Arquivo da tag: secult

Fechado por uma década, o Museu do Escravo de Geraldo Albertini reabre dia 24 de janeiro

Fechado por uma década, o Museu do Escravo de Geraldo Albertini já tem data para voltar a receber visitas do público. No dia 24 de janeiro, às 10 horas, ocorrerá a solenidade de reabertura do espaço em comemoração ao 483º aniversário de São Vicente. A casa se localiza no Parque Ecológico Voturuá (Rua Dona Anita Costa, s/nº, Vila Voturuá). A cerimônia contará com o prefeito Luis Claudio Bili, autoridades do Poder Executivo e Legislativo, além de representantes dos movimentos de preservação da cultura negra.Casa da Cultura Afro-Brasileira 3

O espaço receberá um novo nome, atendendo as solicitações da comunidade e entidades culturais representantes do segmento. Passará a se chamar Casa da Cultura Afro-Brasileira – Memorial ao Escravizado. “Essa é uma reconquista dos movimentos sociais e de entidades artísticas e religiosas de matrizes africanas, porque a partir de agora terão um ponto para centralizar atividades de reafirmação da identidade afro-brasileira”, detalha o secretário da Cultura, Amauri Alves.

A Secult será a responsável por gerir a casa com apoio de diversas entidades para realizar pesquisas, apresentações artísticas e demais ações de promoção à igualdade racial. Na cerimônia, além da exposição permanente do escultor Geraldo Albertini (1933-1999) com 143 peças, sendo 125 em argila e 18 em madeira, haverá poesias, samba, culto de matrizes africanas e a abertura da mostra de artes plásticas Africanidades, com obras de 12 artistas vicentinos.

Reforma da Casa

Em funcionamento entre 1976 até 2005, quando foi fechado por falta de manutenção, os problemas se agravaram causando com o passar dos anos desmoronamento de telhado e paredes e perda do acervo principal. Em outubro de 2012, interessados da sociedade civil conseguiram que fosse realizado o tombamento do patrimônio, impedindo sua demolição. Em março de 2014 os trabalhos de recuperação foram iniciados com a Secult.Casa da Cultura Afro-Brasileira 4

Após reuniões com a comunidade, o projeto de recuperação física foi realizado pela Codesavi enquanto as voluntárias Deise Domingues Gianinni e Nora Valter trabalharam na recuperação do acervo. A reforma começou em 2014 com recurso do Departamento de Apoio e Desenvolvimento das Estâncias (Dade), do Governo do Estado de São Paulo no valor de R$ 300 mil. A obra foi gerenciada pela Secretaria de Obras.

*Prefeitura de São Vicente

Banda Escola de Cubatão vai ter núcleo de Música Antiga e pode se tornar Academia de Música

Modificações no Programa Banda Escola de Cubatão, BEC, foram anunciadas em reunião na Secretaria de Cultura da cidade. Entre as ações previstas para este ano estão a implantação de um Núcleo para ensino da Música Antiga e a possível transformação do Programa em Academia de Música.

 O maestro Roberto Farias, coordenador dos Grupos, explica que o objetivo do BEC é a formação de estudantes para suprir os Corpos Estáveis. A criação do Núcleo de Música Antiga, além de uma antiga reivindicação de professores e alunos, é uma maneira de preparar os jovens músicos para, posteriormente integrar o Grupo Rinascita.

 Atualmente, apenas escolas da capital paulista oferecem aulas de Música Antiga, obras criadas nos períodos medieval, renascentista e barroco. “A Música Antiga é um trabalho de muita pesquisa. Atualmente há apenas academias na Capital que oferecem aulas desse tipo. A implantação desse núcleo no BEC é uma ferramenta de capacitação para os alunos”, disse. O projeto deve ser coordenado por Fabrício Leite, integrante do Rinascita.

orquestra-do-programa-bec-se-apresenta-no-bloco-cultural-9308

 Outra mudança, que deve acontecer futuramente, é a transformação do Programa em Academia de Música, o que ajudaria a fixar essa nova consciência de formação musical. “Queremos que o BEC continue sendo um programa de excelência, o que vai refletir diretamente na formação dos Grupos Artísticos”, comentou o secretário de Cultura, Welington Borges.

