Arquivo da tag: sertanejo

Estação Verão Praia é sucesso na temporada em PG

Por Prefeitura de Praia Grande

O projeto Estação Verão Praia chegou ao fim no último dia 5 de março e vai deixar saudades entre moradores e turistas. Desde 22/dez, as areias de Praia Grande contaram com 12 tendas promovendo atividades esportivas, recreação, danças e música ao vivo com bandas locais.

Durante toda a temporada de verão, o Estação Verão Praia recebeu cerca de 500 mil pessoas que puderam se divertir gratuitamente com as atrações oferecidas pela Prefeitura. “Ampliamos o número de tendas esse ano, passando de seis para 12, e pudemos atender mais moradores e turistas. Nosso balanço dessa temporada de verão é muito positivo, as tendas sempre movimentadas, oferecendo cultura, esporte e lazer para toda a família”, afirma o secretário de Cultura e Turismo, Esmeraldo Vicente dos Santos, o Dinho.

O projeto reúne várias secretarias municipais, como Esporte e Lazer, Cultura e Turismo, Serviços Urbanos e Urbanismo, realizando um trabalho conjunto para garantir que todos possam se divertir com tranquilidade. “Além de proporcionar atividades de entretenimento, buscamos o conforto e segurança de todos, graças a união de forças entre a Administração Municipal”, declara Dinho.

O fomento cultural é destaque no projeto, que apresenta bandas locais em toda a grade de programação musical. No total, 396 apresentações, com bandas e artistas de Praia Grande, agitaram o Estação Verão Praia, com uma grade de ritmos variada. “Tivemos apresentações de sertanejo, samba, rock, reggae. Procuramos democratizar as atrações, para que atinja cada vez mais pessoas”, completa o secretário de Cultura e Turismo de Praia Grande.

Além do Estação Verão Praia, a Cidade teve como grande atração o Estação Verão Show, que reuniu grandes artistas da música nacional no Kartódromo Municipal. De 15 de dezembro a 27 de janeiro, nomes como Jorge e Mateus, Henrique e Juliano, Anitta, Marília Mendonça e Pitty se apresentaram no Município. Em fevereiro, o PG Folia trouxe os shows de Alok (cancelado devido à fortes chuvas) e Wesley Safadão.

 

Estação Verão Praia traz apresentações musicais no final de semana

Prefeitura de Praia Grande

Os moradores e turistas de Praia Grande podem se divertir em mais um final de semana do Estação Verão Praia. Nesta sexta e sábado (1º e 2/fev), os artistas locais voltam aos palcos das 12 arenas (confira a relação de artistas e locais ao final da matéria). A entrada é gratuita e acontece das 21h até meia-noite.

No mês de fevereiro, as atrações musicais de diferentes estilos da região encerram todas as noites de sextas e sábados nas arenas, além das atividades físicas e esportivas do Estação Verão Praia ocorrerem aos sábados e domingos, das 9h às 20h. Neste ano, os espaços contam com restaurantes e banheiros disponíveis, continuando com a estratégia de sucesso da última edição.

Sexta-feira (1ºfev) – A partir das 21h
> Canto do Forte (Rua Xixová) – Rita Garcia (sertanejo)
> Boqueirão (Rua Paris) – Henrique Mineiro (sertanejo)
> Guilhermina (Avenida Guilhermina) – Ton Cremon (rock)
> Guilhermina/Aviação (Rua Nicarágua) – Stonerland (pop)
> Aviação (Rua São Pedro) – Allan Rodrigues e Rodolfo (sertanejo)
> Tupi (Rua Guaranis) – Willian Santana (pop)
> Tupi (Rua Martins Fontes / Ernesto Vergara) – Otavio Camargo (sertanejo)
> Ocian (Rua José de Alencar) – Ricardinho (samba)
> Ocian/Mirim (Avenida dos Sindicatos) – Folia 99 (escola de samba)
> Maracanã (Rua João André Quintale) – Quase Nada (samba)
> Caiçara (Avenida Nossa Senhora de Fátima) – Maré Musical (rock)
> Flórida/Real (Rua Íris) – Aula de forró (forró)

