olhar documental: criação prática de documentários’ (Douglas Casari), ‘Por dentro da curva’ (Nathalia Rodrigues dos Santos Melo) e ‘História oral da gente de Santos’ (Camila Genaro).

Na área literária, foram contemplados seis projetos ‘Nas Pistas de uma construtora de sonhos – A vida e obra de Rosinha Mastrângelo’ (Karime Moussalli), ‘Poleiro de pato é terreiro’ (Renê Rivaldo Ruas), ‘Adeus velho partidão’ (José Luiz Tahan), ‘Territórios invisíveis’ (Goldschmidt Freire de Carvalho), ‘Alguém disse cultura’ (Adilson Félix, enquanto livro fotográfico), ‘Joris: o pirata holandês em busca do tesouro perdido’ (Carolina Cruz Gonzalez).

Outras seis obras também foram selecionadas no setor musical ‘Canções de Terra Mar’ (Júlio Bittencourt), ‘1º Álbum Musical’ (Conrado Pouza), ‘Hip Hop resiste na escola’ (Talita Fernandes), ‘Komboio Cultural’ (Alan Plocki), ‘Chorando por aí’ (Nadja Soares) e ‘Canções de Amor Caiçara B – Enquanto Morro e Cais’ (Manoel Herzog). Já nos segmentos de teatro e circo, ‘Uma Temporada na Zona’ (Priscila Ribeiro) e ‘Uma Bella Companhia’ (Plínio Augusto). Na área da dança, ‘Ofício’ (Juliana França) e ‘TraMar’ (Célia Faustino).

Ainda, em artes visuais, ‘O Instituto São Vladimir e a presença russa em Santos pela voz dos imigrantes’ (Maria Paula Guerra Ferreira), a intervenção urbana ‘Urbotopia e os mobiliários afetivos’ (Marília Jordão) e, destacam três mostras contempladas nesse edital: ‘Festival de Artistas de Rua de Santos – Orquestra na Rua’ (Vitor Gomes de Andrade Silva), ‘7º CulturalMente Santista’ (André Azenha) e ‘2º Mini Festival de Garrafada’ (André Rigotto).

 

Ciclo de estudos do TEP conta com oficina de dança meditativa

Por TEP/Unisanta
.
No ciclo cítrico de teatro ‘O Corpo de Afrodite’, do Teatro Experimental de Pesquisas (TEP/Unisanta), acontece a oficina de prática corporal ‘Dança Meditativa’, de Samaa Hamraa. A atividade gratuita será neste sábado (21/out), das 10h às 12h, na universidade (Rua Oswaldo Cruz, 255, sala D52/Santos).
.
Samaa iniciou seus estudos na dança do ventre em 2005 e em 2008 começou a ministrar aulas. Em 2017 desenvolveu a dança meditativa, método de orientação no processo de autoconhecimento e autocura através dos movimentos da dança do ventre.
.
Um mergulho interior, resgatando, resignificando e liberando emoções e sentimentos e traumas, fazendo com que a dança meditativa tenha um resultado terapêutico. A consciência corporal obtida nos exercícios e passos de dança promovem o autoconhecimento, a atenção para o seu mundo interior, a aceitação de si mesma, o discernimento de separar o que vem da sua essência do que vem de fora e assim se libertar.
.
Ouvindo os próprios sentimentos, valorizando as próprias experiências e se assumindo como um ser único é possível entender em que parte do processo de liberação está para poder finalizá-lo de uma forma saudável. O grupo orienta que o aluno venha com roupa confortável para a prática corporal.

No LABxS terá a oficina ‘Como fabricar seu próprio Lab’

Por LABxS
.
A oficina ‘Como fabricar seu próprio Lab’ será realizada no próximo sábado (21/out), das 14h30 às 17h30, no LABxS (Rua Sete de Setembro, 52A/Santos). As inscrições são gratuitas e devem ser feitas virtualmente neste link. O evento é do Instituto ProComum, WikiLab e LABxS.
.
Trata-se de uma ação formativa com os criadores do Wikilab, da UFABC, que irão compartilhar a experiência de construir uma casa usando para isso técnicas da cultura maker, como design aberto, impressão digital e corte laser. A atividade será mediada por Sergio Amadeu da Silveira e Yorik Van Havre.
.
Sérgio Amadeu é sociólogo e militante do Software Livre e Inclusão Digital no Brasil. Implementou os Telecentros na América Latina e foi presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do ABC.
.
Já Yorik Van Havre é arquiteto e membro do coletivo uncreated.net e um dos desenvolvedores do projeto FreeCAD desde 2008. Belga radicado em São Paulo há dez anos, período na qual começou a trabalhar e contribuir com softwares livres.
.
O Wikilab
.
O Wikilab é a casa do Laboratório de Tecnologias Livres da UFABC e da comunidade hacker do ABC. O projeto foi financiado via colaboração coletivo e desde a criação digital até a montagem, foi feito de forma colaborativa e com fonte aberta, usando tecnologias maker.

Galeria Nilton Zanotti promove oficina gratuita de autorretrato em relevo no dia 19

Por Prefeitura de Praia Grande
.
Na próxima quinta-feira (19), a Galeria Nilton Zanotti (Av. Costa e Silva, 1600/Praia Grande) abre as portas para quem quiser aprender um pouco sobre arte. Os docentes e artistas Hélio Schonmann e Lúcia Neto ministram a oficina gratuita de autorretrato em relevo para a produção de módulos da instalação Toque, que será exposta em abril de 2018.
.
A mostra reunirá um conjunto colaborativo formado por pessoas com ou sem noções artísticas. A cada mês, novos módulos são produzidos e incorporados ao conjunto. Os trabalhos realizados na oficina também farão parte da instalação, com os autorretratos dos participantes.
.
O módulo em alto relevo é produzido sobre um suporte de 30X30 numa técnica derivada do papel machê, que mistura cola branca e pedaços de papel ou papelão. Todo o material será fornecido aos participantes.
.
As inscrições devem ser feitas diretamente na Galeria Nilton Zanotti ou pelo telefone 3496-5713 e seguem até o preenchimento das vagas (20 no total). A oficina acontece durante todo o dia, em dois períodos: manhã (9h30 às 12h30) e tarde (13h30 às 16h30).