Arquivo da tag: osvaldo dacosta

Aos 40 anos, Grupo Picaré de Literatura e Artes terá nova coletânea em junho

Por Lincoln Spada | Foto: Wilson Melo

A fim de celebrar os 40 anos da criação do Grupo Picaré de literatura e artes de Santos, está previsto lançamento de uma coletânea de poesias, contos, crônicas, desenhos e fotografias para o próximo junho. O coletivo foi iniciado no mesmo mês de 1979, pelos poetas Rafael Antonio Marques Ferreira e Raul Christiano Sanchez nos corredores da Faculdade de Comunicação da Católica UniSantos, logo atraindo outros escritores.

Já nos anos 80, foram reconhecidos pelos seus manifestos, passeatas e publicação de literatura alternativa e marginal. Em prol da vanguarda e arte humanística, o grupo batizado pelo nome de rede de arrasto para pesca era contrário à elitização cultural. No manifesto Picarismo, o grupo defendia uma ação artística “direta, clara, sem o formalismo que impõe normas para a criação”.

Impressos inicialmente em mimeógrafos, os boletins poéticos organizados pelo grupo aos sábados na escadaria da universidade, eram distribuídos pelas faculdades, portas de teatro, bares e cinemas. Mais tarde, o Centro Cultural Patrícia Galvão seria a sede de uma das principais atividades do Picaré, a Feira de Literatura Independente, concluída com uma passeata poética pelo Gonzaga.

Décadas depois, o grupo irá ser revisto na futura coletânea, sob a coordenação de Raul, que se articula com editoras da Baixada Santista e da Capital para concretizar a obra comemorativa. A obra deve reunir fotos da trajetória do grupo, imagens das capas das publicações de seus autores, depoimentos, contexto histórico do movimento literário dos anos 70 e 80, além dos trabalhos de cada um dos artistas envolvidos.

A nova publicação do Grupo Picaré contará com: Alex Sakai, Antonio Do Pinho Miguel Alves, Cesar Bargo Perez, Cissa Peralta (in memoriam), Denize Gomes Gonsalves, Douglas Martins de Souza, Dudu Morato (Edwiges Morato), Edilza Lira S. Fernandes, Fausto José Barbosa, Flavio Calazans, Gil Menin, Inês Bari, Jaime Antonio Filho, José Cândido, Leopoldo Pontes, Liliam Fernandes, Luiz Antonio Canuto Dos Santos, Marilia Marques, Marisa Murta, Orlando Moreno, Orleyd Faya Corrêa, Osvaldo DaCosta, Rafael Antonio Marques Ferreira, Raul Christiano, Roberto Massoni, Rosana Limeres, Sérgio Gonçalves Pinto, Sergio Lemos, Sidney Sanctus, Valdeli Silva, Valdir Alvarenga, Vieira Vivo, Wallach e Wilson Melo.

Ainda, estão previstos os depoimentos da professora Mariângela Duarte, Sergio Trombelli, Gil Nuno Vaz, José Luiz Tahan, Márcio Barreto, Flávio Viegas Amoreira, Madeleine Alves, Sylvia Bittencourt, Julinho Bittencourt, Ricardo Soares, Thereza Rocque da Motta, Claudio Willer, Luis Avelima, Leila Míccolis, Maurilio Campos dentre outros. Mais informações, via e-mail: raul.christiano@gmail.com.

Debate na Gibiteca de Santos discute Charlie Hebdo e os limites do humor

As charges e caricaturas incomodam e geram amor e ódio. O debate ‘Liberdade de Expressão e Os Limites do Humor’ reúne os pesquisadores Dani Marino e GazyAndraus e o cartunista Oswaldo da Costa para um bate papo e reflexões sobre a forma e repercussão do desenho de humor na sociedade. O evento acontece no dia 20 de agosto, à partir das 17h, na Gibiteca Marcel Rodrigues Paes – Posto 5 . Entrada gratuita.