Sábado (2/fev) – A partir das 21h
> Canto do Forte (Rua Xixová) – Kinho Bateria (MPB)
> Boqueirão (Rua Paris) – Vem na Batucada (samba)
> Guilhermina (Avenida Guilhermina) – Alê Hourneaux & Banda (MPB)
> Guilhermina/Aviação (Rua Nicarágua) – Nando e Gabriel (sertanejo)
> Aviação (Rua São Pedro) – Fabricio Campo e Banda (pop)
> Tupi (Rua Guaranis) – MR Now (rock)
> Tupi (Rua Martins Fontes / Ernesto Vergara) – Grupo Nova Era (samba)
> Ocian (Rua José de Alencar) – Autentica (pop)
> Ocian/Mirim (Avenida dos Sindicatos) – Taymon e Thiago (sertanejo)
> Maracanã (Rua João André Quintale) – Matheus Felipe (sertanejo)
> Caiçara (Avenida Nossa Senhora de Fátima) – Samba Diferente (samba)
> Flórida/Real (Rua Íris) – aula de forró (forró)

 

Artistas locais comandam Festival Frutos da Terra neste fim de semana

Prefeitura de Itanhaém

O Festival Frutos da Terra vem agitando a Boca da Barra desde o fim de dezembro, e no próximo fim de semana também promete muito lazer: shows de pop rock, blues, pop, MPB e sertanejo fazem parte da programação. As atrações começam a partir das 19 horas, com o DJ Mr. Animation, na Boca da Barra, na altura de Itanhaém.

Nesta sexta-feira (18/jan), às 20h30, Rocksing é a primeira banda a subir ao palco tocando pop rock, deixando o blues para às 22h30, com o grupo 70 Tons de Blue. No sábado (19/jan), haverá programação para o dia inteiro: às 9h, o evento municipal ‘Todos pelo Social’ é uma ação que visa orientar pais e responsáveis sobre deveres e responsabilidades com as crianças.

A diversidade da programação inclui desde um ambiente reservado para brincadeiras, com brinquedos e pintura facial até atividades para a terceira idade. À noite, pop será o estilo musical. Isso porque o palco será invadido por Nando Morais e os Caiçaras, a partir das 20h30. Já às 22h30 será a vez da banda DaMata, levando pop rock.

No domingo (20/jan) a programação começa cedo, com às 9h os artesãos da Subsecretaria do Trabalho Artesanal nas Comunidades (Sutaco) exibirão seus trabalhos em biscuit, crochê, tricô, pintura em tecido e muitas outras artes. Para a noite, as apresentações começam com Marcelo Tadeu e Banda, com MPB às 20h30, e Matheus Villa e Banda, com sertanejo às 22h30.

 

São Vicente é tema de concerto em Naha, no Japão

O município de São Vicente foi o tema do concerto musical no último domingo em Naha, no Japão. As cores e bandeiras da cidade e do Brasil ornaram o evento, que contou com apresentações de diferentes ritmos nacionais.

Junto de dançarinos e alunos, as irmãs Kaioko e Yayoi Miyagi interpretaram diferentes ritmos, como boi bumbá, sertanejo, axé, frevo e samba. Kaioko, que participou da Encenação de São Vicente este ano, também coreografou o grupo para dançar ‘Uiara’, uma das coreografias da montagem vicentina criadas por Lailton Reis.

O encerramento do evento foi com a apresentação da Bateria Show, coletivo ensaiado pelo diretor da Secult, Wagner Galdino. Ele participou de um estágio de intercâmbio em 2014. “Nossa eterna gratidão as irmãs Miyagi e a todos os amigos e irmãos de Okinawa que com amor de amizade nos ajudam a divulgar nossa querida e amada São Vicente”, agradece o secretário municipal da Cultura, Amauri Alves.

