Arquivo da tag: oficinas culturais

Em 2 dias, mais de 300 inscritos nas Oficinas Culturais de SV; veja vagas abertas

Por Prefeitura de São Vicente

O início das inscrições para as Oficinas Culturais serviu para mostrar que a população de São Vicente estava com saudade do projeto. Em apenas dois dias, mais de 300 pessoas procuraram os locais indicados para se cadastrar aos cursos oferecidos no Município.

Segundo a Secretaria da Cultura (Secult), os cursos mais procurados são dança de salão, danças urbanas e teatro. Ao todo, há 1,5 mil vagas disponíveis, sendo que as inscrições seguem até sexta-feira (4). “As Oficinas Culturais são a ferramenta de transformação da sociedade, proporcionando atividades e ocupação para crianças, jovens, adultos e melhor idade”, destaca Fábio Lopez, secretário de cultura.

Quem tiver interesse em se inscrever, deve ir à sede das Oficinas Culturais Professor Oswaldo Névola Filho (Rua Tenente Durval do Amaral, 72, no Catiapoã) ou na Subprefeitura da Área Continental (Avenida Ulisses Guimarães, 211, no Jardim Rio Branco). O atendimento ao público ocorre das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas, em ambos os locais.

Para a inscrição é necessário apresentar RG, CPF e comprovante de residência. A idade mínima para participar dos cursos é de 8 anos, sendo que todos os menores de idade devem ir acompanhados dos pais.

As aulas começam no próximo dia 7 (segunda) e serão realizadas em três locais, dependendo do curso: nas Oficinas Culturais, na Vila de São Vicente e na Subprefeitura. Mais informações pelo número (13) 3468-8636. Confira abaixo a programação:

>> Dança cigana – Professora Cristiane
Segunda-feira, das 10 às 11h – dança cigana infantil (de 8 a 12 anos);
Segunda-feira, das 11 às 12h – dança cigana adolescente/adulto (a partir dos 13 anos);
Segunda-feira, das 15 às 16h – dança cigana infantil (de 8 a 12 anos);
Segunda-feira, das 16 às 17h – dança cigana adolescente/adulto (a partir dos 13 anos);

>> Pintura em tela – Professor Gil de Brito
Segunda-feira, das 14 às 16h – pintura em tela infantil (de 8 a 12 anos);
Quarta-feira, das 14 às 16h – pintura em tela adolescente/adulto (a partir dos 13 anos);

>> Pintura em tela – Professor Roque (Vila de São Vicente);
Terça-feira, das 14 às 16h (de 8 a 12 anos);
Quinta-feira, das 14 às 16h (a partir dos 13 anos);

>> Dança de salão – Professor José Diógenes
Segunda-feira, das 19 às 20h (a partir dos 16 anos);

>> Capoeira – Mestre Elias
Segunda e quarta-feira, das 19h30 às 21h (a partir de 8 anos);

>> Oficina de máscara – Professor Rodrigo Caesar
Terça e quinta-feira, das 15 às 18h – Vila de São Vicente (a partir dos 13 anos);

>> Violão – Professor Sandro Oliveira (alunos têm que trazer o violão)
Segunda-feira, das 14 às 15h e das 15 h30 às 16h30 (de 16 a 49 anos);

>> Canto coral – Professora Jodeily Araujo
Quarta-feira, das 18 às 19h30 (a partir dos 16 anos);

Oficinas culturais Poiesis (Secretaria de Cultura do Estado):

>> Dança de rua – Professor Alessandro Cardoso
Terça-feira, das 10h30 às 12h e das 14 às 15h30; a partir de 9 anos (Subprefeitura de São Vicente – Área continental);

>> Audiovisual – Professor Stevie Lopes
Como gravar e fotografar com seu celular – segunda-feira, das 19 às 22h (a partir dos 16 anos – oficinas culturais);

>> Teatro – Professora Maria Tornatore
Quarta-feira, das 14 às 17h (a partir dos 16 anos – Vila de São Vicente).

 

Eleição para Conselho de Política Cultural de SV será realizada no domingo

Por Prefeitura de São Vicente

A Secretaria de Cultura de São Vicente (Secult) convida munícipes com mais de 16 anos para participar da eleição que definirá os novos integrantes do Conselho Municipal de Política Cultural, conforme previsto na Lei Municipal 2912-A, de 4 de julho de 2012. O corpo de candidatos é formado por representantes da Sociedade Civil, com mandato de dois anos. Os eleitores podem comparecer às urnas entre 10 e 15h. Serão dois pontos de votação: na Secult (Rua Tenente Durval do Amaral, 72, Catiapoã) e na Subprefeitura da Área Continental (Av. Ulisses Guimarães, 211, Jardim Rio Branco).