Para a idealizadora do evento, Dani Marino, “a proposta é apresentar alguns pontos de vista sobre a liberdade de expressão no mundo dos quadrinhos e do desenho de humor, tudo a partir do atentado terrorista ao Charlie Hebdo”. O objetivo do debate ainda passa pelo estudo acadêmico do assunto, já que os participantes responderão um pequeno questionário, “precisamos identificar se após a exposição dos pontos de vista dos debatedores a opinião do leitor pode mudar ou não”, completa Marino.

0Dani Marino
Pesquisadora de histórias em quadrinhos e mestranda em Comunicação na Escola de Artes e Comunicação da USP, onde também participa do Observatório de Histórias em Quadrinhos. Pesquisadora da ASPAS – Associação de Pesquisadores em Arte Sequencial -, colaboradora dos sites Quadro-a-Quadro e Iluminerds.

1Gazy Andraus
Autor e pesquisador de histórias em quadrinhos. Produziu diversos fanzines e HQs, especialmente no que convencionou-se chamar de ‘quadrinhos poético-filosóficos’. Na área de pesquisa, publicou diversos livros e capítulos sobre quadrinhos. Foi vencedor do 19º Troféu HQ Mix na categoria de “melhor tese de doutorado” por sua pesquisa ‘As histórias em quadrinhos como informação imagética integrada ao ensino universitário’, defendida na Universidade de São Paulo.

2Osvaldo DaCosta
Ilustrador, desenhista de humor, professor universitário e Mestre em Comunicação na Universidade São Caetano do Sul – USCS. Como professor, atualmente leciona no curso de Produção Multimídia na UNISANTA (Santos-SP). É membro do SIB – Sociedade dos Ilustradores do Brasil. Já participou de inúmeros Salões de Humor, como o de Piracicaba, Muestra de Humor Gráfico de Valência (Espanha), PortoCartoon World Festival (Portugal), premiado em muitos deles. É organizador do SketchcrawlSantos, maratona de desenhos que acontece na cidade desde 2009, publicou o livro O Berro da Ovelha Negra, sobre o jornal de São Caetano que foi protagonista no combate na Ditadura Militar durante a década de 70.

Serviço
A Gibiteca Marcel Rodrigues Paes – Posto 5, equipamento da Secretaria de Cultura de Santos, fica na orla do Boqueirão, em Santos. Informações pelo telefone: 3288-1300.

*Fábio Tatsubô

 

Gibiteca Municipal de Santos reabre neste final de semana

Fechada para reforma no último dia 19 fevereiro, a Gibiteca Marcel Rodrigues Paes, no Posto 5, na orla do bairro Boqueirão, reabre em grande estilo neste domingo (31), a partir das 15h, com diversos eventos que integram a programação da Virada Cultural Paulista em Santos.

06O equipamento recebe a exposição coletiva ‘Os melhores do Flexa Arts’, exposição de Gashapon do Animelan, Sketchcrawl Santos com o cartunista Osvaldo DaCosta, caricaturas ao vivo com a equipe Caricartoon e mesa livre de sketch com Sam Coza, Denis Dym, Leandro Henrique Altafim e quadrinistas da região.

Também ocorre encontro cosplay com Camila (Michii), K. Misaki, R’yuni Cosplay, Vi Cosplay, Driade Iris, Alexandre Barbosa (Bar), Luiz Felipe e Rodrigo Freire; e tarde de autógrafos com Will Sideralman, João Pinheiro e Wagner Rocha.

Obra

03A obra na Gibiteca compreendeu a revisão geral das esquadrias (portas de madeira e caixilhos de alumínio), manutenção de vidros e das instalações elétricas, além da instalação de rodapés nas escadarias externas com cerâmica antiderrapante e revisão geral do revestimento cerâmico.

04O trabalho também abrangeu a manutenção dos aparelhos sanitários, impermeabilização do piso da cobertura, instalação de extintores de combate a incêndio (portáteis e manuais) e pintura geral. Todo o mobiliário do Posto 5 foi substituído por novo.

