Arquivo da tag: secult

3º Festival Bravo começa neste sábado; confira programação completa

Por Prefeitura de Santos

Quem aprecia música clássica tem uma semana inteira de programação gratuita a partir deste sábado (9/fev), com a realização do 3º Bravo! Festival de Música Orquestral. A abertura do evento ocorre às 19h30, no Teatro Guarany (Praça dos Andradas, 100, Centro Histórico), com as apresentações do Quarteto Caiçara, Quarteto Ybirá e do violinista Bruno Robalo, vencedor do concurso de solistas da última edição do festival.

Entre os próximos dias 11 e 16 estão programadas masterclasses, abertas ao público, com os músicos Wellington Rebouças (violino), Renato Bandel (viola), Joel de Souza Filho (violoncelo) e Thiago Araújo (trompete), além do maestro Marcelo Maganha (regência).

Inspirada nos grandes eventos de música clássica, a iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura (Secult) selecionou 62 músicos para integrar o corpo estudantil do festival. No próximo dia 15 está programada a realização do Concurso Jovens Solistas, a partir das 14h, no Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). O encerramento do Bravo! está marcado para o mesmo local, no dia 17, às 18h, com concerto de gala de orquestra formada pelos jovens músico do corpo estudantil do evento.

Programação

> 09/fev | Sábado | 19h30 | Teatro Guarany | Concerto de Abertura;
> 11/fev | Segunda-feira | 16h às 18h | Teatro Braz Cubas | Masterclass com Wellington Rebouças (violino);
> 12/fev | Terça-feira | 16h às 18h | Teatro Braz Cubas | Masterclass com Renato Bandel (viola);
> 13/fev | Quarta-feira | 16h às 18h | Teatro Braz Cubas | Masterclass com Joel de Sousa (violoncelo);
> 14/fev | Quinta-feira | 16h às 18h | Teatro Coliseu | Masterlcass com Thiago Araújo (trompete);
> 15/fev | Sexta-feira | 14h às 18h | Teatro Braz Cubas | Concurso de jovens solistas;
> 16/fev | Sábado | 14h às 17h | Teatro Braz Cubas | Masterclass com maestro Marcel Maganha da Alpha Cursos (regência);
> 17/fev | Domingo | 18h | Teatro Braz Cubas | Concerto de Gala.

 

MISS realiza sessões com filmes contemplados pelo Facult

Por Prefeitura de Santos

Localizado no Centro de Cultura Patrícia Galvão (Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias), o Museu da Imagem e do Som de Santos – Miss é um dos equipamentos culturais da Cidade que recebe trabalhos de produtores audiovisuais da região.

Nos próximos dias, a Sala de Projeção Chico Botelho, no Miss, recebe as projeções de três produções contempladas pelo 6º Concurso de Apoio a Projetos Culturais Independentes do Munícipio de Santos, o Facult.

A agenda tem início nesta sexta-feira (8/fev), às 19h, com a obra ‘Ofício: Estudo 9/1’, de Juliana França. O trabalho une as linguagens de dança e vídeo, registrando as reações e opiniões de nove profissionais de diferentes áreas enquanto assistem uma coreografia.

Já na próxima quinta-feira (14/fev), a partir das 18h30, é a vez de duas grandes histórias santistas ganharem projeção nas estreias dos documentários ‘The Pink Panther Boite’, dirigido por Kauê Nunes Melo, e ‘Dudu do Gonzaga’, com direção de Nildo Ferreira.

O primeiro filme traz depoimentos de personagens que frequentaram a singular boate dos anos 1980, localizada em frente à Praia do José Menino. Considerado por muitos a joia do entretenimento adulto na Cidade, o ambiente era visitado por casais, famílias que iam jantar e assistir espetáculos musicais, stripteases e shows eróticos. Além disso, o palco da boate abriu espaço para várias estrelas transexuais da época, como Gretta Star e Roberta Close.

A segunda produção fala sobre a vida de Luiz Eduardo D’Agrella Teixeira, o Dudu do Gonzaga. Um dos personagens mais famosos da Cidade nas décadas de 70 e 80. Homossexual assumido, ele enfrentou preconceito e fez história pelo seu comportamento extravagante e inusitado. Pessoas que conviveram com Dudu revelam suas histórias e fotos. O documentário ainda lança um questionamento sobre a sua morte.

