Arquivo da tag: renata coghe

Guarujá reinaugura Teatro Procópio Ferreira neste sábado

Após um amplo processo de reconstrução, o Teatro Municipal Procópio Ferreira abrirá suas portas novamente ao público. A Prefeitura de Guarujá realizará a reinauguração do teatro neste sábado (25), às 10 horas, com uma semana de programações totalmente gratuitas. Todos os dias, 200 ingressos estarão disponíveis gratuitamente para o público na bilheteria do Teatro (Avenida Dom Pedro I, 350 – Enseada), das 9 às 17 horas. Para as atividades do dia 1º de maio, os interessados devem retirar no dia anterior.

02No dia da abertura, haverá solenidade com apresentação da Banda Municipal de Guarujá, intervenções com a poetisa Márcia Guedes e abertura da Galeria de Artes Plásticas Wega Nery, com exposição de artistas locais. Já no período noturno, às 21 horas. O público ganhará de presente o espetáculo “Gandhi, um líder servidor”, monólogo com João Signorelli, com roteiro e direção de Miguel Filiage. Na sinopse, em nome da paz mundial, Ghandi anuncia o início de mais um jejum, para que as pessoas deixem de se alimentar com pensamentos desiquilibrados, preconceitos e sentimentos sombrios.

A programação segue no domingo (26), às 20 horas, com o espetáculo “Sabor da Bossa”, no qual o músico Paulo Costa, conhecido como o embaixador da Bossa Nova, traz, ao público, clássicos deste gênero musical. A partir de segunda-feira, os artistas locais e o teatro infantil das escolas ganham o palco do Procópio.

Na segunda-feira (27), às 9h30, a Cia de Teatro Troupe D’Arte preparou, dentro do “Projeto Escola”, o espetáculo infantil “A Pipa Sumiu”, de Lilian Zanzzinni. A atração é reapresentada às 15 horas. Já às 18 horas o Coletivo de Teatro de Guarujá apresenta Mostra de Cenas com atores independentes. A classificação etária é de 12 anos. No mesmo dia, às 21 horas, a performance Egos, da Cia Quem sabe faz a hora, com texto e direção de Fátima Góes, leva ao público o universo cênico.

No dia 28, às 9 horas, a peça infantil “O Mistério de Feiurinha no Vale Encantando”, do Projeto de Atividades Motoras e Ações Recreativas (Amar), realizado na rede municipal de ensino, é apresentada ao público misturando o universo da Disney à história de Pedro Bandeira. A direção fica a cargo de Cátia de Souza e Renata Coghe. A atração fica em cartaz até dia 1º, às 9h30 nos dias que seguem, sendo às 10 horas no último dia.

03Às 15 horas, a peça “Cinderela Brasileira”, do diretor Marcelo Wallez, da Casa 3, retrata a clássica história, em forma de farsa, e ambientada no sertão nordestino, tendo como protagonista a Gata Cangaceira. Já às 21 horas, o monólogo “Um bravo canto para desatar os perversos nós” está em cartaz, com texto e direção de Luiz de Assis Monteiro. A classificação é de 16 anos. A atração é reapresentada no dia 1º/5, às 16 horas.

No dia 29, as atrações prosseguem com “Chapeuzinho Vermelho e o caderno mágico”, às 15 horas, infantil assinado por Fátima Góes. Uma releitura do Clube da Esquina e de artistas do 14 Bis e Skank compõe o show “Cheiro de Minas”, com Débora Paiva e Medusa Trio, fechando o dia, às 21 horas. A fantasia do circo ganha o coração do público no dia 30, às 15 horas, quando o Grupo Os Panthanas – Núcleo de Pathifarias Circenses de Santos apresenta o espetáculo “Repescagem”, composto de esquetes de palhaços.

04E às 21 horas, com direção de Eduardo Silva e texto de Odair Dias Filho e Dina Alves, a cena teatral “Darluz” é conduzida por uma mulher homônima, que entrega os filhos a terceiros a fim de livrá-los da extensão de sua miséria. Eduardo Silva é premiado com seis “Mambembes” (dois como melhor ator); três vezes eleito melhor ator pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e Associação dos Produtores de Espetáculos do Estado de São Paulo (APETESP), além dos prêmios Shell e Moliére, como melhor ator.

Além de “O Mistério de feiurinha no Vale Encantado”, às 10 horas, e “Cinderela Brasileira”, 16 horas, no dia 1º de maio acontece o show “Voz e Suor”, com Bruno de La Rosa, às 21 horas, em homenagem ao Dia do Trabalhador. O show “Sambas de Outrora” é a pedida de 2 de maio, às 17 horas, com o músico guarujaense Renato Passarinho, trazendo choro e samba de raiz. Já às 21 horas, acontece o Sarau Bodega Brasil, com apresentação de 10 artistas de cultura popular nordestina na linguagem do cordel, repente, aboio e dança.

No dia 3 de maio, às 15 horas, o Ballet Municipal de Guarujá apresenta o espetáculo “Festa no Arraiá”, misturando música clássica com Música Popular Brasileira (MPB). Já às 20 horas, fechando a programação de reinauguração do Teatro Municipal, será realizado o show “Fados e Guitarradas”, com Marly Gonçalves (fadista), Ricardo Araújo (guitarra portuguesa), Renato Araújo (viola do fado) e Heitor Tenório (contra-baixo).

O secretário municipal de Cultura, Odair Dias Filho, aponta que Guarujá passou a ter um novo Teatro Municipal, não somente em sua estrutura física, mas também conceitual. “Depois deste tempo de reforma é importante inaugurar o principal equipamento cultural da Cidade, mas também seguir o novo modelo de gestão. A diretriz não é só o entretenimento. Nosso foco é a formação de público, o diálogo com a classe artística. Estamos de portas abertas para os artistas locais, da Região e espetáculos de expressão nacional. Queremos uma programação de alta qualidade. Temos tudo para que o Procópio se torne um importante corredor das mais diversas linguagens e expressões das artes cênicas, da música, dança, circo, fotografia e artes plásticas”, apontou o secretário.

*Prefeitura de Guarujá