Arquivo da tag: parque do trabalhador

Sérgio Mamberti fará Herodes na 50ª Encenação da Paixão de Cristo de Cubatão

Por Lincoln Spada | Foto: Prefeitura de Cubatão

O papel do Rei Herodes será interpretado pelo ator Sérgio Duarte Mamberti, na 50ª Encenação da Paixão de Cristo de Cubatão – evento cênico mais antigo em atividade na Baixada Santista. A confirmação foi divulgada pela Associação Cultural Incena Brasil, realizadora do evento que está previsto para o dia 19/abr, às 19 horas, no CSU – Parque do Trabalhador.

A narrativa da personalidade mais cultuada na história ocidental teve início em 1969, encenada por um grupo de jovens focados em movimentar o cenário cultural da cidade. Com o apoio do então pároco, os participantes realizavam inicialmente o evento na avenida principal local, anos depois no mesmo parque CSU.

Sérgio Mamberti

Mamberti já prestigiou a encenação cubatense em 2018, quando acompanhou na plateia os 200 membros da comunidade em cena. O santista nasceu em 1939 e na área cênica é conhecido como ator e diretor teatral desde os anos 60, quando concluiu a Escola de Artes Dramáticas de SP. Estreia com ‘Antígone América’, sob direção de Antônio Abujamra e Ruth Escobar.

Nos palcos, a projeção se dá ao encenar ‘Navalha na Carne’, de Plínio Marcos, em 1967. Integra o Grupo Decisão, interpreta obras como ‘Tartuffo’ de Molière, ‘O Balcão’ de Genet e ‘Hamlet’ de Shakespeare, divide cenas com Beatriz Segall, Regina Duarte, Paulo Autran, e é laureado, entre outras homenagens, com o Mambembe, Prêmio Governador do Estado de SP e Ordem de Mérito Cultural.

Em 1976, estreia como diretor teatral em ‘Concerto nº 1 para Piano’, assinando realizações de méritos, como ‘Luar em Preto e Branco’ e ‘O Capataz de Salema’, dirigindo atores como Chico Diaz e Raul Cortez. Fora dos palcos, contribui para a revitalização do Teatro Vereda e da programação do Crowne Plaza.

Nas telonas, fez papéis em ‘O Bandido da Luz Vermelha’, de Rogério Sganzerlla (1968), ‘Toda Nudez será Castigada’ de Arnaldo Jabor (1973) e ‘A Hora da Estrela’ de Suzana Amaral (1985). Nas telinhas, entre mais de dezenas de novelas e minisséries, o irmão do saudoso Cláudio Mamberti se destacou em ‘As Pupilas do Senhor Reitor’ (1970), ‘Brilhante’ (1981), ‘Vale Tudo’ (1988) e ‘Anjo Mau’ (1998).

Nos anos 90, destacou-se também para o público infantil interpretando o Tio Victor na série ‘Castelo Rá-Tim-Bum’, de Cao Hamburger. Mamberti também passou as últimas décadas atuando no Governo Federal, sendo secretário nacional de Identidade e Diversidade Cultural (2003 a 2008), presidente da Funarte (2008 a 2011) e secretário nacional de Políticas Culturais (2011 a 2013).

 

Encenação da Paixão de Cristo de Cubatão será dia 25 de março, no Parque do Trabalhador

Com a participação de 150 atores, entre elenco principal e figurantes, a tradicional Encenação da Paixão de Cristo de Cubatão será realizada na Sexta-Feira Santa, dia 25 de março, às 20h, no Parque do Trabalhador (CSU). Apresentado ao ar livre, o espetáculo está completando 47 anos, sendo considerado um dos mais antigos do Estado, e integra o Calendário Oficial da Cidade.

Organizado atualmente pela Associação Incena Brasil, o espetáculo foi idealizado em 1969 por um grupo de jovens preocupados em movimentar a cena cultural da Cidade. Com apoio do Cônego Antônio Pedron, da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Lapa, e o incentivo da Prefeitura, eles realizaram a primeira encenação naquele ano na Avenida Nove de Abril.

Após essa primeira apresentação foi formado o Centro Organizador do Teatro Amador de Cubatão (COTAC), que por anos conduziu a preparação das encenações, sempre com a preocupação de envolver a comunidade. Nos primeiros espetáculos, um cortejo percorria a Avenida Nove de Abril, onde a cada parada eram apresentadas cenas da Paixão de Cristo. O espetáculo foi crescendo a cada ano e passou a ser encenado em outros pontos da cidade até estabelecer-se no Parque do Trabalhador.