Cidades-irmãs

A irmanação dos dois municípios acontece em acordo desde 1978. Ambas as cidades estão situadas no litoral, além das semelhanças do clima tropical e da quantidade populacional. Já na época – e ao longo das mais de três décadas – seguiram-se comemorações para celebrar o convênio, que trata ainda de intercâmbio envolvendo profissionais em diferentes áreas, como educação, engenharia e turismo.

*Lincoln Spada

 

Opinião: ‘No Brasil, quem gosta de música é minoria’, diz Ed Motta

‘Cantor e compositor de MPB do Rio de Janeiro’. A auto-descrição de Ed Motta em seu site pessoal é incompleta. Conhecido pelo grande público por ser sobrinho de Tim Maia, alcançou seu auge no final dos anos 80 e manteve seu nome na mídia por sua verve artística em 1999. O hit era a música ‘No meu coração você vai sempre estar’, famosa por acompanhar a animação ‘Tarzan’. Desde então, coleciona uma geração de polêmicas fora dos palcos.

Talvez criticar outros ritmos e o país seja o seu desabafo por não formar públicos no Brasil. Talvez seja sua assessoria o incentivando a conseguir manter seu nome na mídia. A última cutucada veio por Facebook, numa postagem no último dia 9: “agradeço e fico honrado em ser prestigiado pela comunidade brasileira, mas é importante frisar, não tem músicas em português no repertório, eu não falo português no show (…) não venha com um grupo de brasuca berrando ‘Manuel’ porque não tem”. Ok, é sua turnê europeia.

02O problema é quando continua o post. “Verdade seja dita, que meu público brasileiro de verdade na Europa, é um pessoal mais culto, informado, essas pessoas nunca gritaram nada, o negócio é que vai uma turma mais simplória que nunca me acompanhou no Brasil, público de sertanejo, axé, pagode, que vem beber cerveja barata com camiseta apertada tipo jogador de futebol, com aquele relógio branco, e começa gritar nome de time”. O problema é sua clara arrogância de destratar o público e querer conceituar o que é música.

Ed mais uma vez perde a oportunidade de transitar entre o MPB que o alçou a hit e o jazz norte-americano que tanto devota. No contato com os fãs, com o outro, poderia sim convidá-los a apreciar o ritmo que ele leva em seus palcos. Opta por ofender, ironizar e contrariar. Nos comentários do post, ofendeu quem passasse lá: nordestinos, gente do interior, sertanejo, axé e, principalmente, brasileiros. Chamou de carma a sua nacionalidade, xingou o Brasil como ‘país de merda’, ‘terra ignorante’, até xingou ‘indígenas’ e ‘pedreiros’.

Além do intelectual disseminar preconceitos, a frase que guardo ao final é esta: “No Brasil, quem gosta de música é uma minoria, o resto sai pulando igual bicho atrás de um trio elétrico”. Afinal, se a arte é a expressão de alguém ou povo para transcender emoções, instantes, o que não seria um bloco de carnaval, um show de sertanejo universitário ou o Festival de Parintins? É tão música quanto o som do saxofone, só que em vez de erudito é popular. Em pleno século 21, conceituar arte como aquela voltada às elites é mais do que desrespeito ao gosto dos outros. É comprovar que não entende nada de arte.

*Lincoln Spada

 

Victor & Leo agitam o aniversário de Cubatão

O aniversário de 66 anos de Cubatão vai ser embalado pelo ritmo contagiante dos sertanejos Victor & Leo. O show gratuito será no dia 9 de abril, a partir das 20h, na Esplanada do Paço Municipal. A expectativa é que 10 mil pessoas acompanhem a apresentação. O espetáculo de aniversário conta com a realização e produção da Prefeitura de Cubatão, patrocínio da Usiminas e apoio da Anglo American e Instituto Cultural Usiminas.