 O novo coordenador do Programa, Germano Blume, destaca a importância desse caráter de formação do BEC: “Sabemos que nem todos os estudantes se tornarão profissionais futuramente, mas haverá, no mínimo a formação de uma plateia de qualidade, já que esses mesmos alunos passarão a apreciar a música com um olhar diferenciado”. Germano participou desta primeira reunião juntamente com Leonardo Corassari, coordenador de Atividades do Bec e de Ulysses Damacena, coordenador de Práticas de Conjunto.

 O Programa Banda Escola de Cubatão funciona sem parar desde 2002, com este nome. Antes disso já foi Banda das Escolas Estaduais de Cubatão e, depois, Banda Experimental de Cubatão.

*Prefeitura de Cubatão

Encenação de São Vicente tem ingressos em shoppings e supermercados

Milhares de ingressos para a ‘Encenação da Fundação da Vila de São Vicente 2015 – O Musical’ estão disponíveis em 22 pontos de troca dos supermercados e shoppings de São Vicente e Santos. Assim, para assistir ao maior espetáculo de teatro em areia de praia do mundo, o público deverá entregar um pacote de 400 gramas de leite em pó, destinados ao Fundo Social de Solidariedade e, consecutivamente, às creches municipais.

Realizado pela Secretaria da Cultura, o evento que reúne mais de 1 mil atores da comunidade terá nesta edição a aparição de artistas nacionais, o uso de videomapping e de bonecos de três a oito metros de altura. Neste ano, o foco da narrativa será sobre as lendas do povo guarani, com destaque a Tupã, Caaporã e Uiara, respectivamente guardiões da luz, das florestas e das águas.

O musical sobre a chegada da esquadra de Martim Afonso nas terras vicentinas em 1532 tem direção assinada pelo titular da Secult, Amauri Alves, que divide o roteiro com o músico Flávio Medeiros. As sessões serão entre os dias 21 e 25 de janeiro, às 20h30, na Praia do Gonzaguinha.

Onde fazer a troca:

Lojas em São Vicente

Shopping Brisamar – R. Frei Gaspar, 365, Centro (3579-9800)

Shopping Pátio São Vicente – Pça. 22 de Janeiro, 686, Biquinha (3467-3750)

Supermercado Almeida Rocha – R. Guilherme Raposo Almeida, 373, Cidade Náutica (3465-7777) e R. Marcolino Xavier de Carvalho, 325, Cidade Náutica (3465-5300)

Supermercado Ao Fiel Barateiro – R. 15 de Novembro, 537, Centro (3468-0514)

Supermercado Atalaia – R. Odair Müller de Azevedo Marques, 161, Vl. Margarida (3878-5300) e Av. São Paulo, 17, Quarentenário (3566-8553)

 Supermercado Central – R. Frei Gaspar, 2610, Pq. São Vicente (3464-5439)

Supermercado Dia – R. Marquês de São Vicente, 65, Centro (3468-5462) e Rua 11 de Junho, 180, Itararé (3469-3554)

 Supermercado Fransue – R. Franklin Clasen de Moura, 157, Cidade Náutica (3464-3057)

Supermercado Litane – R. Armando Vitório Bei, 271, Jóquei Clube (3464-1827)

Supermercado Miramoto – Pça. Mateo Bei, 93, Jóquei Clube (3464-8363)

 Supermercado Pirâmide – Rua Cornélio Pires, 129, Pq. Bitaru (3468-5821)

Supermercado Pompeia – Av. Dr. Esmeraldo Soares Tarquínio de Campos Filho, 760, Pq. das Bandeiras (3566-0969)

