Arquivo da tag: Paulinho Moska

André Abujamra levará as águas de ‘Omindá’ para o Sesc Santos

Sesc Santos

A ousadia sempre fez parte dos mais de quarenta anos de carreira de André Abujamra. ‘Omindá – A União das Almas do Mundo Pelas Águas’ lançado em março de 2018 – não foge a isso. Em tempos tecnológicos onde as fronteiras se tornam inexistentes, mas as barreiras mentais ainda nos impedem de viver em união, André Abujamra busca inspiração nas águas – que também não conhecem fronteiras.

Em 16/fev, às 20h, com ingressos de R$ 7,50 a R$ 25, ‘Omindá’ chega, em versão reduzida, mas não menos impactante, ao Sesc Santos (R. Cons. Ribas, 136/Santos). André (guitarra, percussão e voz) será acompanhado por Mano Bap (baixo), Maurício Badé e Ari Colares (percussão) e Eron Guarnieri (piano). Assim como na estreia da turnê, o show traz imagens captadas durante as viagens de Abujamra pelo mundo – o documentário produzido nas gravações das faixas que compõem sua trilha, em coautoria com os músicos com quem trabalhou em sua viagem, estreou na 42ª Mostra de Cinema Internacional de SP.

O repertório do show traz as 15 faixas do disco, como a que dá nome ao disco, “Omindá”, e outras como “O Mar”, “Real Grandeza”, “Barulhinho” e “Povo Bonito” – compostas por André – além de parcerias dele com Xis, Theo Werneck e Oki Dub (“Leviatan”) e Mauricio Pereira, Mintcho Garramone, Anelis Assumpção e Martim Buscaglia (“Xangô”), e outras.

O trabalho pode ser encontrado em CD, vinil e nas plataformas digitais e reúne artistas convidados de diversos lugares do globo, dos Estados Unidos ao Japão, passando por Rússia, Índia, Bulgária, Jordânia, entre muitos outros, que acrescentam à música de André sons de seus próprios territórios. Resultado de 11 anos de trabalho e de muitas viagens, o álbum foi lançado em 22/mar (Dia Mundial da Água), seguido pelos shows com artistas, como o percussionista Marcos Suzano e a Trupe Chá de Boldo.

Além dos artistas internacionais, como a The City of Praga Philharmonic Orchestra (República Checa), o tradicional coro The Mystery of the Bulgarian Voices (Bulgária), Zaza Fournier (França), Ballaké Sissoko (Mali), Maria de Medeiros (Portugal), Sasha Vista (Rússia), Oki Kano (Japão), Perota Chingó – Julia Ortiz e Dolores Aguirre (Argentina), Rishab Prasanna e Sharat Srivastava (India), participam do disco artistas brasileiros como o percussionista Marcos Suzano, o violeiro Ricardo Vignini, a Trupe Chá de Boldo, o companheiro de André n’Os Mulheres Negras, Maurício Pereira, Ritchie, Paulinho Moska, entre muitos outros.

Lavando a alma

‘Omindá’ em Yoruba é a junção das palavras Omin (água) e Da (alma). O significado reflete o objetivo do projeto: ser uma grande celebração da diversidade e da comunhão pela arte. O encontro artístico de André Abujamra com estes artistas de várias partes do mundo, convivendo com culturas, tradições, musicalidades e traçando conexões com o Brasil e o exterior como parte fundamental da trajetória do artista. Que a arte sirva de elo e laço para construção deste encontro de almas. Seguindo sempre uma linguagem original e ousada, Abujamra seguirá pelo mesmo caminho inovador de seus trabalhos anteriores (Infinito de Pé, Retransformafrikando, Mafaro e Homem Bruxa), onde mistura cinema, música, teatro e tecnologia.

 

Confira a programação do Sesc Santos de 6 a 11 de dezembro

Por Sesc Santos

Confira a programação desta semana no Sesc Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136).

CINEMA COM AUDIODESCRIÇÃO: ‘O HOMEM DA LUA’

Será apresentado o filme O Homem da Lua vive sozinho neste grande satélite. Um dia, entediado, ele decide visitar a Terra, e para isso se agarra em um cometa. Quando chega ao novo planeta, ele se encanta com as belezas naturais, mas logo descobre que não existe apenas bondade neste local. O Presidente do Mundo, certo de que o Homem da Lua é um invasor, decide prendê-lo.