Dentre as atribuições, o Conselho tem a função de deliberar sobre as diretrizes gerais da Política Municipal de Cultura de São Vicente, em conjunto com a Secult; coordenar, através de Comissão, a implantação do PMC – Plano Municipal de Cultura; executar a Conferência Municipal de Cultura; implantar um Sistema de Financiamento Municipal de Cultura; colaborar na elaboração das Políticas de Cultura de São Vicente; zelar pela aplicação da Política Municipal de Cultura.

E também: acompanhar a elaboração e a execução da proposta orçamentária do Município, indicando modificações necessárias à consecução de política de cultura formulada para a promoção e fomento à cultura na Cidade; acompanhar investimentos previstos em lei orçamentária destinados à cultura, e acompanhar o desenvolvimento e aplicação das Políticas de Cultura de São Vicente. O órgão é composto por representantes das áreas de Teatro e Artes Circenses, Artes Plásticas e Artes Visuais, da área da Música, Culturas Populares e Tradicionais, Dança, Artesanatos, Literatura e Audiovisual.

A lista com as inscrições deferidas pode ser conferida no link http://www.saovicente.sp.gov.br/wp-content/uploads/2017/05/DEFERIMENTO-inscric%CC%A7o%CC%83es-conselho-CMPC.pdf

 

Alex Laire ministra oficina básica de fotografia no Jardim Real

Por Lincoln Spada

Estão abertas as inscrições para a oficina básica de fotografia no Jardim Real. Trata-se de uma atividade gratuita coordenada por Alex Laire, pelo programa Oficinas Culturais do Estado de São Paulo. As inscrições seguem até o dia 29 de maio, às segundas e sextas-feiras, das 9 às 16 horas, na Associação de Moradores, Esportes, Lazer e Cultura (Amelac), na Rua Jonas Souza, 100.

Esta ação formativa é a primeira atividade cultural que mobiliza a comunidade na preparação de acolher o Centro de Artes e Esportes Unificados – CEU das Artes, espaço municipal a ser inaugurado nos próximos meses. As aulas serão de 30 de maio a 8 de junho, às terças e quintas-feiras, das 19 às 21 horas, e sábado, das 14 às 17 horas.

A oficina tem como objetivo adquirir conhecimentos que estimulem os alunos a ter um olhar diferenciado em relação ao universo que vivem, aprimorando os seus conhecimentos sobre a arte de fotografar para obter melhores resultados na prática. Os resultados dos alunos estarão numa futura exposição de artes visuais.

Alex Laire é profissional nascido e residente em Cubatão, realizando cobertura de diversos eventos artísticos do município e região. A oficina integra o programa do Governo de São Paulo via Secretaria de Estado da Cultura com o Poiesis – Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura (da capital paulista) e a Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Cultura.

 

Entre dias 15 e 27, Mostra Internacional de Cinema de SP chega a São Vicente

Por Prefeitura de São Vicente

A 41º edição da tradicional Mostra Internacional de Cinema de São Paulo chega a São Vicente entre os dias 15 e 24 de maio, exibindo filmes internacionais. O festival, que acontece anualmente, será realizado em dois locais da Cidade: Cine Roxy do Brisamar Shopping (Rua Frei Gaspar, 365 – Centro) e Oficinas Culturais de São Vicente (Rua Tenente Durval do Amaral, 72 – Catiapoã).

A realização é do Instituto CPFL com apoio da Prefeitura através da Secretaria de Cultura (Secult) e do Cine Roxy. O objetivo é revelar novos diretores e reunir uma ampla seleção de realizadores renomados como uma homenagem à sétima arte. Também dá acesso a títulos estrangeiros de alta qualidade gratuitamente ao público local, que não são exibidos em salas comerciais de cinema.

