Arquivo da tag: orquestra na rua

Em seu 6º aniversário, Orquestra na Rua celebra o Natal

Por Secult Santos

A magia do Natal será celebrada na última apresentação de 2018 da Orquestra na Rua. O projeto, que celebra 6 anos de atividades, reúne musicistas clássicos de várias partes do País no Concerto Especial de Natal, que ocorre gratuitamente na Praça do Surfista, na orla do José Menino, neste sábado (22), às 18h.

No repertório estão clássicos como ‘Jingle Bells’ e ‘Silent Night’; eruditas como ‘Ave Verum Corpus’ e ‘Ode à Alegria’; e populares, o caso de ‘La Vien Rose’. Os musicistas interessados em fazer parte da apresentação podem fazer cadastro no link https://goo.gl/ETEmcZ e comparecer no dia e horário comunicado pela produção. Devem estar munidos de seu instrumento.

A Orquestra na Rua oferece estantes, partituras e cadeiras, além de fornecer lanches. Idealizado pelos músicos Caio Forster, Leonardo Mallet e Matheus Bellini, tem como objetivo difundir a música clássica de forma mais popular.

O projeto monta uma orquestra de cordas (violinos, violas, violoncelos e contrabaixos) de forma abrangente, aberta a quem tiver experiência e quiser participar. Os músicos se encontram, formam o grupo, ensaiam e se apresentam. Tudo isso em um período de aproximadamente 6 horas, ao ar livre.

 

Conheça os 30 projetos selecionados para o 6º Facult de Santos; acesse a lista

Por Lincoln Spada | Foto: Garrafada

A lista de contemplados do 6º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes do Município de Santos, popularmente chamado de 6º Facult, foi publicada nesta última quarta-feira (dia 1º). Ao contrário do último concurso que contou com 166 inscrições, a atual edição voltou a ter a média de 80 projetos. Foram 79 inscritos, 30 selecionados no valor de R$ 12 mil e três inabilitados seguindo as regras do edital.

> Acesse aqui a listagem completa

Com nove projetos contemplados, o audiovisual corresponde a quase um terço dos selecionados: ‘Você só dá aula?’ (Caroline Fernandes de Abreu), ‘Cavendish – Invasão à Vila de Santos’ (André Luiz Alonso de Assis), ‘Pink’ (Kauê Nunes), ‘Pescadores de Palavras’ (Marcelo Rayel), ‘Dudu do Gonzaga’ (Nildo Ferreira), ‘O caos no céu cinza’ (Eugênio Martins Jr.), ‘Oficina olhar documental: criação prática de documentários’ (Douglas Casari), ‘Por dentro da curva’ (Nathalia Rodrigues dos Santos Melo) e ‘História oral da gente de Santos’ (Camila Genaro).

Na área literária, foram contemplados seis projetos ‘Nas Pistas de uma construtora de sonhos – A vida e obra de Rosinha Mastrângelo’ (Karime Moussalli), ‘Poleiro de pato é terreiro’ (Renê Rivaldo Ruas), ‘Adeus velho partidão’ (José Luiz Tahan), ‘Territórios invisíveis’ (Goldschmidt Freire de Carvalho), ‘Alguém disse cultura’ (Adilson Félix, enquanto livro fotográfico), ‘Joris: o pirata holandês em busca do tesouro perdido’ (Carolina Cruz Gonzalez).

Outras seis obras também foram selecionadas no setor musical ‘Canções de Terra Mar’ (Júlio Bittencourt), ‘1º Álbum Musical’ (Conrado Pouza), ‘Hip Hop resiste na escola’ (Talita Fernandes), ‘Komboio Cultural’ (Alan Plocki), ‘Chorando por aí’ (Nadja Soares) e ‘Canções de Amor Caiçara B – Enquanto Morro e Cais’ (Manoel Herzog). Já nos segmentos de teatro e circo, ‘Uma Temporada na Zona’ (Priscila Ribeiro) e ‘Uma Bella Companhia’ (Plínio Augusto). Na área da dança, ‘Ofício’ (Juliana França) e ‘TraMar’ (Célia Faustino).

Ainda, em artes visuais, ‘O Instituto São Vladimir e a presença russa em Santos pela voz dos imigrantes’ (Maria Paula Guerra Ferreira), a intervenção urbana ‘Urbotopia e os mobiliários afetivos’ (Marília Jordão) e, destacam três mostras contempladas nesse edital: ‘Festival de Artistas de Rua de Santos – Orquestra na Rua’ (Vitor Gomes de Andrade Silva), ‘7º CulturalMente Santista’ (André Azenha) e ‘2º Mini Festival de Garrafada’ (André Rigotto).

