Arquivo da tag: praça tom jobim

Conheça os pontos de troca dos ingressos da Encenação de SV em 2019

Prefeitura de São Vicente

Quem quiser garantir o ingresso para assistir ao maior espetáculo encenado em areia de praia do mundo – a tradicional Encenação da Fundação da Vila de São Vicente, na edição de 2019 – já pode ir a um dos quatro pontos de troca. Este ano não será cobrado o ingresso, mas as entradas serão trocadas por um 1kg de alimento não perecível.

Os pontos de troca são: a Prefeitura de São Vicente (Rua Frei Gaspar, 384/Centro); Subprefeitura da Área Continental (Av. Ulisses Guimarães, 211/Jd. Rio Branco); Posto de Informações Turísticas da Praça Tom Jobim, de segunda a sexta, das 9 às 17h e também no 3º piso, ao lado da praça de alimentação do Shopping Brisamar (Rua Frei Gaspar, 365), de segunda a sábado, das 10 às 22h.

A retirada será limitada a até 8 ingressos por pessoa. A arquibancada tem capacidade para até 5 mil lugares e foi dividida em quatro setores, além dos camarotes Martim Afonso e Bartira, destinados aos convidados. Os alimentos serão revertidos para o Fundo Social de Solidariedade. O espetáculo será de 18 a 22 de janeiro, na arena montada no Gonzaguinha, a partir das 20h30.

 

Cia Héterus apresenta nova temporada de ‘Rua da Amargura’ em abril

Por Cia Héterus de Teatro

A Companhia Héterus de Teatro apresenta o espetáculo ‘Rua da Amargura’, em temporada gratuita neste mês de abril. Com direção de Rodrigo Caesar e assistência de direção de Lucas Magalhães, a peça estará em cartaz nos dias 14, 15 e 16, às 20h, na Praça Tom Jobim.

Em seguida, nos dias 22 e 23, às 20h, no Parque Cultural Vila de São Vicente (Praça João Pessoa), além dos dias 29 e 30, no Instituto Histórico e Geográfico (Rua Frei Gaspar, 280). No caso de chuva, as sessões do teatro de rua serão canceladas.

Sinopse

O Circo Pulguentu’s vem aí para alegrar, encantar, emocionar os corações vicentinos com muita música, dança e teatro. São 60 minutos de divertimento garantidos! O que equivale a 60 meses de boa saúde!Venham sorrir, venham chorar! Venham curtir e prestigiar, pois é a história de Jesus Cristo que viemos contar!

 

Encenação da Vila de SV será do dia 21 ao 25; confira pontos de ingressos

Informações de A Tribuna On-Line

Os 4,5 mil ingressos para os dois primeiros dias da apresentação da Encenação da Vila de São Vicente estão esgotados. Ainda é possível trocar alimentos não perecíveis para assistir ao espetáculo nas demais datas. A encenação será entre este sábado (21) e a próxima quarta-feira (25), sempre às 20h30, na arena montada na Praça Tom Jobim, no Gonzaguinha.

Para garantir o ingresso, é preciso trocar um quilo de alimento não perecível (menos açúcar e sal) em um dos oito pontos de troca credenciados pela Prefeitura. O horário de atendimento é das 9h às 17h, com exceção dos dois postos do comércio local, onde a troca pode ser feita dentro do expediente do estabelecimento. Crianças até cinco anos não precisam de bilhete.

O tema da Encenação deste ano é ”Reconstrução da Cidade”. O espetáculo contará com 800 pessoas da comunidade, que contracenarão com Robson Barbosa e Isabelly Indaui, vencedores do último concurso Martim Afonso e Ana Pimentel. Também estão no elenco Marissol Dias (Índia Bartira) e Rick Moreno (João Ramalho). Os atores Luciano Szafir e Jairo Martins farão participação especial nesta edição. No domingo (22), aniversário de 485 anos da Cidade, o espetáculo receberá o ministro da Cultura, Roberto Freire. Confira os postos de troca:

– Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente (R. Frei Gaspar, 280 – Centro)
– Secretaria de Cultura (Av. Embaixador Pedro de Toledo, 593 – Biquinha);
– Fundo Social de Solidariedade (R. Benedito Calixto, 205 – Centro);
– Oficinas Culturais (R. Tenente Durval do Amaral, 72 – Catiapoã);
– Subprefeitura da Área Continental (Av. Ulisses Guimarães, 211 – Rio Branco);
– Posto de Informações Turísticas – PIT (Praça Tom Jobim – Gonzaguinha);
– Shopping Vip-X (Rua Frei Gaspar, 535 – Centro)
– Loja Restrito (Rua João Ramalho, 630 – Centro)

 

Circuito Sesc de Artes percorre Litoral Paulista de 22 a 24 de abril

Realizado pelo Sesc São Paulo, o Circuito Sesc de Artes – Conectando lugares, circulando ideias, chega ainda maior para a sua edição 2016 e traz em sua programação diferentes linguagens artísticas de música, dança, teatro, circo, cinema, artes visuais e literatura. Este ano, o evento percorre 114 cidades do interior, litoral e Grande São Paulo, incluindo a capital, que recebe o evento pelo segundo ano consecutivo. Com o objetivo de ampliar o alcance a cada edição, este ano serão seis cidades a mais que em 2015.

A programação itinerante terá 12 roteiros diferentes, sendo que cada um deles vai percorrer nove cidades, exceto as programações de números 11 e 12 que irão circular por 12 municípios, com um fim de semana a mais de programação. Serão 67 trabalhos artísticos e um total de 807 apresentações e intervenções artísticas nos finais de semana (sextas, sábados e domingos), no período de 1o a 24 de abril, com a participação de 311 artistas.

PROGRAMAÇÃO NA REGIÃO

VII Feira Nacional da Agricultura Familiar e reforma Agr‡ria - Brasil Rural Contempor‰neo. MinistŽrio do Desenvolvimento Agr‡rio. Cais do Porto, Porto Alegre, 2010. Foto: Fabricio Barreto/BP. Coco Ra’zes de Arco Verde (Tablado de Raiz)
VII Feira Nacional da Agricultura Familiar e reforma Agr‡ria – Brasil Rural Contempor‰neo. MinistŽrio do Desenvolvimento Agr‡rio. Cais do Porto, Porto Alegre, 2010. Foto: Fabricio Barreto/BP. Coco Ra’zes de Arco Verde (Tablado de Raiz)

Bertioga | 22 de abril, sexta, das 16h às 21h30
Parque dos Tupiniquins (Forte São João) – Avenida Vicente de Carvallho, 642
São Vicente | 23 de abril, sábado, das 16h às 21h30
Praça Tom Jobim – Centro Praia do Gonzaguinha
Cubatão | 24 de abril, domingo, das 16h às 21h
Parque Municipal Novo Anilinas – Avenida 9 de Abril – Centro

ATRAÇÕES

>> Gabinete de Curiosidades e Habilidades: ‘Zootrópio – Brinquedo Ótico’, do Núcleo de Animação de Campinas (SP)
A oficina explora os princípios básicos da animação cinematográfica, a partir da gravação de imagens quadro a quadro e da construção de brinquedos de ilusão de ótica. Os participantes vão conhecer a técnica de stop motion e o zootrópio (brinquedo arcaico no qual figuras no lado interior de um cilindro girante, vistas através de fendas na sua circunferência, aparecem como uma única forma animada). Com Mauricio Roque, Elisabeth Russo, Eliana Ribeiro, Filipe Miranda e Roberta Santana.

>> Cine Magia
Exibição de curtas-metragens dirigidos pelo cineasta francês Georges Méliès.

1>> ‘Palavra + Imagem’, do gRUPO êBA! (SP)
Acervo de livros ilustrados será oferecido por duplas de mediadores de leituras individuais e compartilhadas. Com Brunna Talita e Renato Zarauskas.