Para se salvar, ele deverá contar com a ajuda dos amigos e das crianças. O filme contará com audiodescrição. Recurso de acessibilidade que amplia o entendimento das pessoas com deficiência visual. Os benefícios estendem-se também para as pessoas com deficiência intelectual, idosos, pessoas com dislexia, déficit de atenção, autistas, analfabetos e outros. Direção: Stephan Schesch, Sarah Clara Weber. Sala 1. Livre | Grátis. 06/12. Terça, das 15h às 17h30.

SHOW: BLOCO ALEGRIA DE VIVER E FELIPE ROMANO

Encerramento das aulas de Percussão que foram ministradas ao longo do ano para os maiores de 60 anos. Com Felipe Romano e Bloco Alegria de Viver. A apresentação traz marchinhas de carnaval composta pelos integrantes do Bloco. Repertorio inspirado na Cultura Popular, fazendo uma homenagem aos locais, mestres e manifestações em que Felipe pesquisa, faz parte e que foi apresentado para os alunos durante o curso, como: blocos de Carnaval, Maracatu, Coco e o Afoxés, blocos afros. A sonoridade e uma união da Percussão tradicional dos carnavais, Piano, Violão, com os cantos populares. Auditório. Livre | Grátis. 06/12. Terça, das 16h às 17h.

ÓPERA NA TELA: ‘A NOIVA DO CZAR’

Direção e cenário de Dmitri Tcherniakov, 2h32 de duração, do compositor NikolaiRimski-Korsakov sob regência do maestro Daniel Barenboim. Gryaznoy, um nobre da corte do Czar Ivan, quer casar-se com Marfa, filha de Vasily Sobakin, de Novgrod, já prometida a Ivan Likov, um jovem nobre. Gryaznoy pede uma poção do amor à sua amante Lyubasha, que lhe entrega uma droga que fará com que sua rival perca a beleza. O Czar ivan procura uma esposa e escolhe Marfa, que adoece. Likov e Lyubasha são mortos por Gryaznoy. Antes da exibição do filme haverá uma ária com cantores acompanhados de piano, sopro e cordas. Teatro. Livre | Grátis. 07/12. Quarta, às 18h.

PAULINHO MOSKA – VIOLOZ

Neste show Moska apresenta-se em formato solo, utilizando violão com cordas de nylon, violão com cordas de aço, violão barítono, violão híbrido e ukelelê. O repertório inclui, além de peças fundamentais de sua carreira como Pensando em Você, A Seta e o Alvo, A Idade do Céu, Lágrimas de Diamantes e Último Dia, também canções do disco que gravou em parceria com o argentino Fito Paez. Teatro. R$ 20,00. R$ 10,00 (meia). R$ 6,00 (credencial plena). 08/12. Quinta, às 21h.

CINEMA: ‘SANGRIA’

Seu corpo, sua casa. Sentimento s misturados e um resultado final: você. Um drama experimental p roduzido pela MOJO Filmes. Estrelando Rebecca Alba. haverá comentários após a exibição. Direção de Iasmin Alvarez. F oi selecionado para a Mostra Competitiva do 14° Curta Santos – Festival de Cinema de Santos. Após a exibição haverá bate-papo com a diretora. Sala 1. Não recomendado para menores de 16. Grátis. 09/12. Sexta, às 19h30.

SHOW: VOZES E RITMOS NA 3ª IDADE

Apresenta o resultado das oficinas de canto e dança ministradas pelo integrantes do grupo MAWACA para os idosos. Grupo que pesquisa e recria a música das mais diversificadas partes do globo. É formado por um grupo vocal que interpreta canções em mais de quinze línguas. Na apresentação estarão juntos alunos e professores. Teatro. Livre | Grátis. 09/12. Sexta, às 20h.

SHOW: ‘NÃO RECOMENDADOS’

Uma banda, um show, um movimento, um delírio, uma #hashtag? Não Recomendados é um espetáculo resultante do encontro dos autores-intérpretes Caio Prado, Daniel Chaudon e Diego Moraes e do produtor-autor Edu Capello. A união em virtude da arte transformadora, refletindo a realidade nua de conceitos baseados em heranças desproporcionais, e o espetáculo, como um palco laboratorial, se torna uma extensão das próprias vivências de cada integrante, os becos, as ruas, as noites, as lutas. Comedoria. R$ 17,00. R$ 8,50 (meia). R$ 5,00 (credencial plena). 10/12. Sábado, às 21h.