Confira a programação:

Local: Cine Roxy Brisamar Shopping – sala 5 | Fone: (13) 3289-8336
>> 15/05 | seg | 14h | Heartstone (129 min) | Guðmundur Arnar Guðmundsson, Islândia, Dinamarca | Classificação indicativa: 12 anos
>> 16/05 | ter | 14h | O pequeno Quinquin (200 min) | Bruno Dumont, França | Classificação indicativa: 14 anos
>> 17/05 | qua | 14h | Memórias de Xangai (125 min) | Jia Zhangke, China | Classificação indicativa: livre
>> 18/05 | qui | 14h | O estranho caso de Angélica (95 min) | Manoel de Oliveira, Espanha | Classificação indicativa: 10 anos
>> 19/05 | sex | 14h | Mimosas (93 min) | Oliver Laxe, Marrocos, Espanha, França, Catar | Classificação indicativa: livre
>> 22/05 | seg | 14h | A montanha de Matterhorn (87 min) | Diederik Ebbinge, Holanda | Classificação indicativa: livre
>> 23/05 | ter | 14h | O botão da pérola (82 min) | Patricio Guzmán, Chile, França, Espanha | Classificação indicativa: 14 anos
>> 24/05 | qua | 14h | Os campos voltarão (80 min) | Ermanno Olmi, Itália | Classificação indicativa: 14 anos

Local: Oficinas Culturais de São Vicente | Fones: (13) 34688636 / (13) 34673486
>> 20/05 | sáb | 18h | O sonho de greta (77 min) | Rosemary Myers, Austrália | Classificação indicativa: livre
>> 27/05 | sáb | 18h | Almas silenciosas (75 min) | Aleksey Fedorchenko, Rússia | Classificação indicativa: 16 anos

 

Na Virada Cultural, Casa das Rosas recebe exposição interativa ‘Parte a Parte’

Por Projeto Antro HH

Uma mão-gigante inflável, com cerca de dois metros de altura, totalmente interativa, que conversa com o público e com as mídias sociais. Assim será “#parteaparte” (http://antrohh/parte), obra de arte tecnologia apresentada pelo Coletivo Binômio (Costados e João Maia) para o projeto Antro Hilda Hist (Antro HH), que ficará instalada na Casa das Rosas, durante o mês de maio. A proposta é que, estimulada pelo uso da hashtag #parteaparte, a escultura interaja com o público através da declamação de versos de Hilda Hilst, efeitos sonoros, movimentos ou luzes.

A escultura inflável integrará a Virada Cultural 2017, que acontece na cidade de São Paulo, de 20 a 21 de maio, mas estará disponível à interação com o público, no jardim da Casa das Rosas (http://www.casadasrosas.org.br/), desde 6 de maio. Para interagir com a obra o público poderá utilizar no Twitter as hashtags #antrohh, #hildahilst e #casadasrosas. Desta forma, a mão-gigante emitirá versos hilstianos, sons e luzes em tempo real. Os versos de Hilda Hilst proferidos pela mão gigante durante a interação com o público são originários de outra iniciativa do projeto: um sarau online mantido por internautas.

Antro HH

Reunindo oficinas, performances e interações de arte tecnologia o projeto incentiva a inspiração em Hilda Hilst para a livre criação. Utiliza a arte-educação como garantia do acesso ao fazer artístico para crianças, jovens e adultos, além de promover encontros entre realizadores e produtores de arte. O projeto recebeu o incentivo do Programa de Ação Cultural (ProAC) do Governo do Estado São Paulo(http://estadodacultura.sp.gov.br/evento/9407/), é produzido pela Cama Leão, e conta com o apoio cultural do Instituto Hilda Hilst, Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias e Oficinas Culturais do Estado de São Paulo.

Exposição interativa para a área de convivência/ circulação de pessoas
Local: Casa das Rosas – Av. Paulista, 37 – Paraíso, São Paulo
Datas: 06, 07, 13, 14, 20, 21, 27 de maio
[ finais de semana de maio/17]
Indicação: maiores de 14 anos
Horário: 14h30 – 19h30
Site: http://antrohh.com/parte/
Em caso de chuva não haverá exposição.
Gratuito.

São Vicente promove 1ª Semana de Dança entre dias 24 e 29

Por Prefeitura de São Vicente

Em celebração ao Dia Mundial da Dança, comemorado no sábado (29), a Cidade terá a Primeira Semana da Dança de São Vicente, promovida pela Secretaria de Cultura. Será uma série de workshops, em uma programação que inclui dança de rua para a terceira idade, jazz, dança de salão e ritmos urbanos.

O workshop de danças urbanas para a terceira idade será realizado na segunda-feira (24), a partir das 14h. Na quarta-feira (26), haverá workshop de jazz, às 14h, e dança de salão, às 19h. Já na sexta-feira (28), será a vez dos ritmos urbanos, às 14h. Todas as atividades serão desenvolvidas nas Oficinas Culturais (Rua Tenente Durval do Amaral, 72) e são gratuitas. A inscrição para os cursos pode ser feita 30 minutos antes da aula. Informações: (13) 3468-8636.