O horário de funcionamento da Gibiteca Municipal Marcel Rodrigues Paes é das 9h às 19h, de segunda a sexta-feira, e das 9h às 13h, nos sábados e domingos. Vale lembrar que o horário de abertura nos fins de semana está sujeito a alteração em função da realização de eventos no local. Entrada franca.

*Prefeitura de Santos

 

DaCosta lança livro sobre imprensa alternativa ‘O Berro da Ovelha Negra’

O cartunista, ilustrador e professor Osvaldo DaCosta lança neste domingo, dia 24, a partir das 15 horas, o livro ‘O Berro da Ovelha Negra’ (Ateliê de Palavras). O lançamento acontece na Pinacoteca Benedito Calixto (Av. Bartolomeu de Gusmão, 15/Santos). Embora tenha vencido salões de humor dentro e fora do país, DaCosta publica um livro pela primeira vez.

A obra é fruto da dissertação de Mestrado em Comunicação pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul e conta a trajetória do jornal Ovelha Negra, publicado em São Paulo na metade da década de 70. O livro é o resultado de cinco anos de pesquisas sobre o assunto.

O Ovelha Negra foi uma publicação de resistência à ditadura militar e que privilegiava o trabalho de cartunistas e ilustradores. Ícone da imprensa nanica e alvo da censura, o jornal deixou de existir após oito edições. O Ovelha Negra abordava diversas temáticas, como economia, política e crítica social. O jornal publicou cartunistas como Paulo Caruso, Nani, Reinaldo (Casseta & Planeta), entre outros nomes. A primeira edição saiu com cem cartuns.

01Segundo DaCosta, o Ovelha Negra seguiu na esteira do Pasquim, editado no Rio de Janeiro. Mas, diferentemente dele, o Ovelha Negra focava o desenho de humor, o que foi considerado uma inovação para o período. Após o lançamento em Santos, DaCosta levará o livro ao Salão de Humor de Piracicaba, no final do mês, e ao Porto Cartoon, em Portugal, em junho.

DaCosta

DaCosta tem mais de 30 anos de carreira. Atuou em agências de publicidade em São Paulo, além de passar pelos principais jornais da Capital, como Folha de S.Paulo, O Estado de S.Paulo e Jornal da Tarde. Publicou também em revistas da Editora Abril. Ziraldo escreveu, no extinto Pasquim 21, que DaCosta era “o último desenhista de humor” do Brasil.

Radicado em Santos há mais de uma década, DaCosta venceu duas vezes o Salão de Humor de Piracicaba. Ele foi premiado também por duas vezes no PortoCartoon, em Portugal, além de salões na Espanha e no Irã. Atualmente, DaCosta dá aulas na Universidade Santa Cecília (UNISANTA) e na Escola Oficina, ambas em Santos. Ele é um dos organizadores do Sketchcrawl Santos, maratona bimestral de desenhos que acontece na cidade desde 2009.

*Marcus Vinícius Batista

 

Osvaldo DaCosta ministra oficina no Dique da Vila Gilda

O cartunista Osvaldo DaCosta ministra a oficina ‘Uma Ovelha na Cultura Midiática’ na quarta-feira (20), a partir das 14h, no Instituto Arte no Dique. Na ocasião, será possível aprender sobre a produção de tiras em quadrinhos para jornal diário.

O projeto é realizado com o apoio da Prefeitura Municipal de Santos, por meio do 4º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes no Município de Santos (Facult), realizado pela Secretária de Cultura (Secult).

Entrada é franca. A atividade é voltada a maiores de dez anos. O Instituto Arte no Dique fia na Rua Brigadeiro Faria Lima, 1349, Rádio Clube. Inscrições podem ser feitas no local, em horário comercial.

No Google

O presidente do Instituto Arte no Dique, José Virgílio Leal de Figueiredo, foi convidado para falar sobre a instituição no 2º Workshop Grande Pequena Imprensa de Inovação Digital, na sede do Google Brasil, no Itaim Bibi, em São Paulo. O encontro ocorre neste sábado (16), com diversas atividades ao longo do dia. A fala de Virgílio será às 17h. São esperadas mais de mil pessoas no evento.

*Prefeitura de Santos