A dupla, uma das principais da música brasileira na atualidade, está cheia de novidades no palco, incluindo repertório, cenário e iluminação. Para ninguém perder qualquer detalhe do evento, a Prefeitura providenciará quatro telões gigantes que irão transmitir o espetáculo de diferentes ângulos. O show de aproximadamente 1h40 apresentará os principais hits, assim como canções do DVD “Irmãos”, gravado em janeiro deste ano – e que deve chegar às lojas até o final do primeiro semestre.

Com 21 anos de carreira, os irmãos que nasceram em Abre Campo, Minas Gerais, começaram a carreira cantando na noite de Belo Horizonte e de São Paulo por quase 15 anos. A trajetória de sucesso inclui a gravação de 12 CDs e quatro DVDs ao vivo, além de dois documentários: “Nada Es Normal” em espanhol, lançado em 2008, e “Victor & Leo – A História”, de dezembro de 2010.

Ao todo, já venderam mais de 3 milhões de cópias. Eles já foram indicados seis vezes ao Grammy Latino, recebendo a estatueta em 2013, e duas vezes ao Prêmio de Música Brasileira.

O repertório da dupla é majoritariamente autoral, e o sucesso das canções rendeu a Victor o título de compositor que mais arrecadou com direitos autorais no Brasil por três anos consecutivos.

Segurança

O esquema de segurança para o show de aniversário prevê duas entradas principais para acesso do público à Praça dos Emancipadores, defronte à Prefeitura Municipal, local onde estará montado o palco do espetáculo.

A infraestrutura do evento contará com detectores de metal, homens da guarda patrimonial, seguranças contratados e efetivo da Polícia Militar. O espaço também contará com banheiros químicos disponíveis para o público. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) estará de prontidão para atender qualquer chamado.

*Prefeitura de Cubatão

 

João Bosco & Vinícius e Lucas Lucco encerram Shows de Verão de Itanhaém

A Arena do Shows de Verão montada na Avenida Jaime de Castro recebeu grandes artistas da música popular brasileira e mais de 120 mil pessoas prestigiaram o evento que é um grande sucesso. E agora chegou a vez de cantores sertanejo universitário subirem ao palco e agitarem a galera. A dupla João Bosco & Vinícius se apresenta na sexta-feira (30) e, no sábado (31), Lucas Lucco encerra com chave de ouro a programação.

Completando quase vinte anos de carreira, a dupla João Bosco & Vinícius tem seus CDs como um dos mais vendidos do Brasil e canções como as mais tocadas nas rádios. Com cerca de 800 músicas, o talento dos artistas logo ultrapassou barreiras, conquistando fãs na América Latina e realizando apresentações nos Estados Unidos, Espanha, Inglaterra e Portugal. Composições como “Sufoco”, “Curtição”, “Tarde Demais”, “Meu Mundo Gira”, “Coração Só Vê Você” e “Chora, Me Liga”, premiada como a mais tocada do Brasil em 2009, são alguns dos grandes sucessos da dupla.

 Lucas Lucco é o mais novo fenômeno sertanejo do país e realiza em média 22 shows por mês. O cantor e compositor é muito admirado por suas letras e elogiado por sua performance no palco. O artista apresentará hits de seu primeiro DVD “O Destino”, lançado em 2014, como “Pra Te F

lucas-lucco1azer Lembrar”, “Só Nós Dois” e “Toda Toda”. Outras canções, como “Mozão” e “11 Vidas”, fazem muito sucesso nas rádios.

 O evento foi realizado pela Prefeitura de Itanhaém, por meio da Secretaria de Turismo, e conta com o apoio da Policia Militar, Secretaria de Trânsito e Segurança, Guarda Municipal, Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Secretaria de Comunicação Social, Secretaria de Saúde, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Corpo de Bombeiros e Conselho Tutelar; e contou com a divulgação da rádio Tropical FM.

 *Prefeitura de Itanhaém