MULHER NEGRA: AFROEMPREENDEDORISMO E EMANCIPAÇÃO

>> 15h às 19h – BAZAR AFRO + DJ BETO MACHADO
>> 15:20 – RELEITURA PERFORMÁTICA do poema ‘Gritaram-me Negra’, de Victoria Santa Cruz.
>> 16:00 – DESFILE Candance e Nenê Surreal.
>> 17:30 – RODA DE CONVERSA com Candance, Bea Caixeta e Nenê Surreal: A importância do
Livre | Grátis. 10/12. Sábado, das 15h às 19h.

SARAUZINHO DAS CORES

Para desvendar as histórias e as músicas que as cores guardam e como é possível, assim como ao misturarmos vermelho e marelo descobrirmos o laranja, aos misturarmos histórias e músicas no sarauzinho estaremos criando coletivamente novas histórias que nunca foram contadas, ao menos do jeito que sairão naquele momento. Nessa aventura criativa pinturas musicais serão reveladas através dos vôos do Manuí (beija flor em Tupy) pelas paisagens sonoridades brasileiras.

Esse pássaro encanta do voa para cada canto do Brasil e quando volta traz uma música, uma história ou uma brincadeira do lugar por onde passou. Para cada um dos lugares visitados, o pássaro revela uma cor. Assim, descobriremos as histórias ecantorias que lembram essas cores e estão na ponta da língua dos pais e crianças. Com Tatiana Zalla (Narração de Histórias). Leandro Pfeifer (Voz,Viola Caipira,Violão e Acordeom). Foyer do Teatro.. Livre | Grátis. 10/12. Sábado, das 17h30 às 18h30.

CORAL DA GENTE DO INSTITUTO BACCARELLI

O Coral da Gente é um dos programas do Instituto Baccarelli voltados a crianças e adolescentes da comunidade de Heliópolis, na cidade de São Paulo. O projeto inclui aulas de técnica vocal, postura, respiração, expressão cênica, percepção e teoria musical, compondo uma sólida base para a formação de músicos. Teatro. Livre | Grátis. 11/12. Domingo, às 17h30.

CINEMA: GERMINAL

Durante o Século XIX, os trabalhadores franceses eram explorados pela aristocracia burguesa, que dava condições miseráveis para seus empregados. Em uma cidade francesa, os mineradores de uma grande mineradora, decidem realizar uma greve e se rebelam contra seus chefes, causando o caos. França. Diretor Claude Berri, 1993, 160 min. Sala 1. Não recomendado para menores de 14. Grátis. 11/12. Domingo, às 11h e às 16h.

 

Concha Acústica abriga rock, MPB e teatro

Ritmos como rock e MPB, além de apresentação teatral, são atrações neste fim de semana, na Concha Acústica Vicente de Carvalho (Canal 3 com a Praia do Gonzaga). Sábado (7) tem o som da cantora Marcela Lobbo. Já no domingo (8) é a vez do roqueiro Tite e banda subirem ao palco. As exibições ocorrem às 19h. Para a criançada, a dica é a produção ‘Cinderela Brasileira’, da Casa 3 de Artes, também no domingo, às 10h30. Toda a programação é gratuita.

A mineira Marcela Lobbo mostra ao público sua voz marcante. Com quase 30 anos de carreira e quatro discos gravados, a cantora leva à plateia obras autorais, além de músicas de Paulinho Moska, Zeca Baleiro e Frejat entre outros. Já o músico Tite apresenta o show ‘Total Independência com Total Envolvimento’, no qual também canta composições próprias e covers de Foo Fighters, Bob Marley e Coldplay.

Ambientada no interior do nordeste brasileiro, a peça ‘Cinderela Brasileira’ traz a simplicidade e beleza de um dos clássicos mais conhecidos da literatura universal numa versão cheia de características do povo brasileiro. A direção é de Kadu Veríssimo. A apresentação integra o Projeto ‘Conchinha’.

*Prefeitura de Santos