Atualmente, com o advento da tecnologia, recursos técnicos foram incorporados à organização artística e à estrutura cenográfica. Hoje, as vozes dos atores são gravadas em estúdio, assegurando ao público uma maior compreensão do roteiro encenado.

Roteiro

A cada edição a história é contada sob a ótica de outros personagens da época e em circunstâncias traçadas em paralelo à história de Cristo. Em 2015, por exemplo, o roteiro apresentou Jesus – Uma Voz no Deserto. Este ano, a produção terá como tema Jesus – O Verbo que Habita em Nós. O título norteia as pesquisas da criação artística e roteirização promovidas pela atriz e diretora teatral Emanuella Alves que, pelo segundo ano consecutivo, assina a direção artística do espetáculo. “É um espetáculo sensível realizado a céu aberto, que tem como justificativa o significado humano, histórico, simbólico, poético e religioso. E por estas características, tanto a encenação dos atores quanto a estrutura física priorizarão o aspecto natural do espaço”, explica a diretora.

Elenco

Os ensaios para a única apresentação do espetáculo já estão sendo realizados aos finais de semana na UME Padre José de Anchieta. O elenco principal terá a participação dos atores Vidah Santos, interpretando Jesus; Angélica Magenta, como Maria; Cícera Carmo, como Madalena; Carlos Tousi será João Batista; Alex Cruz interpreta Caifás; Fernando Rino será Herodes; e ainda Rosane Paulo (Herodíades); Fábio Prado (Pilatos); Rose Vieira (Claudia) e Renan Martiña (Judas).

A Encenação Paixão de Cristo é uma produção da Incena Brasil, com apoio da Prefeitura de Cubatão, por meio da Secretaria Municipal de Cultura. A entrada para assistir ao espetáculo é um quilo de alimento não perecível.

Serviço:
47ª Encenação da Paixão de Cristo de Cubatão
Dia – 25 de março – Sexta-Feira Santa
Horário – 20h
Local – CSU Parque do Trabalhador (Rua Salgado Filho, 249 – Jd. Costa e Silva)
Ingresso – um quilo de alimento não perecível

*Prefeitura de Cubatão

Drama Sacro Paixão de Cristo é encenado sexta em Cubatão

A Encenação da Paixão de Cristo acontece nesta sexta-feira (3) em Cubatão, a partir das 20h. Será no Parque do Trabalhador (Centro Social Urbano), que fica na Rua Salgado Filho, 249, no Jardim Costa e Silva. A entrada é gratuita. Realizado pelo 46º ano, a peça ao ar livre reconta a vida, morte e ascensão de Jesus Cristo.

‘Jesus – Uma voz no deserto’ é o título que norteou as pesquisas da criação artística e roteirização promovidas pela atriz e diretora teatral Emanuella Alves, responsável pela direção geral. O roteiro aborda, através de expressão poética, a trajetória, glórias e conflitos de um dos maiores ícones da História.

O espetáculo será a céu aberto, tendo como justificativa o significado humano, histórico, simbólico, poético e religioso. E por estas características, tanto a encenação dos atores quanto a estrutura física priorizarão o aspecto natural do espaço, criando uma ilusão de deserto habitado pela incompreensão das pessoas, reforçando a humanidade dos personagens e a sua transformação diante dos conflitos apresentados.

A apresentação terá grande infraestrutura de ambientação, iluminação e som, onde as vozes dos atores foram gravadas em estúdio, assegurando uma maior compreensão do roteiro encenado. Também haverá banheiros químicos espalhados pelo espaço para maior conforto do público presente.

Incena Brasil

O espetáculo é produzido pela Associação Incena Brasil. Surgida em 2008 com o objetivo de realizar produções artísticas diversas na cidade de Cubatão, fomenta a cultura local e por cinco anos realiza a produção da Paixão de Cristo.

Em 2013, a entidade firmou parceria com as produções realizadas pela Paróquia Nossa Senhora da Lapa. Para 2015, além do Drama Sacro Paixão de Cristo, a entidade deverá ainda realizar outras produções em conjunto com a Paróquia da Lapa e grupos teatrais de Cubatão e região, como a Cia Carcarah Voador e a Cia Veritas de Teatro.

*Prefeitura de Cubatão