 

Sesc Santos debate ‘A Rua é o Palco’ no próximo sábado

Por Corina de Assis e Felipe Veiga
.
A rua é um espaço público e democrático de relações sociais e experiências, ou, ao menos, deveria ser. É a partir deste tema que acontece o debate ‘A rua é o palco’, neste sábado, às 15h, no auditório do Sesc Santos (R. Cons. Ribas, 136/Santos). A iniciativa conta com a presença da Orquestra na Rua, Orquestra de Músicos de Rua de São Paulo, Tango na Rua, Trupe Olho da Rua e Jonny Walker.
.
Artistas das mais variadas linguagens, numa ação que pode ser considerada uma forma de ativismo, ocupam as ruas divindo sua arte com o público, ressignificando espaços e questionando a “ordem estabelecida das coisas”. A instituicionalização ou a repressão são reações com as quais esses artistas e a sociedade tem que lidar.
.
Qual o caminho que as instituições e os poderes públicos tem escolhido para  lidar com isso? Como o público e os artistas se relacionam com essa prática/linguagem? Serão essas questões a serem partilhadas em diferentes perspectivas no debate cultural.

Orquestra na Rua realiza concerto no Emissário Submarino

Por Secult Santos

Premiados no 5º Concurso de Apoio a Projetos Culturais no Município de Santos, realizado pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult), o projeto Orquestra na Rua realiza concerto neste sábado (8), às 17h30, no Parque Municipal Roberto Mário Santini – Emissário Submarino.

A apresentação gratuita terá a participação do Clube do Choro de Santos e a presença do caricaturista Dodô Vieira, que fará retratos do público. Parte do valor arrecadado na confecção das obras será destinado à campanha ‘Orquestra na Kombi’, nova ação do Orquestra na Rua.

O programa da tarde terá ‘Poema’, de Zwarg; ‘Ode à Alegria’, Beethoven; ‘Ária Na Corda Sol’ e ‘Jesus Alegria Dos Homens’, de Bach, ‘Ave Verum Corpus’, de Mozart; ‘O Que Será?’, de Chico Buarque; ‘Carinhoso’, Pixinguinha; ‘Gaúcho’, de Chiquinha Gonzaga; ‘Trem Das Onze’, de Adoniran Barbosa; e ‘Asa Branca’, de Luiz Gonzaga.

 

Orquestra na Rua realização edição pocket no Emissário Submarino

Por Orquestra na Rua

Uma edição pocket do projeto Orquestra na Rua acontece neste sábado (dia 21), encontrando os músicos às 17h, e, depois, realizando o concerto gratuito, às 18h, no Parque Roberto Mário Santini (Emissário Submarino).

Trata-se de um concerto em formato reduzido da Maratona Cultural e com uma dinâmica bem mais curta, uma alternativa para podermos realizar apresentações a custo zero, sem depender de apoio financeiro para a produção.

No repertório: ‘Santos Poema’, ‘Korobeiniki’, ‘Beauty And The Beast’, ‘Over The Rainbow’, ‘All I Ask Of You’, ‘Ave Verum Corpus’, ‘Carinhoso’, ‘Gaúcho’, ‘O Que Será?’, ‘Trem Das Onze’ e ‘Asa Branca’.

 

Conheça os 30 projetos aprovados pelo 5º edital do Facult em Santos

Nesta terça-feira (dia 2), a Secretaria da Cultura de Santos publicou a relação dos 30 projetos aprovados pelo 5º edital do Facult – Fundo de Assistência à Cultura. Eles concorreram com outras 166 produções artísticas inscritas, e serão contemplados no valor de R$ 10 para R$ 12 mil. Confira aqui a relação da lista de projetos no Diário Oficial.

No segmento do teatro, foram contemplados: ‘Egbé – Da escravidão à cidadania’ (Platão Capurro Filho), ‘Feira Livre – à Preço de Banana, pelas feiras do Brasil’ (Camila Baraldi), ‘Circulação Olho da Rua’ (Raquel Rollo), ‘Núcleo de Pesquisa Ciaes – O Ator Silencioso’ (Daniel Alves da Silva) e ‘Sleep Mode’ (Dario Félix). Já na área musical, ‘Maratona Cultural – Orquestra na Rua’ (Leonardo Mallet Brandão Vilela), ‘CD Entidade’ (Débora Gozzolli), ‘Conto e Canto por tudo Quanto é Canto’ (Márcia Marques), ‘Santos 3AM’ (Suipacha 33).