>> ‘Risos!’, da Cia. Circo Amarillo (SP)
Números cômicos e excêntricos fazem parte deste show que, segundo o grupo, é um verdadeiro tratado sobre o riso. Os artistas exibem uma série de performances com claves, diabolô e bambolê, além de demonstrarem equilíbrio sobre arame e com parada de mão. Algumas reflexões sobre o riso, como sua origem, o motivo e a maneira como rimos, são propostas pelos artistas em meio ao espetáculo, cuja trilha sonora é produzida ao vivo. Duração: 60 min.Direção: Marcelo Lujan. Elenco: Daniela Rocha, Luciana Menin, Marcelo Lujan, Pablo Nordio.

>> Raízes em Ruínas (SP)
Os performers e uma fotógrafa vão explorar e se relacionar com os obstáculos ali presentes, propondo uma reflexão sobre essa nova paisagem construída pela presença dos artistas e do público. No trajeto, serão utilizados movimentos da capoeira angola e do parkour para ressignificar o cenário composto essencialmente por raízes e ruínas. Direção: Caio Zanuto. Performers: Fernanda Toscano e Caio Zanuto.

2>> ‘O Cuscuz Fedegoso’, do Buraco d’Oráculo (SP)
Entre os quitutes vendidos por Dona Maria está o cuscuz feito com fedegoso, um matinho cheiroso, que não faz lá muito sucesso. Um belo dia, ela oferece a iguaria a um pedinte que, para não pagar, finge passar mal. Então, Maria pede ajuda, à Mãezinha do Quixadá, raizeira que vende ervas medicinais. Mas ela vai se aproveitar da confusão para arrebanhar mais clientes. O elenco se utiliza do realismo grotesco e de referências encontradas em manifestações populares para oferecer ao público um espetáculo cheio de humor. Duração: 50 min. Direção: Elizete Gomes. Elenco Edson Paulo, Nataly de Oliveira, Lu Coelho e Mizael Alves.

>> Lira Raízes de Arcoverde (PE)
O cantor e compositor José Paes de Lira (ex-vocalista do grupo Cordel do Fogo Encantado), se une ao grupo Coco Raízes de Arcoverde para apresentar este espetáculo de música e poesia, que nasceu na cidade homônima no sertão de Pernambuco. O recital de poesia criado por Lira dialoga com as vozes, a percussão e o sapateado de dançarinos de coco de diferentes gerações, tanto de homens, quanto de mulheres. As batidas são marcadas pelo triângulo, pandeiro, surdo e ganzá. Duração: 90 min. Com Lira (voz), Maria Montenegro (voz), Ilma Montenegro (voz), Damares Montenegro (voz e ganzá), Francisco Montenegro (voz e triângulo), Damião Calixto Montenegro (voz e pandeiro), Damião Danilo Montenegro (pandeiro), Francois Silva (surdo), Maria Montenegro (tamanco trupe) e José Montenegro (tamanco trupe).

*Sesc Santos

 

Tradicional teatro ‘Rua da Amargura’ entra em temporada na Praça Tom Jobim

Diante da maior festividade cristã, a Páscoa, o coletivo de artes de São Vicente apresenta a sua perspectiva sobre os atos que mitificaram Jesus Cristo para todo o Ocidente. É a tradicional temporada do espetáculo ‘Rua da Amargura’, que estará em cartaz gratuitamente entre os dias 24 e 27 (quinta-feira a domingo), às 20 horas, na Praça Tom Jobim (Gonzaguinha).

Na trama, um grupo circense chega à rua com muita vida, muitas cores e sons: eles contarão uma milenar história, a Paixão de Jesus Cristo. As fitas acompanham o figurino, um plano de fundo colore o cenário, máscaras personificam os personagens, realizando uma mistura de cores, formas e sons para apresentar tal história. “Venha conhecer a tão consagrada história do Salvador, contada de uma forma irreverente e feita para toda a família”, diz a atriz Mireille Oliveira.

Realizada pela Cia Héterus de Teatro, a produção cênica conta com a Cia Os Indesejáveis do Telhado e demais atores da Baixada Santista. A temporada conta com o apoio da Prefeitura Municipal de São Vicente através da Secretaria da Cultura. Em abril, nos domingos (dia 3 e 10), o espetáculo estará em cartaz no Parque Cultural Vila de São Vicente.

