Arquivo da tag: religião

Opinião: O amparo artístico em ‘O Sagrado e o Contemporâneo’

O desamparo num mundo devorador de tempos e espaços limita-se à pior maldição do homem urbano. Como num grande fast-food, correm atrás de lendas familiares, livros religiosos, incensos e amuletos debaixo do travesseiro. Nunca, nunca trazem amores de volta. Tudo para se ampararem nos invisíveis que nos entornam – ou não. Esta busca incessante do extraordinário é a discussão incompleta de ‘O Sagrado e o Contemporâneo’, do Garage – Coletivo de Arte.

03A exposição batizada em 2013 em Santos atualmente é cultuada no Museu Prudente de Morais, até 21 de junho, em Piracicaba. Mostra eclética, tão herdeira dos encontros distraídos na literalmente garagem de José Maria da Costa Villar, quanto das inspirações de ‘O Poder do Mito’, livro-entrevista de Joseph Campbell.

O título aborda desde as etapas de uma saga de herói, as semelhanças das religiões e as diferenças entre um deus e um demônio. “Deuses reprimidos se transformam em demônios, e geralmente são esses demônios que encontramos primeiro quando voltamos a olhar para dentro”, recita o autor.

No altar de divindades em diferentes culturas, ele é categórico ao dizer que cada nome remete no fundo não só uma ética coletiva, uma justificativa idealizada para fenômenos naturais, mas o entendimento do próprio ser humano. Buscar o que há de sagrado no entorno é alcançar a nossa própria essência.

02Por isso, a intensidade nesta mostra que atravessa artes visuais, plásticas, dança e literatura. Nas tintas de Villar, nas intervenções de Olegário Monteiro, nos versos e prosas agridoces de Marcelo Ariel, nos passos dançantes entre olhares sisudos de Adriana Barbieri e Tatiana Justel. Sem falar das cores vibrantes de Claudinei Bettioll e dos quadros sacros do saudoso José Manoel de Souza Neto.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Cada um transcendendo em obra expressada e em expressão de si mesmos, já que a liga do coletivo é justamente o ser performático. Captando em suas individualidades os valores que influenciam o seus respectivos rituais ao fazerem arte. Um tema tão abrangente e profundo que, como bênção ou utopia, pode fazer com que o visitante de ontem se surpreenda com as composições de amanhã. Então espero voltar a me surpreender com esta procissão abstrata do Garage noutras vezes.

*Lincoln Spada

Prefeitura de Limeira seleciona atores da 25º Edição da Via Sacra

Os testes para os atores interessados em participar da 25º Edição da Via Sacra, em Limeira, começam neste domingo, 8 de fevereiro. O espetáculo, que conta a trajetória de vida e morte de Jesus Cristo, será apresentado nos dias 3 e 4 de abril, às 20h, no Parque Cidade de Limeira. A promoção é da Prefeitura de Limeira, por intermédio da Secretaria de Cultura.

 A seletiva definirá os atores que interpretarão os personagens centrais da história: Jesus, Maria, Herodes, Judas, Salomé, Maria Madalena, Pedro, Pilatos, Caifás, Herodes e os Demônios. Os atores devem chegar para o teste com os diálogos previamente decorados. Os diálogos das personagens estarão disponíveis no site da prefeitura:www.limeira.sp.gov.br. No caso de Salomé, que dança para o rei Herodes em troca da cabeça de João Batista, a candidata deverá levar uma coreografia árabe com a música gravada em CD ou pendrive.

 O diretor do espetáculo, Jonatas Noguel, destaca que espera reunir um grande elenco e que está muito feliz por fazer parte desta 25º edição da Via Sacra. “Pretendo contribuir para a realização de um evento grandioso, aguardado com expectativa pelo público.” Neste primeiro dia de testes, o diretor da peça ministrará uma oficina para todos osparticipantes. A atuação dos atores na oficina terá peso na decisão final para a escolha dos personagens principais, que será feita por uma equipe ligada ao segmento de Artes Cênicas da cidade. O anúncio dos selecionados está previsto para 13 de fevereiro.

 A Secretária de Cultura, Gláucia Bilatto, comemora a realização do evento, que já é tradicional no município.“Esperamos que a população abrace esta encenação para que possamos dar ainda mais brilho ao projeto”, afirma.Para participar, não é necessária experiência em produções teatrais. Os interessados devem imprimir a ficha de inscrição pelo site da Prefeitura www.limeira.sp.gov.br e entregá-la no Centro Cultural Cel. Flamínio (rua Boa Morte, nº 471 – Centro) no dia do ensaio.

 No ato da inscrição, o candidato precisa escolher quais personagens deseja interpretar para que a equipe organizadora tenha uma ideia do interesse pelas personagens. Vale lembrar que o processo de inscrição é contínuo, podendo ser realizado ao longo do processo de preparação do espetáculo. Mais informações podem ser obtidas no telefone da Secretaria da Cultura, (19) 3495-1350.

Casa da Cultura Afro-Brasileira alcança mais de 300 visitas

Reinaugurada no último dia 24, a Casa da Cultura Afro-Brasileira já recebeu nos dias seguintes mais de 300 pessoas. Atualmente, o espaço oferece além do acervo permanente de esculturas de Geraldo Albertini, a exposição de artistas vicentinos ‘Africanidades’ e de itens referentes às religiões de matrizes africanas. A visitação é gratuita e pode ser feita de terça a domingo, das 10 às 17 horas. A casa está no Parque Ecológico Voturuá (Rua Dona Anita Costa, s/nº, Voturuá).

Casa da Cultura Afro 2

Rainha do Mar é homenageada neste domingo (1º)

A Ponta da Praia recebe neste domingo (1º), a tradicional Procissão de Iemanjá, com concentração às 14h, nas imediações do Aquário Municipal (Praça Luiz La Scala). O evento apresenta ao público diversas manifestações artísticas da cultura afro-brasileira.

A chegada da imagem está prevista para as 15h. A partir daí, os devotos poderão depositar suas oferendas nos balaios. Por volta das 16h começa a procissão terrestre, que segue pela Av. Bartolomeu de Gusmão com destino à Ponte Edgar Perdigão (Práticos), local onde os presentes serão encaminhados ao mar.

A festa conta com organização do babalorixá Marcelo Fomo de Logunede, da casa de candomblé ‘Ilê Asé Sobo Oba Àryrá’.  O apoio é da Prefeitura, por meio da Secult (Secretaria de Cultura) e da Secid (Secretaria de Defesa da Cidadania).

História

Originária da Bahia, a festa de Iemanjá é uma das maiores tradições da cultura afro-brasileira. O culto à Rainha do Mar veio para o Brasil no século 16, trazido pelos escravos africanos. Em Santos, a manifestação integra o calendário oficial de eventos do município e a cada ano vem atraindo mais devotos.