Na área da literatura, foram aprovados os seguintes projetos: ‘De caniço e samburá’ (Ademir Demarchi), ‘Santos de frente para o mundo: a história que dança’ (Bárbara Muglia), ‘Subjetivasantos’ (Carolina Zuppo Abed), ‘Mar Selvagem’ (Márcio Barreto), ‘Oficinas literárias do livro – Os Bichos Perguntam’ (Flávia Rossi Vallejo). Em histórias em quadrinhos, outros dois projetos: ‘Menino Bom de Praça’ (Cláudio Antunes Maneja), ‘Uma Estrela na Escuridão’ (André Bernardino).

No segmento de dança, serão realizadas as produções artísticas: ‘Litoral Cypher’ (Cristiano Eugênio Francisco da Silva), ‘Capoeira Teoria e Prática’ (Kaled Barros) e ‘1ª Mostra Nacional de Videodança Vertical’ (Edvan Monteiro dos Santos). Em artes visuais, ‘Ciatas de Santos – Mulheres que no samba resistem’ (Luiz Gabriel Buson de Araújo) e ‘Redes de Fé – Pesca e devoção na cultura caiçara’ (Iuri Lima de Castro).

Ainda, no audiovisual, venceram os projetos ‘Nome Provisório’ (Bruno Arrivabene), ‘Como é bom ser bom’ (Carlos Oliveira), ‘Legado em 4 Cordas’ (Caroline Fernandes de Abreu) e ‘Sambaê’ (Kamilli Semenov). Também foram contemplados em artes integradas: ‘Labirintos Móveis’ (Bruna Eliza Paiva), ‘Jambu de turnê pela quebrada’ (Rafael Forte), ‘Se essa rua fosse nossa’ (Natália Fernandes Brescancini). Na questão de cultura negra, ‘RoteirAfro – Santos’ (Ana Paula Chiapetta) e ‘Arte Ylê’ (Cláudia Mello).

*Lincoln Spada

 

Telles é homenageado na 3ª Mostra de Cultura Contemporânea Caiçara

Um dos principais artistas plásticos e escultores da Baixada Santista, o santista Francisco Telles receberá uma homenagem póstuma durante a 3ª Mostra de Arte Contemporânea de Santos, que ocorrerá no próximo domingo na Casa da Frontaria Azulejada (Rua do Comércio, 95, Santos). A atividade corresponde à 3ª Semana da Cultura Caiçara de Santos.

Telles se dedicou às artes desde 1977, como autodidata. A frente do Atelier 44, foi responsável pro agregar artistas de diferentes linguagens. Entre suas obras, estão a figura da Feiticeira na Praia do Itararé e a estátua do Padre Anchieta na Praça da Biquinha.

A Frontaria receberá neste dia, a partir das 15 horas, exposição do Ateliê Oficina 44, intervenções do Coletivo Caiçara e o Caiçara Vegan Fest. A programação contará também com a apresentação ‘Navios’, do Núcleo Interdisciplinar de Dança da Unifesp (15h30), improvisação cênica e lítero-musical ‘Pindorama’ (16h30), intervenção cênica ‘Mundo Caiçara’ (16h30), show ‘Sonho de Voar’ da banda Saramandaia (18h30), sessão ‘O Cinema Invisível’, com Percutindo Mundos (19h30), show ‘Ciranda da Minha Terra’ do Carrossel de Baco (20h30), finalizando com a improvisação cênica ‘Giramundo’, às 22 horas).

A 3ª Semana da Cultura Caiçara também terá outras ações. No sábado, às 10 horas, a Gibiteca Posto 5 sedia o projeto gratuito ‘Como Fazer uma HQ do Início ao Fim’ com lendas caiçaras, às 10 horas, a Sede Náutica realizará a remada caiçara com exposição de canoa típica. Ainda pela manhã, às 10h30, a Concha Acústica recebe a peça infantil ‘Pescando Letras’ da Bella Cia., e, no Gonzaga, haverá o festival de castelos de areia.

No mesmo dia, às 14h30, o pesquisador Julinho Mendes participa do bate-papo ‘Balaio de Causos Caiçaras’ no Engenho dos Erasmos. Às 15 horas, o Jardim Botânico Chico Mendes sedia o 23º Sarau Caiçara. Às 17 horas, é a vez da Orquestra na Rua se apresentar no Aquário Municipal. Por sua vez, os músicos Rafael Palmieri e Paulo Cesar Luz se apresentam respectivamente às 19 e 20 horas na Concha Acústica.

Já no domingo, acontece a feira de orgânicos às 10 horas no Gonzaga. A Gibiteca Municipal promove um bate-papo sobre arte e cultura em Santos às 17h30 e a Concha Acústica terá apresentação do teatro ‘Embarcações’, do Teatro do Pé (10h30) e show da banda Alma Caiçara (19 horas). Toda a programação é gratuita.

*Lincoln Spada