Supermercado Talismã – R. Monte Belvedere, 610, Vl. Margarida (3465-2020) e Av. Nações Unidas, 865 (3465-4410)

Mini Mercado Novo Sucesso – R. Prof. Antonio Pedro Jesus, 788, Esplanada dos Barreiros (3464-1051)

Mini Preço Supermercados – Av. Ulisses Guimarães, 1190, Jardim Rio Branco (3576-9171) e R. José Singer, 585, Jd. Humaitá (3406-4457)

Lojas em Santos

Supermercado Fransue – R. Domingos José Martins, 170, Vl. São Jorge (3203-3378) e R. Evaristo da Veiga, 225, Campo Grande (3252-3212)

* Mais informações: 3468-1528, 3468-1536 

Fotógrafa Ivy Freitas expõe obras na Galeria Virtual SecultSV

As moradas de zonas rurais, os lagos e estradas na perspectiva da linha do horizonte, os detalhes em mãos e corpos. Estão são algumas das imagens captadas por Ivy Freitas e lançadas em seu álbum na Galeria Virtual SecultSV. Ao todo, 26 fotografias digitais estão à venda no catálogo da presidente do Foto Clube São Vicente – O Frame: www.issuu.com/galeriasecultsv.

Apaixonada por câmeras desde a adolescência e atuando nas artes visuais há seis anos, ela costuma parafrasear Henri Cartier-Bresson para explicar a escolha da profissão: “De todos os meios de expressão, a fotografia é o único que fixa para sempre o instante preciso e transitório”. Ora minimalista, ora em ângulos de nível baixo, Ivy constrói imagens subjetivas, metáforas sobre o corpo humano e a relação do homem com a natureza em suas obras.Ivy Freitas - Foto Transparência

Ela nasceu em Pedro de Toledo, mas resolveu se mudar para São Vicente por amar o litoral. Pedagoga e jornalista, começou sua carreira fotográfica em uma excursão na Capital. Em seus trabalhos, tem como referência a técnica de sombra e luz fortemente usada pelo pintor italiano Caravaggio. Além de exercer cursos e atividades no fotoclube, ela também é curadora de mostras e já expôs suas imagens em São Vicente, Santos e Praia Grande.

Galeria Virtual

Ivy Freitas - Foto CasebreA Galeria Virtual SecultSV é um espaço disponível para artistas plásticos e visuais de São Vicente, para a venda de suas obras diretamente com o público. Para participar, é necessário encaminhar currículo e fotos dos trabalhos para secult@saovicente.sp.gov.br. O material será avaliado por uma comissão técnica da secretaria e, aprovado, será postado em catálogo e divulgado na mídia.

* Prefeitura de São Vicente 

Relembre cinco ideias do secretário da Cultura Prof. Fabião Nunes

O político sem panfletagens, Fábio Alexandre de Araújo Nunes fez carreira no Poder Público levando o seu estilo de professor descolado de Ciências em discursos didáticos e projetos voltados à sustentabilidade na plenária santista. Há três décadas em salas de aulas, a sua alcunha mescla a credibilidade e ética esperada de um docente e o jeito popular por seus trajes largos: Professor Fabião (PSB).

Com a simpatia dos estudantes jovens e dos ambientalistas, o biólogo já nasceu nas urnas como vereador em 2000. Era um dos primeiros nomes da Câmara em 2004 e 2008 apenas gastando a sola do tênis e cartões pedindo votos a eleitores em potencial. Fabião semeou a trajetória no Legislativo, brotou a oportunidade de assumir a Secretaria do Meio Ambiente de Santos (2010-2012) e colheu mais de 20 mil votos na corrida à Prefeitura de 2012. Longe das plenárias no último biênio, cresceu a quase 30 mil votos como candidato a deputado estadual no ano passado, ainda assim, insuficientes para exercer o mandato.