*Lincoln Spada

 

Inscrições abertas para 4º Festival de Artes Cênicas de SV

Até o dia 3 de outubro estão abertas as inscrições para o 4º Festival de Artes Cênicas de São Vicente, que acontecerá entre 1º e 15 de novembro. O evento realizado pelo movimento Amigos do Teatro reúne atores, diretores e representantes de grupos teatrais da cidade.

Com objetivo de valorizar as artes cênicas, propondo oficinas e workshops teatrais e incentivando a formação de público, o festival ocorrerá este ano em diversos locais: Oficinas Culturais Professor Oswaldo Névola Filho, E.E. Martim Afonso, ETEC Drª. Ruth Cardoso, CAMPSV, Projeto Circolando Alegria, Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente, Parque Ipupiara, Praça do Correio, Praça Barão do Rio Branco e Praça Tom Jobim.

Poderão inscrever-se grupos amadores, profissionais, projetos sociais, escolas publicas ou particulares de São Vicente e Região nas categorias de teatro adulto, infantil, de rua e circo. O regulamento está disponível em: http://www.mediafire.com/view/a6thdr3rly8bt68/regulamento_4_FESTIVAL_DE_ARTES_CENICAS.pdf.

*Alessandro Cruz

 

Alunos do Teatro do Kaos encenam em Guarujá de olho em tour

Após a temporada em Cubatão, os alunos do Projeto Superação II, do Teatro do Kaos que conta com o patrocínio da Petrobras, iniciaram a agenda de apresentações na região e se preparam para levar o espetáculo para as principais cidades e capitais brasileiras. Até 15 de julho os jovens atores cumprem uma maratona de exibições na Baixada Santista e Vale do Ribeira.

As apresentações que acontecem sempre nos finais de semana servem como preparação para a temporada nacional, que se inicia em 18 de julho, na capital de São Paulo, e termina no dia 11 de outubro, em Porto Alegre.

Neste sábado e domingo, 30 e 31, a peça poderá ser vista na Praça dos Expedicionários, em Pitangueiras, no Guarujá, a partir das 20 horas. A entrada é franca e a classificação etária livre. No último final de semana (23 e 24), Hamlet foi assistida por centenas de pessoas que lotaram a Praça Tom Jobim, em São Vicente.

Para a aluna Gabriela Araújo, 19 anos, que interpreta uma das Ofélias, a experiência está sendo maravilhosa. “Tanto pelo fato de ter um contato direto com o público, quanto por ter saído da zona de conforto, que é o palco”, explica a moradora de Cubatão que vivência as artes cênicas pela primeira vez.

Outro novato no teatro, Jones Ferreira, que dá vida ao personagem Cláudio, considera as apresentações desafiadoras. “O público se comporta de maneira diferente em cada apresentação, é como se estivéssemos sempre estreando. E como nos apresentamos em praças, em cada exibição precisamos nos adaptar ao espaço, e isso é um grande desafio”, explica.

Hamlet Futebol Clube

Ser ou não ser, eis a questão? A famosa frase de Hamlet- personagem da obra homônima de William Shakespeare- ganha uma nova roupagem e é apresentada para o público nos dias de hoje. Uma apresentação explosiva, de misturas e fôlego tanto do elenco, que desenvolve toda a estória em uma partida de futebol, quanto do público, que reconhecerá em cada personagem uma tragédia da vida real, seja no jogo de interesses por aqueles que querem o poder a qualquer preço, ou na corrupção, que leva os menos favorecidos à beira do precipício. E em meio a tudo isso, o futebol, que não pode parar.

Com direção de Marcos Felipe (responsável pela releitura) e inspirada na obra de William Shakespeare, Hamlet Futebol Clube marca a conclusão dos alunos do Projeto Superação II, do Teatro do Kaos, que tem o patrocínio da Petrobras. O projeto, com duração de dois anos e composto por aulas teóricas e práticas, tem por objetivo qualificar profissionalmente 30 jovens com idade entre 18 e 29 anos em Artes Cênicas, e ministrar uma Oficina de Iniciação Teatral para 880 crianças e adolescentes da rede pública e privada de ensino.

*Elisangela Bezerra