Arquivo da tag: sala de leitura

Confira a programação da 54ª Semana Benedicto Calixto em Itanhaém

Por Prefeitura de Itanhaém

Comemorando a 54ª Semana Benedicto Calixto, em homenagem a um dos maiores artistas plásticos da história brasileira, nascido e criado em Itanhaém, os espaços culturais da Cidade receberão uma programação especial a partir desta sexta-feira (6), que permanecerá até o dia 29 de outubro. A abertura acontecerá na Pinacoteca Municipal de Itanhaém, às 19 horas, na Praça Carlos Botelho, no Centro Histórico.

Os tributos ao pintor que estarão expostos são objetos pessoais do próprio Benedicto, banners, fotografias e poesias sobre o artista. Sarau e pintura ao ar livre também fazem parte da programação. No Museu Nossa Senhora da Conceição estarão itens da Fundação Pinacoteca Benedicto Calixto, de Santos, como maleta de pintura com 5 pincéis, maleta de couro (fotográfica), câmera fotográfica, bengala e revelação fotográfica com caixa de papelão.

Programação oficial

>> 6/out | 19h | Pinacoteca (Praça Carlos Botelho, 48) | Abertura oficial do 21º Salão de Artes Plásticas;
>> 7 a 29/out | 9h às 17 | Pinacoteca | Exposição de Telas – XXI Salão de Artes Plásticas;
>> 11/out a 29/out | 9h às 17h | Gabinete de Leitura (Praça Carlos Botelho, 149) | Exposição Fotográfica – “Inspirações de Calixto”;
>> 7/out a 29/out | 9h às 17h | Museu Conceição de Itanhaém (Praça Narciso de Andrade) | Homenagem – “Calixto no Museu”;
>> 7/out a 29/out | 10h às 18h | Convento N. Sra. Conceição (Centro) | Exposição de Telas Coletiva;
>> 9/out a 29/out | 9h às 17h | Biblioteca (R. Cunha Moreira, 71) | Exposição de Poesias com a Academia Itanhaense de Letras;
>> 9/out a 29/out | 9h às 17h | Sala de Leitura Harry Forssell (Av. Cond. de Vimieiros, 1131) | Exposição de banners – Obras de Calixto;
>> 9/out | 14h | Biblioteca | Sarau “Será o Benedicto?”;
>> 11/out | 19h | Gabinete de Leitura | Exposição – “A Fotografia e Calixto”;
>> 14/out | 10h | Centro Histórico | Pintura ao Ar Livre com o artista plástico Ronaldo Lopes;
>> 14/out | 17h | Convento N. Sra. Conceição | Exposição “O Convento de Calixto – Benedicto de Itanhaém”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Carreira

Calixto começou a traçar seu destino ainda muito jovem, aos oito anos de idade. Expandiu suas habilidades para as áreas da história e fotografia. Acostumado a registrar paisagens pelas lentes do equipamento fotográfico, tornou-se pioneiro no Brasil a pintar a partir de fotos. O pintor morou em Itanhaém até seus 16 anos, quando sua família se mudou para Santos, onde teve um começo de vida humilde, sobrevivendo da pintura de muros e placas de propaganda.

Por convite do irmão mais velho, dos 17 aos 18 anos, morou em Brotas, no interior de São Paulo. Em 1877, retornou a Itanhaém para se casar com sua prima de 2º grau, Antônia. De volta a Brotas, continuou pintando paisagens das fazendas locais e retratos de grandes cafeicultores. Em 1881, deixou Brotas para voltar a Itanhaém para o nascimento de sua primeira filha, Fantina. No final desse mesmo ano se transferiu com a família para Santos, onde passou a pintar paisagens nos tetos e paredes das mansões de comerciantes. Depois, fez sua primeira exposição no salão do jornal Correio Paulistano, em São Paulo.