06Como diz sua colega de partido, Marina Silva, o político “perdeu ganhando” nos dois últimos pleitos. Em 2012, foi a “zebra” ao estrear em terceiro lugar numa eleição que contava com um herdeiro de um ex-prefeito, dois ex-prefeitos e um representante da Administração de 70% de aprovação. No ano passado, consolidou-se como o quarto nome mais votado em Santos, atrás apenas de dois ex-prefeitos e o então presidente da Câmara. Ou seja, Fabião seria o único nome a fazer frente para o atual chefe do Executivo, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB).

Seria. Nesta terça-feira, Professor Fabião assumiu a Secretaria da Cultura de Santos, definindo de vez a entrada do PSB à gestão do tucano e, provavelmente, a sua reeleição. Mas se engana quem pensa que o robusto e barbado político figure apenas como a “noiva” de uma aliança partidária. Como vereador e prefeiturável, ele frequentou muitas sessões, encontros e festivais artísticos, como também propôs leis e iniciativas para o segmento cultural. Segue então cinco ideias que o atual secretário já publicou nestes anos.

Semana de Mostra de Artes Plásticas

Enquanto vereador, Professor Fabião propôs em 2006 a Semana de Mostra de Artes Cidade de Santos, “com a finalidade de proporcionar aos artistas plásticos da cidade ou nela radicados a divulgação de suas obras” a ser realizado anualmente, em meados de janeiro. A ideia seria de que o evento fosse realizado na própria Câmara Municipal, ocupando o espaço deixado pelas saudosas Bienais de Artes Plásticas em Santos.

Mosaicos nas escadarias dos morros

04Já no ano de 2009, ele apresentou na Câmara um projeto de colorir as escadarias dos morros de Santos com mosaicos. Não deixa de ser um projeto para revitalizar a Cidade. Na época, ele justificou a iniciativa por ter visto uma matéria da National Geographic, que “a escadaria mais original do mundo (…) tem 215 degraus e 125 metros de comprimento e mais de 2.000 azulejos diferentes, trazidos de 60 países. Trata-se da escadaria de Santa Tereza (Rio)”. Adepto às artes visuais, o atual secretário compõe a equipe de grafiteiros do projeto Vias Vivas, que ocupa ruas de São Vicente.

Passe livre estudantil nos museus

03Em 2006, o então vereador desejou criar, por meio de compensação de impostos a institutos culturais, a abertura dos museus pagos da Cidade – Museu do Mar e Marítimo, agora também há o Museu Pelé e a Bolsa do Café – para os alunos da rede pública de ensino. O seu argumento aos dois primeiros espaços é que “sabemos que estes estabelecimentos culturais são de extrema importância para a divulgação das riquezas do mar, mas que sem a venda de ingressos, tais locais não poderiam fazer face às despesas que possuem”.

Cursos de capacitação para gestores

Como prefeiturável em 2012, o plano de governo do Professor Fabião tocava muito mais no assunto de criar cursos de capacitação para gestores culturais do que de formação artística. Assim, planejaria que os produtores e companhias artísticas fossem auto-sustentáveis e movimentassem a economia criativa – aliás, conceito que a Prefeitura deseja como prioridade segundo A Tribuna neste ano. Na Cidade, há cursos eventuais sobre o tema na Oficina Cultural Pagu e Pinacoteca de Santos. Em Cubatão, o projeto Vara para Pescar. Tornar uma ação desse gênero como permanente é uma meta.

Transferência da sede da Secretaria da Cultura

05Se os outros secretários sempre foram questionados sobre transferir ou não a sede da Secult do atual prédio do Centro Cultural Patrícia Galvão, o Professor Fabião afirmou em pleno debate eleitoral no Cine Roxy há dois anos como promessa de governo. Entendemos que ele irá orquestrar o plano da atual gestão, mas não soaria como surpresa se a reforma no centro programada para este ano mude o endereço da secretaria a depender de sua vontade.