 

Em Santos, tenda da Pompéia recebe oficina de escultura em areia

Por Prefeitura de Santos

Neste fim de semana a Tenda 1, próxima à Praça do Surfista, na orla do bairro Pompéia, recebe uma programação diferente. A partir das 10h, no sábado (9) e domingo (10), o artista Jair Damasceno comanda workshop de escultura em areia em frente ao local. A atividade é gratuita e aberta a crianças e adultos.

A oficina, que já integrou os cursos artísticos gratuitos oferecidos pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult) nos anos 1980, pode retornar à grade secretaria em breve. Ainda neste mês de fevereiro a Secult lança edital propondo nova formatação para o curso. O intuito é disponibilizá-lo para o público a partir do mês de abril.

O artista

Jair Damasceno dedica-se à escultura em areia e já realizou trabalhos em Portugal, Itália, Grécia, Turquia, Finlândia e Argentina. “A areia de Santos, por sua condição argilosa, é uma das melhores do mundo para esculpir. Percebo isso ao viajar”, diz o artista, que já deteve o recorde de maior escultura de areia do mundo com a construção de um castelo, da altura de um prédio de quatro andares, em Niterói (RJ, 2014). Jair também trabalha com peças em madeira utilizando machados, formões e outras ferramentas confeccionadas por ele próprio.

 

Bandas estreantes são os destaques da semana do Carnabanda 2019

Prefeitura de Santos

A segunda semana do Carnabanda 2019 terá cinco bandas que vão desfilar pela primeira vez no evento promovido pela Prefeitura de Santos. Nesta terça-feira (5), às 19h, ocorre a estreia da Banda Balacobaco, que agita o São Manoel. A concentração ocorre na Praça Nicolau Geraigire. A CET-Santos faz a interdição da praça entre as ruas Manoel M. Canoilas e Prof. Frâncico Meira. A rota alternativa é a Rua Abel Simões Carvalho. Também ocorrem bloqueios momentâneos nas ruas Francisco Meira, Um (CDHU), Dr. João Carlos de Azevedo e Ada Campanini da Silva.

Outra estreante da noite é a Banda Carnatole, que a partir das 19h tem concentração na Rua Tolentino Filgueiras, no Gonzaga. A via estará interditada entre as ruas Tocantins e José Cabalero. Rota alternativa: Rua Azevedo Sodré. Os bloqueios momentâneos acontecem nas ruas Tolentino Filgueiras, Pasteur, Luis de Farias e Av. Washington Luiz.

Na quarta-feira (6), a partir das 19h, mais duas bandas fazem seus primeiros desfiles. A Banda da Encruzilhada concentra seus foliões na Praça Alm. Tamandaré. A CET-Santos interdita o acesso à praça, entre a Rua Borges e Avenida Conselheiro Nébias. Rota alternativa: Avenida Conselheiro Nébias. Bloqueios momentâneos na Avenida Conselheiro Nébias, Avenida Conselheiro Rodrigues Alves, Avenida Dr. Washington Luiz (sentido praia/Centro) e Rua Cunha Moreira.

Na mesma noite, a Banda Desde Pequenininho faz a festa no Boqueirão, com concentração marcada na Rua Vahia de Abreu. A via tem interdição entre a Rua Goiás e a Rua Machado de Assis. Rota alternativa: Av. Dr Washington Luiz (sentido Centro/praia). Bloqueios momentâneos: Rua Vahia de Abreu, Rua Mato Grosso, Avenida Washington Luiz (sentido praia/Centro) e Rua Alexandre Herculano.

A folia continua na quinta-feira

Quinta-feira (7) a folia continua com o desfile da Banda Só Amigos da Baixada Santista, a partir das 19h, no Aparecida. Concentração na Praça Abílio Rodrigues Paz (BNH – interior da praça). Interdições momentâneas: Rua Alexandre Martins, Rua Frei Francisco Sampaio, Rua Jurubatuba, Rua Pirajá da Silva, Rua Alm. Ernesto de Mello Jr, Rua Luiz Marques Gaspar, Rua Aureliano Coutinho, Rua Alexandre Fleming, Rua Vergueiro Steidel (no contrafluxo) e Rua Alexandre Martins.