 

Em Itanhaém, mostras reúnem curiosidades sobre vida e obras de Benedicto Calixto

Por Prefeitura de Itanhaém

Em Itanhaém, duas exposições em homenagem ao artista plástico Benedicto Calixto de Jesus são exibidas até sexta-feira (21). As mostras, que acontecem no Espaço Gabinete de Leitura José Rosendo e também na Sala de Leitura Harry Forssell, reúnem curiosidades sobre a biografia do pintor, obras e banners com reproduções de alguns dos seus principais trabalhos.

Nascido em 14 de outubro de 1853, conhecido como filho de Itanhaém, Calixto tem quadros espalhados pelo mundo. Em toda sua trajetória como artista plástico estima-se que aproximadamente 700 obras tenham sido produzidas pelo pintor. Entre elas: pinturas de marinhas, retratos, paisagens rurais, urbanas e religiosas.

O Espaço Gabinete de Leitura José Rosendo funciona ao lado da rampa que dá acesso ao Convento de Nossa Senhora da Conceição, no mesmo endereço onde foi construído o prédio original do Gabinete de Leitura em 1896, ou seja, na Praça Carlos Botelho, 149, no Centro. Ainda no prédio original, Calixto proferiu uma palestra em 1922, por ocasião do Centenário da Independência do Brasil. O ambiente é aberto, das 9 às 17 horas, para visitação e abriga 10 banners que revelam em textos e imagens um pouco da história do itanhaense.

Os trabalhos também ganharam destaque na Sala de Leitura Harry Forssell, localizada na sede da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, na Avenida Condessa de Vimieiros, 1.131, no Centro. O espaço fica aberto para o público das 8 às 17 horas. Quem passar pelo local encontrará cópias de imagens das principais obras produzidas pelo artista, além de livros sobre a história de Calixto. E nesta terça-feira (18), a Sala de Leitura completará 10 anos de existência.

Exposição, palestra e livros presentes na Sala Harry Forssell em Itanhaém

Viajar pelo tempo e espaço, sair do momento em que está e conhecer novas pessoas, lugares e culturas. Tudo isso é proporcionado pelo prazer de ler. E a população de Itanhaém tem acesso a esta experiência na Sala de Leitura Harry Forssell, localizada no Centro Municipal Tecnológico de Educação, Cultura e Esportes (CMTECE).

E não é um local só para leitura. Lá, é possível emprestar livros e levar para casa. Além disso, a sala tem diversos eventos como palestras aos alunos das escolas municipais e exposições periódicas como a que acontece na Semana Benedito Calixto e no Aniversário da Cidade.

Também acontece a Hora do Conto, realizada por Lya de Luque Vasquez, de 80 anos, que vem de São Paulo especialmente para contar histórias para as crianças das Rede Municipal de Ensino.

O acervo possui 5 mil exemplares entre livros e revistas, nos mais variados gêneros: literatura brasileira e infantojuvenil, ficção estrangeira, religião, autoajuda, didáticos e de nível superior como psicologia, educação e administração.

16803517659_c26d1416fc_zInaugurado em outubro de 2006, o local antigamente era destinado aos professores e só havia livros da educação. Com o tempo, ela foi aberta aos funcionários da CMTECE e à população em geral. Atualmente recebe doações e também doa exemplares, por meio de uma parceria com a Fundação Casa e também para uma Casa de Recuperação de dependentes químicos.

Isabel Christina Gigante de Ponte, funcionária do local há quatro anos, tem um carinho especial pelo espaço. “Gosto muito de trabalhar aqui. Acredito que a leitura e o conhecimento são algumas das maiores ferramentas que a pessoa pode ter como indivíduo. Ela ajuda na ortografia, ajuda a sonhar, imaginar, e a formar cidadãos mais críticos”.

A Sala de Leitura funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, na Avenida Condessa de Vimieiros, 1.131, Centro. Para empréstimo de livros, basta fazer um cadastro no local e levar cópias do RG e comprovante de residência.

*Prefeitura de Itanhaém