*Lincoln Spada

 

Abertura da exposição “Naturezas Descontroladas” acontece nesta semana

A Secretaria de Cultura de Santos convida o público para o coquetel de abertura da exposição coletiva, “Naturezas Descontroladas”, quinta-feira, 15 de janeiro às 19 horas, na Galeria de Arte Braz Cubas.

A exposição foi organizada em torno do trabalho dos nove artistas que integram o grupo de acompanhamento de processos artísticos que a crítica de arte e curadora Juliana Monachesi mantém há 3 anos no espaço independente Casa Contemporânea, na Vila Mariana, em São Paulo. O acompanhamento envolve a discussão quinzenal, entre todos os participantes, de seus trabalhos e projetos em andamento.

De curadoria da própria Juliana Monachesi, a exposição apresenta um grupo heterogêneo de artistas, processos e obras e embora não possua um tema comum ou um conceito específico que organize o conjunto, o título da mostra se refere à presença, em todos os trabalhos, de algum aspecto da natureza, entendida em sentido amplo. “Descontroladas” foi o adjetivo mais pertinente para indicar as subversões e  processamentos operados pelos nove artistas na natureza de que tratam.

Os trabalhos são recentes, alguns inclusive, feitos especialmente para a exposição e incitam aproximações e diálogos entre eles.

A exposição estará aberta ao público até 22 de fevereiro na Galeria de Arte Braz Cubas, Av. Senador Pinheiro Machado 48, 2º piso, de segunda à sexta-feira, das 13h às 21 horas, aos sábados e domingos das 10h às 19 horas.

* Coordenador Museus e Galerias SECULT

Equipe da Coordenadoria de Museus e Galerias de Arte de Santos.

Telefone: (13) 3226-8010

Facebook: https://www.facebook.com/galeriasdesantos

Venda de ingressos para o Carnaval começa no dia 15 de janeiro

A partir do dia 15 de janeiro, pela primeira vez na história do Carnaval santista, os bilhetes para o Desfile Oficial das Escolas de Samba serão comercializados pela internet, por meio do site www.ingressorapido.com.br, facilitando o acesso à Passarela do Samba Dráusio da Cruz a turistas e moradores das cidades vizinhas. Além disso, a compra também poderá ser efetuada em dois postos fixos: bilheteria do Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias) e na Administração Regional da Zona Noroeste (Av. Nossa Senhora de Fátima, 456, Caneleira), que funcionarão de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

O preço das entradas está definido: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia-entrada para estudantes, professores e maiores de 60 anos). Quem doar um quilo de alimento não perecível, exceto sal e açúcar, que será encaminhado ao Fundo Social de Solidariedade de Santos, também paga a metade. Pela internet, o pagamento pode ser efetuado com cartão de crédito, débito ou boleto bancário. Os postos fixos aceitam somente dinheiro.

Os desfiles ocorrem nos dias 14, 15 e 16 de fevereiro, a partir das 21h, na Passarela do Samba Dráusio da Cruz (Av. Afonso Schmidt, Areia Branca), que já começa a ser preparada para a folia. O sambódromo terá capacidade para receber público de 10.500 pessoas por noite de desfile, acomodado em confortáveis arquibancadas no estilo Fórmula 1 e camarotes (informações pelo tel. 3226-8000, ramal 8179).

Ordem dos desfiles

No sábado (14), o desfile será aberto pelas duas agremiações pleiteantes: Mãos Entrelaçadas e Unidos da Baixada. Na sequência entra o Grupo de Acesso, que vem com Camisa Alvinegra, Dragões do Castelo, Unidos da Zona Noroeste, Império da Vila e Mocidade Dependente do Samba.

No domingo (15) e segunda-feira (16), desfilam as escolas do Grupo Especial. No domingo tem Bandeirantes do Saboó, Real Mocidade Santista, Mocidade Amazonense, União Imperial e Padre Paulo. Já na segunda: Vila Mathias, Sangue Jovem, Unidos dos Morros, Brasil e X-9.

*Prefeitura de Santos