Já a Banda Miss – Mocidade Independente de Santos faz sua estreia animando a Encruzilhada. Concentração na Rua Cunha Moreira, que fica interditada entre a Avenida Senador Feijó e a Rua Comendador Martins. Rota alternativa pela Rua Guedes Coelho. A Avenida Senador Feijó, Rua Barão de Paranapiacaba e a Rua Júlio Conceição têm bloqueios momentâneos.

Bandas têm novos dias de desfiles

Atendendo solicitação da Polícia Militar para que os desfiles das bandas carnavalescas não coincidam com as datas do Desfile Oficial das Escolas de Samba, a programação do Carnabanda 2019 sofreu duas alterações. A Banda Dragão, que desfilaria no próximo dia 23, vai sair pelas ruas do Embaré no dia 26, a partir das 19h. Em breve será anunciada a nova data do desfile da Banda BB do Estuário. Para saber a programação completa do Carnabanda 2019 acesse: http://www.santos.sp.gov.br/carnaval.

 

No Dia do HQ Nacional, mostra ‘150 Anos de Nhô Quim’ vem ao litoral

Informações de Ricardo Vasconcellos

No Dia do Quadrinho Nacional (30/jan), a exposição ‘150 Anos de Nhô Quim’ será aberta em Cubatão, das 9h às 17h, até 22/fev, no saguão do Paço Municipal (Praça dos Emancipadores, s/nº, Centro). O evento é organizado por Henrique Heo, Fábio Tatsubô e Marcos Venceslau, e conta com curadoria do quadrinista Franco de Rosa, sob a produção da Associação dos Quadrinistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo (AQC-ESP).

Há exatos 150 anos, o cartunista Angelo Agostini publicou a primeira HQ brasileira, ‘As Aventuras de Nhô-Quim ou Impressões de uma Viagem à Corte’, que narra a saga de um caipira que se muda para a cidade do Rio de Janeiro e fica chocado com a civilização meio rural, meio urbana, sendo de fato uma caricatura dos costumes daquela época. Ao todo, são 15 peças em tamanho A3.

A AQC-ESP é uma associação fundada em 1984 que reúne profissionais que trabalham com histórias em quadrinhos e humor gráfico. Sua criação contou com grandes artistas como João Gualberto Costa (o Gual) e José Alberto Lovetro (o Jal) Franco de Rosa, Worney Almeida de Souza, Fortuna, Henfil, Jayme Leão, Chico Caruso, Maringoni, Bira Dantas entre outros.

Confira a lista de bolsistas aprovados no 3º Bravo! Festival de Música Orquestral

Prefeitura de Santos

Foram divulgados os 62 nomes dos jovens músicos que integrarão o corpo estudantil do 3º Bravo! Festival de Música Orquestral. Inspirada nos grandes eventos de música clássica, a iniciativa, realizada pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult), por meio de seu Departamento de Formação e Pesquisa Cultural (Deforpec), oferece masterclasses com grandes nomes da música erudita aos participantes. Palestra de abertura ocorre no dia 9 de fevereiro, no Teatro Guarany (Praça dos Andradas, 100, Centro), com a condução do violonista Bruno Robalo e dos quartetos Caiçara e Ybirá.

Entre os dias 11 e 16 de fevereiro estão programadas aulas com Wellington Rebouças (violino), Renato Bandel (viola), Joel de Souza Filho (violoncelo), Thiago Araújo (trompete) e com o maestro Marcelo Maganha. O Bravo! tem encerramento no dia 17 de fevereiro, no Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Senador Pinheiro Machado, 48, na Vila Mathias), com concerto de gala com a orquestra formada pelos alunos, ao lado do Clube do Choro de Santos e da Escola de Choro e Cidadania Luizinho 7 Cordas. As aulas também ocorrem no Municipal. Confira a lista de aprovados:

Abner Souza, violino
Aline Oliveira, violoncelo
Ana Elise, violino
André Serrano, trombone
André dos Santos, aluno ouvinte
Anthony Richard Ribeiro, violino
Bruno Robalo, violino
Daniel Mingoranse, violino
Danilo Silva, violino
Davi Buczynski , violino
Gilvan Calsolari, viola
Giovana Lima, violino
Guilherme Jonas, viola
Guilherme Ramos, flauta
Helcio Walfal, violino
Ilana Rocha, violino
Izadora Moro, violino
Joabe Silva, violino
Joelson França, trompete
Jonas Azevedo, violino
Jonny Moura, violino
José Roberto Sobral, violino
João Marcos Nobre, viola
João Marcos Oliveira, violino
João Victor Muniz, percussão
Juan Sotomayor, violino
Julia Wong, violino
Juliana Menezes, violino
Laís Ferreira, viola
Lana de Castro, violino
Letícia Moraes, clarinete
Luan Pablo, clarinete,
Lucas Gabriel, violino
Lucas Matheus, violino
Lucas Pascoali, violino
Lucas Paulino, violino
Lucas Renan, fagote
Lucas Rodrigues, violino
Lucas Espírito Santo, trompete
Luís Felipe, violino
Manoela Santos, fagote
Maria Eduarda Moro, violoncelo
Maria Fernanda Camargo, violoncelo
Maria Fernanda Gracia, violino
Marcos Paulo Oliveira, clarinete
Matheus Eduardo, violino
Murilo Cesar, violoncelo
Nathalia Oliveira, trombone
Otavio Monteiro, viola
Otavio Silva, trompete
Pedro Pascoali, violino
Quezia Sousa, viola
Samuel Lourenço, flauta
Silas Neto, flauta
Sofia Albrecht , violoncelo
Thais Casemiro, violino
Thalia Izidoro, flauta
Thiago Alvares, clarinete
Vinicius Mendes, violino
Vitor Mastre, clarinete
Wellington Oliveira, trompete
Yasmim Silva, viola

Visitas às bibliotecas centrais de Guarujá crescem em 20%

Por Prefeitura de Guarujá

Mais de 282 mil atendimentos foram realizados nas bibliotecas centrais de Guarujá no último biênio. Entre 2017 e 2018, houve um acréscimo de 31 mil atendimentos no último ano. Além de um acervo de livros e revistas, os visitantes podem conferir gibiteca, acervo museológico sobre a Revolução de 1932 e uma horta fitoterápica, com diversidade de ervas e plantas medicinas.

Tudo isso em um ambiente moderno, climatizado e com wi-fi gratuito nas Bibliotecas centrais: Geraldo Ferraz (Rua Ceará, s/n – Vila Alice), em Vicente de Carvalho; e Martins Fontes (Rua Quintino Bocaiúva, 183, no Centro). Neste período de férias, as bibliotecas têm chamado a atenção não só de estudantes residentes, mas também de turistas.

Leitor assíduo da Biblioteca Martins Fontes, o estoquista Marcos Santana, gosta de conferir os jornais diários. “Desde pequeno frequento o local. Costumo vir na hora do almoço ou após o trabalho”. Quem conheceu a Biblioteca do Centro pela primeira vez foi Lucas Teixeira, estudante, 24 anos, que é da Cidade: “Estava buscando uma biblioteca. E achei aqui um local bem diferente, com bastante variedade”, apontou.

Além das centrais, a rede municipal de ensino ainda conta com as bibliotecas anexas às escolas de ensino fundamental, que representam um apoio pedagógico importante dentro das unidades. Até o momento, Guarujá já tem 19 bibliotecas anexas, de um total de 26 unidades a serem contempladas.

Para se tornar um sócio das Bibliotecas centrais é necessário se dirigir a uma das Unidades, munido de documentos pessoais (no caso de menores, o do responsável); 2 fotos 3×4 e comprovante de residência. Horário de atendimento é de segunda a sábado, das 9h às 17h, somente no período de férias, e das 8h às 18h, no decorrer do ano.

Quem efetuar a retirada de livro com 100 folhas pode ficar o título por 10 dias; já para um título de 200 folhas, por exemplo, o período é de 20 dias. As doações de livros e gibis também são bem-vindas. Aqueles que desejam colaborar na ampliação dos acervos poderá fazer a sua doação somente na Biblioteca Geraldo Ferraz, em Vicente de Carvalho.