Para o Secretário de Cultura, Fábio Lopez, essa é uma grande oportunidade para o movimento de dança vicentino. “Queremos muito que nossos artistas participem desse primeiro evento de dança que estamos organizando. A ideia é que anualmente possamos ampliar essa semana até se tornar o mês da dança vicentina. Assim, além dos workshops, poderemos incluir diversas apresentações e espetáculos gratuitos para a população”.

 

Cadeia Velha: Secretários se reúnem e Agem se compromete a dialogar com artistas

Por Lincoln Spada

A mobilização dos artistas sobre o futuro da Cadeia Velha ainda como centro de artes integradas rendeu numa reunião na última quarta-feira (dia 25), na sede da Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem). O órgão recebeu a Câmara Temática de Cultura do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb), formada pelos representantes municipais do setor.

Participaram os secretários Fábio Lopes (São Vicente), Fábio Alexandre Nunes (Santos), Paulo Roberto Fiorotto (Guarujá), Raul Christiano (Cubatão) e o diretor de gestão cultural Renato Paes (Praia Grande), além do diretor da Agem, Hélio Hamilton Vieira Jr.

A Agem enfatizou as palavras de Hélio: “Nosso objetivo é ouvir as propostas. Estamos conversando, inclusive com representantes dos movimentos, para equacionar essa questão”. Segundo artistas, o diretor já se encontrou com o atual presidente do Conselho de Cultura de Santos, Jamir Lopes. Nesse sentido, os demais artistas da região esperam uma reunião ampliada sobre o tema.

Histórico da Cadeia Velha

Desde 2015, a Secretaria de Estado da Cultura se comprometeu em audiências e anúncios públicos que a reformada Cadeia Velha de Santos continuaria como centro de artes integradas, com espaços para formação, produção e apresentações de coletivos artísticos da Baixada Santista. Foi previsto um conselho gestor com representantes da sociedade civil (até então não efetivado), como também o retorno das Oficinas Culturais no local.

Em dezembro, a Secretaria de Estado da Cultura (SEC) anunciou remodelar o programa Oficinas Culturais, desativando as sedes regionais do interior e litoral paulista – entre elas, a Oficina Cultural Pagu, mantida até então em convênio com a OS Poiesis. Em 2016, durante quatro meses de uso, o instituto já preparou duas celas para artes cênicas – dança, teatro e circo. A SEC tentou repassar o prédio à Prefeitura de Santos, que não tem orçamento para assumí-lo: o custo estimado é em R$ 1,4 milhão.

Reviravolta em 2017

Neste ano, em coletiva de imprensa, o próprio secretário José Roberto Sadek recuou desse compromisso, em virtude da crise econômica que alcança o Estado de São Paulo. O anúncio é de que o prédio será gerido pela Agem (piso superior), com atividades do polo santista do Projeto Guri (piso térreo), então único programa estadual que abraçava a Zona Noroeste, sem haver conselho gestor com artistas, além de somente uso de expediente comercial.

O Conselho de Cultura de Santos repudiou publicamente as medidas anunciadas. Por sua vez, os secretários no último dia 25 definiram junto à Agem em que, pelo menos, as celas já adaptadas para artes cênicas fosse voltada aos coletivos. No piso superior, o salão Plínio Marcos também foi garantido para apresentações dos artistas.

Agenda para uso artístico

A questão levantada pelo movimento é de que a maior parte da programação ocorre fora do expediente comercial de segunda a sexta-feira, como às noites ou nos fins de semana, além de que outros segmentos querem participar do espaço, além das artes cênicas e circenses. Os secretários e a Agem já propõem de readequar o expediente aos artistas para quarta-feira a domingo.

No entanto, caberá à futura gestão do prédio – a Agem – fazer este agendamento dos espaços. “Para que o prédio permaneça aberto aos sábados e domingos, ou mesmo além do horário comercial, será preciso garantir infraestrutura (mais segurança, manutenção, organização de agenda etc.). Como ficará o custeio disso? Como serão divididas as responsabilidades nesta gestão compartilhada, inclusive as que caberão aos movimentos culturais? É por isso que nós estamos ouvindo os representantes do setor”, estuda Hélio, de acordo com site da Agem.